sexta-feira, 20 de julho de 2012

Testemunho: Homem ora a Deus e consegue salvar criança em queda do terceiro andar. Veja o vídeo com o momento do “milagre”, segundo a mãe


Testemunho: Homem ora a Deus e consegue salvar criança em queda do terceiro andar. Veja o vídeo com o momento do “milagre”, segundo a mãeUma menina autista que dançava sobre um aparelho de ar-condicionado na janela do terceiro andar de um prédio caiu e não sofreu nenhum ferimento graças à agilidade de um homem que a viu no local antes da queda.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Alertado pelos vizinhos, Steve St. Bernard viu Keyla McCree, de 07 anos de idade, do lado de fora do apartamento e se posicionou embaixo da janela, esperando poder aparar a garota caso ela caísse.
Enquanto a garota dançava, aparentemente perdeu o equilíbrio e caiu. Nesse momento, Steve saltou para agarrá-la no ar, antes que atingisse o chão: “Eu só orei para conseguir pegá-la. Eu estava logo embaixo dela”, afirmou ao New York Daily News.
Bernard recusou o rótulo de herói por ter salvo a garota e afirmou que fez o que deveria ser feito: “Eu não sou herói. Qualquer pessoa teria feito a mesma coisa. Eu não fiz mais do que agir por instinto”, disse.
A mãe da garota agradeceu a Deus pelo livramento de sua filha: “Ela está bem, sem sequer um arranhão. Graças a Deus o homem o agarrou. É um milagre!”, afirmou Saleema McGree.
Keyla e Bernard foram levados a um hospital para receberem cuidados médicos por precaução. A garota, sem ferimentos, teve alta, enquanto que Bernard foi medicado e teve o braço imobilizado por conta de um estiramento em um dos tendões do braço esquerdo.
Assista no vídeo abaixo ao momento da queda da menina Keyla e o salvamento:
Fonte: Gospel+

Deputado israelense rasga Novo Testamento e joga no lixo

O deputado do parlamento israelense (Knesset), Michael Ben-Ari, rasgou um Novo Testamento e atirou-o ao lixo em frente às câmaras em seu gabinete.

De acordo com o site israelense NRG, 120 deputados receberam cópias do Novo Testamento como presente de Victor Kalish, diretor-executivo de uma editora cristã especializada na distribuição de textos religiosos em Israel.

O deputado Ben-Ari, membro do ultranacionalista Partido da União Nacional, sentiu-se ofendido e justificou seu ato dizendo que “este livro abominável promoveu o assassinato de milhões de judeus durante a Inquisição. É uma horrenda provocação missionária da Igreja Cristã. Não há dúvidas que este livro e seus remetentes pertencem ao lixo da história”.
Open in new window
Ele lembrou ainda que muitos cristãos perseguiram os judeus, ao longo dos séculos, acusando-os de serem os responsáveis pela crucificação de Jesus.

O porta-voz do governo Mark Regev disse: “Lamentamos este comportamento e condenamos sem rodeios. Essa ação está em desacordo com os nossos valores e nossas tradições. Israel é uma sociedade tolerante, mas temos tolerância zero para este tipo de ato desprezível e odioso”.

Kalish justificou que enviou as Bíblias com uma carta explicando que se tratava de uma edição especial, com mais de 90 mil referências. “Trata-se de um precioso fruto da cooperação entre as Sagradas Escrituras e cristãos de todo o mundo, que lança luz sobre o Antigo Testamento e ajuda a compreendê-lo”, explicou Kalish.

O ato gerou polêmica em Israel, mas foi noticiado que Tzipi Hovotely, membro do partido governista do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu,enviou um pedido ao presidente do Knesset, exigindo que seja proibida a distribuição de materiais missionários.

A Liga Anti-Difamação (ADL) divulgou um comunicado condenando o de ato Ben-Ari. “Como judeus, esperamos que os outros tratem os nossos livros sagrados com respeito e compreensão. Também devemos mostrar respeito pelos livros sagrados de outras religiões”, disse Abraham Foxman.

“Um membro do parlamento é um representante do Estado de Israel e não deveria mostrar um desrespeito tão grande por outra fé”, continuou Foxman. “Suas ações são contrárias aos valores judaicos e os padrões de uma sociedade democrática como Israel”.

A ADL enviou uma carta a Ben-Ari, sugerindo que a melhor resposta teria sido “chamar as autoridades competentes para investigar”. O grupo lembrou que a editora que enviou as Bíblias disse que sua intenção era “informar os parlamentares da riqueza dos textos religiosos produzidos em Israel”, e não para fazer proselitismo.

Outro membro do Knesset, Reuven Rivlin, do partido Likud, condenou o ato do colega. “Imagine o que aconteceria se um membro do Parlamento de outro país queimasse uma cópia do Torah, porque pensou que a enviaram como uma provocação”. “Democracia significa liberdade de expressão”, finalizou Rivlin, “e não a liberdade de ignorar os sentimentos dos seguidores de outras religiões”.

Fonte: Gospel Prime - Traduzido de Israel National News e Yahoo News

Voluntários em missão nas Olimpíadas 2012




Voluntários em missão nas Olimpíadas 2012
A caravana Conexão Londres 2012, com 180 voluntários de Missões Mundiais, já está em Sevilha, Espanha, onde fará um período de preparação até chegar à capital britânica. O grupo é liderado pelo pastor Pr. Marcos Grava, coordenador do Programa Esportivo Missionário (PEM) e do Setor de Voluntários da JMM. Em Londres os voluntários representarão os batistas brasileiros durante os Jogos Olímpicos, que acontecem de 27 de julho a 12 de agosto. Na bagagem, essas pessoas de 20 estados brasileiros levarão o melhor que têm a oferecer ao mundo: o amor de Jesus.
Os voluntários terão a oportunidade de evangelizar diversas nações representadas neste grande evento mundial. Uma experiência abençoadora para eles, suas igrejas e para todos que irão recebê-los. Eles servirão às comunidades locais com atividades evangelísticas nas áreas de esportes, capelania, assistência social, atividades infantis e artes.
Um dos lugares onde o grupo ficará hospedado é o Seminário de Spurgeon, que leva este nome em homenagem ao pregador batista reformado Charles Haddon Spurgeon, conhecido no auge da igreja inglesa como o “príncipe dos pregadores”.
Infelizmente, a realidade é outra. Milhares de igrejas na Europa fecham suas portas para dar lugar a mesquitas, shoppings e boates… O Velho Mundo, antes um grande exportador de missionários, clama pela presença de pessoas dispostas a falar de Cristo, a paz que liberta. Esta disposição foi que moveu estes voluntários a confiarem na experiência de 105 anos da JMM em fazer missões e seguirem para a capital britânica com seus próprios recursos.
“Esteja conosco nesta viagem através de suas orações. Missões Mundiais dá um crédito muito grande a eventos esportivos internacionais. Já estivemos na Copa do Mundo, nas Olimpíadas e nos Jogos Pan-Americanos. Onde estiver gente do mundo inteiro, lá estaremos para levar o Evangelho do Senhor Jesus”, declara o Pr. Marcos Grava.
Com os resultados do Conexão Londres, Missões Mundiais espera contribuir em ações evangelísticas nos próximos eventos esportivos que acontecerão no Brasil, como a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016.
“Esperamos o pleno envolvimento dos cristãos brasileiros em nossas próximas caravanas”, encerra o pastor.
Fique atento às caravanas de voluntários da JMM. Elas são excelentes oportunidades de serviço a curto prazo em um campo missionário. Para mais detalhes, escreva paravoluntarios@jmm.org.br.

Fonte: Junta de Missões Mundiais

NETANYAHU PROMETE REAGIR "COM FORÇA AO TERRORISMO IRANIANO" DEPOIS DO ATENTADO QUE MATOU 7 ISRAELITAS NA BULGÁRIA



Israel prometeu retaliar "em força"contra o Irão por causa da terrível explosão de ontem que matou pelo menos 7 pessoas num autocarro cheio de turistas israelitas na Bulgária.
Este ataque bombista foi o mais recente de uma série de ataques atribuídos ao Irão e que têm atingido israelitas e judeus em várias partes do mundo e que ameaçam tornar-se numa guerra de sombras entre os dois arqui-inimigos. O Irão negou envolvimento nos atentados passados mas ainda não comentou acerca do atentado de ontem na Bulgária.
O presidente norte-americano Barack Obama classificou-o de "bárbaro ataque terrorista" e telefonou ao primeiro-ministro Benjamin Netanyahu prometendo a ajuda dos EUA para descobrir os autores do hediondo ataque a civis inocentes.
A explosão estourou o autocarro junto ao aeroporto no pacato resort da cidade de Burgas, no Mar Negro, a cerca de 400 kms a leste da capital Sofia. Os israelitas tinham acabado de chegar num voo charter desde Tel Aviv que transportava 154 pessoas, incluindo 8 crianças.
Fumo negro espalhou-se rapidamente pelo céu logo após a explosão do autocarro. Jovens israelitas afirmaram que estavam precisamente a embarcar quando a explosão teve lugar no autocarro branco estacionado no parque de estacionamento do aeroporto. O ministro israelita para os Negócios Estrangeiros, Avigdor Lieberman, informou que pelo menos 7 pessoas morreram.
"Estávamos na entrada do autocarro e em poucos segundos ouvimos um enormo estrondo," - disse Gal Malka, um adolescente israelita que ficou levemente ferido.
Este resort nesta cidade búlgara tem-se tornado um destino muito procurado pelos turistas israelitas nestes últimos anos, especialmente para os recém-graduados das escolas secundárias, antes de cumprirem o serviço militar obrigatório.
Nenhum grupo reivindicou responsabilidade pelo ataque terrorista, que ainda feriu cerca de 30 pessoas. Mas as suspeitas caíram imediatamente sobre o Irão e o seu lacaio libanês, o grupo terrorista Hezbollah.
"Todos os sinais apontam para o Irão," - afirmou Netanyahu. "Só nestes últimos meses temos visto tentativas da parte do Irão para atingir israelitas na Tailândia, Índia, Georgia, Quénia, Chipre e outros destinos. Este é um ataque terrorista iraniano que se está espalhando pelo mundo. Israel irá reagir em força ao terrorismo iraniano."
O próprio presidente Shimon Peres, em duríssimos comentários nada habituais por parte dele, afirmou que Israel irá atacar os ninhos de terrorismo espalhados pelo mundo fora:
"Fomos testemunhas de um mortífero ataque terrorista vindo do Irão... sabemos que houve outras tentativas, e desta vez conseguiram." - afirmou o presidente.
"Israel tem os meios e a vontade de silenciar e paralizar as organizações terroristas," - assegurou Peres.
Esta manhã, já o ministro da defesa, Ehud Barak, tinha afirmado que o Hezbollah, sob auspícios do Irão, era o responsável pelo ataque terrorista em Burgas.
Reforçando os comentários de Barak, o ministro para os Negócios Estrangeiros, Avigdor Liberman, afirmou esta manhã à Radio Israel que o seu país tem informações sólidas de que o Hezbollah, em cooperação próxima aos Guardas Revolucionários Iranianos tinha realizado o ataque terrorista em Burgas.
Segundo Liberman, as informações israelitas identificam com certeza e além de qualquer dúvida a mão do Irão neste ataque, mas não adiantou nada mais. Acrescentou porém que tanto o Irão como o Hezbollah não têm parado as operações contra Israel por um só momento.
"Exactamente 18 anos depois da explosão no centro da comunidade judaica na Argentina, o terrorismo criminoso iraniano continua a atingir pessoas inocentes. Este é um ataque terrorista iraniano que se vai espalhando pelo mundo fora." - comentou o primeiro-ministro.
Um video gravado pela câmara de vigilância do aeroporto mostra o bombista suspeito no aeroporto de Burgas no dia do ataque. A gravação mostra que o bombista era parecido com os turistas que chegavam ao aeroporto.


Entretanto, os 32 feridos que sobreviveram a este terrível ataque terrorista já chegaram a Israel num avião de transporte Hércules, pertencente à Força Aérea de Israel.
Shalom, Israel!

COLEIRA ERVA DE SANTA MARIA - PREÇOS ESPECIAIS PARA REVENDA

ENTRE NO LINK ABAIXO E COMPRE PARA REVENDA . https://petpetsbrasil.loja2.com.br/3600225-COLEIRA-ERVA-DE-SANTA-MARIA-REPELENTE-A-PULGAS-...