sexta-feira, 25 de maio de 2012

SALÃO GOSPEL INTERNACIONAL - DE 19 A 21 DE ABRIL DE 2013

 
 
 
 
 
 

Comissão do Senado aprova criminalização da “homofobia” no novo Código Penal

A comissão de juristas do Senado que discute a elaboração do novo Código Penal aprovou nesta sexta-feira a proposta que criminaliza o “preconceito” contra gays, transexuais e transgêneros. A proposta ainda precisa ser votado pelo Congresso.
O que a bancada evangélica e católica poderão fazer quando a fera estiver totalmente fora da jaula?
Com a mudança, a “homofobia” — que inclui a oposição ou contrariedade a qualquer das inumeráveis exigências dos supremacistas gays — fica igualada ao crime de racismo, que é imprescritível e inafiançável.
Isso significa que, se essa radical mudança no Código Penal virar lei, quem for acusado de preconceito contra a ideologia homossexual pode ser processado a qualquer tempo e preso como um criminoso, não podendo pagar fiança e ser solto.
Alguns comportamentos serão considerados crimes, como impedir o acesso de homossexual a uma vaga em empresa privada ou instituição de ensino. Se um homem que pratica o homossexualismo se candidatar a um emprego numa escola ou editora cristã e for recusado, ele pode fazer um boletim de ocorrência imediatamente.
A mudança no Código Penal também criminaliza o ato de demitir ou exonerar um homem baseado na prática homossexual dele.
O pacote anti-“homofobia” também inclui a criminalização da “discriminação” em meios de comunicação e na internet. O homossexual que se sentir ofendido com uma mensagem na televisão, rádio ou internet poderá tomar providências, pois de acordo com o novo Código Penal o “preconceito” ao homossexual será conduta considerada imprescritível (o discriminado pode processar a qualquer momento), inafiançável e não passível de perdão judicial ou indulto.
A pena prevista para o crime de preconceito ao homossexual vai de dois a cinco anos de prisão.
Se esse novo Código Penal for aprovado de forma definitiva pelo Congresso Nacional, o PT e Marta Suplicy não precisarão mais do PLC 122.
E nós não precisaremos mais de bancada evangélica ou católica, pois se não conseguem deter o monstro agora que está enjaulado, o que farão depois que o monstro estiver solto?
Com informações do Yahoo e outras mídias.
VIA GRITOS DE ALERTA
INF. JULIO SEVERO.

Muçulmanos interrompem culto cristão na Indonésia

Muçulmanos interrompem culto cristão na Indonésia
Muçulmanos interromperam um culto cristão que estava sendo realizado para lembrar da ascensão de Jesus na cidade de Bandung, na Indonésia.
O evento reuniu pouco mais de 20 membros da Igreja Protestante Batak (Huria Kristen Batak Prostestan, em inglês, conhecida pela sigla HKBP) até que o grupo de islâmicos chegou usando um grande sistema de som para interromper e aterrorizar os fiéis cristãos.
Em nota enviada para a imprensa, o Reverendo Palti Panjaitan e sua congregação estavam prestes a iniciar a cerimônia quando foram cercados por um grupo de pessoas que impediram o acesso de outras pessoas ao local.
“Nós [da congregação] só estávamos separados por uma barricada de policiais que tentavam nos proteger, mas o grupo de intolerantes estavam tentando fortemente romper com a proteção policial”, disse o pastor. Em sua declaração o líder religioso afirmou que seus fiéis não estavam carregando bandeiras, nem símbolos que os identificassem.
Os religiosos puderam realizar apenas cinco minutos da reunião, sem poder dar sequência as outras liturgias. “Tratamos de negociar com todas as partes, incluindo o grupo de representantes da administração local”, disse o pastor.
A HKBP enfrenta uma disputa legal há anos tentando construir uma sede, mas não conseguindo convencer os moradores das proximidades. Palti afirmou que os documentos legais necessários até foram emitidos, mas o governo de Bekasi acabou anulando esses documentos, impedindo que as obras seguissem adiante.


Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/muculmanos-interrompem-culto-cristao-na-indonesia/#ixzz1vv8VZYri

VERGONHA: Senadores evangélicos integrantes da Comissão que aprovou o ‘casamento gay’ no Senado ESTRANHAMENTE faltaram à votação

Foi aprovado nesta quinta-feira, 24 de maio, na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado (CDH), o Projeto de Lei do Senado 612/2011, de autoria da senadora Marta Suplicy (PT-SP), que altera os artigos 1.723 e 1.726 do Código Civil para reconhecer o ‘casamento gay’ como entidade familiar. A partir da alteração do Código Civil, a lei brasileira reconhecerá outro modelo de família diferente daquele criado por Deus, entre um homem e uma mulher.
A notícia da aprovação da lei na Comissão apanhou muita gente de surpresa. A senadora Marta Suplicy foi mais rápida.
O que se estranha, e muito, foi a ausência de dois senadores evangélicos, integrantes da CDH: Magno Malta e Eduardo Lopes (substituto do senador Crivella que afastou-se para assumir o Ministério da Pesca). (No fim do artigo o o link com o nome de quem estava presente).
Além de não estarem na votação, mesmo fazendo parte da Comissão, sequer informaram às famílias brasileiras que o PLS 612/2011 estaria sendo votado ontem para que houvesse tempo de reação e monitoramento.
Tanto o senador Magno Malta como Eduardo Lopes tem o DEVER de se manifestarem publicamente para explicar:

-o motivo da ausência em uma votação de extrema importância; e
-o porquê ficaram em silêncio e não alertaram à sociedade que o PLS entraria na pauta de votação naquele dia.

O silêncio de ambos poderá ser interpretado como condescendência, levando a serem citados mais à frente, principalmente quando o ‘casamento gay’ for motivo de debates.
Outro que estava presente e votou pela aprovação do ‘casamento gay’ foi o senador Eduardo Amorim (Partido Social Cristão) que mesmo sem pertencer à bancada religiosa é integrante de um partido que faz no horário eleitoral gratuito continuadas defesas do modelo de família criado por Deus. Ao que tudo indica, enquanto o PSC ruma para um lado, o senador descamba para outro.
Ainda ontem, após tomar conhecimento da aprovação do PLS 612/2011, o Deputado Marco Feliciano ‘disparou’ no Twitter:
Resta saber se após tomar conhecimento que um senador de seu partido votou favoravelmente, o Deputado Marco Feliciano terá coragem de divulgar para que todos saibam e possam manifestar.
Toda vez que for citada a alteração do Código Civil, inserindo o ‘casamento gay’, sempre virá à memória que dois senadores evangélicos contribuíram para isto, ou por omissão ou por ação.
COM A PALAVRA, os senadores evangélicos
MAGNO MALTA e
EDUARDO LOPES.
Relação dos integrantes da CDH e quem estava presente (em .pdf). CLIQUE AQUI.

VIA GRITOS DE ALERTA.
FONTE HOLOFOTE.NET

Pr. Adeildo Costa sofre infarto. - VAMOS ORAR POR ELE.

adeildo costa1 150x150 Pr. Adeildo Costa sofre infarto.
De acordo com a acessória de imprensa do Pr. Adeildo Costa, o pastor sofreu recentemente um infarto, e encontra-se hospitalizado.
Segundo o boletim médico, o pastor fará um procedimento cirúrgico ‘Cateterismo Cardíaco’, e seu estado de saúde é estável.
Todos os eventos que estão na agenda no pastor, deverão ser remarcados, pois o mesmo permanecerá em repouso por aproximadamente 20 dias.

Adeildo ficou conhecido internacionalmente após ministrar no congresso de missões dos Gideões Missionários da Última Hora, ao contar o seu testemunho em que ele relata que aos 14 anos de idade por aceitar a Jesus Cristo teve que sobreviver nas partes mais humilhatórias da cidade de São Paulo.
Em seu relato, Adeildo, diz que sua mãe veio a falecer quando ele tinha cinco anos, e após o seu pai casar com outra pessoa, que era muito católica e espírita, o jovem Adeildo, sofreu grandemente humilhação após aceitar a Jesus como seu Salvador.
“que seja um bandido, mas crente jamais em casa.”, dizia o pai seu pai ao saber que seu filho tinha se tornado crente. Foi quando o jovem foi embora de seu lar, indo para capital paulista a procura de sua irmã, ficando assim mais de dois anos e meio nas calçadas, comendo restos de comidas, e nas noites mais frias se cobria com papelão e jornal.
Apesar de estar sofrendo, Adeildo, nunca desistiu de sua fé, e tinha em seu coração conhecer um dos maiores pregadores do Brasil, o Pr. Idekasu Takaiama. Foi quando em um momento, ao chegar a uma igreja no bairro Belém, estava ministrando a palavra de Deus o pastor Takaiama, mas o pobre Adeildo foi barrado na porta do templo por dois obreiros, pois seu cabelo estava grande e sujo, pois mesmo estava há mais de 15 dias sem tomar banho.

O porteiro que expulso Adeildo da igreja, expressou de uma maneira muito triste, deixando a entender que o jovem abandonado seria um ladrão que queria roubar os fiéis. ‘Eu não sou ladrão, sou alguem sem sorte na vida, precisando de ajuda e ninguém me dá@’, disse Adeildo ao porteiro. Neste momento para um carro na frente da igreja, e desce uma família e um garoto de aproximadamente 11 anos de idade, disse: “mamãe tem um mendigo na frente da igreja!” Ela respondeu: “não chegue perto e não toque nele para não se contaminar!”.
Adeildo relata, que ao ouvir esses insultos, ele sentado no chão, coloca a cabeça entre os joelhos e chora amargamente, e no mesmo instante, quando aquela mulher entra na igreja, seu filho tomado pela Ação do Espírito Santo, sabia que a partir daquele momento, Adeildo estava decidido por fim a sua própria vida, o menino volta e põe as mãos sobre a sua cabeça e Adeildo olha para aquele rosto inocente, quando ouve ele dizer: “Moço não chore, Jesus te fará um grande pregador do Evangelho.”
Dias antes de sofrer o infarto, Adeildo em seu perfil no twitter agradece a Deus dizendo: “Deus me agraciou com suas benevolências. Tendo compaixão de meu vivef me dando uma linda familia. Meu sustentaculo Ministerial.”
A postagem mais recente de seu perfil na rede social, datada com o dia 22 de maio ele diz ‘Agradeço aos amigos que estão orando por minha vida. Meu estado de saude não é um dos melhores mais uma vez levado as pressas ao hospital. – Socorrido por minha esposa Ruth.. agora ja medicado e irei enfrentar uma baterias de exames. Pressão altissima.22.11. Sem falar e enxegar. – Agora bem. Não como devia mais o corpo sentiu e ta na hora de parar por um tempo depois voltar com força total. Oreis por mim Brasil.”
A acessória de imprensa do pastor, não revelou mais detalhes sobre esse infeliz incidente, mas pede que oremos por esse grande Homem de Deus.


Fonte . Assessoria Pastor Adeildo Costa
Inf. Padon.
via Gritos de Alerta

COISA DO INFERNO - Artista japonês prepara banquete com próprios órgãos genitais

O artista japonês Mao Sugiyama realizou um banquete para cinco pessoas com seus próprios órgãos genitais, que foram extirpados cirurgicamente dias antes e que depois ele leiloou por meio do Twitter por 100 mil ienes (cerca de US$ 1.255) A realização do polêmico jantar, que ocorreu em Tóquio, foi revelada quando o site japonês "Calorie Lab" publicou uma grande reportagem sobre o fato, que ocorreu em 13 de abril.
Sugiyama é um jovem de 22 anos que se define como assexuado. Dias depois da intervenção cirúrgica, o jovem dividiu seu pênis, os testículos e a pele que os envolvem em cinco porções, que foram cozinhadas ao gosto dos comensais, com cogumelo e salsa, segundo publicou hoje o jornal "Huffington Post".
Além das cinco pessoas que pagaram para provar os genitais do jovem, dezenas de curiosos presenciaram o jantar e degustaram pratos a base de carne de crocodilo e bezerro, e depois participaram de um debate.
O "Huffington Post" acrescentou que o site "Calorie Lab" alertou as autoridades japonesas do fato, mas elas não puderam tomar nenhuma atitude, pois não existe nenhuma lei que proíba o canibalismo no Japão.


EFE

João Campos fala sobre a pressão da bancada evangélica

João Campos fala sobre a pressão da bancada evangélica para barrar kit gay
Há um ano a presidenta Dilma Rousseff colocou fim no projeto chamado de kit anti-homofobia que seria distribuído pelas escolas públicas em todo o Brasil. Como um dos opositores ao material, o deputado federal João Campos concedeu entrevista ao portal Terra esclarecendo os motivos que fizeram com que a Bancada Evangélica, da qual é presidente, se colocasse contra o kit do Ministério da Educação.
Campos, assim como outros parlamentares, é contra o projeto por acreditar que ele incentivaria o homossexualismo no lugar de tratar sobre o preconceito. “Essa questão de orientação sexual é algo que diz respeito à vida privada, não à escola. Quem faz a opção, a gente respeita, mas agora o poder público financiar um programa que vai estimular os adolescentes a serem homossexuais é errado”, disse.
Na época que os parlamentares mais conservadores decidiram agir contra a entrega do chamado “kit gay” a situação do então ministro-chefe da Casa Civil, Antônio Palocci, estava bastante complicada, já que ele era investigado por enriquecimento ilícito, mas João Campos nega ter usado o caso como “moeda de troca” para barrar a entrega do material que continha cartilhas e vídeos.
“A questão do Pallocci não era necessariamente cancelar o kit, mas forçar a presidente a nos receber, nos ouvir, já que buscávamos falar com ela há algum tempo a respeito desse assunto. Na medida em que nos posicionamos, Dilma então recomendou ao ministro Gilberto Carvalho que nos recebesse em nome dela”, afirmou.
Depois de toda a pressão, o ministro resolveu anunciar, no dia 25 de maio de 2011, que o projeto fora vetado pela presidenta. Mas mesmo contente com a “vitória”, Campos não acredita que o assunto homofobia precisa deixar de ser tratado nas escolas.
“Até pode [ser discutido nas escolas], mas discordamos daquele material, cujo conteúdo, ao invés de prevenir a homofobia, fazia apologia ao homossexualismo, no sentido de incentivar o jovem a fazer opção por essa orientação sexual”.


Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/joao-campos-fala-sobre-a-pressao-da-bancada-evangelica-para-barrar-kit-gay/#ixzz1vtTq9o2O

O conceito de corrupção nos moldes do Brasil .

(ATENÇÃO,  ESSE ANO TEREMOS ELEIÇÕES , NÃO VOTE EM BANDIDO , NÃO VOTE EM LADRÃO, NÃO VOTE EM CORRUPTO .
CRISTÃO QUE SE VENDE TAMBÉM NÃO PRESTA .)




Existem no Brasil muitas palavras para caracterizar a corrupção: cervejinha, molhar a mão, lubrificar, lambileda, mata-bicho, jabaculê, jabá, capilê, conto-do-paco, conto-do-vigário, jeitinho, mamata, negociata, por fora, taxa de urgência, rolo, esquema, peita, falcatrua, maracutaia, etc.


 A quantidade de palavras disponíveis parece ser maior no Brasil e em países onde a corrupção é visualizada cotidianamente.
Originalmente, a palavra corrupção provém do latim Corruptione e significa corrompimento, decomposição, devassidão, depravação, suborno, perversão, peita.
A corrupção, entretanto, dependendo do contexto, nem sempre assume uma conotação negativa.

  Ela constitui, por exemplo, a base para o desenvolvimento da linguagem: a língua portuguesa resultou de um “corrompimento”, da modificação do latim, cuja variante brasileira é ainda mais dinâmica e viva (mais corrompida, portanto) do que o português de Portugal.

Em minha cidade ,por exemplo , as coisas estão mais feias que batida de fusca com scania.
Eu nunca ví , em meus 26  anos de envolvimento com a  politica tamanha corrupção.
Onde pobres ficaram ricos , os do contra foram banidos , os de fora roubando tudo.
Eu nunca ví , uma prefeitura usar escritórios de fora para fazer seus fechamentos, sendo que a mesma tem seu depto de contabilidade , o pior é que  eu confiava nesse secretário .(Maldito o homem que confia no homem).


 Na linguagem política contemporânea, no entanto, a corrupção sempre assume uma conotação negativa, o que, visto numa perspectiva histórica, não foi sempre assim. Historicamente, a corrupção esteve associada ao conceito de legalidade, ou seja, corrupto era caracterizados aquele que não seguia as leis existentes.
Mesmo determinados termos extremamente negativos que atualmente são usados para designar formas de corrupção, como a peita, o nepotismo e o peculato, não tinham essa conotação até há poucas décadas atrás: a peita estava instituída como um pacto entre os fidalgos e a plebe nos regimes monárquicos para garantir o pagamento de tributos do povo aos nobres; o nepotismo era reconhecido como um princípio de autoridade da Igreja na Idade Média, segundo o qual os parentes mais próximos do Papa tinham privilégios sociais aceitos pela sociedade da época; o termo peculato, originalmente, indica que o gado constituía a base da riqueza de determinados grupos sociais privilegiados e, posteriormente, a expressão “receber o boi” passou a ser usada para designar “troca de favores”, pois o gado servia como uma forma de moeda em certas regiões rurais.
O termo peculato, atualmente utilizado para caracterizar favorecimento ilícito com o uso de dinheiro público, continua com essa referência histórica de que para ter acesso a determinados privilégios é necessário um favor em forma de contrapartida.

No Brasil se associa a esse contexto histórico a assim chamada Lei de Gérson, ou seja, o comportamento de querer “tirar vantagem em tudo”, pressupondo que os sujeitos aguardam o máximo possível de benefícios, visando exclusivamente o beneficio próprio.


 Esse tipo de comportamento, contudo, se adapta perfeitamente ao “espírito capitalista”, como pré-condição esperada dos seres humanos numa sociedade centrada nos valores da economia de mercado. Adam Smith, por exemplo, caracterizava esse comportamento como a melhor forma de contribuir com o progresso social (Smith, 1990).

É claro que a corrupção é mais antiga que o capitalismo, mas ela encontra neste modo de produção condições ideais para sua continuidade.

Através da instituição da dominação forçada do capital sobre o trabalho, a qual permite aos capitalistas a apropriação privada da mais valia gerada pelo trabalho de outros seres humanos, uma das formas mais básicas de corrupção passou a ser reconhecida legalmente na sociedade capitalista.
 Nesse sentido, a forma moderna da corrupção precisa ser compreendida no contexto da injustiça fundamental presente em todas as sociedades de classes: a injustiça no acesso aos meios de produção, que constitui a origem da desigualdade social e está em frontal contradição com os ideais de democratização, justiça social e solidariedade entre os seres humanos.

É por isso que, historicamente, a corrupção é proporcionalmente maior em sociedades com maior injustiça social: onde o contraste entre ricos e pobres é maior.
A ausência e a dificuldade no acesso a bens e serviços facilita a privatização de setores públicos e sua transformação em mercadoria, tendo como resultado o seu uso/abuso em benefício privado.
Nesse contexto, por exemplo, bens e serviços públicos passam a ser usados como mercadorias em troca de votos em períodos eleitorais e parlamentares votam a favor de determinadas leis se houver a possibilidade de, com isso, aumentar recursos no orçamento para as regiões onde se concentra o maior número de seus eleitores (através das famosas “Emendas Parlamentares”).

A corrupção é um fenômeno mundial e, de acordo com a declaração final do IV Fórum Global de Combate à Corrupção, realizado de 7 a 10 de junho de 2005 em Brasília, ela impõe “ameaças à democracia, ao crescimento econômico e ao Estado de Direito”.
 De acordo com esse entendimento, o IPC (Índice de Percepção da Corrupção)serve de parâmetro internacional para investimentos do Banco Mundial, supostamente para impedir que os créditos internacionais sejam utilizados de forma indevida por governos corruptos e para comprometer governos a tomar medidas de combate à corrupção.
Por outro lado, essa forma de proceder vem sendo usada como argumentação para justificar o subdesenvolvimento de países pobres. Nos países mais pobres, especialmente na África, há uma ampla aceitação da tese de que a corrupção origina o subdesenvolvimento, como se a existência da estrutura social injusta nestes países fosse meramente o resultado de “maus governos”.
Com essa linha de argumentação são omitidas as causas estruturais e históricas da corrupção, por um lado, e, por outro, a responsabilidade dos países colonizadores (os quais continuam sendo beneficiados através da dependência e subordinação de muitos países pobres) passa a ser transferida à população oprimida ou a seus governos, como se estes fossem os “culpados pelo seu subdesenvolvimento”.

A percepção do tamanho da corrupção e da sua amplitude, entretanto, está pouco vinculada à existência do IPC, se comparada à importância dos meios de comunicação, do acesso a informações, da transparência de governos e, não por último, do próprio combate à corrupção.
Governos que tomam medidas efetivas de combate à corrupção contribuem de forma decisiva para que a opinião pública se ocupe desta temática e identifique ações corruptas como um problema.
No Brasil, historicamente, a maioria dos casos de corrupção se tornaram públicos somente em função de conflitos privados.
 Por isso, o país está confrontado com uma situação completamente nova, pois, no governo Lula, as denúncias de corrupção resultaram de um confronto político: políticos subornados foram à imprensa apresentando-se como “vítimas” à opinião pública, com o objetivo de atacar o PT, reforçar a oposição e impedir a reeleição de Lula.
 Isso explica a satisfação de políticos , acreditam inclusive, terem a oportunidade de, finalmente, poderem “acabar com essa raça” (referindo-se ao PT).
A corrupção segue servindo de instrumento político na campanha eleitoral, coerente com a estratégia das elites brasileiras corruptas de apresentá-la à sociedade como um “problema endógeno da cultura brasileira”.
A naturalização da corrupção, ou seja, a tentativa de apresentá-la como sendo algo natural e óbvio (utilizando expressões típicas de que “ela sempre existiu”, “todos são corruptos e corrompíveis”, “precisamos saber conviver com a corrupção, assim como convivemos com as estações do ano”), reduz a possibilidade de combater efetivamente ações corruptas, embora estas sejam construídas por seres humanos e, por isso mesmo, poderiam ser justamente controladas e modificadas pela ação humana.


GRITOS DE ALERTA , com  Revista Espaço Acadêmico

EFEITO XUXA - Preso pai que admitiu ter violentado sexualmente as filhas desde a infância

( Depois da entrevista reveladora da apresentadora xuxa , mais de 250 mil denuncias de abuso contra crisnças foram registradas no Brasil.)

Na tarde desta quinta-feira (24), a Polícia Militar de Piumhi prendeu um homem acusado de abusar sexualmente de suas filhas. O caso foi descoberto pelo Conselho Tutelar do município quando uma das garotas foi até o local e contou o fato para as conselheiras.
De acordo com a PM, por volta das 15h, eles foram solicitados por duas integrantes do conselho, que contaram que as irmãs de 15 e de 13 anos, acompanhadas por duas primas, chegaram até o local e relataram que residem na zona rural e que estavam sendo abusadas sexualmente pelo autor E.T., de 34 anos, que é o pai das vítimas.
A menina mais nova contou que sofreu abusos de seu genitor desde os nove anos de idade e ele a ameaçava de morte, e também sua irmã, seu irmão de cinco anos e sua mãe, se ela não cedesse.
Ela contou também que por várias vezes era espancada com chicote junto com seus irmãos e que seu pai mantinha relações sexuais com ela, inclusive sexo anal, muitas vezes sem o uso de preservativo e depois a fazia tomar uma pílula do dia seguinte, quando desconfiava de uma possível gravidez e logo depois queimava a embalagem do medicamento para não deixar vestígios do abuso.
A adolescente relatou ainda que as agressões sexuais aconteciam sempre no quarto e afirmou que na última quarta-feira, 23, ele abusou dela e em determinado momento passou a lhe agredir com socos nos braços, chegando a pegar uma tesoura e a tentar arrancar a ponta de seus dedos por ela resistir a manter as relações com ele. A menor mencionou que sua genitora se encontrava em casa no momento, mas em outro quarto e que ela não tinha conhecimento do fato.
Já a outra garota também afirmou que era abusada por seu genitor desde os seis anos de idade e que recentemente ele a violentava em um curral da fazenda e que o fato era relatado apenas para a sua outra irmã também abusada.
Ela comentou que o autor saía muito com seu irmão de apenas cinco anos para o mesmo curral onde era violentada e outros lugares isolados da fazenda e que era muito carinhoso com ele, dando indícios em conversa com as conselheiras de que ele poderia estar abusando dele também.
Diante dos fatos a PM foi até a fazenda em que o autor trabalha e indagado sobre a questão confessou que abusava mesmo das filhas, confirmando também ter espancado uma delas na data citada acima, mas ressaltou que começou porque a menor estava usando um short pequeno e o provocou e ele não resistiu.


VIA GRITOS DE ALERTA 

China prende suspeito de vender carne humana

Um homem suspeito pelo assassinato de várias pessoas, de retalhar os corpos, negociar a carne como "carne de avestruz" e manter os olhos em garrafas em sua casa foi detido pela polícia chinesa.

Zhang Yongming, 56, morador da província de Yunnan, sudoeste da China, foi preso no fim de abril após uma investigação sobre o homicídio de um jovem de 19 anos.

Os investigadores encontraram na residência do suspeito o telefone celular e o cartão bancário da vítima. A polícia anunciou que teme novas descobertas macabras, depois de constatar que recentemente 17 pessoas desapareceram na região sem deixar rastros, algumas a poucos metros da casa de Zhang.

"Zhang Yongming é um monstro canibal", afirmaram moradores da área. Alguns declararam ter visto bolsas de plástico diante da casa e, às vezes, ossos.

Segundo o jornal Standard, de Hong Kong, a polícia encontrou na residência dezenas de globos oculares conservados em garrafas de licor".

Os policiais também encontraram pedaços de carne, ao que tudo indica humana, deixados para secar em parte da casa.

A polícia suspeita que Zhang alimentou três cães com carne humana e que vendeu a carne de suas vítimas como "carne de avestruz", segundo o Standard.

De acordo com o portal Guangxi News, Zhang já foi condenado por homicídio e cumpriu uma pena de prisão de quase 20 anos.

QUE LINDA HISTÓRIA - A HISTÓRIA DE UM MILAGRE NO 11 DE SETEMBRO DE 2001


Muitas são as histórias de "coincidências" de salvamentos de vidas ocorridos no dia da tragédia do 11 de Setembro, que marcou a América para sempre, e o mundo também. Pessoalmente, prefiro chamar a isso "milagres" e não "coincidências".
Esta é uma dessas "coincidências" maravilhosas. Uma história linda, real, e um exemplo de vida. Leia até ao fim a narração deste verdadeiro milagre relatado pelo rabino Issocher Frand.

No mês de Agosto de 2001, Moisés (nome fictício), um bem sucedido empresário judeu, viajou para Israel afim de concretizar alguns negócios.
 Na quinta-feira, dia 9, entre duas reuniões, o empresário aproveitou para ir fazer um lanche rápido numa pizzaria na esquina das ruas Jaffa e Melech George, no centro de Jerusalém.
 A pizzaria estava superlotada. Logo ao entrar, Moisés percebeu que teria de esperar muito naquela fila enorme, se realmente quisesse comer alguma coisa - mas, na verdade, não dispunha de muito tempo. Indeciso e impaciente, pôs-se a ziguezaguear por perto do balcão de atendimento, esperando que alguma solução caísse do céu.
Percebendo a angústia do estrangeiro, um israelita perguntou-lhe se ele aceitava entrar na fila no lugar à frente do seu.
Mais do que agradecido, Moisés aceitou. Fez o seu pedido, comeu rapidamente, e saiu em direcção à sua próxima reunião.
Menos de dois minutos após ter saído, ouviu um estrondo terrível.
Assustado, perguntou a um rapaz que vinha do mesmo caminho que ele acabara de percorrer o que acontecera.
O jovem disse que um homem-bomba acabara de detonar uma bomba na pizzaria Sbarro's...
Moisés ficou branco. Por apenas dois minutos ele escapara ao atentado! Imediatamente se lembrou do homem israelita que lhe oferecera o lugar na fila. Certamente ele ainda estava na pizzaria. Aquele homem salvara a sua vida, mas agora poderia estar morto.
  Atemorizado, correu para o lugar do atentado para verificar se aquele homem necessitaria de ajuda.
No local, contudo, encontrou uma situação caótica.
 A Jihad Islâmica enchera a bomba do suicida com milhares de pregos, para aumentar o seu poder destrutivo.
Além do terrorista, de 23 anos, outras dezoito pessoas morreram, seis delas sendo crianças. Cerca de outras noventa ficaram feridas, algumas em condições críticas. As cadeiras do restaurante estavam espalhadas pela calçada.
Pessoas gritavam e acotovelavam-se na rua, algumas em pânico, outras tentando ajudar de alguma forma.
Entre os feridos e mortos estendidos pelo chão, vítimas ensanguentadas eram socorridas por polícias e voluntários.
Uma mulher com um bébé coberto de sangue implorava por ajuda...
Um dispositivo de emergência já estava a ser montado pelo exército.
 Moisés procurou o seu "salvador" entre as sirenes sem fim, mas não conseguiu encontrá-lo.
Decidiu tentar de todas as formas saber o que acontecera com o israelita que lhe salvara a vida. Estava vivo por causa dele.
 Precisava de saber o que lhe acontecera, se ele precisava de alguma ajuda e, acima de tudo, agradecer-lhe pela sua vida.
 O senso de gratidão fez com que se esquecesse da importante reunião que o aguardava. Começou a percorrer os hospitais da zona, para onde tinham sido levados os feridos no atentado.
Finalmente encontrou o israelita num leito de um dos hospitais.
Estava ferido, mas não corria risco de vida.
 Moisés conversou com o filho daquele homem, que já estava acompanhando o seu pai, e contou-lhe tudo o que acontecera.
Disse que faria tudo o que fosse preciso por ele.
 Que estava extremamente grato àquele homem e que lhe devia a sua vida.
 Depois de alguns momentos, Moisés despediu-se do rapaz e deixou-lhe o seu cartão.
Caso o seu pai necessitasse de qualquer tipo de ajuda, o jovem não deveria hesitar em comunicar com ele.
Quase um mês depois, recebeu um telefonema daquele rapaz no seu escritório em Nova Iorque, contando que o seu pai precisava de uma operação de emergência.
Segundo os especialistas, o melhor hospital para fazer aquela delicada cirurgia ficava em Boston, Massachussets.
Moisés nem hesitou.
Tomou todas as providências para que a cirurgia fosse realizada em poucos dias. Além disso, fez questão de ir pessoalmente receber e acompanhar o seu amigo a Boston, que fica a uma hora de avião de Nova Iorque.
Talvez outra pessoa não tivesse feito tantos esforços apenas pelo senso de gratidão. Outra pessoa poderia ter dito: "Afinal, ele não teve intenção de salvar a minha vida; apenas me ofereceu um lugar na fila."
Mas não Moisés.
Ele sentia-se profundamente grato, mesmo um mês após o atentado.
E ele sabia como retribuir um favor.
Naquela manhã de Terça-feira, Moisés foi pessoalmente acompanhar o seu amigo - e não foi trabalhar.
Sendo assim, pouco antes das nove horas da manhã, naquele dia 11 de Setembro de 2001, Moisés não estava no seu escritório, no 101º andar de uma das Torres Gémeas do World Trade Center.

Shalom!

Fazer cópia de CD para uso próprio deixará de ser crime

A comissão de juristas que discute mudanças ao Código Penal aprovou nesta quinta-feira uma proposta que descriminaliza o ato de uma pessoa fazer uma cópia integral de uma obra para uso pessoal, desde que não tenha objetivo de lucro. Com a decisão, quem realizar a cópia deixa de ser enquadrado pelo crime, previsto no atual código, de "violação do direito autoral".

Dessa forma, a cópia de um CD de música ou de um livro didático para uso próprio deixaria de ser crime. Atualmente, a pena para os condenados pela conduta pode chegar a até quatro anos. O texto aprovado pela comissão ficou com a seguinte redação: "não há crime quando se tratar de cópia integral de obra intelectual ou fonograma ou videofonograma, em um só exemplar, para uso privado e exclusivo do copista, sem intuito de lucros direto ou indireto".

O colegiado tinha prazo até o final do mês para entregar o anteprojeto do novo código ao presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Mas os trabalhos foram prorrogados até o dia 25 de junho. As sugestões dos juristas poderão compor um único projeto ou serem incorporadas a propostas já em tramitação no Congresso.

VIA GRITOS DE ALERTA.
INF. ESTADÃO

CONVENCIDO OU CONVERTIDO


Restitui-me a alegria da tua salvação, e sustenta-me com um espírito voluntário. Então ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores se converterão a ti. Salmo 51:12-13.
Certa ocasião uma pessoa me indagou: Será que somos hoje uma igreja de convertidos ou de convencidos? Não é fácil identificar formalmente o convertido do convencido. Há uma grande dificuldade em perceber o perfil correto de um convertido, em face, muitas vezes, da conduta exemplar do convencido. Com freqüência enfrentamos uma séria barreira na compreensão adequada da conversão, porque os expedientes condicionadores da educação religiosa exercem uma camuflagem quase perfeita no esquema das aparências. Alguém já disse que o homem reto tem virtudes além do que pode expressar, mas o hipócrita expressa muito além das virtudes que possui. Sendo assim, o mimetismo do convencido se torna uma tarefa extremamente árdua em parecer aquilo que de fato não é. O mausoléu de mármore enfeita muito bem a podridão do cadáver. Mas o formalismo da educação religiosa é tão vazio de significado, como a clara do ovo é destituída de sabor. Mesmo sabendo que há razoáveis semelhanças comportamentais entre um convertido e um convencido, e bom lembrar que suas diferenças são fundamentais para não nos deixar confundidos por muito tempo.
Uma coisa é ser convertido pela graça de Deus, outra bem diferente é tornar-se prosélito de um sistema religioso. Jesus desaprovou a tática do caçador, com esta censura:
Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas, porque percorreis terra e mar para fazer um prosélito e, quando conseguem, vocês o tornam duas vezes filhos do inferno do que vocês. Mateus 23:15.
Um prosélito é uma pessoa convencida a um sistema sem a transformação do seu caráter, por meio da obra suficiente de Cristo. O prosélito se constitui num praticante ritual, privado totalmente da vida espiritual. Mas ele focaliza com tanta potência os seus holofotes sobre os outros, que fica quase impossível de enxergar o que está acontecendo por trás da luz.
Sabemos muito bem que o condicionamento repressivo de um sistema religioso austero, pode forjar hábitos morais extremamente válidos para convivência social. Muitas pessoas em razão de sua rígida ética religiosa estão livres de uma vida na cadeia, mas não isentas da condenação eterna. A civilidade institucional nada tem a ver com a etiqueta espiritual autêntica, ainda que as analogias dificultem o julgamento. Atos corretos nem sempre correspondem atitudes justificáveis. Um procedimento honesto pode estar motivado por interesses imorais ocultos. Não nos devemos iludir com as aparências: O tambor, apesar de todo o barulho que faz, está somente cheio de ar. Convencidos sinceros podem apresentar uma peça teatral bastante convincente. O disfarce mais astuto se caracteriza por um rosto de anjo encobrindo um coração de demônio.
Muitos me dirão naquele dia: Senhor,! Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E em teu nome não expulsamos demônios? E em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi abertamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade. Mateus 7:22-23.
Eis aqui um grande problema:

Convencer o convencido que ele não é convertido.

É mais difícil esmagar uma meia mentira do que uma mentira completa. É muito mais fácil se pregar para um pecador perdido e perverso, do que pregar para um crente convencido. Henry W. Beecher dizia: A presunção é a doença da alma humana mais difícil de ser curada. A falsa conversão é muito pior do que a total ignorância.
Davi colocou a conversão como conseqüência do conhecimento dos caminhos do Senhor. Na verdade o homem precisa conhecer o Caminho do Senhor.
Assim diz o Senhor: Ponde-vos nos caminhos, e vede; perguntai pela veredas antigas, qual é o caminho, e andai por ele, e achareis descanso para as vossas almas. Mas eles disseram: Não andaremos nele. Jeremias 6:16.
Assim como Cristo é a razão pela qual o santo nasce, e a raiz pela qual o santo cresce, é também, o caminho pelo qual o santo anda.
Eu sou o caminho, a verdade e a vida. E ninguém vem ao Pai senão por mim. João 14:6.
A verdadeira experiência da conversão é a dependência completa de Jesus Cristo como nosso Salvador e Senhor. Isto significa inteira renúncia de nós mesmos e total cobertura da suficiência de Cristo. Andar neste Caminho é subordinar toda a nossa existência ! no perímetro absoluto de sua graça.

O convertido é alguém que pela graça deixou de se esforçar para ser aceito, uma vez que Deus já o aceitou em Cristo: Enquanto, o convencido busca a sua aceitação no exercício enfadonho do cumprimento zeloso da lei.


 Ninguém consegue encobrir aquilo que Deus revela, muito menos manifestar o que Deus oculta. Se não há revelação do Espírito a respeito da pessoa de Cristo e de seu sacrifício, tão pouco haverá consciência real da obra da conversão. Mesmo que o comportamento honesto fale de uma personalidade digna, somente a conversão genuína pode patentear a santidade do coração. Não devemos confundir a santidade produzida por Jesus Cristo, com a honestidade decorrente de uma moral ilibada, firmada nas bases da lei. Muitos homens ao serem convertidos não tiveram mudanças comportamentais significativas. O apostolo Paulo disse que: Segundo a justiça da lei, eu era ir! repreensível. Filipenses 3:6b. A sua grande transformação ficou por conta dos propósitos ou intenções do coração, resultantes da conversão operada por Deus. Paulo era homem sério na sua conduta e sincero na filosofia de vida. Mas quando o Espírito o converteu a Cristo, a vida santa de Cristo passou a ser a santidade do seu coração. Alguém me disse recentemente de uma descoberta gloriosa: Jesus não só me substitui na cruz, morrendo em meu favor; mas me substitui na existência, vivendo em meu lugar.
Eu estou crucificado com Cristo, e já não vivo, mas Cristo vive em mim. Gálatas 2:20.
A santidade derivada da conversão é a própria suficiência da vida de Cristo satisfazendo as necessidades mais profundas do coração.
Se o convertido é a única pessoa no mundo que se encontra perfeitamente satisfeita por causa da santidade de Cristo manifesta em seu interior, o convencido é uma pessoa internamente descontente em razão da incoerência marcante refletida nas aparências. Demonstrar na fachada aquilo que não se é por dentro, causa um desconforto insuportável, capaz das maiores tragédias. A máscara do fingimento não pode garantir a verdadeira felicidade, pois o disfarce da hipocrisia produz débito insolúvel na consciência reprimida. J. Blanchard afirmou que a felicidade superficial sem a santidade espiritual é um dos principais produtos de exportação do inferno. E podemos ter absoluta certeza que é totalmente impossível haver santidade espiritual, se não houver conversão cristã legítima. Assim, a pessoa convertida vive pela fé na sujeição completa da suficiência de Cristo e na atitude permanente de profundo arrependimento. Quando a Palavra de Deus converte um homem, tira dele seu desespero, mas não seu arrependimento, ensinava C. H. Spurgeon. O homem convertido não é um mero convencido que se arrependeu e creu, mas um contínuo confiante que vive arrependido pela graça que o alcançou. Somente Deus vê o coração convertido e somente o coração convertido pode ver a Deus. Não confunda convertido com convencido, pois este equívoco pode ser fatal. Mas também, não julgue a experiência dos outros, pois cada um tem que avaliar a sua própria experiência.
Escreva o texto aqui, sempre faça com 2 linhas no minimo para nao cortar a imagem
Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para sua maravilhosa luz. 1Pe 2.9

VIA GRITOS DE ALERTA

CD da dupla 'Para Nossa Alegria' está em pré-venda

A dupla 'Para Nossa Alegria' não pára.

Jefferson e suellen têm andado por todo o país e participado de cultos e ministrações.

Agora a dupla anuncia a pré-venda do CD 'Para Nossa Alegria - para crianças e adultos bem humorados'.

O álbum está à venda por R$ 15,99 no site artecrista.com.br.

'Produto disponível em pré-venda com data de saída de nossos estoques programada para 8 de junho, podendo ser antecipada mediante entrega de fornecedores', é o que diz na descrição do produto.

Mãe do jogador Kaká anuncia desligamento da Igreja Renascer

A bispa Simone, mãe do jogador Kaká, se desligou da Igreja Renascer em Cristo.

Segundo informações do Renascer Prime, em Milão, ela informou a decisão aos membros no dia 12 de maio, sábado, no início de um jejum.

Ela contou que tomou a decisão sem comunicar o apóstolo Estevam Hernandes e a bispa Sonia.

A nota do Renascer Prime informa que não faltam críticas à Renascer por parte da bispa.


 informações é do Renascer Prime

Lei e graça: Pastor defende que crente que tem fé em Jesus Cristo não precisa de lei


O Projeto Despertai é um movimento que objetiva ensinar um modo de vida embasado na fé em Cristo. Nesta quinta-feira, 25, os pastores envolvidos no projeto discutiram sobre a diferença entre a lei e a graça, na Rádio Despertai, eles debateram sobre as leis do Pentateuco, dadas por Deus a Moisés, e graça, a salvação mediante a fé trazida por Cristo. Eles defenderam que, crente que tem fé em Jesus Cristo não precisa da lei.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Lei e graça: Pastor defende que crente que tem fé em Jesus Cristo não precisa de leiPara os pastores, as lei dada a Moisés não é capaz de justificar uma pessoa, portanto, quem vive pela fé em Cristo, experimenta a graça e não precisa de lei. “Aqueles que acreditam, que têm fé em Jesus Cristo, não precisam de lei”, disse um dos pastores no diálogo.
Eles ainda defenderam que as obras da lei é um efeito natural na vida daquele que vive pela fé. Explicaram que “As leis de Moisés fazem o homem fazer as obras por opressão, enquanto quer as de Jesus Cristo, por amor”. “As pessoas tem que saber diferenciar o que é fé do que é a lei. Elas tem que entender o que é viver uma vida de fé em Jesus Cristo.”
O Projeto Despertai é um Ministério que divulga a Palavra de Deus na Internet por meio de áudios e da Rádio, sem vínculos denominacionais.

Jovem afirma ser “milagre de Deus”, após levar tiro na cabeça e acordar de coma


A estudante Cecília de Sousa Freitas tem vivido uma verdadeira história de superação, ela levou um tiro na cabeça durante um assalto, em Goiânia, Goiás, no ano de 2009. Cecília ficou em coma durante um mês na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), mas conseguiu sobreviver à tragédia. Ela falou em entrevista à TV Anhanguera como foi a experiência de acordar do coma e de ter sobrevivido a uma situação tão grave.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Jovem afirma ser “milagre de Deus”, após levar tiro na cabeça e acordar de coma“Senti que eu era um milagre de Deus, porque poucas pessoas levam um tiro na cabeça e estão bem com eu”, explicou a moça. Ela revelou lembrar-se de tudo o que acontecera no dia do assalto, “As primeiras pessoas que vi foram meu pai, minha mãe e meu irmão. Na hora os reconheci. Eu me lembrava de tudo que tinha acontecido. Foi na véspera do meu aniversário. Passei meu aniversário na UTI, em coma”.
Élson José, neurologista que cuidou da jovem, explica sobre as sequelas e que a recuperação das funções com o tempo pode ser total ou parcial dependendo do nível de agressão do cérebro, “Dependendo do nível de agressão que esse indivíduo sofreu ele pode retornar sim e se tratar adequadamente. As sequelas do coma dependem da agressão. Se é um trauma e ele sofreu prolongadamente, se é um trauma muito intenso, ele pode ter alterações de suas funções cognitivas, de memórias, etc”.
O tiro deixou sequelas em Cecília, ela ainda luta para se recuperar das sequelas, ela faz fisioterapia para recuperar os movimentos e exercícios diários para auxiliar no tratamento.
Fonte: Gospel+

Papa diz que a crise da Europa nasceu da rejeição a Deus

O papa Bento 16 disse que a atual crise econômica da Europa “nasceu da rejeição de pessoas a Deus, que é quem garante a nossa felicidade”.

Afirmou que “Deus se tornou para muitos o grande desconhecido e Jesus é apenas um grande personagem no passado”.

Em um discurso hoje (24) pela manhã aos bispos italianos, ele lamentou que Deus tenha sido “excluído do horizonte de muitas pessoas” e que, quando há necessidade de uma discussão de questões importantes, a religião seja colocada no “reino subjetivo", sendo reduzida "a um fato privado e íntimo, à margem a consciência pública”.

“A crise que a Europa está ligada a essa negligência, a essa rejeição de abertura para o transcendente.”

Não foi a primeira vez que o papa associou a crise econômica ao forte avanço do secularismo em países europeus. Essa pregação tem sido reproduzida com insistência pela hierarquia católica. Recentemente, dom Lluís Martínez Sistach, arcebispo de Barcelona (Espanha), por exemplo, afirmou que “a negação de Deus esconde uma profunda desumanização do indivíduo e da sociedade”.

A Espanha é um dos países mais abalados pela crise, com taxa de desemprego acima de 20%. Lá, setores da esquerda têm criticado fortemente a Igreja Católica por não colaborar para resolver a recessão porque resiste à proposta de que passe a pagar impostos sobre as propriedades de suas atividades empresariais.

Fonte: Paulopes com informação da EWTN Notícias.

Associação britânica descredencia terapeuta cristã por ´cura´ de gay



Associação britânica descredencia terapeuta cristã por ´cura´ de gay A Associação Britânica de Conselheiros e Psicoterapeutas (BACP, na sigla em inglês) descredenciou a terapeuta cristã Lesley Pilkington (foto) por tentativa de "cura" de um homossexual.

Em 2009, o jornalista Patrick Strudwick a denunciou à BACP por não respeitar a sua sexualidade e impor a sua crença cristã.

Como prova, o jornalista apresentou as gravações (feitas sem que a terapeuta soubesse) das duas sessões que tivera com Lesley. No The Telegraph, ele escreveu como tinha sido a abordagem, em uma reportagem que recebeu prêmio.

Em sua defesa, Lesley disse em depoimento à associação em 2010 que tinha sido procurada por Strudwick para tentar mudar o seu estilo de vida homossexual. Segundo a terapeuta, o jornalista sabia que ela usava “métodos cristãos”.

BACP emitiu naquele ano parecer de que a profissional tinha feito “diagnósticos prematuros e irresponsáveis” e que não respeitou o “sistema de crença” do paciente.

Na época, ao ser desligada da associação, ela recorreu da decisão, que foi suspensa, mas agora o descredenciamento foi confirmado.

Como a profissão de terapeuta não é regulamentada na Grã-Bretanha, Lesley poderá manter suas atividades, mas sem o aval da BACP, o que afeta a credibilidade dela.

Andrea Williams, do Centro Legal Cristão, lamentou a decisão. “Os profissionais que praticam terapia reparativa estão sendo cada vez mais empurrados para fora da esfera pública.”

Stephen Evans, da Sociedade Nacional Secular, disse que Lesley usou a psicoterapia como instrumento de sua intolerância religiosa.

“A senhora Pilkington acredita firmemente que sua crenças religiosa é muito mais importante do que qualquer código de conduta”, disse. Por isso, disse, ela precisava ser penalizada por “negligência profissional”.


Fonte: Missão em Cristo com informações Paulo Lopes

A inelegibilidade por rejeição de contas (art. 1º, I, g, da Lei das Inelegibilidades) e as alterações promovidas pela Lei da Ficha Limpa



Leia mais: http://jus.com.br/revista/texto/17456/a-inelegibilidade-por-rejeicao-de-contas-art-1o-i-g-da-lei-das-inelegibilidades-e-as-alteracoes-promovidas-pela-lei-da-ficha-limpa#ixzz1vsIhKh1j

Cristãos temem vitória de islâmicos e implantação da sharia no Egito

Cristãos temem vitória de islâmicos e implantação da sharia no Egito
Aproximadamente 51 milhões de eleitores egípcios devem ir às urnas nos dois dias de votação, hoje e amanhã (24). No Egito, 12 candidatos concorrem à Presidência da República. Mas o clima no país é tenso e violento. Confrontos entre eleitores de candidatos adversários e agentes do governo, na cidade do Cairo, capital do país.
A Constituição do Egito que foi suspensa após a queda do governo de Hosni Mubarak previa a “tolerância religiosa”. Porém, tinha artigos que reforçavam a divisão entre muçulmanos e cristãos. Os documentos de identidade emitidos no país, por exemplo, identificam a religião do portador. Segundo o costume legal, homens muçulmanos podem se casar com mulheres cristãs, embora seja altamente improvável que uma mulher islâmica consiga se unir a um cristão.
Em março, quando morreu o patriarca Shenouda, líder da Igreja Cristã Ortodoxa Copta, muitos deputados islâmicos negaram-se a ficar de pé no Parlamento em respeito ao líder. “O Parlamento que temos agora é dominado por grupos islâmicos. Eles não têm a menor condição de lidar com a questão da liberdade religiosa”, diz Yousef Sidhoum, editor do Watani, principal jornal copta.
No momento, a Irmandade Muçulmana e os muçulmanos da facção salafista controlam mais de 70% do Legislativo. “Quase todo o Parlamento está nas mãos de grupos que querem impor a sharia (lei islâmica)… Se um radical muçulmano chegar à presidência, não teremos mais lugar”, afirma uma eleitora egípcia ouvida pela Associated Press.
Os cristãos coptas praticamente não têm espaço na alta burocracia do Estado, reclama Sidhoum, e nenhum dos candidatos à presidência é cristão. Além disso, quando um muçulmano se converte, acaba sendo fortemente discriminado.
Ahmed Shafiq, o candidato que promete restituir a ordem no Egito e combater o radicalismo islâmico, recebeu amplo apoio entre os coptas, que são mais de 10% da população. Mas por ter trabalhado com Mubarak, acaba sendo considerado um representante do antigo regime.
O início da revolta que resultou na saída de Mubarak foi caracterizada pela união entre muçulmanos e cristãos na praça Tahrir. Imagens de coptas fazendo cordões de isolamento para proteger islâmicos durante suas orações se espalharam pelo mundo, mostrando que os fiéis das duas religiões viviam em harmonia e lutavam por um objetivo em comum, acampados no centro do Cairo.
Com a mudança do regime, templos cristãos voltaram a ser alvos frequentes de pichações, incêndios e ataques. Em outubro, a Igreja Católica de São Jorge, em Aswan, foi depredada e destruída por uma multidão de radicais salafistas.



VIA GRITOS DE ALERTA
Traduzido e adaptado de Aina e AP


Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/cristaos-temem-vitoria-de-islamicos-e-implantacao-da-sharia-no-egito/#ixzz1vpvwpYyx

Matéria da revista Veja sobre a música gospel revela crescimento do segmento e movimentação de R$ 1,5 bilhão anualmente


A revista Veja desta semana publicou matéria sobre a música gospel e o crescimento alcançado pelo segmento no Brasil.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Na reportagem do jornalista Sérgio Martins, há uma comparação entre “as vozes potentes” e “exageradas”, segundo a matéria, que entoavam canções no final dos anos 1950, com a música “que extrapola o público fiel” e que tornou-se tema do Festival Promessas, produzido pela TV Globo.
A matéria fala sobre os diversos estilos que estão cobertos pelo “guarda-sol” da música gospel nacional, como rock, samba, soul, hip-hop e axé-music “louvadeira”.
Matéria da revista Veja sobre a música gospel revela crescimento do segmento e movimentação de R$ 1,5 bilhão anualmenteCitando os principais expoentes da música nacional, a reportagem de Veja, menciona Aline Barros como “fundamental para dissipar o preconceito contra a música evangélica”, e menciona que a indústria fonográfica que produz esse tipo de música, sofre menos com pirataria.
Os números levantados pela revista impressionam pela grandeza. Em termos de movimentação financeira, o “mercado gospel” movimentou em 2010 a quantia de R$ 1,5 bilhão.
Em todo o Brasil, são 600 emissoras de rádio transmitindo música gospel, além de 128 gravadoras que produzem e distribuem o trabalho dos artistas do segmento.
A cantora Damares foi citada como exemplo de vendagens: 400 mil cópias do CD “Diamante” foram vendidas até hoje, o que rendeu à cantora uma comparação com artistas seculares do calibre de Roberto Carlos e Victor & Léo, segundo dados da Associação Brasileira de Produtores de Discos (ABPD).
A reportagem também revela que 66% do público que compra CDs e DVDs de música gospel é feminino, e que 56% do público que ouve música gospel como um todo, pertence à classe C.
Fonte: Gospel+

AGORA VAI - Marco Maia defende candidatura de políticos com contas rejeitadas

O presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), defendeu nesta quinta-feira (24) projeto aprovado pela Casa na última terça que autoriza a candidatura de políticos que tiveram as contas rejeitadas em eleições passadas.

 A proposta contraria interpretação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que, em março deste ano, vetou o registro de candidatos que não tiveram a prestação de contas aprovada nas eleições de 2010.
"O que acontece é que o TSE criou uma regra nova num período menor que um ano antes da eleição. E esta regra nova está impedindo que 21 mil cidadãos que se candidataram nas últimas eleições possam concorrer, inclusive pessoas com processos que não foram julgados pelo TSE", disse o presidente da Câmara.
Segundo Marco Maia, a proposta aprovada na última terça pelos deputados e que ainda precisa ser votada no Senado corrige uma "distorção" provocada pelo TSE. "O que estamos tentando fazer é corrigir uma distorção que foi criada pelo Tribunal Superior Eleitoral no processo eleitoral deste ano. Um cidadão lá atrás que não foi eleito e que pelo fato de não ter sido eleito não prestou contas, ele não pode ser impedido de concorrer agora", argumentou.
Para o presidente da Câmara, é um "atentado contra a democracia" impedir a candidatura de um político por um "erro formal" de prestação de contas.
Ao final de cada eleição, os políticos que participaram da disputa são obrigados a entregar à Justiça Eleitoral um relatório do que foi gasto e arrecadado pelo candidato, pelo partido e pelo comitê financeiro. A reprovação acontece quando são identificadas irregularidades nessa prestação de contas.
A proposta aprovada pela Câmara na última terça explicita que a apresentação de contas de campanha por parte dos candidatos é suficiente para a expedição da certidão de quitação eleitoral. O texto inclui artigo segundo o qual serão considerados "quites aqueles que apresentarem à Justiça Eleitoral a prestação de contas de campanha eleitoral nos termos desta lei, ainda que as contas sejam desaprovadas".

Atualmente a Legislação Eleitoral só cita objetivamente a apresentação de contas de campanha como condição de quitação eleitoral. Mas em março, o TSE lançou resolução exigindo também que as conts fossem aprovadas para liberar a candidatura.
A maioria dos ministros entendeu que a intenção da Lei das Eleições foi também verificar o conteúdo das contas. "Aquele que apresente contas, mas foram rejeitas não pode obter a certidão de quitação eleitoral. Devemos avançar, visando a correção de rumos, dando ao preceito uma interpretação integrativa e de concretude maior", argumentou na ocasião o ministro Marco Aurélio.
"O candidato que foi negligente não pode ter o mesmo tratamento daquele zeloso, que cumpriu, com seus deveres. Assim, a provação das contas não pode ter a mesma consequência da desaprovação", afirmou a ministra Nancy Andrighi ao proferir seu voto.
Pela decisão do TSE ficariam de fora das eleições municipais deste ano apenas os políticos com contas rejeitadas em 2010. Reprovações em anos anteriores seriam analisadas caso a caso. Segundo balanço da ministra Nancy Andrighi, existem hoje no país 21 mil pessoas com contas reprovadas.

Vários partidos já entraram com recurso para derrubar a decisão do TSE. O assunto permanece na pauta do tribunal, mas ainda sem previsão de novo julgamento.




LÊIA TAMBÉM .


A inelegibilidade por rejeição de contas (art. 1º, I, g, da Lei das Inelegibilidades) e as alterações promovidas pela Lei da Ficha Limpa 

FONTES  . GLOBO.COM / CÂMARA / VIA GRITOS DE ALERTA

COLEIRA ERVA DE SANTA MARIA - PREÇOS ESPECIAIS PARA REVENDA

ENTRE NO LINK ABAIXO E COMPRE PARA REVENDA . https://petpetsbrasil.loja2.com.br/3600225-COLEIRA-ERVA-DE-SANTA-MARIA-REPELENTE-A-PULGAS-...