sábado, 7 de janeiro de 2012

EXTRATÉGIAS DA GLOBO - “Desta vez, temos o sagrado e o profano, a babel das religiões, passando pelo funk carioca, o axé da Bahia e as atrações evangélicas”, disse Luciano Huck da Globo

 

Em iniciativa um tanto inusitada, o “Caldeirão do Huck” do último sábado trouxe pela primeira vez dois convidados da música gospel. Nada encabrunhou os artistas, que louvavam a Jesus enquanto as assistentes do programa, apenas de biquíni, rebolavam à beira da piscina.
Cercado de ‘coleguinhas’, como Huck chama suas assistentes, o rapper Pregador Luo não se fez de rogado também, tirando uma fã (de canga) para dançar abraçadinha, no palco da atração.
A mistura de louvor com as moças escassamente vestidas acabou repercutindo na internet. O bispo André Santos, da Igreja Nova Vida, lamentou o episódio:
“A Rede Globo está conseguindo profanar a música evangélica”, postou. Procurada, a assessoria de Huck informou que ele está em viagem internacional. Se e quando o apresentador quiser se manifestar, terá suas palavras incluídas aqui.
O bispo criticou a (verdadeira “intenção dos Marinho”, donos da Globo, por causa da frase usada por Huck para anunciar os cantores no palco:
“Desta vez, temos o sagrado e o profano, a babel das religiões, passando pelo funk carioca, o axé da Bahia e as atrações evangélicas”, bradou Huck ao anunciar a cantora Ana Paula Valadão -acusada por Edir Macedo de ser “endemoniada”, em pregação recente do líder da Iurd. Agora Macedo terá motivos para chamar a atração de Huck de “Caldeirão do Inferno”. Veja trechos citados nesta reportagem no vídeo acima.

MALDITA CACHAÇA - Motorista alcoolizado bate carro e mata passageiros no interior de SP


Um motorista alcoolizado causou a morte de duas pessoas no interior de São Paulo. O acidente foi na zona rural de Paraguaçu Paulista, região centro-oeste do estado.

Seis pessoas voltavam de um sítio em um carro quando o motorista perdeu o controle e bateu no poste. Com o impacto, o poste caiu sobre o carro e os passageiros foram atingidos por uma descarga elétrica. Pai e filha, que estavam com os corpos molhados, acabaram morrendo eletrocutados.

Outras três pessoas foram encaminhadas ao hospital com queimaduras leves. As vítimas confirmaram que o motorista ingeriu bebida alcoólica antes de dirigir. No carro, a polícia encontrou garrafas de vinho e um isopor com cerveja.

O motorista foi levado para a delegacia. Segundo os policiais, estava tão embriagado que, no caminho, dormiu na viatura. Cambaleante, o homem entrou na delegacia. Três horas depois do acidente, o motorista acordou e vai prestar depoimento durante a madrugada.

G1

Pastores, pais de Katy Perry comemoram: “Divórcio foi presente de Deus”

Katy Perry e Russel Brand
Os pais da cantora pop Katy Perry, 27, são pastores pentecostais fervorosos e nunca aceitaram a carreira de sua filha e tampouco o casamento dela com o ator inglês Russel Brand.
Depois de 15 meses juntos, o casal pôs fim ao relacionamento por questões de agenda. Eles mal tinham tempo de se ver e o marido afirma que Katy era “baladeira” demais em seu tempo livre.
O divórcio pode ter entristecido Katy, mas foi comemorado pela família da cantora, que considera o fato um “presente de Deus”. Curiosamente, as igrejas evangélicas em geral não aprovam o divórcio. Katy vem de uma família cristã e chegou a gravar um disco de música gospel antes de se dedicar à música pop e ficar famosa em pouco tempo.
Durante um culto esta semana, os pastores Keith (64) e Mary Hudson (63) fizeram declarações sobre o assunto diante dos 300 fiéis presentes na igreja Church on the Rise, em Ohio.
“Para nós foi um presente de Deus”, afirmou Mary. Segundo o jornal britânico The Sun, o relacionamento entre Russel Brand e os sogros nunca foi amigável segundo o, Chloe Govan, autor da biografia de Katy Perry chamada “A Life of Fireworks”. Ele disse: “Russ estava sempre fazendo piadas indecentes na mesa de jantar e zombando das crenças da família Perry”.
Os pais dizem que sempre aproveitaram a oportunidade de pregar sobre Jesus para os amigos de filha famosa, incluindo artistas de Hollywood. “Deus nos deu uma oportunidade de conhecer essas pessoas e falar a elas sobre a nossa fé”, disse o pai da cantora durante o culto.
Ele recomendou que os pais presentes na igreja nunca devem se afastar dos seus filhos, mesmo que eles tenham um estilo de vida diferente do desejado. “Eles precisam que nós estejamos disponíveis. Eu amo minha filha e sempre vou amá-la. Pare de criticar. Não feche as portas para seus entes queridos, principalmente seus filhos… Só porque eles não gostam que você faça, não podemos parar de orar por eles. Seus filhos estão contando com você. Eu acredito que Deus cuidará de cada um dos meus filhos”, finalizou o pastor entre lágrimas.
Traduzido e adaptado de The Sun

Assembleia de Deus americana abriu mais de uma igreja por dia em 2011

Assembleia de Deus americana abriu mais de uma igreja por dia em 2011
A Assembleia de Deus dos Estados Unidos alcançou seu segundo maior número de novas igrejas plantadas em um ano. Ao total foram com 368, mais de uma por dia, em 2011.
Sherri Doty, que trabalha na sede da convenção, afirma que o número de novas igrejas do ano passado perde apenas para as 400 igrejas plantadas em 1982 e se equivale ao número de igrejas plantadas em 1991. Atualmente, a Assembleia de Deus reúne 12.595 igrejas nos Estados Unidos.
“Um dos nossos valores estratégicos é plantar insistentemente novas igrejas”, afirma o Superintendente Geral George O. Wood . ”Nosso objetivo era plantar uma igreja por dia em 2011. Foi emocionante ver como Deus nos ajudou a alcançar e, logo em seguida, ultrapassar esse objetivo. Este é um grande passo na direção que acreditamos que Deus está dirigindo a Assembleias de Deus. Cremos que Deus nos ajudará a plantar pelo menos 410 novas igrejas em 2012. Nosso objetivo é, em pouco tempo, passar a plantar mais de 500 igrejas por ano somente nos Estados Unidos”.
O pastor Wood também aponta que, além de abrir novas frentes, o número igrejas que fecharam as portas diminuiu 2011, foram apenas 230, um dos menores índices nos últimos dez anos. “No geral, tivemos um ganho de 138 igrejas”, comemora.
Reconhecendo o impacto que as Igrejas-mãe tiveram sobre o crescente número de novas igrejas, foi dado crédito ao programa Rede de Multiplicação da Igreja (CMN na sigla em inglês). ”O CMN deu um enorme impulso para a plantação, dando condições financeiras e oferecendo treinamento e monitoramento aos plantadores de igrejas,” ressaltou Wood.
“Acho que isso se deve a vários fatores”, diz Steve Pike, diretor nacional do CMN. ”Sob a liderança firme do Dr. Wood, começar novas igrejas tem se tornado uma das atividades principais da Assembleia de Deus. Deus tem visto a nossa vontade de cumprir a Sua missão e Ele está trabalhando por isso. Como resultado, a AD está rapidamente se consagrando como uma grande organização missionaria. Os plantadores são atraídos para as excelentes oportunidades que somos capazes de fornecer”, lembrou o pastor Pike, ressaltando que os Estados Unidos ainda enfrenta uma das maiores crises financeiras de sua história.
Por isso, em 2012 será necessário mais fé e trabalho duro para superar mais uma vez essa barreira.


Traduzido e adaptado de Charisma News

Escola de samba prepara alegoria de Jesus Cristo mendigo para o carnaval

Escola de samba prepara alegoria de Jesus Cristo mendigo para o carnaval
Em 1989 uma alegoria criada pelo carnavalesco Joãozinho Trinta foi censurada no carnaval do Rio de Janeiro. A imagem do Cristo mendigo fazia parte do desfile “Ratos e urubus – Larguem a minha fantasia”, da escola de samba carioca Beija-Flor.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Após a morte de Joãozinho, no dia 17 de dezembro, a escola de samba planeja homenagear o carnavalesco levando de volta para a Sapucaí sua mais polêmica escultura. Proibida no carnaval de 89 a escultura mostrava uma representação do Cristo Redentor retratado como mendigo e foi proibida pela Arquidiocese do Rio de Janeiro de ser exibida no carnaval.
O carro alegórico fará parte do enredo “São Luís – O Poema Encantado do Maranhão” que homenageará maranhenses ilustres e contar as lendas e histórias da cidade que está completando 400 anos.
No ano em que a alegoria foi vetada, Joãozinho Trinta levou a escultura para o sambódromo coberto por um invólucro preto enorme e com uma faixa que trazia bem visível a frase: “Mesmo proibido, olhai por nós!”.



Fonte: Gospel+

Mosquito da dengue já resiste a inseticida, mostra estudo

A lógica de que exagerar na dose de analgésicos pode tornar a pessoa mais resistente à dor se aplica ao veneno para o controle do mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue.

Uma pesquisa da Unesp (Universidade Estadual Paulista) de Botucatu aponta que o emprego excessivo de inseticidas, tanto o aplicado pelas prefeituras quanto os usados em casa, induz o mosquito a ter uma resistência genética maior ao veneno.

O trabalho fez o mapeamento genético de 95 mosquitos em sete cidades paulistas, com diferentes incidências de casos de dengue.

Em laboratório, também foi avaliado como o organismo das larvas do inseto respondia ao veneno.

MAPEAMENTO

A resistência dos insetos a diferentes venenos já vem sendo mapeada pelo Ministério da Saúde e por órgãos estaduais. Em São Paulo, o acompanhamento é feito pela Sucen (Superintendência de Controle de Endemias).

O estudo também toma por base a série histórica dos dados de resistência, catalogados desde 1996 em diferentes cidades pela Sucen.

A estimativa aponta, por exemplo, que, enquanto em Marília, com poucos registros de dengue, os inseticidas públicos matavam ao menos 80% dos mosquitos, em Santos a taxa de sucesso chegava à metade em alguns casos.

"É preciso periodicamente analisar a eficácia, porque a resistência é um processo. O que é bom hoje pode não ser no próximo verão", diz Maria de Lourdes Macoris, que trabalha na Sucen de Marília e é autora do estudo.

Em laboratório, foram selecionadas cerca de 150 larvas do mosquito para cada cidade estudada. Nessa fase, a da análise bioquímica, o metabolismo das larvas mais resistentes ao inseticida mostrou maior atividade das enzimas do grupo das esterases, ligadas à capacidade de neutralizar o veneno.

O estudo também analisou o material genético de 95 mosquitos, nascidos de ovos obtidos em cada um dos municípios escolhidos.

Segundo a pesquisadora, o material genético de cada grupo de mosquito variou muito, o que revelou um baixo fluxo gênico, ou seja, pouca mistura entre as diferentes populações do inseto.

VARIADO

Como a genética do Aedes revelou ser muito variada de uma localidade para outra, isso indica, de acordo com Macoris, que o mosquito tende a se estabilizar em cada local e a desenvolver diferentes níveis de resistência a inseticidas, conforme a exposição do animal à substância.

Órgãos públicos já controlam o veneno, diz a pesquisadora, mas a orientação é que, dentro de casa, o uso seja moderado. "Ainda existe essa cultura nas pessoas de acreditar na eficácia do inseticida em casa", afirma.

O Ministério da Saúde também alerta para o uso doméstico exagerado de inseticidas contra o mosquito.

Há 12 anos, o governo criou um sistema de monitoramento da eficácia dos venenos aplicados. Vinte cidades paulistas foram selecionadas.

A cada dois anos, as prefeituras recolhem ovos do mosquito para serem analisados em laboratórios da rede pública de saúde. O veneno é trocado sempre que a taxa de resistência fica muito alta.

Fonte: Folha.com

Silas Malafaia defende a Igreja Mundial: “Porque não fecham Aparecida?”

Silas Malafaia questionou a inspetora chefe da Polícia Rodoviária Federal que disse ser inadmissível que o tumulto voltasse a acontecer.

A repercussão da inauguração da Cidade Mundial no dia 1º de Janeiro agora foi alvo de um comentário do pastor Silas Malafaia, que saiu em defesa da Igreja Mundial, do apóstolo Valdemiro Santiago e criticou as autoridades que não fazem o mesmo alarde em relação a eventos católicos.

A inauguração do megatemplo causou enorme transtorno à região, e milhares de pessoas perderam voos, pois as rodovias que cercam o aeroporto internacional de Guarulhos foram tomadas por ônibus. O jornal “O Estado de S. Paulo” relatou que no dia, 6 mil caravanas se dirigiram ao local.

Em entrevista ao site Verdade Gospel, o pastor Silas Malafaia questionou a postura da inspetora chefe da Polícia Rodoviária Federal, Luciana Rocha, que havia afirmado ser inadmissível que aquele tumulto voltasse a acontecer. “Isso não pode se repetir. Nem que a igreja tenha de ser fechada”, afirmou a inspetora, na ocasião.

Em seu comentário, Silas perguntou porque a mesma medida não era aplicada aos católicos, devotos de Aparecida: “Porque eles não fecham a Igreja de Aparecida, que todo dia 12 de outubro também congestiona a Via Dutra?”.

Por todas as polêmicas e transtornos gerados, a IMPD corre o risco de ter o alvará de funcionamento da Cidade Mundial, cassado. A Igreja se manifestou com um pedido público de desculpas e a prefeitura de Guarulhos garantiu que irá monitorar a região.

Fonte: Gospel+

Homens armados matam seis em igreja na Nigéria


Homens armados matam seis em igreja na Nigéria
Homens armados atacaram uma igreja no nordeste da Nigéria na noite desta quinta-feira, matando seis pessoas e deixando outras 10 feridas, informou o pastor dessa igreja.

"Era por volta das 19h30 (16h30 de Brasília)", disse John Jauro à AFP referindo-se ao ataque, na cidade de Gombe. "Estava dirigindo as orações da congregação. Tínhamos os olhos fechados quando homens armados entraram na igreja e abriram fogo contra as pessoas. Seis morreram no ataque e outras dez ficaram feridas", explicou.

O pastor contou que houve uma grande confusão quando os fiéis tentaram sair do templo.

Um porta-voz da polícia disse que não faria comentários até a sexta-feira, e completou que estava se dirigindo à igreja com um alto funcionário da polícia local.

No domingo, um porta-voz do grupo islâmico radical Boko Haram anunciou um ultimato de três dias para que os cristãos abandonassem o norte da Nigéria, majoritariamente muçulmano.

O ataque contra a igreja de Gombe não foi reivindicado até o momento. Várias igrejas estão sendo atacadas no país.


Fonte: Folha Gospel com informações Correio do Estado

Igreja abre estúdio de tatuagem dentro do templo

Igreja abre estúdio de tatuagem dentro do templo
A igreja independente The Bridge [A Ponte] está convencida que as igrejas de hoje tornaram-se ineficazes e irrelevantes para a maioria das pessoas. Por isso, decidiu inovar e abriu um estúdio de tatuagem anexo ao seu templo.
O Tattoo Serenity fica ao lado do escritório do pastor Steve Bentley. No estúdio, os tatuadores licenciados Ryan Brown e Drew Blaisdell exercem seu ofício entre o meio-dia e às 20horas, de segunda a sábado.
“Eu já tinha esse estúdio. Estava trabalhando, mas sem muito propósito “, disse Brown, 32, um ex-alcoólatra hoje convertido a Cristo. Ele diz que o fato de trabalhar dentro do prédio da igreja o tem ajudado a manter-se no caminho certo.
“Eu estava lutando para manter meu estúdio e ficar sóbrio”, explica. ”Eu orei muito e decidi que o melhor era fechar no endereço antigo vir para a igreja. Achei que poderia causar um impacto mais positivo aqui”.
O pastor Bentley disse que está fazendo tudo que pode, para construir “pontes” com as pessoas que nunca entrariam em uma igreja tradicional. Essa é a inspiração para o nome e um fator que o ajudou a ceder parte do templo alugado pela igreja no Centro Comercial Carman Plaza.
“A tatuagem é uma forma de arte muito importante em nossa cultura hoje”, disse Bentley, que tem duas tatuagens, sendo que uma delas foi feita na igreja. ”Eu não acho que deveria ser associado a uma cultura de abuso de drogas e pornografia”. Eles seguem algumas regras, como não fazer desenhos relacionados a drogas, gangues, morte ou demônios.
O pastor diz que tem ouvido críticas de cristãos de outras igrejas sobre sua decisão de misturar tatuagem com um lugar de adoração. Mas para ele, trata-se de uma prática “moralmente neutra”, que não é diferente de colocar um brinco ou um piercing.
“Queremos fazer nossa igreja ser diferente, relevante para as pessoas”, disse ele. ”Aqui você pode fazer uma tatuagem em um ambiente limpo”.
Bentley começou a The Bridge em 2008 e continuam no mesmo espaço comercial, mas a frequência tem crescido.
Ele faz reuniões do ministério “Celebrando a recuperação” aos sábados pela manhã e domingos a tarde. A The Bridge também hospeda outras atividades como reuniões semanais de Narcóticos Anônimos e dos Alcoólicos Anônimos. Além do estúdio de tatuagem, também há um espaço para lutas no estilo MMA, e um curso de reparação de automóveis.
“Não queremos um edifício de milhões que é utilizado algumas vezes por semana”, disse o pastor “Isso é um desperdício do que Deus nos deu. Realmente tentamos servir a nossa comunidade”.
Blaisdell, 46, conheceu a igreja The Bridge depois de reencontrar Brown, um velho amigo que ele ficou sem ver por 10 anos. Tentando resolver seus problemas com o alcoolismo, ele procurou seu amigo, visitou a igreja, aceitou a Cristo e foi batizado na igreja onde ele trabalha agora.
“Foi quase como um milagre”, lembra Blaisdell. ”Eu era ateu … não me importava com nada. O que me atraiu para cá foi que lidamos com tantas pessoas que estão tentando se recuperar. É isso que nos mantém unidos… Eu cheguei no fundo do poço e a igreja me tirou de lá.”
Traduzido e adaptado de Wnem e M Live

Pastor Ciro Zibordi critica a postura da banda Diante do Trono e compara CD de André Valadão a simbolo gay

 

Pastor Ciro Zibordi critica a postura da banda Diante do Trono e compara CD de André Valadão a simbolo gay
O pastor e escritor Ciro Zibordi, da Assembleia de Deus, criticou abertamente em seu blog a postura de alguns cristãos evangélicos que tem se associado a Rede Globo. O pastor autor de livros conhecidos, como “Erros que os Pregadores Devem Evitar” e “Erros que os Adoradores Devem Evitar”, fez comparações com o a capa do novo CD de André Valadão com a bandeira do movimento LGBTs.
O novo CD de André Valadão com o título Aliança tem na capa cores do arco-íris, as mesmas cores usadas na bandeira da diversidade, do movimento gay. “Será que o tal cantor “glospel” não conhece essa simbologia da aludida bandeira? Acho difícil ele não saber disso, haja vista a grande difusão do arco-íris de seis cores, especialmente durante a Parada Gay, em São Paulo, em que uma grande bandeira colorida (compare-a com a capa do CD) é estendida. O uso desse tipo de arco-íris em manifestações LGBT começou nos anos de 1980″, escreveu o pastor.
O pastor também criticou a participação da banda Diante do Trono no programa Caldeirão do Huck e sugeriu que a cantora Ana Paula Valadão concordou com o “sincretismo religioso” ao corroborar com a frase de que “o Caldeirão é palco de todas as religiões e credos”. Além de chamar a atenção para a “diversidade” sugerida no reality show Big Brother Brasil, que contará com a participação de duas evangélicas.
“Tal segmento gospel aceita as diferenças religiosas, vê com bons olhos o ecumenismo e não se opõe com clareza aos pecados previstos na Bíblia, como a sodomia, a homossexualidade, a prostituição, etc”, comenta o pastor em seu texto.
“Certa ‘pastora’, há alguns dias, em outro programa da Rede Globo, cantou uma canção ‘glospel’ improvisada em que celebrava a sua vitória sobre aqueles que a invejavam. O curioso é que, enquanto ela cantava, a apresentadora, seus convidados e a plateia riam e dançavam, numa grande celebração”, comentou o pastor referindo-se a pastora Ana Lúcia, que participou recentemente do programa Esquenta, apresentado por Regina Casé.
O pastor Ciro Sanches Zibordi é um teólogo e conferencista muito respeitado e concluiu escrevendo que “o cristão que se preza, ainda que seja tachado de fanático e extremista, não faz alianças com emissoras, religiões, seitas e movimentos que pregam um amor divorciado da verdade”.

VIA GRITOS DE ALERTA
INF. OVERBO