segunda-feira, 25 de abril de 2011

COMUNIDADE CRISTÃ PENTECOSTAL GRAÇA E PAZ DE JAGUARIÚNA - MINISTÉRIO GERAÇÃO GRAÇA E PAZ - RUA MARANHÃO 156 - CENTRO - JAGUARIÚNA - SP - ONDE UM MILAGRE ESPERA POR VOCÊ.


Brasil é 3º país onde mais se crê em Deus, diz pesquisa

Estudo em 23 países indica que 84% dos brasileiros acreditam em existência de 'Deus ou de um ser supremo'.

Da BBC

O Brasil foi o terceiro país em que mais se acredita em 'Deus ou em um ser supremo' em uma pesquisa conduzida em 23 países.
A pesquisa, feita pelo empresa de pesquisa de mercado Ipsos para a agência de notícias Reuters, ouviu 18.829 adultos e concluiu que 51% dos entrevistados 'definitivamente acreditam em uma 'entidade divina' comparados com os 18% que não acreditam e 17% que não têm certeza'.
O país onde mais se acredita na existência de Deus ou de um ser supremo é a Indonésia, com 93% dos entrevistados. A Turquia vem em segundo, com 91% dos entrevistados e o Brasil é o terceiro, com 84% dos pesquisados.
Entre todos os pesquisados, 51% também acreditam em algum tipo de vida após a morte, enquanto que apenas 23% acreditam que as pessoas param de existir depois da morte e 26% 'simplesmente não sabem'.
Entre os 51% que acreditam em algum tipo de vida após a morte, 23% acreditam na vida após a morte, mas 'não especificamente em um paraíso ou inferno', 19% acreditam 'que a pessoa vai para o paraíso ou inferno', outros 7% acreditam que 'basicamente na reencarnação' e 2% acreditam 'no paraíso, mas não no inferno'.
Nesse mesmo quesito, o México vem em primeiro lugar, com 40% dos entrevistados afirmando que acreditam em uma vida após a morte, mas não em paraíso ou inferno. Em segundo está a Rússia, com 34%. O Brasil fica novamente em terceiro nesta questão, com 32% dos entrevistados.
Mas o Brasil está em segundo entre os países onde as pessoas acreditam 'basicamente na reencarnação', com 12% dos entrevistados. Apenas a Hungria está à frente dos brasileiros, com 13% dos entrevistados. Em terceiro, está o México, com 11%.
Entre os que acreditam que a pessoa vai para o paraíso ou para o inferno depois da morte, o Brasil está em quinto lugar, com 28%. Em primeiro, está a Indonésia, com 62%, seguida pela África do Sul, 52%, Turquia, 52% e Estados Unidos, 41%.
Criação X evolução
As discussões entre evolucionistas e criacionistas também foram abordadas pela pesquisa do instituto Ipsos.
Entre os entrevistados no mundo todo, 28% se definiram como criacionistas, acreditam que os seres humanos foram criados por uma força espiritual como o Deus em que acreditam e não acreditam que a origem do homem viesse da evolução de outras espécies como os macacos.
Nesta categoria, o Brasil está em quinto lugar, com 47% dos entrevistados, à frente dos Estados Unidos (40%). Em primeiro lugar está a Arábia Saudita, com 75%, seguida pela Turquia, com 60%, Indonésia em terceiro (57%) e África do Sul em quarto lugar, com 56%.
Por outro lado, 41% dos entrevistados no mundo todo se consideram evolucionistas, acreditam que os seres humanos são fruto de um lento processo de evolução a partir de espécies menos evoluídas como macacos.
Entre os evolucionistas, a Suécia está em primeiro lugar, com 68% dos entrevistados. A Alemanha vem em segundo, com 65%, seguida pela China, com 64%, e a Bélgica em quarto lugar, com 61% dos pesquisados.
Descrentes e indecisos
Entre os 18.829 adultos pesquisados no mundo todo, um total de 18% afirmam que não acreditam em 'Deus, deuses, ser ou seres supremos'.
No topo da lista dos descrentes está a França, com 39% dos entrevistados. A Suécia vem em segundo lugar, com 37% e a Bélgica em terceiro, com 36%. No Brasil, apenas 3% dos entrevistados declararam que não acreditam em Deus, ou deuses ou seres supremos.
A pesquisa também concluiu que 17% dos entrevistados em todo o mundo 'às vezes acreditam, mas às vezes não acreditam em Deus, deuses, ser ou seres supremos'.
Entre estes, o Japão está em primeiro lugar, com 34%, seguido pela China, com 32% e a Coréia do Sul, também com 32%. Nesta categoria, o Brasil tem 4% dos entrevistados.


G1

Nova minissérie bíblica da Record começa a ser produzida

Nova minissérie bíblica da Record começa a ser produzida


Minissérie irá contar a saga do pastor de ovelhas que derrotou o gigante Golias e se tornou rei de Israel
A Record exibe no final deste ano ou início do próximo a História do Rei Davi.

A decisão foi tomada por Hiran Silveira, diretor de teledramaturgia da emissora.

Baseada na Bíblia, a minissérie irá contar a saga do pastor de ovelhas que derrotou o gigante Golias e se tornou rei de Israel.

Escrita por Vivian de Oliveira (autora de A História de Ester) e dirigida por Edson Spinello, A História de Davi terá em torno de 25 capítulos.

Cenários, cidade cenográfica e figurinos já estão em produção. As gravações estão previstas para começar em maio.



Fonte: R7

Pastor que Queimou o Corão é Detido após Juiz Proibir Protesto em Frente a Mesquita Muçulmana

DEARBORN, Michigan - O controverso pastor americano Terry Jones foi detido na após um juiz considerar o protesto que ele planejava em frente a uma mesquita como uma ameaça de violência. Jones e seu mais importante seguidor, Wayne Sapp, foram liberados depois de pagar fiança.
A igreja do pastor, na Flórida, provocou uma onde de protestos no Afeganistão em março depois de promover a queima de cópias do Alcorão. O livro sagrado do Islã já havia sido queimado na congregação no ano passado.

Inicialmente, Jones havia se recusado a pagar a fiança, alegando que seria uma violação à sua liberdade de expressão. Ele planejava realizar uma manifestação em frente ao Centro Islâmico da América em Dearborn, um subúrbio de Detroit que abriga uma das maiores comunidades muçulmanas dos EUA. No local, cerca de 30 mil pessoas - um terço da população - são de origem islâmica.

Além da fiança, paga simbolicamente para cobrir os custos da segurança policial, o pastor foi proibido de se aproximar da mesquita por três anos. Durante seu julgamento, que durou menos de um dia, Jones disse que escolheu o templo em Dearborn porque seu protesto é contra o "elemento radical do Islã".

- Tudo que queremos fazer é andar, protestar na área que pertence a você, à cidade - afirmou Jones. - Não estamos acusando esta igreja. Não estamos acusando as pessoas de Dearborn. Não estamos acusando todos os muçulmanos.



Com informações Agencias Internacionais

Bandidos invadem igreja e levam todo o dinheiro do dízimo A quantia que foi levada ainda não foi divulgada

http://www.montefm.com.br/_img.php?&i=L19ub3RpY2lhcy9tYXJDby9wb2xpY2lhLXZpYXR1cmEtY2lyZW5lMS5qcGc=&n=/_noticias/marCo/policia-viatura-cirene1.jpg


Uma igreja evangélica foi arrombada no Centro de Três Pontas, no Sul de Minas, na noite de sábado (23). Segundo a Polícia Militar, um dos fiéis foi abrir a igreja e encontrou o cofre aberto. Os bandidos levaram todo o dinheiro do dízimo. O sistema de alarme estava desativado.
A polícia não divulgou a quantia que foi levada. Até o momento, ninguém foi preso.

Brasil terá um computador para cada dois habitantes em 2012

O número de computadores no Brasil subirá de 85 milhões neste ano para 98 milhões em 2012, praticamente um para cada dois habitantes, graças à redução do preço dos equipamentos com o aumento da renda da população.

Com base no estudo divulgado ontem pela Fundação Getulio Vargas, o número de computadores no país praticamente triplicou desde 2005, quando somavam 30 milhões, e seguirá crescendo até 140 milhões em 2014.

Enquanto neste ano há quatro computadores para cada nove habitantes, em 2012 haverá um computador para dois habitantes e em 2014 dois computadores para cada três brasileiros.

"Esse aumento obedece a três fatores: a queda no custo dos equipamentos a cada ano; o aumento do poder aquisitivo da população e o crescimento da percepção das pessoas sobre a utilidade do computador", afirmou o coordenador do estudo, Fernando Meirelles, em declarações citadas nesta quarta-feira pelo site Convergência Digital.

Para o especialista, o aumento do número de equipamentos será impulsionado principalmente pelos consumidores.

"O mercado não corporativo é muito grande e é o que mais cresce proporcionalmente por um motivo muito simples: as empresas se informatizaram antes do que as pessoas", complementou Meirelles.

Apesar do aumento do número de computadores, o Brasil ainda está longe de países desenvolvidos como os Estados Unidos em matéria de penetração da tecnologia.

Enquanto no Brasil há atualmente 44 computadores para cada cem habitantes, nos Estados Unidos essa taxa é de 106 computadores para cada cem habitantes.

A média mundial, no entanto, é de 36 computadores para cada cem habitantes.

Fonte: Folha Online

Presos de alto risco de Guantánamo foram libertados, diz WikiLeaks Arquivos secretos dizem que 130 presos libertados representam ameaça. Governo Obama lamentou a divulgação dos documentos.

A prisão de Guantánamo, na ilha de Cuba (Foto: AP) Do G1, com agências internacionais
Os Estados Unidos libertaram dezenas de prisioneiros de alto risco da prisão de Guantánamo e adiaram por anos a libertação de mais de 150 homens inocentes, segundo arquivos militares revelados pelo site WikiLeaks e divulgados desde domingo (24).
A prisão de Guantánamo, na ilha de Cuba (Foto: AP)
Os 779 documentos, que fazem parte de um arquivo de memorandos secretos divulgados no ano passado pelo site WikiLeaks, foram entregues a um grupo de veículos da imprensa americana e europeia, incluindo os jornais "The New York Times", "The Daily Telegraph", "El País", "Le Monde", "La Repubblica" e a revista "Der Spiegel".
Milhares de páginas revelam que 130 dos 172 prisioneiros que deixaram a base naval de Guantánamo eram considerados "de alto risco" e representam uma ameaça para os Estados Unidos e seus aliados.
Entretanto, eles foram liberados sem passar por uma reabilitação ou mesmo pela supervisão mínima necessária.
Até um terço dos 600 presos durante o governo do presidente George W. Bush, vários deles transferidos para outros países, também foram classificados como de "alto risco" antes de serem libertados ou entregues a outros governos, revelou o New York Times.
Os arquivos podem se tornar uma enorme dor de cabeça para os Estados Unidos e seus aliados - que tentam tirar do poder o ditador líbio Muamar Kadhafi. Alguns apontam que um dos treinadores dos rebeldes líbios possui vínculos mais próximos com a Al-Qaeda do que se imaginava.
Casos reveladosSegundo os documentos divulgados, Abu Sufian bin Qumu dedicou-se por duas décadas a atividades extremistas, tendo sido treinado antes em dois campos da al-Qaeda. Ele participou da luta dos talibãs contra a União Soviética e a Aliança do Norte, e foi motorista de Osama bin Laden no Sudão, segundo a rádio pública americana.
Por seis anos, bin Qumu permaneceu detido em Guantánamo, antes de ser enviado por Washington para as autoridades líbias, em 2007, a pedido de Kadhafi. O governo líbio o libertou no ano passado.
Além disso, os relatórios revelam que pelo menos 150 dos detidos eram afegãos ou paquistaneses inocentes, incluindo motoristas, agricultores e cozinheiros, que foram detidos nas operações frenéticas de inteligência nas zonas de guerra.
Entretanto, durante anos estas pessoas permaneceram detidas devido à confusão de identidades ou simplesmente porque estavam no lugar errado no momento errado, segundo a imprensa americana.
O governo do presidente Barack Obama, que deixou sem prazo definido sua promessa de fechar de uma vez por todas a prisão militar da Baía de Guantánamo, lamentou a divulgação dos documentos secretos e defendeu seus esforços e os da administração anterior para "agir com extremo cuidado e diligência" na transferência de presos.
"As duas administrações (Obama e Bush) fizeram da proteção dos americanos sua principal prioridade, e estamos preocupados porque a revelação destes documentos pode ser prejudicial a estes esforços", indica um comunicado oficial da Casa Branca, publicado no domingo.


G1

Estradas estaduais de SP têm 41 mortes no feriado Número é menor que o registrado na Páscoa de 2010. Quantidade de acidentes, entretanto, aumentou; foram 1.542.

Balanço da Polícia Rodoviária Estadual aponta que 41 pessoas morreram nas estradas estaduais de São Paulo durante o feriado prolongado de Tiradentes e Páscoa, que terminou neste domingo (24). Apesar de o feriado neste ano ter sido maior, devido à coincidência entre as duas datas, o número de mortes foi cerca de 18% menor que no ano passado.
Um levantamento da Secretaria de Estado dos Transportes mostra que o movimento nas estradas litorâneas como Rio-Santos e Tamoios foi bem maior que na Páscoa do ano passado. Em 2011, foram registrados 1.542 acidentes.
“Esse número supera os números do ano passado porque este feriado [2011] coincidiu com mais um dia. A volta para São Paulo foi com chuva”, explicou o tenente Moacir Mathias do Nascimento.
Segundo ele, foram aplicadas aproximadamente 20 mil multas – foram 12 mil em 2010. “Aumentou a fiscalização, mas temos mais veículos nas rodovias também”, afirmou. Outros 121 motoristas autuados por dirigirem sob efeito de álcool, contra 47 no ano anterior.


G1

Thalles Roberto gravará CD/DVD ao vivo em julho

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelJá estávamos com essa idéia desde o final do ano passado, mas decidimos esperar mais um pouco, devido ao lançamentro do (CD) Raízes. Havia a questão também da agenda do Thalles, que ficou muuuuito concorrida (risos). Mas, como vivemos no controle do Altíssimo, chegou o tempo de Deus para que isso acontecesse: dia 30 de julho, no Chevrolet Hall, em Belo Horizonte (MG)
A produção musical é de responsabilidade de Jordan Macedo e Thalles que foram responsáveis pela sonoridade de Na Sala do Pai. A direção de vídeo será feita por Alex Passos que produziu o DVD anterior do cantor e outros como Fernandinho e André Valadão. Além disso o projeto gráfico será feito pela Imaginar Design de Belo Horizonte.
O CD/DVD já tem uma de suas canções principais intitulada “História escrita pelo dedo de Deus” que é uma composição do Missionário R.R. Soares. Além disso músicas inéditas e regravações farão parte desse trabalho ao vivo do cantor.

Igrejas evangélicas de Taboão sofrem assaltos

As igrejas evangélicas de Taboão da Serra, em São Paulo, estão na mira dos vândalos e ladrões.

Nos últimos meses pelo menos 8 igrejas da cidade sofreram furtos em vários bairros da cidade. Na maioria delas os acusados entraram durante a madrugada e levaram instrumentos musicais e equipamentos de som entre os quais estão microfones, amplificadores e caixas de som. Para se proteger da onda de assaltos as igrejas e os membros agem como podem reforçando as fechaduras e até mesmo instalando modernos sistemas de monitoramento e alarme.

Os roubos acontecem em igrejas de vários tamanhos e locais. Entre os bairros que já sofreram esse tipo de ação estão o jardim Salete, São Judas, Jardim Roberto, Jacarandá, Pirajuçara. Por conta do número crescente de assaltos os pastores querem chamar a atenção do comando geral da Polícia Militar da região e agendar uma reunião a fim e discutir os assaltos nas igrejas.

O integrante de uma igreja do jardim Salete vítima da ação dos assaltantes disse que eles foram em busca dos instrumentos musicais. Segundo ele, os equipamentos foram comprados com a ajuda de todos os membros da igreja. “O prejuízo aqui foi grande. Não ficamos sem realizar os cultos, mas de uma só vez perdemos tudo o que passamos anos para comprar”, lamentou, acrescentando que a igreja não prestou queixa do roubo apenas decidiu reforçar as fechaduras para evitar novos ataques. “Vamos instalar alarmes”, adiantou.

Foi durante a madrugada que os assaltantes entraram numa igreja do Jacarandá e levaram todos os instrumentos, entre eles contra baixo, guitarra, violão, os pratos da bateria, caixas de som, mesa de som e o raque de potência. O crime aconteceu há seis meses, mas até agora os prejuízos permanecem.

Nas proximidades do jardim São Judas os criminosos entraram na igreja pela janela e levaram todo o material usado na santa ceia foi levado, os equipamentos de som e vários instrumentos.

No Jardim Roberto uma igreja pertencente a uma denominação centenária foi arrombada. Segundo os dirigentes os acusados levaram mais de R$ 20 mil em equipamentos de som e instrumentos musicais diversos.

No jardim São Judas uma igreja que está instalada no bairro há mais de quinze anos teve suas portas arrombadas. Os assaltantes levaram do local várias ferramentas de pedreiros que trabalhavam na reforma do prédio da igreja. Eles ainda destruíram bancos e várias portas a procura de mais objetos para roubar.

Os responsáveis pelas igrejas que prestaram queixa na polícia reclamam que os assaltos não foram devidamente investigados. Eles dizem que mesmo quando um dos pastores de Taboão da Serra sofreu um sequestro relâmpago na divisa da cidade nada foi feito. Na ocasião os criminosos forçaram o pastor a fazer saques nos cartões de credito pessoal e dos cartões da contas da igreja.

Fonte: Jornal na Net

PURA IGNORANCIA - Espíritas visitam o túmulo do atirador de Realengo para orar pelo assassino

O túmulo de Wellington Menezes de Oliveira, assassino de 13 adolescentes em Realengo, recebeu a visita de cinco pessoas após ter sido enterrado. Deixando flores brancas na cruz 7708 (foto), a de Wellington, os visitantes oraram no túmulo do atirador antes de irem embora.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Segundo um dos coveiros do cemitério São Francisco Xavier, onde o assassino foi enterrado, o grupo seria de espíritas kardecistas como teria relatado uma das pessoas para ele, porém, ele não soube informar ao jornal O Dia se essas pessoas teriam algum tipo de parentesco com Wellington.
O corpo foi enterrado no dia 22, sexta-feira santa, após autorização da justiça já que nenhum parente foi ao IML reconhecer o corpo.
Neste sábado, 23, outro espírita visitou a cova rasa onde Wellington foi sepultado: “Sou espírita e acredito que ele mereça essa oração para pode se arrepender dos seus pecados”, disse o pintor Paulo Cézar Ferreira, 41 anos.
Em sua carta suicída, o atirador deixou uma série de regras a se seguir para a realização de seu enterro, entre os pedidos estavam a presença de um “fiel seguidor de Deus” para orar por sua alma e encaminha-la ao paraíso.


Fonte: Gospel+

Igreja Assembléia de Deus aceitará divórcio

Na última reunião da Convenção Geral das Assembléias de Deus do Brasil (CGADB), além da rusga e ameaça da Igreja-mãe de deixar a Convenção, foram decididos novos parâmetros e alguns assuntos polêmicos entraram em pauta, entre eles o divórcio.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel A quadragésima edição da reunião, feita em Cuiabá, decidiu que agora os Pastores assembleanos da CGADB poderão se separar de suas esposas desde que seja por motivo de traição de qualquer ambos os lados ou se a esposa deseja se separar. A decisão, tomada no ano do centenário da Assembléia de Deus, foi tomada com base de Mateus 5 31-32, que fala de divórcio devido a adultério, e 1 Corintos 7 15, que fala de separação por vontade da esposa. Nas duas formas as Convenções Regionais deverão ser informadas pelo Pastor para julgar se ele deve continuar no cargo ou não.
A decisão da CGADB em autorizar o divórcio em certos casos engloba apenas Pastores e não fiéis. Praticamente todas as Igrejas Assembléia de Deus filiadas a CGADB não apoiam a separação dos casais membros da igreja.
Fonte: Gospel+

SERÁ QUE O PASTOR RICARDO GONDIM QUER FICAR SE APARECENDO E DESCOBRIU A FONTE ? FICAR FALANDO BESTEIRAS

Tenho visto que por diversas vezes o Pastor Ricardo Gondim tem se lançado na midia falando um monte de porcarias que levam pessoas a se perderem em pensamentos sobre o que é certo e errado.
Em primeiro lugar , um servo de Deus não pode ficar lançando conceitos errados para confusão mental de ninguém.
Pois chamados para esclarecer e não confundir as pessoas , um verdadeiro servo de Deus tráz em si o cheiro suave de Cristo , que nos leva a ver e viver o que é correto .
Mas esse senhor esta usando dessas midias somente para se aparecer .
E se depender de mim , já não tem mais espaço em nosso canal de comunicação.

Bispo Roberto Torrecilhas

Polêmico Pastor Ricardo Gondim afirma ser a favor da união civil gay: “Nem todas as relações homossexuais são promíscuas”

‘Deus nos livre de um Brasil evangélico?’ Quem afirma é um pastor, o cearense Ricardo Gondim. Segundo ele, o movimento neopentecostal se expande com um projeto de poder e imposição de valores, mas em seu crescimento estão as raízes da própria decadência.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Os evangélicos, diz Gondim, absorvem cada vez mais elementos do perfil religioso típico dos brasileiros, embora tendam a recrudescer em questões como o aborto e os direitos homossexuais.
Aos 57 anos, pastor há 34, Gondim é líder da Igreja Betesda e mestre em teologia pela Universidade Metodista. E tornou-se um dos mais populares críticos do mainstream evangélico, o que o transformou em alvo. “Sou o herege da vez”, diz na entrevista a seguir.
Carta Capital: Os evangélicos tiveram papel importante nas últimas eleições. O Brasil está se tornando um país mais influenciável pelo discurso desse movimento?
RG: Sim, mesmo porque, é notório o crescimento no número de evangélicos. Mas é importante fazer uma ponderação qualitativa. Quanto mais cresce, mais o movimento evangélico também se deixa influenciar. O rigor doutrinário e os valores típicos dos pequenos grupos de dispersam, e os evangélicos ficam mais próximos do perfil religioso típico do brasileiro.
CC: Como o senhor define esse perfil?
RG: Extremamente eclético e ecumênico. Pela primeira vez, temos evangélicos que pertencem também a comunidades católicas ou espíritas. Já se fala em um “evangelicalismo popular”, nos modelos do catolicismo popular, e em evangélicos não praticantes, o que não existia até pouco tempo atrás. O movimento cresce, mas perde força. E por isso tem de eleger alguns temas que lhe assegurem uma identidade. Nos Estados Unidos, a igreja se apega a três assuntos: aborto, homossexualidade e a influência islâmica no mundo. No Brasil, não é diferente. Existe um conservadorismo extremo nessas áreas, mas um relaxamento em outras. Há aberrações éticas enormes.
O senhor escreveu um artigo intitulado “Deus nos Livre de um Brasil Evangélico”. Por que um pastor evangélico afirma isso?
Porque esse projeto impõe não só a espiritualidade, mas toda a cultura, estética e cosmovisão do mundo evangélico, o que não é de nenhum modo desejável. Seria a talebanização do Brasil. Precisamos da diversidade cultural e religiosa. O movimento evangélico se expande com a proposta de ser a maioria, para poder cada vez mais definir o rumo das eleições e, quem sabe, escolher o presidente da República. Isso fica muito claro no projeto da igreja Universal. O objetivo de ter o pastor no Congresso, nas instâncias de poder, pode facilitara expansão da igreja. E, nesse sentido, o movimento é maquiavélico. Se é para salvar o Brasil da perdição, os fins justificam os meios.
O movimento americano é a grande inspiração para os evangélicos no Brasil?
O movimento brasileiro é filho direto do fundamentalismo norte-americano. Os Estados Unidos exportam seu american way of life de várias maneiras, e a igreja evangélica é uma das principais. As lideranças daqui Ieem basicamente os autores norte-americanos e neles buscam toda a sua espiritualidade, teologia e normatização comportamental. A igreja americana é pragmática, gerencial, o que é muito próprio daquela cultura. Funciona como uma agência prestadora de serviços religiosos. de cura, libertação, prosperidade financeira. Em um país como o Brasil, onde quase todos nascem católicos, a igreja evangélica precisa ser extremamente ágil, pragmática e oferecer resultados para se impor. É uma lógica individualista e antiética. Um ensino muito comum nas igrejas é de que Deus abre portas de emprego para os fiéis.
Eu ensino minha comunidade a se desvincular dessa linguagem. Nós nos revoltamos quando ouvimos que algum político abriu uma porta para o apadrinhado. Por que seria diferente com Deus?
O senhor afirma que a igreja evangélica brasileira está em decadência, mas o movimento continua a crescer.
Uma igreja que, para se sustentar, precisa de campanhas cada vez mais mirabolantes, um discurso cada vez mais histriônico e promessas cada vez mais absurdas está em decadência. Se para ter a sua adesão eu preciso apelar a valores cada vez mais primitivos e sensoriais e produzir o medo do mundo mágico, transcendental, então a minha mensagem está fragilizada.
Pode-se dizer o mesmo do movimento norte-americano?
Muitos dizem que sim, apesar dos números. Há um entusiasmo crescente dos mesmos, mas uma rejeição cada vez maior dos que estão de fora. Hoje, nos Estados Unidos, uma pessoa que não tenha sido criada no meio e que tenha um mínimo de senso crítico nunca vai se aproximar dessa igreja, associada ao Bush, à intolerância em todos os sentidos, ao Tea Party, à guerra.
O senhor é a favor da união civil entre homossexuais?
Sou a favor. O Brasil é uni país laico. Minhas convicções de fé não podem influenciar, tampouco atropelar o direito de outros. Temos de respeitar as necessidades e aspirações que surgem a partir de outra realidade social. A comunidade gay aspira por relacionamentos juridicamente estáveis. A nação tem de considerar essa demanda. E a igreja deve entender que nem todas as relações homossexuais são promíscuas. Tenho minhas posições contra a promiscuidade, que considero ruim para as relações humanas, mas isso não tem uma relação estreita com a homossexualidade ou heterossexualidade.
O senhor enfrenta muita oposição de seus pares?
Muita! Fui eleito o herege da vez. Entre outras coisas, porque advogo a tese de que a teologia de um Deus títere, controlador da história, não cabe mais. Pode ter cabido na era medieval, mas não hoje. O Deus em que creio não controla, mas ama. É incompatível a existência  de um Deus controlador com a liberdade humana. Se Deus é bom e onipotente, e coisas ruins acontecem., então há aluo errado com esse pressuposto. Minha  resposta é que Deus não está no controle. A favela, o córrego poluído, a tragédia, a guerra, não têm nada a ver com Deus. Concordo muito com Simone Weil, uma judia convertida ao catolicismo durante a Segunda Guerra Mundial, quando diz que o mundo só é possível pela ausência de Deus. Vivemos como se Deus não existisse, porque só assim nos tornamos cidadãos responsáveis, nos humanizamos, lutamos pela vida, pelo bem. A visão de Deus como um pai todo-poderoso, que vai me proteger, poupar, socorrer e abrir portas é infantilizadora da vida.
Mas os movimentos cristãos foram sempre na direção oposta.
Não necessariamente. Para alguns autores, a decadência do protestantismo na Europa não é, verdadeiramente, uma decadência, mas o cumprimento de seus objetivos: igrejas vazias e cidadãos cada vez mais cidadãos, mais preocupados com a questão dos direitos humanos, do bom trato da vida e do meio ambiente.


Fonte: Carta Capital

Cristão convertido do islamismo é assassinado


   
SOMÁLIA (5º) - Na segunda-feira, 18 de abril, dois extremistas muçulmanos assassinaram um integrante de uma comunidade cristã secreta como parte de uma campanha para eliminar o cristianismo do país.

Fontes locais disseram que dois militantes do grupo al Shabaab atiraram em Hassan Adawe Adan, de 21 anos, após entrar em sua casa às 19h30.

“Dois integrantes do al Shabaab arrastaram Hassan para fora da casa, e 10 minutos depois, dispararam diversos tiros contra ele. Ele morreu imediatamente.”

Então os militantes gritaram “Allahu Akbar” (Alá é grande) antes de fugir.

Hassan era solteiro e vivia com sua família muçulmana. Ele havia se convertido ao cristianismo há alguns meses. Os cristãos da área dizem que suspeitaram que alguém havia informado os militantes cristãos sobre sua conversão. Uma fonte diz que um parente que pertencia ao al Shabaab disse para a mãe do jovem que suspeitava que era cristão.

“Esse incidente está fazendo com que muitos cristãos vivam com medo, pois os militantes sempre perseguem as pessoas que professam a fé cristã.”

Há dois meses houve um grave conflito entre os militantes do al Shabaab e as forças do Governo Federal de Transição (TFG), em que o TFG conseguiu reaver algumas áreas controladas pelos rebeldes. Os insurgentes do al Shabaab controlam a maior parte da região sul e central da Somália.

Os insurgentes querem impor uma versão muito rígida da sharia (lei islâmica), mas o governo de Mogadishu está lutando para controlar as terras cristãs melhor do que os extremistas fazem. Enquanto descreve a si mesmo como moderado, o presidente Sheikh Sharif Sheik Ahmed apoia a versão da sharia que ordena a pena de morte para todos aqueles que deixarem o islamismo.

Tradução: Deborah Stafussi



Fonte: Compass Direct
 

Menino de 2 anos mata mãe com pistola achando que era brinquedo

Um americano perdeu a guarda do filho de dois anos e meio após ter afirmado à polícia que a criança matou a própria mãe ao apertar o gatilho de uma pistola que ele encontrou em casa. Segundo o pai, Troy Bailey, ex-namorado da vítima, o garoto teria pensado que a arma, que pertencia a ele, era um brinquedo.
A Justiça do condado de Broward, na Flórida, ordenou que o menino fique sob a custódia da família da mãe, Julia Bennett, até o fim das investigações sobre o incidente. A família de Bennett afirma não acreditar na história de Bailey e diz que um menino de dois anos não teria força para apertar o gatilho da pistola. O pai foi interrogado pela polícia e liberado sem ser indiciado ou ser considerado suspeito.
Porte legal
Bailey teria ligado para o serviço de emergência da polícia dizendo que o filho teria tomado a pistola semiautomática 9 mm e disparado acidentalmente, matando sua mãe. O pai admitiu ter deixado a arma em um local desprotegido ao visitar a ex-namorada em sua casa em Fort Lauderdale, na Flórida.
Ele disse ter visto quando o filho pegou a arma e disparou contra a mãe, que morreu com um único tiro na cabeça. Bailey tinha autorização legal para portar a arma.
Uma tia de Bennett, Marva Anglin, disse que o menino não entende o que aconteceu e fica constantemente chamando pela mãe. A família dela diz nunca ter encontrado o pai da criança, mas diz ter medo dele e pediu à Justiça que não permita que ele faça visitas ao filho sem proteção policial.
BBC Brasil

Obra do Minha Casa derruba mata nativa no Amazonas

Um conjunto habitacional de 500 casas do programa Minha Casa, Minha Vida está sendo erguido no município de Parintins (AM) numa área de 300 mil metros quadrados que era ocupada por castanheiras - árvore símbolo da Amazônia, cujo corte e comercialização são proibidos. A obra é financiada pela Caixa Econômica Federal.
O empreendimento atende pelo nome de Vila Cristina e ocupa parte de área da comunidade Macurany. "Não somos contra a construção de conjuntos habitacionais na cidade, mas as castanheiras eram uma das alternativas de renda de 130 famílias", diz Odirley Souza, morador da comunidade.
Há divergências sobre o número de árvores derrubadas. Souza conta que foram "mais de cem". A empresa NV Indústria e Construção, responsável pela obra, diz que o número de castanheiras abatidas foi menor: 81. No terreno destinado ao conjunto habitacional, que tem planos de expansão, havia ainda exemplares de espécies nativas. O total de árvores abatidas foi de 207, segundo a própria empresa, e ocupava uma área equivalente a 30 campos de futebol.
Há divergências também sobre o cumprimento da licença ambiental concedida pelo Instituto de Proteção Ambiental do Estado do Amazonas (Ipaam). O jornal O Estado de S. Paulo teve acesso ao documento, de 21 de agosto de 2009. A licença condicionava o corte das árvores e o início das obras ao plantio e replantio de 1.584 mudas de castanheiras, além de plantio e replantio de outras 1.133 mudas de espécies nativas. Essa exigência não foi cumprida até hoje, quase um ano e nove meses depois da concessão da licença.
O diretor administrativo da construtora, Hudson Tavares Almeida, disse que a continuidade das obras foi assegurada pela renovação da licença, no início do mês. "Estamos seguindo o que manda a lei", disse, argumentando que não existe prazo para o cumprimento das exigências fixadas pelo órgão ambiental.
A Caixa Econômica Federal, segundo a construtora, participou do financiamento de R$ 17 milhões ao empreendimento da Vila Cristina. O dinheiro público entra no negócio como subsídio às famílias interessadas pelos imóveis - casas de dois quartos ou três quartos com suíte. O subsídio é garantido à faixa de renda entre três e dez salários.
Licença
A licença concedida pelo Ipaam para o início das obras da Vila Cristina classifica no nível "grande" o potencial degradador do empreendimento. O documento relata que é proibida a comercialização das castanheiras e condiciona o início das obras ao replantio de novas mudas. A construtora NV Indústria e Construção diz que a madeira foi doada à diocese local e usada na construção de moradias.
O Ipaam confirmou a renovação da licença ambiental ao empreendimento em 6 de abril, 227 dias depois do vencimento da primeira licença, que autorizou o início das obras. Segundo o instituto, a construtora tem prazo para o plantio das mudas, que terminaria antes do vencimento dessa segunda licença. O Ipaam confirmou que o plantio de mudas decorre de divergências sobre o local de plantio de novas castanheiras e de árvores nativas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Milhões de ortodoxos russos celebram domingo da Ressurreição

Milhões de ortodoxos russos celebram neste domingo a Ressurreição com grandes atos religiosos em toda a Rússia, incluindo a participação das minorias católicas e muçulmanas, e ainda dos ateus.

"Sempre celebramos a Páscoa, mesmo quando era proibido pelas autoridades soviéticas. É preciso acreditar em algo. Alguns são fiéis fanáticos e outros, como eu, mais tranquilos", afirmou à Agência Efe Valentina, de 55 anos.

O patriarca da Igreja Ortodoxa Russa (IOR), Kirill, oficiou nesta madrugada na majestosa catedral do Cristo Salvador de Moscou a tradicional liturgia de Páscoa diante da presença de milhares de pessoas, dentro e fora do maior templo da Rússia.

Kirill felicitou a Páscoa aos fiéis ortodoxos de todo o espaço pós-soviético, em particular os russos, ucranianos, bielorrussos e moldávios, e os do resto do mundo. Pediu a todos que façam o bem e ajudem aos pobres.

"Que a lembrança da Páscoa reforce nossa fé e nos dê coragem e sabedoria para superar os tortuosos caminhos da vida", indicou o líder da IOR, ao qual pertence à maior parte dos 250 milhões de fiéis ortodoxos existentes no mundo.

De fato, neste domingo ocorrerão atos eclesiásticos em 30 mil igrejas ortodoxas do mundo, dos Estados Unidos à Argentina, do Japão à Austrália e da Coreia do Norte a Cuba. O tempo de Havana foi consagrado por Kirill em 2008.

"Deus não nos pede o impossível. Fazei o bem a quem está perto e a quem está longe. Não respondei com rudeza às grosserias, nem com maldade às maldades, nem com mentira às mentiras", proclamou Kirill, segundo as agências russas.

O momento máximo da liturgia da Páscoa ortodoxa foi quando o patriarca desceu do altar para acender com o "fogo sagrado" trazido de Jerusalém as milhares de velas levadas pelos fiéis à catedral para comemorar o milagre da Ressurreição de Cristo.

Como é habitual, ao templo acudiram o presidente, Dmitri Medvedev, e o primeiro-ministro, Vladimir Putin, sob cujo mandato os ortodoxos russos recuperaram muitos dos privilégios que foram retirados durante o comunismo.

"A Páscoa une milhões de fiéis ortodoxos de todo o mundo", assinala a mensagem de Medvedev, quem foi batizado já adulto e defendeu por reforçar a cooperação entre o Estado e a Igreja para garantir a união nacional.

Pelas pesquisas, 90% dos russos lembram a Páscoa, seja indo à igreja ou aos cemitérios para honrar os familiares mortos, ou preparando o banquete de Páscoa, no qual as estrelas são os ovos cozidos e pintados de diferentes cores, atividade na qual participam as crianças.

Outro manjar da Páscoa é o "kulich" ou pão de Páscoa, uma espécie de bolo com frutas que às vezes leva a inscrição "Khristos voskres" (Cristo ressuscitou) e que deve ser benzido e é comido acompanhado de requeijão.

CULTURA E FAMÍLIA

De fato, muitos muçulmanos e ateus russos também celebram a Páscoa, embora não a partir do ponto de visto religioso, mas em sua vertente cultural e familiar.

Só em Moscou mais de 500 mil pessoas participaram no sábado até altas horas da madrugada de diferentes atos religiosos realizados nos 278 templos e mosteiros da cidade.

As autoridades russas reforçaram neste fim de semana a segurança em igrejas e cemitérios de todo o país, diante de informações de que o país poderia ser alvo de atentados terroristas.

Segundo fontes municipais, espera-se que 2 milhões de pessoas visitem nestes dias dezenas de cemitérios existentes na capital e nos arredores.

Entre outras medidas, foi fechado o acesso de carros aos cemitérios, interrompido o trânsito nas ruas adjacentes e proibida a venda de álcool nas imediações.

A Páscoa é comemorada também no espaço. Os três cosmonautas russos da Estação Espacial Internacional celebraram a data, embora sem o consumo de álcool, terminantemente proibido na plataforma orbital.

Embora a Constituição estipule que a Rússia é um Estado aconfessional, a fé ortodoxa é de fato a religião estatal, enquanto os outros credos oficiais --islamismo, judaísmo e budismo --são minoritários, da mesma forma que o catolicismo, que é seguido por 600 mil pessoas.

Metade dos russos se declara fiel ortodoxo, embora menos de um quarto vá à igreja com assiduidade.

Fonte: Folha Online

Pastor diz que igreja está aberta para Naldo, se ele quiser

Jaime Soares, pastor da Assembleia de Deus de Bonsucesso, igreja da Zona Norte do Rio que era frequentada por Naldo Benny desde antes da...