segunda-feira, 24 de junho de 2013

Acredito muito em Deus. Sou cristão, Batista´, diz Emerson Fittipaldi


“Acredito muito em Deus. Sou cristão, batista, evangélico. Sou crente, com muita fé. Isso mudou minha vida nos últimos anos. A palavra crente assusta, parece uma coisa radical, mas crente é quem crê”, disse ele.
emersoncovenrsaoEle aceitou Jesus há seis anos e garante que após a conversão, sua vida ficou melhor. “Acho que quem não acredita em Deus, nem em Jesus, tem uma vida vazia. Mas a gente precisa ser chamado por Deus para acordar. Quando sofri o acidente em 1996 na Indy, em Michigan (pouco antes de encerrar sua carreira seu carro bateu no muro e Emerson quase ficou tetraplégico), eu estava no hospital arrebentado e apareceu o Alex Dias Ribeiro (corredor de Fórmula 1), com a Bíblia, no meu quarto. Claro que sempre acreditei em Deus, mas foi ele que me fez renascer na minha fé em Jesus”, atesta.
Emerson Fittipaldi é um dos mais vitoriosos automobilistas brasileiros da história. Foi o primeiro brasileiro a se tornar campeão mundial de Fórmula 1 e em categorias de ponta no automobilismo internacional, abrindo portas para vários compatriotas. Foi bicampeão da Fórmula 1 em 1972 e 1974, campeão da CART (Fórmula Indy), em 1989 e bicampeão das 500 milhas de Indianápolis, em 1989 e 1993.
Depois de sua conversão, o piloto passou a frequentar a Igreja Batista em Miami e no Brasil. Ele e sua esposa compartilham da mesma fé e fazem questão de passar isso à diante. “A vida ganha mais sentido com Deus e é minha obrigação passar isso para as pessoas que me cercam”, disse ele.

GOSPEL HOJE

Se não tiver espaço pra mim eu racho a igreja no meio’ diz José Wellington


O Pastor José Wellington Bezerra da Costa, Atual presidente da Convenção Geral das Assembléia de Deus, CGADB, convocou a próxima assembleia geral para a sua igreja no Belenzinho em São Paulo. Se o desligamento do Pr. Samuel Câmara e afastamento dos pastores Ivan Bastos, Jonatas Câmara, e o Falecido Sostenes Apólos levantou suspeitas de perseguição eclesiástica afim de eleger seu filho sucessor da presidencia, esta nova convocação confirmou todas as dúvidas.
josewellingtonA assembleia do Belenzinho – SP,  que será de portas fechadas para pastores pagantes e organizada pelo Próprio JW em sua igreja, tem como pauta a aprovação do desligamento dos pastores citados acima, que conforme o texto da convocação, já é tido como certo. Muitos pastores tiveram reações imediatas de repúdio com mais este episódio que tem ilustrado a ‘fome de vingança e de poder’ conforme lido em alguns blogs de pastores da Assembleia de Deus na internet.
Alguns pastores citam um episódio de quebra de decoro que haveria acontecido pelo Proprio presidente a AD, ao autorizar e participar com o Pr. Gilberto Marques da inauguração de um templo da Assembleia de Deus na cidade de Belém do Pará, que deveria respeitar os parâmetros de limites da convenção em nao abrir trabalho no campo do Próprio Pastor Samuel Câmara. Ao promover a invasão de igrejas sob a ‘jurisdição eclesiástica’ do Pr. Samuel Câmara, o Pr. José Wellington abriu um precedente abominável e acabou executando o que ele já havia citado em algumas reuniões da mesa diretora, “Se não tiver espaço pra mim eu racho a igreja no meio.” Frase esta que teria sido falado pelo proprio Pr. José Wellington segundo sites e blogs de pastores da Convenção.
Veja o que o Pr. Geremias do Couto escreveu sobre a convocação da AGO na igreja do Belenzinho:
Embora com data de 4 de junho, só ontem foi publicado no portal da CGADB o Edital de Convocação para a AGE da CGADB, prevista para ser realizada no dia 2 de setembro, na AD do Belenzinho, SP. Valeu o questionamento do blog sobre a demora na publicação, embora permaneçam as dúvidas que levantei sobre o modo como essa AGE está sendo conduzida.
Em uma rápida análise da forma como o Edital foi redigido, percebe-se com clareza meridiana que a Mesa Diretora dá como fato consumado a aprovação pela AGE da suspensão do 1° tesoureiro, pastor Ivan Bastos. O uso de vocábulos afirmartivos, presumindo que esse será o direcionamento dos convencionais inscritos, denota, por si só, a intenção de produzir esse resultado. Isso fica explícito, por exemplo, quando se define o horário para a “deliberação da matéria com julgamento e aplicação da pena”. Trata-se de um vício que pode ser questionado mais adiante.
Causa-me estranheza que a Convocação não se reporte à decisão que a Mesa Diretora teria tomado de suspender o pastor Ivan Bastos de suas funções. Ela remete o assunto diretamente para o plenário da AGE, a quem caberia “aplicar a pena que couber”. Afinal, houve ou não a suspensão, já que o pastor Álvaro Allen Sanches já teria sido notificado para assumir a titularidade de tesouraria? É por essas e outras que fica difícil acreditar nas “boas intenções” da Mesa Diretora da CGADB.
O Edital informa que as sessões serão realizadas na rua Dr. Fomm, 140, bairro Belezinho, próximo à estação do Metro Belém, na cidade de São Paulo. Trata-se do novo templo em construção daquele ministério, que, segundo informações, teria capacidade para até oito mil pessoas. As inscrições obedecerão o mesmo critério da última AGO. Elas estarão abertas a partir do dia 1 de julho até às 19:00hs do dia 22 do mesmo mês, mediante pagamento da taxa de R$ 50,00 através de boleto bancário disponibilizado no portal da CGADB. Não será fornecida alimentação, locomoção e hospedagem. Ou seja, cada um se vire como puder. O acesso ao plenário se dará através de catracas eletrônicas e a votação será também por meio eletrônico.
Detalhe: teremos todos esses custos para deliberar apenas sobre a suspensão (ou desligamento) do pastor Ivan Bastos e votar a eleição do suposto novo tesoureiro. Pastores terão de se deslocar das cidades mais distantes só para isso ou deixarão a decisão por conta dos pastores ligados ao Belenzinho, o que, no fundo, seria a intenção do presidente da CGADB, visto que a AGE está marcada para o mesmo dia em que se realiza a tradicional reunião de obreiros do ministério. Nada de discutir assuntos que interessem ao futuro da denominação. Durma-se com um barulho desse. Como se diz na linguagem dos meninos que soltam pipas: “É para passar o cerol”.
Por fim, soube por outras fontes que também ontem o pastor Samuel Câmara teria recebido a notificação de seu desligamento, com a mesma data de 4 de junho, aprovado pela Mesa Diretora em sua última reunião. Conforme consta em seu perfil no Facebook, ele teria encontrado uma série de vícios insanáveis e estaria estudando as medidas cabíveis a serem tomadas no caso. A decisão não será apreciada pela mesma AGE porque, segundo o estatuto, só cabe recurso para uma AGO, que só terá lugar daqui a dois anos. Mas diante de vícios tão flagrantes e do explícito cerceamento da defesa, não creio que ele esperará todo esse tempo para pedir a sua reintegração. O saudoso pastor Sóstenes Apolos e o pastor Jônatas Câmara estão com os seus julgamentos suspensos por terem apresentado atestado médico, justificando a ausência na reunião.


NOTICIAS GOSPEL

EU APÓIO ESSA MANIFESTAÇÃO . DIA 15/07/2013 PARALIZAÇÃO GERAL DOS CAMINHONEIROS EM FAVOR DA REDUÇÃO DOS PEDÁGIOS .

COMPARTILHE NO MAXIMO QUE PUDER. VAMOS PARAR O BRASIL NO DIA 15/07 DAS 17 AS 20  HORAS . SERÁ APENAS UMA AMÓSTRA DE NOSSA CLASSE. NESSE DIA , NESSA HORA PARA SEU CAMINHÃO .

Urgente: Ajude a derrotar o movimento supremacista homossexual no Brasil

Envie para Julio Severo todos os dados que você tem sobre a militância gay

Julio Severo
É fato que o movimento supremacista homossexual não se sustenta com recursos próprios. Denunciei, dois anos atrás, como o movimento gay conseguiu que seus aliados petistas investissem quase dois milhões de reais no infame kit gay.
Denunciei também, em 2010, como o governo Lula havia dado 300 milhões de reais para a causa gay no Brasil.
Como então conseguiremos proteger nossas famílias de um movimento gordo de dinheiro de impostos? Esse dinheiro, é claro, nunca saiu do bolso de Lula, Dilma e outros petistas. Saiu do nosso bolso. Os esquerdistas, se fazendo de Robin Hoods pervertidos, roubam da sofrida população do Brasil para enfiar bem naquele lugarzinho imundo dos supremacistas gays.
Portanto, qualquer primeiro passo para reverter esse quadro e retornar ao povo o dinheiro que está sendo jogado fora nas farras gays é denunciar esses ilícitos e imorais investimentos ideológicos.
Se quisermos impedir o movimento supremacista de continuar usando seus aliados esquerdistas no governo para tirar dinheiro do trabalhador brasileiro, o momento é agora. O povo está revoltado por estar sendo massacrado por impostos. É inadmissível que, num momento em que o Brasil está sendo jogado para o buraco da recessão econômica, milhões sejam jogados para aquele buraco negro imundo dos supremacistas gays.
Este é o momento de reagirmos.
Preciso da ajuda de todo o público para essa missão, que não é de um homem só. Todos precisam se envolver.
Precisamos descobrir os nomes completos dos líderes do movimento supremacista gay, as ONGs que cada um possui, o CNPJ dessas ONGs e tudo relacionado a verbas.
Precisamos coletar os dados sobre os recursos públicos que eles recebem (TCU, CGU e Diário Oficial).
Pessoas com especialidade na internet podem ajudar fazendo pesquisas no Google para descobrir quantos milhões o governo e seus aliados esquerdistas estão transferindo às ONGs gays e quantos milhões estão sendo desviados pelos donos dessas ONGs.
Precisamos descobrir urgentemente como o governo federal está pagando diárias e passagens aéreas para que os donos dessas ONGs façam campanhas de pressão legal e política em Brasília.
Podemos começar com o Toni Reis, que por muitos anos foi presidente da ABGLT, seu “marido” David e outros ativistas LGBT, tais como Welton Trindade e Caio Varela (ambos de Brasília).
- Qual seria o nome completo desses caras?
- Que ONGs são dirigidas por cada um deles?
- Qual o CNPJ dessas ONGs?
- O que há disponível nos sites do TCU, CGU e Polícia Federal acerca dessas ONGs?
- O que há disponível nos sites do TCU, CGU e Polícia Federal sobre esses donos de ONGs?
Esse é um trabalho de união de muitas pessoas. Sozinho nada posso fazer. Para que eu possa prosseguir na grande denúncia que pretendo fazer neste momento oportuno, preciso da ajuda de todos.
Quem pode me ajudar nessa pesquisa?
Mande, por favor, toda sua comunicação e documentação para mim neste email: juliosevero@hotmail.com
Preciso de sua ajuda urgente!
Vamos lá, pessoal. A hora é agora! Não podemos esperar mais.
JULIO SEVERO

Divórcio no civil e no religioso. Vaticano concede anulação de casamentos


casamento
Praticamente todas as pessoas que procuram a anulação no Tribunal Eclesiástico já estão com seus casamentos acabados na prática há algum tempo. Segundo o advogado eclesiástico Daniel Noronha, o objetivo da maior parte dos cônjuges que anulam casamento é se casar outra vez na Igreja Católica.
Este foi o caso do engenheiro Carlos Alberto Carvalho, 42, e de sua atual mulher, a psicóloga Catarina Rocha Carvalho, 36.

Os dois já tinham se separado judicialmente de seus primeiros parceiros quando se conheceram, há cerca de oito anos.Um ano depois, eles foram morar na mesma casa, cada um levando dois filhos do primeiro casamento. Mesmo sob o mesmo teto, Carvalho e Catarina não aguentaram a pressão das famílias católicas e resolveram se casar.
“Não somos muito religiosos, não frequentamos igreja constantemente, mas anulamos nossos casamentos para satisfazer um desejo de minha mãe, que é uma verdadeira beata”, afirmou Carvalho.
Moradores de São José dos Campos, eles entraram com os pedidos de anulação de casamento no Tribunal Eclesiástico de Aparecida, em 1990. Um ano e meio depois, o processo estava concluído e o casal pronto para se casar novamente.

“Colocar véu e grinalda pela segunda vez foi mais emocionante do que na primeira. Anular o casamento foi uma grande decisão”, disse Catarina.
Já os católicos praticantes procuram os tribunais eclesiásticos movidos por uma razão mais dogmática. “Muitas vezes essas pessoas já estão convivendo com terceiros, sentem-se em pecado na igreja e acham a nulidade necessária”, afirma Noronha.

História 
O Tribunal Eclesiástico de São Paulo existe desde 1901 e, apesar de ser pouco conhecido, sempre esteve aberto ao público.
De sua fundação até 1970, o tribunal funcionou na antiga sede da Cúria Metropolitana, na rua Santa Tereza, ao lado da praça da Sé (centro de São Paulo).
Entre 1970 e 1972, o tribunal continuou usando as dependências da Cúria, que se mudou para a avenida Higienópolis (também na região central).
Nesse ano, o tribunal atravessou a rua e se mudou para os porões do Colégio Nossa Senhora de Sion, onde também funcionava até 1976 a sede da CNBB (Congregação Nacional dos Bispos do Brasil).
Segundo o cônego Antônio Munari dos Santos, todos os países que mantêm relações diplomáticas com o Vaticano possuem tribunais eclesiásticos.
“Acredito que existam tribunais em cerca de 150 países, inclusive no Irã, um país muçulmano”, afirmou. (OTÁVIO CABRAL)


GOSPEL HOJE

CAPETA MOTORIZADO - Homem invade igreja com seu carro alegando que perseguia um demônio

Um homem invadiu um templo da Igreja Católica com seu carro para se refugiar na última quinta-feira. Ele deve responder na justiça pelos danos materiais no templo. O caso aconteceu na Espanha.

Após a invasão ele alegou que “perseguia um demônio”. Vizinhos confirmaram ao jornal espanhol La Opinion de Murcia as declarações do invasor. As tentativas de forçar a porta de entrada provocou um grande temor nos presentes, assustados com barulho alto produzido.
“Quando ele finalmente conseguiu romper a porta, parecia que uma bomba tinha caído”, contou uma testemunha ao jornal. Houve uma grande histeria nesse momento com os moradores próximos ao local do acidente. “Porque os vizinhos acreditavam que tinha havido um ataque”, relatou outra pessoa presente na igreja.
Fontes contaram que o homem apresentava sinais visíveis de perturbação mental e portava um facão escondido em seu corpo.
Na hora do incidente, por volta das sete e meia da noite, a igreja estava praticamente vazia. Poucos católicos estavam rezando o rosário no local. Duas vítimas do grupo receberam atendimento médico por causa de ferimentos leves nos braços e nas pernas.
Após a ocorrência, o condutor do veículo foi algemado e encaminhado para a delegacia local da região de Murcia para um interrogatório. Foi realizado um teste de bafômetro para comprovar a ingestão de bebidas alcoólicas, mas o resultado deu negativo.
Um tribunal deve ser agendado para o caso, em decorrência dos prejuízos na entrada interior da igreja e nas fileiras de bancos destruídas com a violência do choque.
No último final de semana, em Guarulhos (SP), um carro também invadiu uma igreja evangélica durante um culto. O carro destruiu bancos e chegou até o púlpito da Assembleia de Deus. O motorista apresentava sinais de embriaguez e perdeu o controle da direção do veículo. Cinco pessoas ficaram levemente feridas.


CP

Evangélicos pedem retratação de Datena por relacionar Marco Feliciano com morte de gay na boate Queen

datenaEm reportagem sobre a morte de um rapaz gay espancado na boate Queen, no Rio de Janeiro, o apresentador Datena gerou polêmica ao relacionar o acontecido com os princípios defendidos pelo pastor e deputado Feliciano (PSC).

  • (Foto: Divulgação)
    José Datena, apresentador do Brasil Urgente da Rede Bandeirantes.
Segundo um internauta que reproduziu o discurso de Datena, o apresentador teve a intenção de dizer que a morte teria sido consequência de posturas como a adotada por Marco Feliciano em relação aos homossexuais.
“Datena diz agora no ar: ‘o que o Pr Marcos Feliciano defende é uma canalhice!” escreveu o pastor Gracindo.
Não demorou muito e o Twitter virou palco de manifestações contra o apresentador. Líderes evangélicos como Marisa Lobo se indignaram com a fala de Datena.
Em sua conta a psicóloga cristã anunciou primeiro sobre a fala do apresentador: “#BRASILURGENTE Datena acaba de CULPAR o Dep. @marcofeliciano pela morte de homo. Lembrando irmão,o Pr representa a IGREJA p/ mundo secular.”
Marisa Lobo, inconformada, respondeu: “Até dentro de BOATES GAYS @DatenaOficial seremos responsabilizados pelas brigas? acha que somos "imbecis" mesmo? #DesonestidadeIntelectual”.

E chamou o episódio de ditadura ideológica: “Estamos cansados @DatenaOficial dessa #DitaduraIdeológica q usa a dor da morte,p/ tentar nos vincular a crimes #Cristofobia é o nome disso”.
Ela e outros usuários do Twitter continuaram a discussão pedindo que o apresentador se retratasse frente aos evangélicos.
“Se, O senhor tiver um pouquinho de dignidade e humildade @DatenaOficial , vai pedir desculpas a nós evangélicos que nos sentimos ofendidos”, escreveu ela.
Já o pastor Marco Feliciano, apesar de ser o alvo da polêmica, teve uma postura apaziguadora. Feliciano acredita que tudo se trate de um mal entendido e que se assim for, Datena irá desfazer o mal entendimento.
“Qdo perseguiram o @DatenaOficial por falar em Deus eu usei a Tribuna do Parlamento p defendê-lo, não q tenha me pedido, fiz por justiça. Informaram q o @DatenaOficial usou o assassinato de um homossexual em uma boate gay p dizer que é culpa minha. Se for verdade é lamentável. Caso o @DatenaOficial tenha feito tal comentário o q sinceramente não creio, tenho certeza q qdo colocar a cabeça no travesseiro meditará”, escreveu Marco Feliciano em seu Twitter.
“E acredito q o @DatenaOficial terá a grandeza de desfazer esse mal entendido, afinal é um dos maiores formadores de opinião desse país, E eu amigo @DatenaOficial bem como os evangélicos desse país admiramos e respeitamos você por ser quem é! Um abraço e Deus te abençoe!”


CP

Dia dos PMs de Cristo será celebrado, hoje, em sessão solene


A data - 25 de junho - coincide com o aniversário de fundação da associação. Celebração ocorrerá na véspera,
dia 24, na Assembleia Legislativa


Plenário "Presidente Juscelino Kubitschek" da Alesp terá sessão solene pelo Dia dos PMs de Cristo
 

Uma nova data no calendário do Estado de São Paulo, o Dia dos PMs de Cristo - 25 de junho, será celebrada, em sessão solene na Assembleia Legislativa na noite de 24 de junho, segunda-feira, às 20 horas. A data foi instituída no ano passado, por meio da Lei Estadual 14.798 de junho de 2012, sancionada pelo governador Geraldo Alckmin. De autoria do pastor e deputado estadual José Bittencourt, a lei insere o Dia dos PMs de Cristo no calendário oficial do Estado, com o objetivo de homenagear a Associação dos Policiais Militares Evangélicos do Estado de São Paulo.
A cerimônia, que ocorrerá às vésperas do Dia dos PMs de Cristo, será no Plenário "Presidente Juscelino Kubitschek", sob a coordenação do deputado José Bittencourt, e contará com a participação da diretoria dos PMs de Cristo, amigos, convidados e membros da associação. A banda dos PMs de Cristo fará uma participação especial.
Além das homenagens, durante a sessão também será apresentada um pouco da história e atuação da Associação, que tem como missão levar a palavra fé, vida e esperança à família policial militar. “Sentimos-nos honrados e gratos pela estima do pastor e deputado José Bittencourt e, no momento em que celebramos 21 anos da missão, esse gesto vem incentivar ainda mais à causa e dos PMs de Cristo", declarou o vice-presidente dos PMs de Cristo, Cel Terra.
A HISTÓRIA DOS PMs DE CRISTO
Em 25 de junho de 1992 um grupo de policiais militares deu início à Associação que nas décadas seguintes congregaria cristãos evangélicos e representaria um marco no auxílio espiritual e emocional aos homens e mulheres que integram a corporação. Todo o caminho percorrido até aqui pela Associação dos Policiais Militares Evangélicos do Estado de São Paulo – PMs de Cristo -, é motivo de agradecimento de seus líderes, associados e amigos.
Com a missão levar a mensagem de fé, vida e esperança à família policial militar e o propósito de oferecer consolo espiritual, emocional e psicológico aos homens e mulheres, que se colocam na linha de frente da defesa da sociedade, os PMs de Cristo atuam há 21 anos em todo o Estado de São Paulo. Seus trabalhos são realizados por meio de Núcleos, que congregam voluntários, militares e civis, os Policiais de Cristo promovem em diversas unidades policiais, reuniões semanais denominadas “Momento com Deus”, com reflexões bíblicas e orações, visando o fortalecimento da fé e a melhoria do ambiente de trabalho e da qualidade de vida.
Com o projeto Ronda de Valorização da Vida (Ronda Missionária), capelães voluntários realizam visitas às unidades policiais, hospitais e presídios, prestando apoio e socorro aos policiais necessitados e com problemas pessoais, inclusive aos internos no Hospital da Polícia Militar e no Presídio Romão Gomes. Quando necessário, encaminham o caso a profissionais de psicologia e a outros órgãos parceiros.
A entidade promove Cultos de Ação de Graças por ocasião de aniversários de unidades policiais, formaturas de cursos e outros eventos especiais. Realiza, também, palestras de qualidade de vida e prevenção ao uso de drogas. Pioneira e de caráter singular, os PMs de Cristo conquistaram o respeito e o reconhecimento do Comando da Polícia Militar, bem como das mais expressivas lideranças religiosas e seculares, pelos significativos serviços prestados à sociedade.
Saiba mais sobre a associação no site www.pmsdecristo.org.br
facebook.com.br/pmsdecristo
Twitter: @pms_de_cristo
 

Convite:


Lei Geral das Religiões segue para o Plenário do Senado

Projeto aprovado ontem pela Comissão de Assuntos Sociais garante o livre exercício da crença e dos cultos religiosos, até com previsão de espaço no plano diretor das cidades.
Debatedores dizem que lei não pode regular diversidade religiosa.
A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) aprovou ontem o projeto da Lei Geral das Religiões (PLC 160/2009), que garante o livre exercício da crença e dos cultos religiosos. Devido a acordo de líderes, a proposta agora segue direto para o Plenário, sem precisar ser votada na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).
Relatado por Eduardo Suplicy (PT-SP), o projeto foi aprovado com cinco emendas. Uma delas, de Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), estabelece que o Estado assegure os direitos constitucionais das denominações religiosas, desde que haja personalidade jurídica para parceria em atividades de interesse público.
Também por emenda de Rollemberg, instituições religiosas, mesmo sem organização formal, poderão oferecer assistência religiosa em hospitais, presídios, quartéis das Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica) e das forças auxiliares (polícias militares e bombeiros). Ao acatar as emendas, Suplicy ressaltou que a exigência de registros inviabilizaria o exercício de religiões de matriz afro-brasileiras, pois as casas de culto ou comunidades de terreiros, na maioria, são de estrutura familiar.
— A lei pretendida não cria exigência de registro para que um grupo humano se reúna e compartilhe crenças e ritos, direito que já é garantido pelo Estado. O que o projeto pretende fazer é fixar condições isonômicas para que uma associação religiosa obtenha personalidade jurídica e possa estabelecer relação formal com o Estado — explicou o relator.

Parcerias

Suplicy observou que o Estado é beneficiado por parcerias com organizações religiosas em atividades de assistência social. Apesar de laico, o Estado brasileiro relaciona-se com todas as religiões e não é contrário a nenhuma delas, disse.
— O Estado é equidistante de todas as religiões, mas, simultaneamente, não vê a necessidade de hostilizar a vida e as competências éticas e educativas que, normalmente, as religiões representam. Ao contrário, o Estado brasileiro, por sua natureza histórica, ­alia-se às religiões naquilo que elas têm de universal e humanista, no que tem feito muito bem — afirmou Suplicy.
O projeto aprovado pela CAS, reafirmando princípios constitucionais, declara livre a manifestação religiosa em locais públicos, desde que não contrarie a ordem e a ­tranquilidade públicas. Ainda segundo a proposta, o plano diretor das cidades deve prever espaços para fins religiosos.
No que se refere à educação, Suplicy retirou do texto a declaração de que o ensino religioso faz parte da formação básica do cidadão. No entanto, as escolas públicas de ensino fundamental oferecerão a disciplina, de matrícula facultativa, em horários normais da escola, com observância à diversidade religiosa do país.
Ainda de acordo com o projeto, o casamento celebrado em conformidade com as normas das denominações religiosas reconhecidas no país terá efeito civil após registro próprio a partir da data da celebração, contanto que atenda as exigências legais.

Senado Federal


Nove integrantes da Igreja Congregação Cristã morrem em acidente em SC

acidente Igreja Congregação CristãNove integrantes da Igreja Congregação Cristã no Brasil morreram em um grave acidente na rodovia estadual SC-386, entre os municípios Mondaí e Iporã do Oeste, localizados no estado de Santa Catarina (SC). Eles estavam em um ônibus com 39 passageiros evangélicos, que partiu de Foz de Iguaçu (PR) para participar de um encontro religioso em Santa Rosa (RS) no último final de semana.

  • (Foto: Divulgação/Polícia Militar Rodoviária)
    Em acidente na SC-386, morreram nove integrantes da Igreja Congregação Cristã, que iam para encontro religioso no RS
O acidente aconteceu na manhã do sábado (22). As vítimas são cinco mulheres e três homens, além de um adolescente. Desses, quatro pessoas morreram no local e cinco nos hospitais. Além deles, outros 14 cristãos, pelo menos, ficaram feridos e foram levados para três hospitais na região.
Conforme a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), o ônibus saiu da pista e capotou em uma ribanceira. A região é de muitos aclives, declives e curva. O ônibus caiu de uma altura aproximada entre dez e 15 metros. Um inquérito, com base nas informações colhidas pelos peritos que estiveram no local, será aberto para investigar o caso.
No veículo fretado, estavam moradores de Foz do Iguaçu (PR), de Curitiba (PR) e de Itatiba (SP).
A prefeitura de Foz do Iguaçu (PR), localizado no oeste do Paraná (PR), divulgou nota lamentando o ocorrido e disse “Em respeito aos costumes da Igreja, não será decretado luto no município”. Nessa cidade, um velório coletivo foi organizado no ginásio de esportes Ronaldo Schmidel Nunes e foi realizado no domingo (23).

CP

A MACUMBA DA UNIVERSAL-

Eu , que sempre procuro algo para mostrar aos meus leitores , me deparei com isso .

O que você acha ?  comente .


SERIA MACUMBARIA GOSPEL ?  COMENTE
 
 
BG

COPIADO DA INTERNET - A VERGONHA DA BANCADA DITA EVANGÉLICA E A PEC 37


Muitos parlamentares evangélicos, bem como, os líderes que estes representam, são alvo de investigações do Ministério Público e possuem pendências com a justiça 


REDAÇÃO

A resposta a questão formulada no título desta matéria foi dada na forma de brado pela maioria dos  leitores que deixaram comentários e reações na matéria "Deputados Evangélicos " SEM fome e sede de justiça"? Conheça os ungidos favoráveis a PEC 37",  publicada ontem no Genizah. 

Aos leitores precisando de subsídios para tirar as suas próprias conclusões , oferecemos a lista de deputados evangélicos com pendências na justiça. O levantamento foi realizado, por alguns veículos (1), a partir de informações da Transparência Brasil.


Revela-se uma estranha coincidência (?) entre a lista dos deputados federais evangélicos favoráveis a PEC 37 e lista dos deputados evangélicos ficha-suja. Naturalmente, há quem tenha a ficha limpa e não figure na lista a seguir e há também muitos deputados evangélicos contra a PEC 37. Pelo menos uns 31, segundo a nossa avaliação. Contudo é perturbador constatar o enorme percentual de deputados engajados na luta a favor da impunidade, onde muitos destes estão, claramente, querendo legislar em causa própria.
A falta de compromisso destes parlamentares com o a justiça acentua-se com a hipocrisia de suas propostas corporativas ou obscurantistas. 
O paladinos da moralidade alheia respondem a processos na Justiça Eleitoral e no foro privilegiado do STF (Supremo Tribunal Federal). A maioria é a favor da PEC 37, proposta que reduz a capacidade de investigação, justamente, dos crimes de "sua preferência", como atesta a lista, a seguir. 

Entre os deputados integrantes da Bancada Evangélica com pendências na Justiça, a maioria responde a acusações como peculato (furto ou apropriação de bens ou valores públicos), improbidade administrativa, corrupção eleitoral, abuso de poder econômico, sonegação fiscal e formação de quadrilha. Enfim, crimes do colarinho branco onde a atuação das instituições que a PEC 37 pretende amarrar têm sido decisiva nestes últimos anos.
Lista dos deputados que compõem a bancada evangélica e que estão prestando contas à Justiça. O levantamento foi feito pela organização não governamental Transparência Brasil.

Assembleia de Deus

Deputado Hidekazu Takayama
Hidekazu Takayama – PSC/PR
TRF-1 (Seção Judiciária do Distrito Federal) – Processo 0031294-51.2004.4.01.3400 - de Ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal. STF – Inquérito nº 2652/ 2007 - Inquérito apura crimes contra a ordem tributária, estelionato e peculato.
Deputado Sabino Castelo Branco
STF – Processo nº 538 - Réu em ação penal movida pelo Ministério Público Federal por peculato. STF – Inquérito nº 2940 - É alvo de inquérito que apura crimes contra a ordem tributária. TSE – Processo nº 504786.2010.604.0000 - É alvo de recurso contra expedição de diploma apresentado pelo Ministério Público Eleitoral por abuso de poder econômico e uso indevido de meio de comunicação social. TSE – Processo nº 874.2011.604.0000 - É alvo de representação movida pelo MPE por captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral. TRE-AM – Processo nº 90095.2002.604.0000 - Teve reprovada prestação de contas referente às eleições de 2002. TRE-AM – Processo nº 424843.2010.604.0000 - Teve reprovada prestação de contas referente às eleições de 2010. TRE-AM – Processo nº 485034.2010.604.0000 - É alvo de representação movida pelo MPE.TRF-1 Seção Judiciária da Amazônia – Processo nº 0001172-68.2007.4.01.3200 - É alvo de ação de execução fiscal movida pela Fazenda Nacional. TJ-AM Comarca de Manaus – Processo nº 0039972-21.2002.8.04.0001 - É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual.
Deputado Ronaldo Nogueira
Ronaldo Nogueira – PTB/RS
TCE-RS (processo 008255-02.00/ 08-2) – Irregularidades na gestão da Câmara de Carazinho. TCE-RS (processo 001084-02.00/ 01-0) – Idem. TCE-RS (processo 010264-02.00/ 00-4) – Idem.
João Campos de Araújo – PSDB/GO
TRF-1 (Seção Judiciária do Distrito Federal – processo 0031294-51.2004.4.01.3400 - É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal.
Deputado evangélico da Conceição Costa Ferreira
TRF-1 (Seção Judiciária do Distrito Federal) – processo 0031294-51.2004.4.01.3400 - É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal. É alvo de ações de execução fiscal movidas pelo município de São Luís: TJ-MA Comarca de São Luís – Processo nº 7092-32.2007.8.10.0001TJ-MA Comarca de São Luís – Processo nº 1793-35.2011.8.10.0001
deputada evangélica Antônia Câmara
TRE-AC – processo 497/ 2002 - Teve reprovada a prestação de contas referente às eleições de 2002. É alvo de ações penais movidas pelo Ministério Público por crimes eleitorais (peculato/captação ilícita de votos ou corrupção eleitoral). STF – processo 585STF – Processo nº 587TRE-AC – processo 177708/ 2010 - É alvo de inquéritos que apuram crimes eleitorais e contra a administração em geral: STF – inquérito 3083TRE-AC – Inquérito 245STF – Inquérito nº 3133. É alvo de ações de investigação judicial eleitoral por abuso de poder econômico: TRE-AC – processo 142143/ 2010TRE-AC – processo 178782/ 2010TRE-AC – processo 142835/2010. É alvo de representações movidas pelo MPE por captação ilícita de sufrágio e/ ou captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral: TRE-AC – processo 180081/ 2010TRE-AC – processo 194625/ 2010 e TRE-AC – processo 142058/ 2010
deputado evangélico Cleber Verde Cordeiro Mendes
STF – processo 497/2008 - É alvo de ação penal movida pelo Ministério Público Federal por crimes praticados contra a administração em geral (inserção de dados falsos em sistema de informações). TRE-MA – processo 603979.2010.610.0000 - É alvo de ação de investigação judicial movida pelo Ministério Público Eleitoral por uso de poder político e conduta vedada a agentes públicos. 18 - Anderson Ferreira Rodrigues – PR/PE
deputado evangélico Nilton Capixaba
Nilton Baldino (Capixaba) – PTB/RO
STF – Processo nº 644 - Acusado de envolvimento com a máfia das ambulâncias, é réu em ação penal movida pelo Ministério Público Federal por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal – Processo nº 0031294-51.2004.4.01.3400 - É alvo de ação civil pública movida pelo MPF. TRF-1 Subseção Judiciária de Ji-Paraná – Processo nº 0000432-26.2007.4.01.4101 - É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo MPF por envolvimento com a máfia das ambulâncias.
deputado evangélico Silas Câmara
Silas Câmara – PSC/AM
STF – inquérito 2005/2003 - É alvo de inquérito que apura peculato e improbidade administrativa. STF – inquérito 3269 e STF – inquérito 3092 - É alvo de inquéritos que apuram crimes eleitorais. TRF-1 Seção Judiciária da Amazônia – processo 0004121-02.2006.4.01.3200 - É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal. É alvo de representação e ações de investigação judicial movidas pelo Ministério Público Eleitoral por captação ilícita de sufrágio e abuso de poder econômico: TRE-AC – processo 180081.2010.601.0000TRE-AC – processo 142835.2010.601.0000TRE-AC – processo 178782.2010.601.0000TRE-AM – processo 73203919.2005.604.0000 - O PTB teve reprovada a prestação de contas referente ao exercício financeiro de 2004, quando o parlamentar era ordenador de despesas do partido em nível estadual.
deputado evangélico Zé Vieira
É alvo de inquéritos que apuram crimes de responsabilidade, peculato e sonegação de contribuição previdenciária: STF – inquérito 3051STF – inquérito 3078STF – inquérito 2945STF – inquérito 2943STF – Inquérito 3047. É alvo de ações civis públicas, inclusive de improbidade administrativa, movidas pelo Ministério Público e pelo município de Bacabal: TRF-1 Seção Judiciária do Maranhão – processo 0005980-37.2008.4.01.3700TJ-MA Comarca de Bacabal – processo 378-16.2009.8.10.0024TJ-MA Comarca de Bacabal – processo 1771-15.2005.8.10.0024TJ-MA Comarca de Bacabal – processo 279-56.2003.8.10.0024. É alvo de ações de execução movidas pela Fazenda Nacional — por exemplo: TRF-1 Subseção Judiciária de Bacabal – processo 0000629-69.2011.4.01.3703TRF-1 Subseção Judiciária de Bacabal – processo 693-79.2011.4.01.3703TRF-1 Subseção Judiciária de Bacabal – processo 0000908-55.2011.4.01.3703TJ-MA Comarca de São Luís – Processo 6007-40.2009.8.10.0001. Foi responsabilizado por irregularidades em convênios e aplicação de recursos e teve contas reprovadas: TCU – Acórdão 5659/ 2010TCU – Acórdão 3577/2009TCU – Acórdão 3282/2010TCU – Acórdão 2679/2010TCU – Acórdão 749/2010TCU – Acórdão 1918/ 2008 (teve o nome incluído no TCU – Cadastro de responsáveis com contas julgadas irregulares). TCU – Acórdão 801/ 2008 (teve o nome incluído no TCU – Cadastro de responsáveis com contas julgadas irregulares). TCE-MA – processo 2600/1999TCE-MA – processo 3276/2005.
deputado evangélico Marcelo Theodoro de Aguiar
TRE-SP – Processo 1077244.2010.626.0000 - Teve reprovada prestação de contas referente às eleições de 2010.

Igreja Presbiteriana


deputado evangélico lemos barros quintão
Leonardo Lemos Barros Quintão – PMDB/MG STF – Inquérito nº 2792 - É alvo de inquérito que apura crimes eleitorais. TJ-MG Comarca de Belo Horizonte – Processo nº 5034047-88.2009.8.13.0024 - É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Estadual.
deputado evangélico Edmar Arruda
Edmar de Souza Arruda – PSC/PR STF – inquérito 3307 - É alvo de inquérito que apura crimes contra o meio ambiente e o patrimônio genético.
deputado evangélico Edinho Araújo
Edson Edinho Coelho Araújo (Edinho Araújo) – PMDB/SP
STF – Inquérito nº 3137 - É alvo de inquérito que apura crimes previstos na lei de licitações. TJ-SP Comarca de São José do Rio Preto – Processo 576.01.2009.043791-5 – É alvo de ação de execução fiscal movida pela Fazenda estadual. É alvo de ações de improbidade administrativa movidas pelo Ministério Público Estadual: TJ-SP (segunda instância) – processo 9035424-43.2006.8.26.0000, TJ-SP (Comarca de São José do Rio Preto) – Processo nº 576.01.2010.062759-8. O TCE-SP julgou irregulares processos licitatórios e contratos firmados pela prefeitura de São José do Rio Preto: TCE-SP – processo 2832/008/04TCE-SP – processo 313/008/02TCE-SP – processo 2432/008/07
deputado evangélico Anthony Garotinho
-  Anthony William Garotinho Matheus De Oliveira (Anthony Garotinho) – PR/RJ É alvo de inquéritos que apuram crimes eleitorais: STF – Inquérito 2601/2007STF – inquérito 2704/2008TRF-2 (Seção Judiciária do Rio de Janeiro – Processo nº 2008.51.01.815397-2 - É réu em ação penal referente à máfia dos caça-níqueis e movida pelo Ministério Público Federal por lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, corrupção e crimes contra a administração pública. Chegou a ser condenado a dois anos meio de prisão. A pena foi convertida em prestação de serviços e suspensão de direitos. É alvo de ações de improbidade administrativa: TJ-RJ Comarca de Nova Iguaçu – processo 0026769-53.2005.8.19.0038TJ-RJ Comarca de São Fidelis – processo º 0000249-07.2011.8.19.0051TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0050419-80.2004.8.19.0001TJ-RJ Comarca de Campos dos Goytacazes – processo 0011729-64.2009.8.19.0014TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0040380-19.2007.8.19.0001TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0040412-24.2007.8.19.0001TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0039456-08.2007.8.19.0001TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0064717-67.2010.8.19.0001TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0183480-95.2008.8.19.0001TRE-RJ – processo 764689.2008.619.3802 - Em ação judicial eleitoral, foi condenado por abuso de poder econômico e uso indevido de veículo de comunicação social. A Justiça decretou inelegibilidade.

Igreja Universal do Reino de Deus

deputado evangélico José Heleno da Silva
José Heleno da Silva – PRB/SE
É alvo de ações de improbidade administrativa movidas pelo Ministério Público Federal: TRF-5 Seção Judiciária de Sergipe – processo 0005364-36.2010.4.05.8500TRF-5 Seção Judiciária de Sergipe – processo 0005511-67.2007.4.05.8500 (Acusado de envolvimento com a máfia das ambulâncias), TRF-1 Seção Judiciária de Mato Grosso – processo 0015233-58.2008.4.01.3600 - É alvo de medidas investigatórias referentes à máfia das ambulâncias e conduzidas pelo Ministério Público Federal. O TRE reprovou as prestações de contas do PL referentes aos exercícios financeiros de 2003 e de 2005, quando o parlamentar era dirigente do partido em nível regional: TRE-SE – processo 34792.2004.625.0000
deputado evangélico Vitor Paulo Araújo dos Santos
STF – processo 592 - É réu em ação penal movida pelo Ministério Público por crimes eleitorais.
deputado evangélico Antônio Bulhões
STF – inquérito 2930/ 2010 - É alvo de inquérito que apura peculato. TRF-3 Seção Judiciária de São Paulo – Processo 0044601-82.2002.4.03.6182 – É alvo de ação de execução fiscal movida pela Fazenda Nacional. TRF-3 Seção Judiciária de São Paulo – Inquérito 0005062-78.2003.4.03.6181 – É alvo de inquérito que apura apropriação indébita e crimes contra o patrimônio.
deputado evangélico Jhonatan Pereira de Jesus
TRE-RR – processo 229176.2010.623.0000 - Teve reprovada a prestação de contas referente às eleições de 2010.

Igreja Do Evangelho Quadrangular


deputado evangélico Jefferson de Campos
TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal – processo 0031294-51.2004.4.01.3400 - É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal. É alvo de ações de improbidade administrativa movidas pelo MPF por envolvimento com a máfia das ambulâncias: TRF-3 Seção Judiciária de São Paulo – processo 0004928-22.2011.4.03.6100, TRF-3 Subseção Judiciária de Santos – processo 0000249-06.2007.4.03.6104
deputado evangélico de Oliveira
Mário de Oliveira – PSC/MG
TRE-MG – Processo 60069.2011.613.0000 - É alvo de inquérito que apura crime eleitoral. STF – inquérito 2727 - É alvo de inquérito que apura crimes de responsabilidade, contra a ordem tributária e previstos na lei de licitações, além de formação de quadrilha, falsidade ideológica, estelionato e lavagem ou ocultação de bens, direitos ou valores.
deputado evangélico Josué Bengtsons
Josué Bengtson – PTB/PA
TRF-1 Seção Judiciária do Pará – rocesso 3733-02.2007.4.01.3900 - É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal. TRF-1 Seção Judiciária de Mato Grosso – processo 0004032-69.2008.4.01.3600 - Acusado de envolvimento com a máfia das ambulâncias, é alvo de medidas investigatórias conduzidas pelo MPF por crimes previstos na lei de licitações.

Igreja Internacional da Graça


deputado evangélico Jorge Tadeu Mudalen
Jorge Tadeu Mudalen - DEM/SP
TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal – Processo 0031294-51.2004.4.01.3400 - É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal.

Igreja Mundial do Poder de Deus


deputado evangélico José Olímpio Silveira Moraes
José Olímpio Silveira Moraes (missionário José Olímpio) – PP/SP
TJ-SP Comarca de São Paulo – Processo 0424086-16.1997.8.26.0053 - É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual. TJ-SP Comarca de Itu – processo 286.01.2009.514728-4 – É alvo de ação de execução fiscal movida pelo município de Itu.
deputado evangélico Francisco Floriano
TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0139394-68.2010.8.19.0001 - É réu em ação penal movida pelo Ministério Público Estadual por lesão corporal decorrente de violência doméstica.

Igreja Metodista


Walney Da Rocha Carvalho – PTB/RJ
STF – Processo 627 - É alvo de ação penal movida pelo Ministério Público Federal por corrupção passiva. TRE-RJ – Processo nº 197118.2002.619.0000 - Teve reprovada prestação de contas referente às eleições de 2002. É alvo de ações de execução fiscal movidas pelo município de Nova Iguaçu e pela Fazenda Nacional — por exemplo: TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – processo 0000562-61.2010.4.02.5110TJ-RJ Comarca de Nova Iguaçu – processo 0112599-45.2009.8.19.0038TJ-RJ Comarca de Nova Iguaçu – processo 0083231-88.2009.8.19.0038
deputado evangélico Aúreo
Áureo Lidio Moreira Ribeiro – PRTB/RJ É alvo de ações de execução fiscal movidas pela Fazenda Nacional e pelo município de Duque de Caxias: TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – processo 0000153-61.2005.4.02.5110TJ-RJ Comarca de Duque de Caxias – Processo nº 0005413-58.2002.8.19.0021.

Igreja Nova Vida


deputado evangélico Washington Reis
Washington Reis de Oliveira – PMDB/RJ STF – processo 618 - É alvo de ação penal movida pelo Ministério Público Federal por crimes contra o meio ambiente e o patrimônio genético e formação de quadrilha. STF – inquérito 3192 - É alvo de inquérito que apura crimes eleitorais. É alvo de ações civis públicas, inclusive de improbidade administrativa, movidas pelo Ministério Público: TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – Processo 0007523-23.2007.4.02.5110TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – processo 0008324-65.2009.4.02.5110TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – Processo 0003813-92.2007.4.02.5110 (Foi condenado por improbidade administrativa, pois não houve divulgação de recursos recebidos pela prefeitura de Duque de Caxias. A Justiça determinou a suspensão dos direitos políticos, a proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios/ incentivos fiscais ou creditícios e o pagamento de multa). É alvo de ações de execução fiscal movidas pela Fazenda Nacional e pelo município de Duque de Caxias — por exemplo: TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – processo 0004113-83.2009.4.02.5110TRF-2 Seção Judiciária do Rio de Janeiro – processo 0004857-78.2009.4.02.5110TJ-RJ Comarca de Duque de Caxias – processo 0223580-32.2008.8.19.0021TJ-RJ Comarca de Duque de Caxias – processo 0223582-02.2008.8.19.0021TRE-RJ – processo 386718.2010.619.0000 - É alvo de ação de investigação judicial movida pelo Ministério Público Eleitoral por abuso de poder econômico. TRE-RJ – processo 772.2011.619.0000 - É alvo de representação movida pelo MPE por captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral. TRE-RJ – Processo 674343.2010.619.0000 - É alvo de representação movida pelo MPE por conduta vedada a agente público. TCE-RJ detectou irregularidades e emitiu pareceres contrários à aprovação das contas referentes à administração financeira da prefeitura de Duque de Caxias: TCE-RJ – Processo 203.163-8/10TCE-RJ – processo 206.291.7/09

Igreja Cristã Evangélica


deputada evangélica Iris de Araújo
Iris de Araújo Resende Machado - PMDB/GO TRE-GO – Processo nº 999423170.2006.609.0000 - Teve rejeitada prestação de contas referente às eleições de 2006.

Igreja Cristã do Brasil


Bruna Dias Furlan - PSDB/SP
É alvo de representações movidas pelo Ministério Público Eleitoral por conduta vedada a agentes públicos: TRE-SP – processo 15170.2010.626.0199TRE-SP – processo 1949115.2010.626.0000

Igreja Sara Nossa Terra


STF – inquérito 2984/ 2010 - É alvo de inquérito que apura uso de documento falso. STF – inquérito 3056 - É alvo de inquérito que apura crimes contra a ordem tributária. TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal – processo 0031294-51.2004.4.01.3400 - É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal. TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro – processo 0026321-60.2006.8.19.0001 - É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Estadual. TRE-RJ – processo 59664.2011.619.0000 - Alvo de representação movida pelo Ministério Público Eleitoral por captação ilícita de sufrágio. TRE-RJ – processo 9488.2010.619.0153 - Alvo de ação de investigação judicial eleitoral movida pelo MPE por abuso de poder econômico. TSE – processo 707/2007 - Alvo de recurso contra expedição de diploma apresentado pelo MPE por captação ilícita de sufrágio.

JACO - ISRAEL

De todos os relatos da Torá, este é um dos mais envoltos em mistério. Conta-nos a história da luta entre um ser humano e um anjo e a da ...