segunda-feira, 2 de maio de 2011

Igreja no seu Bolso? Igreja Multimídia Facebook para Lançamento

st PixelsAmarás o teu próximo - todos os 600 milhões deles?
Realizando o primeiro culto interativo no Facebook, a São Pixels, uma Igreja online 3D, está redefinindo a maneira com que a maioria das pessoas adoram.
(Foto: St. Pixels)
Realizando o primeiro culto interativo no Facebook, a São Pixels, uma Igreja online 3D, está redefinindo a maneira com que a maioria das pessoas adoram, 30 de abril de 2011.
"Ame ou odeie, o Facebook é onde as pessoas estão em 2011," disse pioneiro Mark Howe da St. Pixels em um comunicado. "Se o Evangelho é para a cultura de hoje em dia, tem que encontrar um lugar distinto, mas culturalmente apropriado dentro da rede social."
Desenhado por Howe, com programação adicional por Barry Wickett da Dark Green Media e arte de Michael Evans e Anthony Ramm de Carousel Digital, a Igreja Multimídia está esperando para anunciar Cristo através das novas mídias.
Atrás das telas de computadores e iPhones, adoradores terão a oportunidade de escutar as leituras da Bíblia e um sermão, cantar os hinos e introduzir pedidos de oração.

Eles vão até ser dados a oportunidade de responder com um "amém" ou "zzzz" através de um medidor de feedback em tempo real que eles podem clicar.
Esclarecendo que o projeto não era um meio para tentar "parecer da moda e pós-moderno," explica Howe, "se trata da aplicação dos princípios básicos da missão transcultural para nossa própria cultura."
"é fácil construir guetos irrelevantes no ciberespaço ou abandonar distintivos na pressa de abraçar a última moda online. Nossa aplicação de Facebook é uma tentativa de se envolver com um fenômeno cultural em seus próprios termos, enquanto mantém o Evangelho que tem transformado tantas culturas ao longo dos séculos."
Inicialmente, um projeto-piloto da webzine Ship of Fools, a São Pixels foi formada em 2006 e começou como uma comunidade em 2D, com um mural e chat como pontos de encontro principais.
"Para alguns de nós, o período 2D sentiram um pouco como um exílio," escreveu a Igreja. "Mas foi durante esse tempo que refletimos sobre a nossa experiência e tornou-se muito mais uma comunidade estável e acolhedora.
"Nós aprendemos a aprender uns com os outros e com nossas diferentes experiências no estudo da Bíblia e discussão geral ... começamos a cuidar e orar uns pelos outros. Encontramos maneiras de adorar em nossas salas de chat regulares de cultos de oração. Alguns de nós até começaram a se reunir ocasionalmente e descobrir quão insignificante nossas aparências podem ser."
Mudando para um novo sistema de software e desenvolvimento de um ambiente 3D, a São Pixels Ltd entrou em operação em 2009 e foi registrada no Reino Unido, com a adesão em todo o mundo.
Grupos Offering Peer to Peer Discipleship, chat em tempo real abrem 24 / 7, fóruns de diálogo e encontros ocasionais em vida real, a São Pixels deseja "criar um espaço sagrado e uma comunidade acolhedora e de testemunho na Internet."

CRISTIAN POST

Pré-Encontro de Jovens em Itaim Paulista


Pré-Encontro de 
Jovens em Itaim Paulista O jovem e os dilemas da pós-modernidade
No próximo domingo, 1º de Maio de 2011, será realizado no templo-sede da Assembleia de Deus, Ministério do Belém no Itaim Paulista, Setor 53, o 4º Pré-Encontro da UMADEB, União de Mocidade das Assembleias de Deus do Ministério do Belém, Regional Leste.

O evento tem a direção do pastor presidente, José Wellington Bezerra da Costa e coordenação dos pastores, Lélis Washington Marinhos e Davi Arújo, coordenadores da UMADEB. O evento visa reunir todos os jovens dos setores da igreja localizados na região leste da capital Paulista.

Serão dois cultos, o primeiro no período da manhã com inicio às 9h e o segundo no período da tarde a partir das 14h. Um grande número de jovens é esperado para estas reuniões, o último pré-encontro da Regional Leste foi realizado em abril do ano passado, no templo-sede do setor 49 - Jardim dos Pimentas e reuniu cerca de 5 mil.

Mais informações:  www.aditaimpaulista.com

Antropóloga diz que liberdade religiosa está ameaçada no Brasil

Antropóloga Débora Diniz afirma que o Estado está sendo questionado na Justiça por tentar privilegiar o ensino católico nas escolas públicas e que livros didáticos associam os ateus aos nazistas

O trabalho da antropóloga e documentarista carioca Debora Diniz tem si­do amplamente reconhecido mundo afora. Aos 41 anos, ela já recebeu 78 prêmios por sua atua­ção como pesquisadora e cineasta. Professora da Universidade de Brasília, Debora é autora de oito livros. O último deles – “Laicidade e En­sino Religioso no Brasil” – trata de uma discussão que está emergindo no País e deverá ser motivo de debates acalorados no Supremo Tribunal Federal. “Além de a lei do Rio de Janeiro sobre o ensino religioso nas escolas públicas estar sendo contestada no Supremo, há uma ação da Procuradoria-Geral da República contra a concordata Brasil-Vaticano, assinada pelo presidente Lula em 2008”, lembra Debora. “Um artigo da concordata prevê que o ensino religioso no País seja, necessariamente, católico e confessional. Isso é inconstitucional.”

ISTOÉ -
O ensino religioso nas escolas públicas, num Estado laico como o Brasil, é legítimo?

DEBORA DINIZ -
Sim e não. Sim porque está previsto pela Constituição. E não quando se trata da coerência com o pacto político. Chamo de coerência a harmonia com os outros princípios constitucionais: da liberdade e do pluralismo religiosos e da separação entre o Estado e as igrejas. Falsamente, se pressupõe que religião seria um conteúdo necessário para a formação da cidadania.

ISTOÉ -
O pluralismo religioso é respeitado nas escolas públicas?

DEBORA DINIZ -
Não. A Lei de Diretrizes e Bases delega aos Estados o poder sobre a definição dos conteúdos e quem são os professores habilitados. Isso não acontece com nenhuma outra matriz disciplinar no País. A LDB diz que o ensino religioso não pode ser proselitista. Apesar disso, legislações de vários Estados – como a do Rio de Janeiro – afirmam que tem de ser confessional. Determinam que seja católico, evangélico.

ISTOÉ -
As escolas viraram igrejas?

DEBORA DINIZ -
As aulas de ensino religioso, obrigatórias nas escolas públicas, se transformaram num espaço permeável ao proselitismo. Não é possível a oferta do ensino religioso confessional sem ser proselitista. Se formos para o sentido dicionarizado da palavra proselitismo, é professar um ato de fé. É a catequização. O proselitismo é um direito das reli­giões. Mas isso pode ocorrer na escola pública? A LDB diz que não.

ISTOÉ -
É possível haver ensino religioso sem ser proselitista?

DEBORA DINIZ -
É. A resposta de São Paulo foi defini-lo como a história, a filosofia e a sociologia das religiões.

ISTOÉ -
São Paulo seria o melhor exemplo de ensino religioso no País?

DEBORA DINIZ -
No que diz respeito ao decreto estadual, segundo o qual o ensino não deve ser confessional, sim. Mas se é o melhor exemplo na sala de aula, não temos pesquisas no Brasil para afirmar isso. A LDB diz que a matrícula é facultativa. Então, também devemos perguntar: o que a criança faz quando não está na aula de religião?

ISTOÉ -
O ensino religioso, da forma como está configurado, é uma ameaça à liberdade religiosa?

DEBORA DINIZ -
É. Quanto mais confessional for a regulamentação dos Estados, quanto mais os concursos públicos forem como o do Rio – em que o indivíduo tem de apresentar um atestado da comunidade religiosa a que pertence e, caso mude de religião, perde o concurso –, maior é a ameaça. A liberdade religiosa está ameaçada no País e a justiça religiosa também.

ISTOÉ -
Há uma tentativa de privilegiar uma ou outra religião?

DEBORA DINIZ -
Quase todos os Estados se apropriam do que aconteceu no Rio, nominando as religiões dos professores. No Ceará, por exemplo, o professor tem de ter formação em escolas teológicas. Mas religiões afro-brasileiras não têm a composição de uma teologia formal. Essa exigência privilegia os católicos e os protestantes.

ISTOÉ -
Por que o MEC não define o conteúdo do ensino religioso?

DEBORA DINIZ -
Há uma falsa compreensão de que o fenômeno religioso é um saber para iniciados, e não para especialistas laicos. Também há um equívoco sobre o que define o pacto político num Estado laico. O fenômeno religioso não é anterior ao fato político. Religião não pode ter um status que não se subordine ao acordo constitucional e legislativo. Isso é verdade em algumas coisas, tanto que o discurso do ódio não é autorizado. O debate sobre a criminalização da homofobia causa tanto incômodo às comunidades religiosas porque resultará em restrição de liberdade de expressão. Não se poderá dizer que ser gay é grave perversão, como algumas fazem atualmente.

ISTOÉ -
Os livros didáticos dizem...

DEBORA DINIZ -
Dizem porque há essa lacuna de regulação e de fiscalização. Há uma subordinação do nosso pacto político ao fato religioso. O que é um equívoco. Também há uma falsa presunção de que o saber religioso não possa ser revisado. O MEC tem um painel em que todas as controvérsias científicas são avaliadas por uma equipe que diz o que pode e o que não pode entrar nos livros didáticos. A despeito de pequenas comunidades no campo da biologia dizerem que criacionismo é uma teoria legítima sobre a origem do mundo, o filtro do MEC diz que criacionismo não é ciência. Por que, então, o MEC não define o que pode entrar nos livros de ensino religioso e os parâmetros curriculares?

ISTOÉ -
O que os livros didáticos de religião pregam?

DEBORA DINIZ -
Avaliamos 25 livros didáticos de editoras religiosas e das que têm os maiores números de obras aprovadas pelo MEC para outras disciplinas. Expressões e valores cristãos estão presentes em 65% deles. Expressões da diversidade cultural e religiosa brasileira, como religiões indígenas ou afro-brasileiras, não alcançam 5%. Muitas tratam questões como a homofobia e a discriminação contra crianças deficientes de uma maneira que, se fossem submetidas ao crivo do MEC, seriam reprovadas. A retórica sobre os deficientes é a pior possível. A representação simbólica é de quem é curado, alguém que é objeto da piedade, que deixa de ser leproso e de ser cego. É a do cadeirante dizendo obrigado, num lugar de subalternidade.

ISTOÉ -
A submissão ao sagrado é estimulada?

DEBORA DINIZ -
É uma submissão ao sagrado, à confessionalidade. Mas a confessionalidade não se confunde com o sagrado. O sentido do sagrado pode ser explicado. No caso do “Alcorão”, é possível explicar que a escrita tem relação com a história do islamismo. Não precisamos de livros que violem o sagrado, que digam que Maria não era virgem. Mas eles não precisam se submeter à confessionalidade, dizer que há só uma verdade.

ISTOÉ -
Há um estímulo ao preconceito e à intolerância nos livros?

DEBORA DINIZ -
Sem dúvida. Há a expressão da intolerância à diversidade – das pessoas com deficiência, da diversidade sexual e religiosa, das minorias étnicas. Há, também, uma certa ironia com as religiões neopentecostais.

ISTOÉ -
A ideia da supremacia moral dos que têm religião é defendida?

DEBORA DINIZ -
É. Há equívocos históricos e filosóficos, como a associação de ­Nie­tz­s­che ao nazismo. As pessoas sem Deus são representadas como uma ameaça à própria ideia do humanismo. É muito grave a representação dos ateus. Isso pode gerar desconforto entre as crianças cujas famílias não professem nenhuma religião. Já que, nos livros, elas estão representadas como aquelas que mataram Deus e associadas simbolicamente a coisas terríveis, como o nazismo.

ISTOÉ -
As aulas facultativas podem se tornar uma armadilha?

DEBORA DINIZ -
Sem dúvida. A criança terá de explicar suas crenças, o que deveria ser matéria de ética privada. Pior: ao sair da aula com um livro como esse, as crianças talvez tenham de explicar por que não têm Deus.

ISTOÉ -
Não há reflexões históricas sobre o significado das religiões?

DEBORA DINIZ -
Nenhuma. Há uma enorme dificuldade de nominar as comunidades indígenas como possível religião. Elas possuem tradições e práticas religiosas ou magia. No caso das afro-brasileiras, também se fala em tradição.

ISTOÉ -
O que levou o Estado a proteger o ensino religioso na Constituição?

DEBORA DINIZ -
Foi uma concessão a comunidades religiosas numa disputa sobre o lugar de Deus e da religiosidade na Constituição. A religião foi mantida no que caracterizaria a vida boa e a formação da cidadania. Isso é um equívoco. A religião pode ser protegida pelo Estado, mas não no espaço de promoção da cidadania que é a escola.

ISTOÉ -
O ensino religioso está ganhando ou perdendo espaço no mundo?

DEBORA DINIZ -
Essa é uma controvérsia permanente. Nos Estados Unidos, um país bastante religioso, não está na escola pública. Na França, o país mais laico do mundo, também não. Exceto na região da Alsácia-Mosele. Na Bélgica e no Reino Unido está. Esses países hoje enfrentam com muita delicadeza a islamização de suas sociedades. Na Alemanha, grupos islâmicos já começaram a exigir o ensino de sua religião nas escolas públicas.

ISTOÉ -
Mas na França também há o outro lado, de proibirem vestimentas...

DEBORA DINIZ -
Esse é o paradoxo que a França enfrenta neste momento, sobre como respeitar o modelo da neutralidade. A lei do país proíbe símbolos religiosos ostensivos nas escolas públicas – cruz grande, solidéu, véu. O que o outro lado vai dizer? Que isso viola um princípio fundamental, que é a expressão das crenças individuais estar no próprio corpo.

ISTOÉ -
Quais são os desafios do ensino religioso no Brasil?

DEBORA DINIZ -
São gigantescos e podem ser divididos em três esferas. Uma é a esfera legal. O ensino religioso está sob contestação nos foros formais do Estado: no Supremo, no MEC e no Ministério Público Federal. Além de a lei do Rio de Janeiro estar sendo contestada no Supremo, há uma ação da Procuradoria-Geral da República contra a concordata Brasil-Vaticano, assinada pelo presidente Lula em 2008.

ISTOÉ -
E do que trata esta ação?

DEBORA DINIZ -
Um artigo da concordata prevê que o ensino religioso na escola pública seja, necessariamente, católico e confessional. Isso é inconstitucional. Estamos falando da estrutura da democracia. Segundo o ministro Celso de Mello, em toda a história do Supremo, só tínhamos tido uma ação que tocava na questão da laicidade do Estado. Isso foi nos anos 40. Agora, temos pelo menos duas. A segunda esfera é como o ensino religioso pode ou não pode ser implementado. O MEC precisa definir quem serão os professores, como serão habilitados e quais conteúdos serão ensinados. A terceira esfera é a sala de aula, a garantia de que vai ser um ensino facultativo e de que o proselitismo religioso será proibido.

Fonte: Revista Isto É - Edição: 2164

Corpo de Bin Laden foi sepultado no mar e recebeu rituais islâmicos

O corpo do líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden, morto pelas forças americanas no Paquistão, teria sido sepultado no mar após passar por rituais tradicionais islâmicos, afirma a imprensa americana. As redes CNN, MSNBC e Fox afirmaram que um oficial americano confirmou que o corpo de Bin Laden foi sepultado no mar, sem dar maiores detalhes. A AFP não conseguiu obter uma confirmação dessa informação junto a oficiais americanos.

Mas, mais cedo, uma fonte do governo afirmou que o corpo do terrorista estava recebendo cuidados de acordo com a prática e a tradição islâmicas. "Isso é algo que encaramos seriamente. E, portanto, está sendo tratado de maneira apropriada". Sepultar o corpo de Bin Laden no mar garantiria que seu local de repouso final não se tornasse um templo para peregrinação de seus seguidores, comentou a ABC.
DNA
Antes do sepultamento, os EUA realizaram testes de DNA para confirmar se o homem morto durante uma operação nos arredores de Islamabad (capital do Paquistão) era mesmo Osama bin Laden. Também foram usadas técnicas de detecção facial para auxiliar na identificação.
Os resultados do teste de DNA devem estar disponíveis nos próximos dias, de acordo com uma fonte militar ouvida pela agência Reuters. De qualquer forma, a fonte disse que o ex-líder da Al Qaeda foi identificado pelos soldados que o mataram em um tiroteio, no qual Bin Laden resistiu e foi morto com um tiro na cabeça.


Al-Qaeda deve tentar vingar a morte de Bin Laden, prevê diretor da CIA Terrorista saudita foi morto em operação militar americana no Paquistão. Bin Laden está morto, mas a rede da al-Qaeda, não, disse Leon Panetta.

O diretor da CIA, Leon Panetta, disse nesta segunda-feira (2) que a rede terrorista da al-Qaeda deve "quase certamente" tentar vingar a morte de Osama bin Laden.
O terrorista foi morto neste domingo (madrugada de segunda no horário local) em uma operação militar americana no Paquistão.
"Apesar de Bin Laden estar morto, a al-Qaeda não está", disse o diretor da principal agência de espionagem dos EUA. "Os terroristas quase certamente vão tentar vingá-lo, e nos devemos -e vamos- permanecer vigilantes e resolutos."
O Departamento de Estado dos EUA havia emitido um alerta para os cidadãos americanos fora do país, e a Interpol avisou que o risco de ataque terrorista está maior em todo o mundo.



FONTE   G1

Talibãs paquistaneses prometem vingar a morte de Bin Laden

O
 líder da Al-Qaeda Osama bin Laden, em foto de 1998. Foto: AP
O líder da Al-Qaeda, Osama bin Laden, morreu em uma operação no PAquistão, segundo os EUA
Foto: AP

Os talibãs paquistaneses, aliados da Al-Qaeda, prometeram nesta segunda-feira vingar a morte de Osama Bin Laden, que morreu em uma operação americana, e prometeram atacar objetivos americanos e do governo paquistanês. "Não podemos confirmar o martírio de Osama Bin Laden, quando nossas próprias fontes confirmarem estaremos em condições de afirmar outra coisa", disse o porta-voz do Movimento dos Talibãs do Paquistão (TTP), Ehsanullah Ehsan, em uma entrevista por telefone à AFP.
"Se conheceu o martírio, vingaremos sua morte e lançaremos ataques contra os governos americano e paquistanês, assim como contra as forças de segurança, inimigos do islã", disse Ehsan.
O TTP prometeu lealdade à Al-Qaeda em 2007 e no mesmo ano declarou a jihad (guerra santa) no Paquistão, cujo governo foi acusado de apoiar os Estados Unidos na luta contra o terrorismo.
Morte de Osama bin Laden
Na noite de 1º de maio (madrugada do dia 2 no Brasil), o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou a morte do terrorista Osama bin Laden. Antes das forças americanas agirem, o líder dos EUA informou ao presidente do Paquistão, Asif Ali Zardari, que o terrorista havia sido localizado em mansão na cidade de Abbottabad, perto de Islamabad, capital do Paquistão. "Ligamos para o presidente paquistanês para deixar claro que não estávamos declarando guerra ao governo", informou Obama. "Os EUA não estão nem nunca estarão contra o Islã, mas contra a Al-Qaeda e seus líderes", afirmou. Segundo Obama, matar Osama bin Laden era prioridade do governo americano. "A justiça foi feita", disse. Mentor dos ataques de 11/9, Osama bin Laden era o terrorista mais procurado do mundo.
Com informações das agências internacionais
AFP

Jesus: único, incomparável, maravilhoso – na recompensa celestial que dá aos filhos de Deus



Filhos de Deus receberão um corpo semelhante ao Seu corpo glorificado
Vivemos hoje em um corpo débil e fraco, mortal, sujeito à enfermidade, à velhice e, finalmente, à morte. Nosso corpo é limitado e nos cerceia, nos prende; ele é marcado pelo pecado. No dia do arrebatamento (ou no dia da ressurreição dos mortos, caso faleçamos antes do arrebatamento) o Senhor dará um corpo glorificado aos Seus filhos: "Pois a nossa pátria está nos céus, de onde também aguardamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, o qual transformará o nosso corpo de humilhação, para ser igual ao corpo da sua glória, segundo a eficácia do poder que ele tem de até subordinar a si todas as coisas" (Filipenses 3.20-21).
Que privilégio, que honra! Somos chamados por Deus para "alcançar a glória de nosso Senhor Jesus Cristo" (2 Tessalonicenses 2.14). Nosso corpo será semelhante ao corpo glorificado de Jesus após Sua ressurreição. Isso não significa que seremos iguais a Jesus em Sua divindade, mas seremos semelhantes a Ele. Certamente teremos aparência distinta uns dos outros e seremos reconhecíveis como indivíduos. Esse novo corpo, esse corpo glorificado que receberemos do Senhor, não estará mais sujeito à deterioração – ele estará perfeitamente adaptado às condições existentes no céu.
Filhos de Deus serão herdeiros de Deus
Realmente seremos herdeiros de Deus, como está escrito em Efésios 1.18: "iluminados os olhos do vosso coração, para saberdes qual é a esperança do seu chamamento, qual a riqueza da glória da sua herança nos santos". Os que crêem em Cristo serão revelados nos céus eternos, diante dos anjos de Deus, como filhos e filhas do Pai celestial. Sendo filhos de Deus, eles terão parte como herdeiros de toda a riqueza da glória de Deus! Isso supera nossa capacidade de entendimento. Não pode existir algo mais grandioso!
Se você, que está lendo estas linhas, já tiver recebido a Jesus em seu coração e já estiver seguindo Seus passos, você terá parte em tudo o que Deus é e em tudo o que Lhe pertence! Em outras palavras: você terá parte em tudo de glorioso que existe no céu!
Ser herdeiro de Deus significa não mais sentir falta de nenhum bem. No céu haverá tudo em abundância e profusão. A Bíblia nos dá uma descrição do céu em Apocalipse 21 e 22:
  • Os muros da Jerusalém celestial serão de jaspe.
  • A cidade e suas ruas serão de ouro, semelhantes a vidro puro. Nem conseguimos imaginar essa exuberância e beleza.
  • Os fundamentos dos muros serão adornados com pedras preciosas da mais fina espécie e as doze portas de entrada da cidade serão doze pérolas, tão grandes como a porta.
  • Do trono de Deus e do Cordeiro sairá um rio de águas vivas, brilhante como o cristal.
Alguém disse certa vez acerca da glória celestial: "Não pagaremos nada, mas aproveitaremos tudo – e isso não será apenas por um minuto ou por uma hora, mas por toda a eternidade!" Por quê? Porque Jesus pagou todo o preço pela nossa salvação! Com Seu sangue Ele comprou nossa entrada no reino celestial (Hebreus 10.19-20).
Ser herdeiro de Deus significa não mais sentir falta de nenhum bem. No céu haverá tudo em abundância e profusão. Qualquer beleza terrena é insignificante comparada à glória celestial.
Filhos de Deus vão morar onde habitam Deus e Jesus Cristo
O próprio Senhor Jesus nos prometeu: "Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também" (João 14.2-3). Portanto, um dia moraremos lá onde o próprio Deus habita. Toda a capacidade humana de imaginação e antevisão não é suficiente para conseguir imaginar a glória da casa do Pai. Mas o que podemos saber desde agora é o que a Palavra de Deus nos revela:
  • O construtor dessa casa é o próprio Deus. Conforme Hebreus 11.10, Ele é o "arquiteto e edificador" dessa morada eterna.
  • Essas moradas são incomparavelmente belas por não terem sido feitas por mãos humanas, mas edificadas pelo poder de Deus (2 Coríntios 5.1).
  • Essa morada celestial não precisa de luz natural ou artificial. Ela não depende do Sol ou da Lua porque a glória de Deus a ilumina e porque sua lâmpada é o Cordeiro, ou seja, Jesus Cristo (Apocalipse 21.23).
  • Nessa morada celestial haverá espaço mais do que suficiente para todos os crentes em Jesus Cristo de todas as épocas e de todas as nações.
  • Levaremos toda a eternidade para descobrir o que o céu nos reserva, e constantemente seremos surpreendidos com coisas novas!
Filhos de Deus celebrarão uma festa sem fim, em comunhão plena e perfeita com Deus o Pai e com Jesus Cristo
Em Apocalipse 21.3 lemos acerca dessa festa inimaginavelmente bela: "Então, ouvi grande voz vinda do trono, dizendo: Eis o tabernáculo de Deus com os homens. Deus habitará com eles. Eles serão povos de Deus, e Deus mesmo estará com eles". O fato de Deus habitar entre os homens fará do céu um lugar de alegria inconcebível e de felicidade absoluta. Nenhuma das características negativas do mundo presente existirá no céu (Apocalipse 21.27).
O céu é comparado com um casamento judaico. Esse é um símbolo da maior de todas as festas.
Em João 16.20,22 e 24 está escrito que toda a tristeza será transformada em alegria, que essa alegria jamais será tirada e que ela será completa.
Pedro escreve: "Vocês O amam, embora nunca O tenham visto; ainda que não O vejam, confiem nEle, e até mesmo agora vocês já estão felizes com aquela alegria indizível que vem do próprio céu" (1 Pedro 1.8, A Bíblia Viva).
Assim podemos entender muito bem as palavras de Jesus: "Alegrai-vos... porque o vosso nome está arrolado nos céus" (Lucas 10.20). No céu haverá intensa satisfação: "mas como está escrito (Isaías 64.3): Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam" (1 Coríntios 2.9).
O céu está cheio de vida abundante! Lá não se saberá o que é sentir falta de alguma coisa, pois será impossível acrescentar ou melhorar o ambiente do céu. Monotonia será igualmente uma palavra desconhecida, pois o céu é perfeito e oferece vida plena, vida sem fim.
No céu os filhos de Deus não terão mais perguntas não-respondidas
Todas as perguntas serão respondidas, todas as dúvidas acabarão. Na luz de Jesus, que a tudo perscruta e em tudo penetra, conseguiremos ver e entender todas as coisas. Não haverá mais a menor dúvida no céu. O Senhor Jesus expressa essa maravilhosa realidade com as seguintes palavras: "Assim também agora vós tendes tristeza; mas outra vez vos verei; o vosso coração se alegrará, e a vossa alegria ninguém poderá tirar. Naquele dia, nada me perguntareis" (João 16.22-23). No céu entenderemos de repente que todas as coisas realmente contribuíram para o nosso bem e que muitos caminhos difíceis pelos quais passamos em nossa vida aqui na terra serviram para o nosso crescimento.
No céu os filhos de Deus receberão suas coroas e reinarão com Cristo
Tudo o que fazemos em vida como filhos de Deus salvos pela graça, em nome do Senhor Jesus, adquire uma dimensão eterna. Por exemplo, àqueles que amam Sua vinda, Ele promete "a coroa da justiça" (2 Timóteo 4.7-8). A Bíblia fala também de uma "coroa incorruptível" (1 Coríntios 9.25), de uma "coroa de glória" (1 Pedro 5.4) e de uma "coroa da vida" (Tiago 1.12).
No livro do profeta Daniel está escrito que os que conduziram outros à justiça e contribuíram para a propagação do Evangelho irão brilhar como o Sol por todo o sempre (Daniel 12.3). E o Senhor Jesus diz em Mateus 13.43: "Então, os justos resplandecerão como o sol, no reino de seu Pai". A Sagrada Escritura fala que os que pertencem ao Senhor reinarão com Ele pelos séculos dos séculos (Apocalipse 22.5).
Àqueles que amam Sua vinda, Jesus promete
“a coroa da justiça” (2 Timóteo 4.7-8).
No céu os filhos de Deus encontram-se no lugar do perfeito amor
A Bíblia diz que o amor jamais acaba (1 Coríntios 13.8,13). Pois no céu viveremos em íntima comunhão com Aquele que é amor, que personifica o amor em toda a Sua pessoa. "dio e coisas semelhantes são totalmente desconhecidas no céu. Só o amor reinará, e assim todos serão amados por todos.
O céu também é um lugar onde muitas coisas deixarão de existir
No céu não haverá mais lágrimas, pois o próprio Deus enxugará as lágrimas dos nossos olhos (Apocalipse 21.4).
No céu também não haverá mais sonhos. Nossa vida aqui na terra consiste de muitos sonhos e fantasias. Sonhamos com um bom emprego, criamos fantasias com as férias dos sonhos, com uma praia dos sonhos, com o parceiro dos nossos sonhos, com um casamento dos sonhos. Todos esses sonhos e anseios não existirão mais em nossos corações, porque a realidade e a glória superarão em muito todos os sonhos.
Não haverá mais mar no céu (Apocalipse 21.1). O mar sempre é um símbolo de inquietude, tanto do desassossego das nações do mundo, como do nosso coração inquieto e da humanidade pecadora. No céu tudo se aquietará e a paz reinará eternamente.
No céu também não haverá mais sofrimento, nem luto, nem clamor, nem pranto, nem dor, nem medo ou sofrimento (essas são expressões usadas por diferentes traduções de Apocalipse 21.4). No céu também não haverá nenhum tipo de maldição (Apocalipse 22.3); a noite também não mais existirá (Apocalipse 22.5) e a morte terá sido anulada (Apocalipse 20.14; 21.4).
Nada mais será como era! Deus fará tudo novo, completamente novo. E no céu haverá coisas que nunca houve (Apocalipse 21.4-5).
Do céu ninguém será mandado embora, pois ali é a morada definitiva daqueles que crêem em Jesus. Desfrutaremos de toda a glória de eternidade a eternidade: "... (renascidos) para uma herança incorruptível, sem mácula, imarcescível, reservada nos céus para vós outros" (1 Pedro 1.4). O céu é o alvo supremo para nós seres humanos, o destino maior de uma pessoa.
O céu também é o lugar onde não existe pecado. Por essa razão, pessoa alguma com pecado pode entrar ali: "Nela, nunca jamais penetrará coisa alguma contaminada, nem o que pratica abominação e mentira, mas somente os inscritos no Livro da Vida do Cordeiro" (Apocalipse 21.27, veja também o versículo 8).
Assim como o céu é uma maravilhosa realidade, o inferno é o seu oposto, ou seja, uma realidade terrível. Jesus falou muitas vezes do inferno. O inferno é o lugar onde nada existirá daquilo que descrevemos como existente no céu: é um lugar de separação eterna de Deus e privação de tudo aquilo que Ele dá aos que seguem a Jesus. O inferno é o lugar de sofrimento para todos aqueles que não receberam o perdão de seus pecados pelo sangue do Cordeiro de Deus.
Jesus Cristo é o único e grande Salvador, que sofreu por nós para abrir o céu e garantir nossa entrada na presença de Deus. Somente quem crê em Jesus e entrega a Ele sua vida cheia de pecado e culpa consegue entrar no reino de Deus.
Alguém perguntou: "O que nos faz fugir da vida se tememos a morte? Por que fugimos da verdade se estamos fartos da mentira? Por que continuamos em caminhos tortuosos se os atalhos escuros nos conduzem ao pecado? Jesus Cristo é o caminho, a verdade e a vida. Quem é contra Jesus, não tem futuro... – Mas pessoas que atenderam ao chamado de Jesus para segui-lO têm perspectivas maravilhosas para seu futuro. O Senhor voltará! Pela fé elas vêem um novo céu e uma nova terra!"
Reforço mais uma vez o que tenho dito até aqui: vale a pena ser cristão! E pela última vez lhe pergunto com todo o meu amor: você quer aceitar a Jesus em seu coração? Você quer seguir a Jesus? Você quer tornar-se um cristão de verdade?


Agora mesmo, onde quer que você esteja, dirija-se ao Senhor Jesus em oração. Diga-lhe que, a partir deste momento, você quer crer nEle e peça-lhe perdão pelos seus pecados.
Solicite-lhe de maneira concreta para entrar em sua vida. Diga a Ele que a partir de agora Ele será seu Senhor e Mestre, e que de hoje em diante você está entregando a direção de sua vida a Ele (veja também a ilustração nas páginas seguintes).
Agradeça ao Senhor Jesus Cristo por Ele ter morrido na cruz em seu lugar e por ter pago sua culpa. Agradeça-lhe também que Ele ressuscitou dos mortos para dar a vida eterna a você. Em João 1.12 está escrito: "Mas a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome". Receba a salvação pela fé e de coração agradecido!
Testemunhe de sua fé a outras pessoas. Leia diariamente a Bíblia e procure comunhão com outras pessoas que também são crentes em Jesus. Busque uma igreja evangélica fundamentada na pregação da mensagem bíblica.
Tome agora mesmo a decisão mais acertada da sua vida:
aceite a Jesus em seu coração!



FONTE . http://www.ajesus.com.br/mensagens/conheca_jesus_10.html

China proíbe autor de livro cristão de viajar


China proíbe
 autor de livro cristão de viajar Liao Yiwu publicou um livro que conta a história do cristianismo na China
O dissidente chinês Liao Yiwu encontrou uma editora para seu livro mais recente. Harper Collins acaba de anunciar que irá publicar “Deus é Vermelho: a história secreta de como o cristianismo sobreviveu e floresceu na China comunista”.

No livro, Liao revela que o cristianismo está passando por um ressurgimento na China, um país tipicamente associado com os budistas, taoístas e ateus comunistas. Segundo o World Christian Database, 5% da população de China é cristã.

Ao compartilhar as histórias de personagens incríveis e únicos, Liao visa proporcionar um vislumbre de uma realidade profundamente complexo religioso e político e examina se o cristianismo pode proporcionar um refúgio espiritual para os chineses, ou se vai tornar as pessoas mais submissa ao um governo totalitário que continua a perseguir os cristãos e ficar de olho em qualquer movimento espiritual que poderia desafiar sua autoridade.

Liao estava programado para aparecer na PEN World Voices Festival Internacional de Literatura, que começou em 25 de abril em Nova York. A princípio, as autoridades chinesas concederam a permissão para Liao para viajar aos Estados Unidos para o evento, mas em seguida, proibiu o autor de sair da China poucos dias antes do evento.

O autor também foi convidado a assinar um documento concordando que ele não procura publicar seus "ilegais" no exterior. Segundo Liao, ele assinou o documento “porque eu acreditava que todos os meus livros são legais e as restrições não se aplicam a mim", afirmou ele.

Salam Rushdie, o presidente do PEN World Voices Festival, emitiu uma carta a Liao afirmando: "Ao negar-lhe permissão para estar conosco, seu governo não só tem mais uma vez usurpados do seu direito, garantido pela lei chinesa e internacional, para escrever, falar e viajar livremente, mas também tem incidido sobre o nosso direito de vê-lo e ouvi-lo. Uma cadeira vazia marcava ausência de Liao".

Mickey Maudlin, vice-presidente sênior e editor-executivo da HarperOne, diz: "Deus é Vermelho incorpora a beleza e a maravilha daquilo que os livros podem nos fazer, transportar para um mundo desconhecido e escondido com profundidade e intimidade. Estamos orgulhosos de poder publicar Liao Yiwu".

Fonte: Charisma News

MORREU O INDIANA JONES DO ISLAMISMO

O mundo acordou com uma notícia que muitos já esperavam .
A morte do Numero 1 do islamismo mundial .
OSAMA BIN LADEN .
Que foi morto por um esquadrão de elite de forças de segurança internacional, que lutam contra o terrorismo imposto por militantes radicais do islamismo.
Esse senhor que é conhecido como O INDIANA JONES DO ISLAMISMO , entrou para a historia mundial como o grande matador de inocentes , em nome de um deus que prega o ódio contra os cristãos.
Esse senhor , que confesso crer , ser um dos maiores anti Cristo dos últimos tempos , propagou a fé islâmica de uma forma violenta .



nota.
E ainda esses ismaelitas querem me falar em amor ao próximo .
Oras , me façam um favor .
Jesus Cristo pregou o amor ao próximo , entregou a si mesmo a favor dos pecadores .
Pregamos a verdade , e a verdade quando falada doi em quem esta errado .
Entrega eu caminho ao Senhor , confia Nele , e o mais Ele fará.

Deus abençoe suas vidas em nome do Senher e SALVADOR JESUS CRISTO , O UNICO.

Defendendo o indefensável: Islam / COPIADO DO BLOG http://rafik-rafikresponde.blogspot.com/


Jihadistas Defendendo o Islam Invasor
No blog GRITOS DE ALERTA do Pastor (Bispo?) Roberto Torrecilhas, (não conhecia nada sobre ele ate ler algo no blog Nova Cruzada), traz periodicamente, artigos que expõem a verdadeira cara do Islam no MUNDO (o Brasil esta incluído). Parabéns BISPO! Continue assim.
Mas o nosso “caro amigo” Jihadista Omar Israfil Dawud Bin Laden se sentiu “ofendidinho”, e fez beicinho porque o Bispo expôs a verdade crua e nua do Islam e postou uma RESPOSTA ao Bispo no blog dele. Eu tenho que admitir, o Omar tem uma habilidade invejável de falar muita besteira com poucas palavras.
Meu objetivo é dar uma RESPOSTA ao Jihadista. Alguns podem estar se perguntando porque eu estou pegando pesado no Omar e nos convertidos ao Islam. Alguns argumentam: Porque não tentar convence-los pelo “amor”? Alguns podem ate dizem que esta não foi a atitude de Jesus. Deixa-me esclarecer:
  1. Tudo o que eu escrevo é motivado pelo amor aos muçulmanos. Meu objetivo principal neste espaço não é tentar convencer os muçulmanos, mas ensinar a igreja que existem respostas para todos os ataques satânicos contra a igreja.
  2. O Omar e outros “revertidos” ao Islam, são exatamente iguais aos Escribas e Fariseus da época de Jesus. Jesus não mostrou compaixão por eles, pelas seguintes razões (Mateus 23): Jesus começa dizendo que devemos tomar cuidado com eles (Lucas20:46). POR QUE? Por que eles fecham as portas do Reino dos céus para os homens, não entram, e impedem outros de entrar (v.13). Depois de fazerem um convertido (Ex: Wellington), eles o transformam em “duas vezes mais filho do inferno” do que eles mesmos (v.15). Eles são cegos guiando cegos (v.16). Eles observam as coisas minúsculas da lei, mas não prestam atenção para o que é importante: a justiça, a misericórdia e a fidelidade. (v.23). Eles limpam o seu exterior, mas se esquecem de limpar o interior de onde vem toda a podridão humana (v.25). Eles sao como sepulcros pintados: “bonitos por fora, mas por dentro estão cheios de ossos e de todo tipo de imundície” (v.27). Jesus terminou o sermão dizendo: “Serpentes! Raça de víboras! Como vocês escaparão da condenação ao inferno?” (v.33). Jesus faz uma declaração estonteante: “Por isso, eu lhes estou enviando profetas, sábios e mestres”. Jesus declara que ELE envia PROFETAS. Somente Deus pode enviar profetas (v.34).
  3. Eu acredito que a maioria destes convertidos ao Islam, ja passaram do ponto que “NÃO TEM RETORNO”. Em Hebreus 6:4-6 diz: “Ora para aqueles que uma vez foram iluminados, provaram o dom celestial, tornaram-se participantes do Espírito Santo, experimentaram a bondade da palavra de Deus e os poderes da era que há de vir, e caíram, é impossível que sejam reconduzidos ao arrependimento; pois para si mesmos estão crucificando de novo o Filho de Deus, sujeitando-o à desonra pública.” Somente Deus sabe quando este ponto é cruzado, mas as evidencias mostram que este é o caso com estes homens.
Que Deus tenha misericórdia deles e traga alguns de volta antes que seja tarde demais. Esta esclarecido porque eu sou duro com eles? Então vamos de volta ao meu artigo.
Onde esta escrito TAWHID no Alcorão?
O Jihadista Omar começa usando a Palavra de Deus (Deuteronômio 13:6-10) para expor a sua ignorância. Mas vou inverter a ordem, eu vou mencionar Deuteronômio em um outro artigo. Leiam ate o final, tudo bem?
O nosso “amigo” diz com respeito a Trindade: “Diga-se de passagem que a tal trindade não é citada sequer uma única vez que seja na Bíblia”
Resposta: Me mostre onde aparece a palavra TAWHID, pelo menos UMA ÚNICA VEZ no Alcorão. Deixa-me emprestar as suas próprias palavras: “Diga-se de passagem que a tal TAWHID não é citada sequer uma única vez que seja no ALCORÃO”. Então meu querido, cale a boca antes de voce falar que a Trindade foi inventada.
Se a doutrina da Trindade foi inventada pelo fato da palavra não estar na Bíblia, então a doutrina da “Tawhid” também foi inventada, porque ela não se encontra no Alcorão.
Trindade foi descrita e não inventada!
Somente para esclarecer para os meus irmãos em Cristo, entendam que os muçulmanos dizem que a doutrina foi "inventada" no Concílio de Nicéia, no ano 325. Porem a verdade é que a doutrina foi FORMULADA ou descrita neste concilio. Por conta das heresias que estavam sendo “inventadas” sobre a pessoa de Jesus, a Igreja se reuniu para se estabelecer o que a BÍBLIA ensina sobre este tema. Eles não se reuniram para inventar, mas para CONFIRMAR o que a Bíblia sempre ensinou.
A doutrina da Trindade não tem nada em comum com os “conceitos religiosos pagãos”. A Trindade fala de UNIDADE na DIVERSIDADE. Deus é um ser complexo, impossível de ser descrito com palavras. Mas se vocês querem ler mais sobre a Trindade, por favor visitem meus artigos anteriores sobre a Trindade Introdução, Parte 1, Parte 2, Parte 3, Parte 4
Explicando I João 5:5-8
O Jihadista esta PARCIALMENTE certo com respeito ao verso de I João 5:7-8: “Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um. E três são os que testificam na terra: o Espírito, e a água, e o sangue; e estes três concordam num.”
Hoje em dia, a maioria das novas impressões da Bíblia, ja não trazem a frase “o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um.” POR QUE? Por que descobriu-se que aparentemente esta frase foi uma anotação que alguém fez na margem do texto. Entre os milhares de manuscritos da Bíblia, somente 5 tem esta adição. Algum copista pensou que a anotação fazia parte do texto original e o incluiu nas novas copias. O erro foi descoberto e a frase removida. Vocês não vêem nisso um ato de coragem e de honestidade? EU VEJO.
A doutrina da Trindade não esta baseada somente em UM VERSO. A Bíblia traz centenas de expressões tanto no AT e NT que ensinam sobre a Trindade:
Jesus disse: “Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo,” (Mateus 28:19)
Paulo disse: “... mediante o Espírito de Santidade ... a vocês, graça e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo. (Romanos 1:4-7)
“A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vocês.” (2 Cor. 13:14)
Como o Jihadista explica os problemas do Alcorão?
Ele não explica! Ele foge do assunto. O Jihadista Omar bin Laden, nem sequer mencionou os problemas do Alcorão que tem problemas MAIORES. Sera que ele não precisa tirar o POSTE do olho do ISLAM antes de querer tirar o CISCO do Cristianismo?
Faltam versos no Alcorão
As fontes Islâmicas nos informam que existem vários versos FALTANDO no Alcorão. O caso mais interessante é o do VERSO DO APEDREJAMENTO. Ele não se encontra hoje no texto do Alcorão. Veja a historia em Bukhari Volume 8, 82, 816:
Narrado por Ibn Abbas: Umar disse: “Eu temo que depois de ter-se passado um logo tempo, as pessoas poderão dizer: “Nos não achamos os versos de Rajam (apedrejamento ate a morte) no Livro Santo”, e consequentemente eles poderão se DESVIAR deixando de fazer uma OBRIGAÇÃO que Allá tem revelado. Lo! Eu CONFIRMO que a penalidade de Rajam (apedrejamento) seja aplicada naquele que comete intercurso sexual ilícito, e se ele já for casado e se o crime for confirmado por testemunhas ou gravidez ou confissão”. Sufyan adicionou, “Eu MEMORIZEI esta narração nesta maneira.” Umar adicionou, “Seguramente o Apostolo de Allá cumpriu a penalidade do Rajam (apedrejamento), e todos nos também depois dele”.
O BODE que comeu o Alcorão
Encontramos no Sunan Ibn Majah, Livro do Nikah, Hadith 1934
“Narrado por Aisha: “O verso do apedrejamento e do AMAMENTAR DE UM ADULTO, foi revelado DEZ VEZES, e eles foram escritos em um papel e mantidos debaixo da cama. Quando o Mensageiro de Allá (SAWW) faleceu e nos estávamos preocupados com a sua morte, UM BODE ENTROU E COMEU O PAPEL.
Estes são apenas dois exemplos das centenas de versos que estão faltando no Alcorão. Quando sera que o Jihadista começara a explicar como eles ainda dizem que o Alcorão foi divinamente preservado? Leia mais sobre o MILAGRE DO ALCORÃO aqui: Parte 1, Parte 2 e Parte 3
Expondo a HIPOCRISIA e a IGNORÂNCIA Islâmica
O Jihadista Omar Bin Laden inverteu os papeis e disse que as
Cruzadas Cristãs foram ... tentativas de invadir os territórios do Oriente Médio que eram habitados por muçulmanos/árabes.”
Isso que me irrita nestes caras. Eles não demonstram nenhuma honestidade acadêmica quando culpam o Cristianismo de haver COMEÇADO as cruzadas. O Islam diz que JIHAD nao significa “luta armada” e que o Islam não se espalhou através da violência.
Que tal, se eu disser que as Cruzadas na verdade nunca aconteceram? E que tudo não passou de uma “invenção Islâmica”. E se eu dissesse que “cruzada” na verdade significa uma “luta interior espiritual” e não tem nada a ver com luta armada? Voce acreditaria? Por que estes muçulmanos nos tratam com se nos fossemos ignorantes? Isso é um insulto a nossa inteligência.
As cruzadas foram uma reação a INVASÃO Islâmica. Onde antes eram terras habitadas por Cristãos, elas foram tomadas pelos muçulmanos. O que o povo do Egito fez para merecer ser invadido pelo exercito Islâmico em 642?
São Francisco de Assis e as cruzadas
Mas porque ninguém NUNCA menciona o ato heróico de São Francisco de Assis? Ele não concordava com as Cruzadas e preparou uma grupo para converter os muçulmanos através do AMOR e da PREGAÇÃO. Como os muçulmanos o tratavam? Eles o prendiam com correntes, batiam nele e em seus companheiros, mas ele estava preparado para morrer por Cristo.
Sim, concordo que as Cruzadas foram brutais e perversas. Mas foram os muçulmanos e não os Cristãos que começaram as agressões. Foi o Islam que forçou as conversões e os que se recusaram foram assassinados ou tiveram que pagar um tributo. Foi o Islam que conquistou os territórios dos paises vizinhos que nunca ameaçaram os árabes, e “através da guerra e violência, roubaram as riquezas e forçaram a se converterem no nome do Islam.
Onde esta a prova? Esta espalhada nos museus do Mundo Islâmico. Maomé costumava enviar cartas AMEAÇANDO a todos os reis visinhos, caso eles não se convertessem a sua nova religião. Eu mesmo vi pessoalmente uma destas cartas no museu de Alexandria Egito.
A Santa Inquisição?
O que tem de santa nisso? A inquisição que aconteceu no século 12 foi um outro erro da Igreja? Sem duvida! Nos não estamos escondendo a nossa historia. Hoje, os Cristãos procuram ser honestos para com nossa própria historia. Infelizmente não se pode dizer o mesmo do Islam.
A INQUISIÇÃO ISLÂMICA
Vocês sabiam que o Islam também teve uma inquisição? Porque o MÚMIA Omar não mencionou isso?
Conhecida pelo nome de MIHNA a inquisição Islâmica que aconteceu em 833 e durou 28 anos de terror de caça aos hereges.
A Mihna foi uma tentativa do Califa Al-Mamun (que era um “Mutalizi”) de IMPOR os seus pontos de vistas teológicos sobre o Alcorão na comunidade islâmica. O Califa Al-Manun cria que o Alcorão foi criado e que NÃO era um livro ETERNO.
Mesmo depois da morte do Califa Al-Mamun a inquisição continuou com o Califa Al-Mutasim. Muita gente perdeu a vida por causa desta disputa teológica no Islam.
Deixa eu dar o troco agora: Então nesta época os teólogos Islâmicos INVENTARAM a doutrina de que o Alcorão é eterno e esta preservado nos céus.
Vocês não acham interessante de que aquilo que o Jihadista acusa a Igreja, também aconteceu no Islam? O que se chama isso? Hipocrisia.
Outra coisinha que estava esquecendo: “A Inquisição Islâmica aconteceu muito antes da Inquisição Católica ou Protestante”.
As bruxas de Salem e as bruxas no mundo Islâmico
Em 1692 na cidade de Salem, no Estado de Massachusetts algumas pessoas foram acusadas de bruxaria e magia negra.
Mas antes de prosseguir seria bom responder a uma pergunta crucial: QUANTAS PESSOAS FORAM EXECUTADAS EM SALEM?
Por que pergunto isso? Sera que UMA pessoa não seria suficiente para se condenar este ato? SIM. Mas geralmente se pensa que MILHARES de pessoas morreram, quando na verdade 140 pessoas foram acusadas de magia negra, mas 19 pessoas perderam suas vidas.
Sera que o Islam também tem historias parecidas com a queima das bruxas? CLARO QUE SIM! E muitas. Mas somente para DESMASCARAR este hipócrita eu quero mencionar uma FATWA que se encontra no site ISLAMQA.COM. O site claramente diz que a PUNIÇÃO para estes crime é a EXECUÇÃO.
Mas onde esta a diferença entre o que aconteceu em Salem e o que AINDA acontece nos paises Islâmicos? Em Salem não existia nenhum verso bíblico para justificar a execução destas pessoas, e no Islam abunda a literatura justificando este tipo de execução.
E os “JIM JONES” ISLÂMICOS?
O Jihadista Omar Israfil Dawud Bin Laden começa a disparar acusações contra a fé Cristão, baseado na loucura de “indivíduos” como Jim Jones e Beira Mar. Mas eu volto a perguntar:
Onde esta a diferença entre o Jim Jones da Guianas e os JIM JONES do Islam? Simples, o Jim Jones da Guianas não tinha nenhum verso bíblico para justificar o suicídio em massa de 918 pessoas, enquanto que os JIM JONES do Islam tem uma abundancia de versos no Alcorão comandando o uso da violência.
O Omar se pergunta: “Podemos dizer que o senhor Bin Laden é o "Jim Jones" do Islam, alguém que perdeu a noção e o rumo certo, se desvirtuando totalmente e se descaracterizando de seu propósito inicial?” Estou certo que sim, com uma observação, o Bin Laden, não perdeu o rumo do seu propósito inicial, ele sempre acreditou na versão Salafista e Wahabi do Islam. Wellington Bin Laden
Mas por que o Omar se deu ao trabalho de dizer que o assassino “Wellington Menezes de Oliveira NÃO ERA muçulmano, nunca participou da comunidade muçulmana do Rio de Janeiro (da qual, inclusive, eu faço parte), nunca, sequer uma, vez esteve na Mesquita Al Nur (única mesquita em todo o Estado do Rio de Janeiro)” quando o próprio Wellington confessou que ele era e que ainda freqüentava reuniões incriminatorias dentro da Mesquita?
Para livrar a cara do Islamismo e para desassociar o Wellington Menezes de Oliveira bin Laden do Islamismo. O próprio Wellington confessou que era muçulmano, descreve uma cerimônia Islâmica, se vestia como muçulmano, tinha uma barbicha de muçulmano e falava como muçulmano. Veja aqui a PROVA FINAL e o caso esta encerrado:
EM QUEM VAMOS ACREDITAR? No Wellington ou no Omar Israfil?
Muito obrigado por mencionar que “Embora o Islam seja um sistema completo de vida, não somente uma religião, ainda não existe (em nenhum lugar do mundo) nenhum país de “Governo Islâmico”.
Existem mais de 50 paises Islâmicos no mundo. A grande maioria deles é pobre, corrupta, com graves problemas sociais e governada por ditadores. Se em terras Islâmicas, os muçulmanos ainda não conseguiram implementar a lei burra do Islam, porque eles querem trazer este lixo para o Brasil?
Esta é uma das provas que Sharia não funciona e nem mesmo os muçulmanos querem um governo Islâmico. Se o Sharia fosse bom, a maioria dos paises Islâmicos ja teriam implementado completamente este sistema. Existem alguns paises que estão tentando implementar a Sharia (lei Islâmica) e o caos, as guerras, a confusão e a desordem reinam nestes lugares. Olhe para o Afeganistão (Talibans) e para a Somália (Al-Shabab) e vocês estarão olhando para dois paises tratando de implementar a lei burra do Islam.
O Omar bin Laden que é defensor da importação da lei burra do Islam faz as seguintes defesas burras do Islam:
  1. “neste sistema, muçulmanos ou não-muçulmanos terão os mesmos direitos”
  2. neste sistema “serão punidos de acordo com as punições previstas em seus respectivos Livros Sagrados.”
  3. neste sistema “Haverá maior equilíbrio social e caso seja descoberta alguma fraude, ou seja cometida alguma injustiça, o responsável será destituído de seu cargo e receberá punição automaticamente.”
Como eu ja tratei deste assunto antes no meu artigo “A Qualidade de vida nos Paises Islâmicos” eu ainda vou perguntar uma vez mais:
Sera que o Omar pode nos mostrar um ÚNICO pais Islâmico onde muçulmanos e não-muçulmanos TEM os mesmos direitos, onde os Cristãos são punidos de acordo com a Bíblia e não de acordo com o Alcorão e onde existe maior equilíbrio social e menos corrupção?
Ate onde eu saiba, NÃO EXISTE nenhum pais Islâmico onde estes três itens que ele menciona, existem.
  • Quais são os paises MAIS CORRUPTOS DO MUNDO?
  • De onde vem 80% dos REFUGIADOS no mundo?
  • Quais os paises que mais FAZEM GUERRA no mundo?
  • Quais os paises tem a MENOR qualidade de vida no mundo?
A resposta para todas estas perguntas é Paises Islâmicos.
“O Islam pode parecer severo, mas é justo!”
O Omar não se cansa de falar bobagem e termina dizendo: “O Islam pode parecer severo, mas é justo!” Que o Islam é SEVERO é evidente, voce nem precisava falar, mas obrigado por admitir. Mas que o Islam é JUSTO é coisa nova.
Onde esta a JUSTIÇA do Islam?
  • Existe justiça, quando uma mulher, vitima de estupro, tenha que apresentar 4 testemunhas? Do contrario ela sera punida por sexo ilícito?
  • Existe justiça, quando no Islam o homem tem pleno direito de bater e disciplinar fisicamente e emocionalmente a esposa?
  • Existe justiça, quando uma pessoa rouba, as vezes por necessidade ou por fome, e tenha a sua mão e pés cortados, ficando assim marcado e estigmatizado para sempre, sem a possibilidade de se arrepender e levar uma vida normal?
  • Existe justiça, quando no Islam a mulher é considerada uma doente mental pelos tribunais e o testemunho dela não é valido se ela estiver sozinha?
  • Existe justiça, no Islam quando uma pessoa não pode escolher abandonar o Islam sem que ele incorra em pena de morte?
  • Existe justiça, no Islam quando um homem é dado o direito de estuprar cativas de guerra? Ou contrair casamentos temporários (Muta) por uma hora para satisfazer seus desejos sexuais?
  • Existe justiça, quando alguém critica o Islam ou Maomé é condenado a morte?
  • Existe justiça, quando um marmanjo de 60 anos se casa com uma criança de 9 a 12 para seguir o exemplo de Maomé?
Estas são algumas das muitas perguntas que eu gostaria de obter uma resposta.
O Omar faz o mesmo erro de sempre, ele usa versos que faz o “tiro sair pela culatra”. Eu ja expliquei que a Sura 5:32 “Quem matar uma pessoa ... será considerado como se tivesse assassinado toda a humanidade". NÃO TEM NADA A VER com os muçulmanos, pois esta ordem foi dada para os Israelitas de acordo com o Alcorão. Por exemplo, Sura 10:47 “Cada povo teve seu mensageiro...” e Sura 14:4 “Jamais enviamos mensageiro algum, senão com a fala de seu povo, para elucidá-lo.”
Leia o meu artigo Novas Revelações: Wellington e a Conexão Islâmica, Parte 2 Respondendo ao CENTRO ISLÂMICO pela citação do Alcorão (SURA 5:32-33)
Bom, vou continuar este papo depois. Como eu prometi vou comentar o verso de Deuteronômio no próximo artigo. 
Abraços
Rafik

Silas Malafaia denuncia PLC 122


Novo vídeo de pastor critica manobra de Marta Suplicy

Julio Severo
Num vídeo editado e divulgado por mim em duas partes, o Pr. Silas Malafaia recentemente denunciou mais uma vez o PLC 122. Assista aqui ao vídeo:






A participação de Malafaia é importante, considerando que a vasta maioria dos pregadores de televisão não abre a boca para denunciar uma das crias socialistas mais monstruosas do PT — o PLC 122, que sacraliza a sodomia e criminaliza não só os cristãos, mas também qualquer cidadão que expressa uma opinião filosófica, médica ou moral contra a sodomia.
Por isso, é fundamental honrar os homens que estão tendo a coragem de abrir a boca. E assim como é apropriado destacar o papel de Malafaia nessa luta, é necessário também honrar os homens que deram início à grande mobilização que tornou o “PLC 122” um termo conhecido entre a maioria dos cristãos do Brasil.
Os católicos foram os pioneiros nessa conscientização. Em fevereiro de 2007, um grupo de influentes católicos conservadores me procurou para me convidar para participar de uma campanha de esclarecimento. Eles haviam lido os meus textos sobre a homossexualidade, preparado um documento com base nos meus artigos e queriam apenas que eu o assinasse. A parte deles seria divulgar o documento. A minha parte seria dar meu nome.
Eu lhes perguntei: “Mas não sou católico. Vocês têm nomes fortes que podem ser usados nessa campanha”. E a resposta deles foi que meu nome já era conhecido nessa luta.
E a campanha foi em frente. Depois de março de 2007, o incêndio foi aumentando até ganhar proporções imensas. Hoje, o “incêndio do esclarecimento” está “fora de controle”, tendo atingido muitas consciências.
Se não fosse por essa atitude abnegada dos católicos, não sei se o PLC 122 teria enfrentado tão grande resistência. E mesmo depois que o objetivo da campanha foi atingido, o líder do grupo católico sempre se recusou a receber qualquer reconhecimento público. Eu insisti muito com ele para citá-lo em artigos e mostrar seu importante papel no início do “incêndio”, mas ele prefere ficar no anonimato. Que Deus possa dar a todos nós essa humildade.
Antes de fevereiro de 2007, eu já tinha intenção de denunciar o PLC 122. Mas, durante os meses de novembro e dezembro de 2006 e janeiro de 2007, eu estava refugiado com minha família, devido a perseguições, num lugar sem internet. E novembro foi justamente o mês da aprovação do PLC 122 na Câmara dos Deputados. Mesmo sem poder agir, passei várias semanas literalmente incomodando o Dr. Zenóbio Fonseca para escrever um artigo contra o projeto anti-“homofobia”, até porque seu conhecimento jurídico era vital. Seu trabalho de assessoria não lhe dava tempo. Mas finalmente ele conseguiu escrever o texto. Logo em seguida, estava pronta a mensagem de mobilização dos católicos, a qual foi enviada para incontáveis milhares de e-mails e outros meios. O resto é história.
No começo, um ou outro jurista tentou alertar, mas não houve repercussão. Somente com a ajuda católica, a reverberação ocorreu.
Os católicos, ainda que não estejam querendo aparecer, estão envolvidos nesta luta tanto quanto os evangélicos.
Graças a Deus pelo envolvimento do Pr. Silas Malafaia, e peço que muitos outros líderes o imitem sem olhar para as fraquezas do homem.
Contudo, preciso dar três sugestões para Malafaia:
1. Ele precisa fazer uma renúncia pública por ter induzido, juntamente com muitos outros pastores, o povo evangélico a votar em Lula, um socialista, para a presidência.
2. Ele precisa “induzir” o povo evangélico a renunciar publicamente a toda ligação com Lula, Dilma, PT e o socialismo.
3. Por último, ele deveria convocar o povo evangélico para uma grande manifestação em Brasília contra o PLC 122.
Na convocação contra o PLC 122 que ele fez em 2008, apenas 5 mil pessoas compareceram, pois ele não levou em consideração os dois primeiros itens. É preciso agora dar a atenção a esses itens, pois se o Brasil está hoje sob uma ameaça de ditadura gay apoiada pelo PT, é porque a CNBB e a liderança evangélica, em vez de nos alertarem, foram para a cama com os abutres do PT.
Tenho certeza de que Deus abençoará e honrará uma grande manifestação em Brasília contra o PLC 122 depois que os líderes evangélicos e católicos que se prostituíram com o PT se arrependerem e renunciarem às suas prostituições.
Divulgue este texto a todos os líderes e outras pessoas.
FONTE JULIO SEVERO

Pastor diz que igreja está aberta para Naldo, se ele quiser

Jaime Soares, pastor da Assembleia de Deus de Bonsucesso, igreja da Zona Norte do Rio que era frequentada por Naldo Benny desde antes da...