terça-feira, 11 de novembro de 2014

Marcha para Jesus de Recife acontece neste sábado


 
No próximo dia 15 de novembro, a cidade de Recife (PE) receberá a Marcha para Jesus, maior manifestação cristã do mundo, que só na capital paulista, por exemplo, reúne milhões de pessoas.
 
A caminhada começa às 14 horas, no Terceiro Jardim de Boa Viagem. Os trios elétricos conduzirão os participantes até o Polo Pina, onde será montado um palco para os shows de música Gospel.
 
De acordo com a organização do evento, Renascer Praise, Lauriete, Banda DOPA, Damares, Karla Malta e Magno Malta são presença confirmadas.
 
Assim como nas outras edições, a Marcha de Recife contará com o apoio da prefeitura da prefeitura e de igrejas locais.
 
Serviço:
Marcha para Jesus 2014 de Recife (PE)
Data: 15 de novembro (sábado)
Saída: às 14 horas, no Terceiro Jardim de Boa Viagem
Concentração: Polo Pina

Terceiro Templo: Israel Irá Construir Templo Judeu no Lugar da Mesquista Al Aqsa

 


O ministro da habitação de Israel desmentiu as declarações de Benjamin Netanyahu sobre a preservação de status quo da mesquita Al Aqsa, um dos maiores templos sagrados para os Muçulmanos e afirmou que um templo judeu será construído em seu lugar.

Algumas horas após o primeiro ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmar não ter intenção de mudar o status quo da mesquita Al Aqsa, o ministro da habitação de Israel, Uri Ariel, declarou que um templo judeu seria construído neste lugar segundo relata o site ‘Middle East Monitor'.

O titular israelense ressaltou que Israel não poderia manter o status quo de mesquita porque esta "foi construída no local mais sagrado de Israel". A mesquita foi construída no ano de 705 d.C. sobre as ruínas do antigo Templo de Salomão.

Ariel acrescentou que a construção do terceiro templo judeu no local de Al Aqsa é a primeira exigência da Torá porque "é a vanguarda da salvação dos judeus", segundo o cita  o ministro ao ‘Middle East Monitor’.

Em resposta as crescentes tesões nas zonas que rodeiam este local sagrado, Netanyahu pediu a"todos os membros de Knesset para acalmar as tensões sobre a Esplanada das Mesquitas e demonstrar responsabilidade e reserva".

Alguns representantes das autoridades israelenses temem que as ações adotadas em relação a este local sagrado possam causar a "terceira intifada palestina", segundo afirma o jornal.

Na semana passada foram registrados confrontos na Jerusalém Oriental após as forças de segurança israelenses assassinaram o suposto autor do homicídio do ativista israelense de extrema direita Yehuda Glick.

De fato, a situação no local sagrado foi tão tensa que após a morte de Glick as autoridades israelenses decidiram fechar a área, o que causou indignação entre a população palestina. O presidente Mahmoud Abbas comentou que o bloqueio da zona "é quase igual a uma declaração de guerra".

Apesar de tomar a cidade antiga de jerusalém durante a Guerra dos Seis Dias por Israel, os judeus não tinham direito de rezar na Esplanada das Mesquitas, enquanto os palestinos podem visitar a mesquita a todo momento.

illuminatielitemaldita

Pastor é sequestrado e queimado vivo com as mãos amarradas, na África

Martin Beneke, de 45 anos, era pastor sênior e fundador da Life in Christ Network. O corpo de um pastor sul-africano foi encontrado tot...