sábado, 3 de janeiro de 2015

2015 é o Ano Apostólico de Daniel, anuncia apóstolo


O ano de 2015 será o Ano Apostólico de Daniel, anunciou o apóstolo Estevam Hernandes na noite de 31 de dezembro de 2014 durante o Culto da Virada, realizado no Renascer Hall. “Sobre você virá uma unção que você nunca viveu na sua vida! Vamos viver essa Palavra! De janeiro a dezembro de 2015 não faltará nos teus caminhos entendimento, você será marcado como ungido do Deus vivo, Ele vai usar sua vida como instrumento de honra!”, afirmou.
“O ano de 2015 será um ano de livramentos, sabedoria, santidade. Ano de vencer, ano em que veremos Deus nos constituindo e nos honrando! Ano de Daniel é ano de honra! Ano de Daniel significa que Deus é nosso juiz, Ele fará justiça em todas as áreas das nossas vidas!”.
O apóstolo explicou que Daniel viveu cativo na Babilônia e passou por vários reinos. "Mas a verdade é que em todos esses reinos, Daniel foi um grande destaque. Quando ele estava com cerca de 70 anos, Dario conquistou a Babilônia e destruiu tudo. Mas ele ouviu falar que naquele reino havia um homem com luz, sabedoria e inteligência. Daniel é então reconhecido como o homem mais importante da Babilônia. Deus separou Daniel e deu a ele o esplendor da glória do Senhor. Neste ano, a unção de Daniel está sobre sua vida! Você virá 365 dias de uma presença do Espírito Santo intensa!".
 
Veja a seguir mais trechos da ministração do apóstolo:
Este ano de 2015 será:
1º) Ano de quebrar o poder da Babilônia. Toda a malignidade da Babilônia vai cair diante da autoridade do Senhor na sua vida. A Babilônia significa o poder do mundo (Daniel 2). Deus deu a Daniel uma interpretação profunda dos sonhos de Nabucodosor, com a queda dos reinos. As estruturas que se levantaram contra você vão cair!
2º) Ano de receber uma capacitação 10 vezes maior. As mulheres serão levantadas com entendimento e sabedoria do Senhor e os homens serão diferenciados! Você vai construir uma base para coisas muito grandes, Deus está te dando a sabedoria de Daniel. Você vai receber a Luz de Daniel, que é Jesus Cristo. Sua Luz vai brilhar diante dos homens!
3º) Ano de viver os maiores livramentos da história das nossas vidas! Nós viveremos livramentos sobrenaturais. Existem armadilhas, mas tudo aquilo que o inimigo preparar, você vai dar a volta por cima e sair em honra! Este é o ano de sair da cova, de sair da fornalha.
4º) Ano de vencer os invejosos! Nós teremos dupla honra! O principado da Pérsia vai cair! Ano de visitação espiritual, o arcanjo Miguel (Daniel 10.13) vai nos visitar. Os principados vão cair.
5º) Ano de prosperidade! Ano de se vestir com ouro e ter o reconhecimento da Babilônia (Daniel 6). Você será enviado a viver situações que nunca viveu! Você será reconhecido como aquele que tem o espírito excelente. As pessoas vão reconhecer que o Espírito Santo de Deus está na sua vida! Você terá prosperidade em todas as áreas da sua vida!
É no livro de Daniel que vemos a aparição de Jesus Cristo no Antigo Testamento. Ele é o quarto homem na Fornalha, aquele que guardou Sadraque, Mesaque e Abdnego da morte. Jesus Cristo nos fará viver os maiores livramentos de nossas vidas neste ano de 2015! 
O Senhor está preparando a Igreja para coisas superiores espiritualmente. Vamos viver isso no ano de 2015, estaremos mais próximos ainda da volta de Jesus. O filho do homem voltará e todo olho verá e toda língua confessará. Não podemos ser apenas cristãos nominais, isso não basta. Talvez até você seja uma pessoa com boas obras, mas ninguém é salvo por elas.
O Senhor nos deu a Salvação eterna. Vemos em Lucas 10 que os apóstolos estavam felizes, pois os demônios se submetiam a  eles, mas Jesus lhes disse que a grande vitória é que temos nosso nome escrito no livro da Vida. Nós desprezamos o dia da nossa morte, há um tabú e as pessoas não querem falar sobre isso. Mas para nós o morrer é ganho e o viver é Cristo! Nós construímos a eternidade fazendo a vontade de Deus na terra. Isso é viver uma vida abundante! Esse é o verdadeiro sentido da vida. Espero que você busque mais ao Senhor em 2015, que esteja mis na presença de Deus e busque entendimento para crescer. Busque ao Senhor enquanto se pode achar! Que você possa ter uma decisão interior de servir a Deus em espírito e em verdade! Que você seja uma pessoa livre no seu espírito!
Eu crucifiquei minhas dores com Cristo na cruz. Não coloque apenas coisas materiais nos seus pedidos para 2015, deseje servir a Deus melhor e ter uma vida espiritual intensa.
Deus preparou para nós o poder da Palavra, o que está em João 1º. A palavra que entrar vai produzir na minha vida, nas nossas vidas! As credenciais do apostolado são sinais, prodígios e poderes miraculosos!
Ano de 2015 será um ano de levar para todos os que estão ao meu redor uma Palavra de poder! Ano de Daniel, ano de livramentos, ano de sabedoria e de honra!!!
 
Confira a oração do Ano Apostólico de Daniel
Neste ano apostólico de Daniel, coberto com o poder e autoridade de Jesus Cristo, declaro que viverei o ano dos maiores livramentos sobrenaturais da história da minha vida.
Como Daniel, eu verei todo o poder demoníaco da Babilônia cair debaixo dos meus pés, terei honra por ser reconhecido como servo do Deus vivo. Declaro que a boca dos leões se fecharão e nem a fornalha aquecida poderá me impedir de andar. Eu e a minha família seremos marcados pela prosperidade e abundância do Senhor.
Toda luz, sabedoria e força que estavam na vida de Daniel estão sobre a minha vida. Serei dez vezes mais capaz em tudo o que fizer, porque o Senhor iluminará os meus caminhos. Declaro, em nome de Jesus, que o principado da Pérsia cairá por terra e neste ano de Daniel eu serei marcado com experiências espirituais profundas. Ano de Daniel. Ano de ver os reinos humanos e demoníacos caindo, ano da minha honra, ano de livramentos, ano de prosperidade, em nome de Jesus!
 
Cláudia Pires e Mônica Vendrame - Redação iGospel
Fotos: Karin Marcitello e Sarah Brito

Do fundo do poço à volta por cima: a história de fé do goleiro do Cruzeiro

Open in new windowMuita gente sabe que o goleiro Fábio é evangélico, mas poucos conhecem como a religião entrou na vida do jogador, justamente na fase mais difícil dele no Cruzeiro.

No dia do aniversário do clube, a reportagem do GloboEsporte.com relata esse momento de acordo com amigos e familiares do capitão celeste. O ídolo, que levantou as duas últimas taças do Brasileirão, teve dois episódios marcantes, quando a fé influenciou a permanência dele na Toca da Raposa diante de oportunidades concretas de se transferir para o exterior. No primeiro semestre de 2015, Fábio terá a chance de superar a marca do meio-campo Zé Carlos, que disputou 633 jogos pelo Cruzeiro, e se tornar o atleta que mais atuou pela Raposa. Feito inacreditável para quem acompanhou o início da carreira do goleiro.
A conversão
Antes de se tornar evangélico, Fábio era um jovem atleta como dezenas de milhares espalhados pelo mundo. A fama e o dinheiro o levaram para um caminho muito comum aos jogadores de futebol: balada, bebidas e mulheres. Ainda no União Bandeirantes, no Paraná, o jovem goleiro já dava muita importância ao lado social, como conta seu sobrinho Lucas.

– O salário, ele recebia em vale alimentação. Eu me lembro de algumas histórias em que ele reunia a galera toda e torrava tudo em churrasco.
O pastor Jorge Linhares também conta como era o perfil de Fábio antes da conversão.

- Acabava a concentração, ganhou o jogo, a segunda e a terça-feira era para beber. Eu sou o Fábio jovem, aproveitador, caiu na rede é peixe. Vamos beber, vamos farrear. No outro dia, vamos treinar.

A esposa Sandra Maciel, que está com o jogador há quase 20 anos, foi peça fundamental para a mudança. Ela conta que Fábio associava quase tudo ao álcool.

- O Fábio, antes, eu falo que a alegria do meu marido, infelizmente, mesmo sendo um atleta, era a bebida. O Fábio só se alegrava na bebida.

O goleiro se sentiu embriagado pela última vez no dia 29 de abril de 2007. Mas a causa não foi o álcool. Uma mistura de sentimentos no primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro, contra o Atlético-MG, fez o goleiro se sentir no fundo do poço. O placar foi de 4 a 0 para o maior rival. Num gol, Fábio acabou levando um chapéu de Danilinho, em outro, cometeu o pênalti. Veio o terceiro, e segundos depois o quarto, talvez o mais marcante da carreira. Fábio ainda buscava a bola no fundo das redes quando a equipe deu novo saída no meio-campo. Vanderlei a recuperou rapidamente, e percebendo o goleiro de costas, mandou para as redes para delírio dos atleticanos que lotavam o Mineirão. Como se não bastasse a participação direta em três gols do rival, Fábio ainda sofreu uma séria contusão no joelho ao se chocar contra a trave. Os médicos previam seis meses longe dos gramados.

- Quando ele machucou o joelho, ele ficou muito preocupado, pensou que era o fim. Perdemos para o Atlético-MG na final por 4 a 0 e foi realmente muito difícil – relembrou Geovanni, ex-jogador do Cruzeiro e amigo pessoal de Fábio.

A dor da contusão se agravou com o sofrimento do mau momento profissional. Com uma imobilização no joelho, Fábio passava o tempo em frente à televisão.

- Ele ficava em casa trocando de canal. Nisso ele parou num programa, e bem na hora o pastor disse que estaria rezando para quem estivesse com problema no joelho - narra Sandra.

- Ele estava assistindo um programa de televisão, um pastor orando. Ele recebeu aquela oração e sentiu uma espécie de calor no joelho - revela Regis Danese, cantor gospel e amigo do camisa 1.

A partir dali, Fábio passou a frequentar a Igreja Batista Getsêmani, na região da Pampulha. Os vícios ficaram para trás, e o goleiro passou a viver uma rotina diferente daquela que estava acostumado.

- Depois que ele se converteu, passou a se dedicar mais, passou a ter mais carinho com o corpo, com a parte física, com a família, explica o amigo Renê Salviano.

Contrariando o prognóstico dos médicos, Fábio se recuperou de forma surpreendente da contusão no joelho e voltou a jogar em menos da metade do tempo previsto para a recuperação. Coincidência ou não, desde então, Fábio se tornou ídolo e um nome importante na história do Cruzeiro.
Conquistou cinco campeonatos estaduais (2006, 2008, 2009, 2011 e 2014) e dois Brasileiros (2013 e 2014), além de uma Copa do Brasil, em 2000, na primeira passagem dele pela Toca da Raposa, na ocasião, como reserva de André.

- Tudo que ele é e tudo que ele conquistou, veio através da conversão – conclui o sobrinho Lucas.

- O Fábio não jogador é um ser humano exemplar, um cara muito família. Acho o Fábio um cara excelente, destaca Pedro Lourenço de Oliveira, amigo do goleiro.

A paciência do capitão cruzeirense com os fãs é uma característica destacada por vários amigos do jogador.

- Ele é um referencial para as crianças. Quem tem um ídolo vivo, não precisa do Batman, não precisa do Homem-Aranha, não precisa do Capitão América - continuou Oliveira.
A recusa espanhola
A temporada 2007 foi emblemática para o jogador. Depois de todos os percalços na derrota na final do Mineiro, o contrato do goleiro se encerraria em dezembro daquele ano. A transferência para o Osasuña-ESP estava praticamente fechada.

A mulher Sandra conta que a família do goleiro já estava com uma rotina muito mais religiosa, cerca de sete meses após a conversão. Ela viajou ao lado de Fábio e do filho Pablo, para assinar o contrato com o clube espanhol. Sandra e o filho ficaram no hotel, enquanto Fábio foi até o clube assinar a papelada.

- Era coisa de assinar o contrato e ir embora - lembra Sandra.

Mas o que era para ser resolvido em pouco tempo se arrastou por horas. Com voo marcado para voltar ao Brasil, Sandro conta que ligou para Fábio. Ela relembra o diálogo.

- Ele falou: ”Tudo que está aqui no contrato, estou tendo que negociar de novo. Mas calma, que eu já consegui tudo, só está faltando a porcentagem do passe.” Eu perguntei se ele tinha se esquecido do que a gente orou. Ele disse: “Eu me esqueci”. E desligou o telefone.

Depois do fim da ligação, Sandra não esperou muito até que Fábio voltasse até o quarto do hotel. A mulher do goleiro perguntou o que ele havia feito.
- Eu rasguei o contrato - disse Fábio.

Os três deixaram o hotel e o empresário do clube espanhol xingava Sandra, achando que ela havia influenciado o goleiro na decisão de permanecer o Brasil. As lágrimas nos olhos de Fábio e Sandra, durante o caminho de volta, foram inevitáveis. Era o sonho do atleta de jogar no futebol europeu.

Eles voltaram para o Brasil, e menos de uma semana depois, Fábio havia renovado contrato com o Cruzeiro, por mais dois anos.

- Voltamos para o Brasil. E foi quando ele renovou com o Cruzeiro. O Senhor nunca nos permitiu sair do Cruzeiro - conclui Sandra. (Confira no vídeo abaixo a reportagem sobre a fé que moveu o time cruzeirense na conquista do título brasileiro no ano passado).
Fábio e o Milan
A situação se repetiu em 2010. Mas dessa vez, o clube interessado era o poderoso Milan, da Itália. Sandra, Fábio e o empresário do jogador já haviam conversado, e a transferência para o futebol italiano estava muito bem encaminhada. No entanto, a mulher do goleiro contou um episódio que mudou o rumo das negociações.

- A gente estava na igreja e só eu, o empresário e o Fábio sabíamos da negociação, porque a gente resguarda muito esse tipo de situação. Era uma semana decisiva e um senhor chegou e disse para o Fábio: “Deus manda dizer que esse time vermelho e preto que você está negociando não é o que Deus quer para sua vida”- conta Sandra, emocionada.

O senhor deu o recado e foi embora. A frase foi suficiente para Fábio. O goleiro mudou de opinião e decidiu recusar a proposta do Milan. Novamente ele renovou com o Cruzeiro.
O conselheiro
Não é preciso muito esforço para perceber que Fábio é um homem muito religioso. O jogador sempre cita Deus em suas entrevistas e faz questão de apontar para os céus a cada defesa durante os jogos. Enquanto o Cruzeiro conquistava o Brasil com um futebol envolvente, nos bastidores do clube borbulhavam reuniões religiosas entre jogadores e as famílias dos atletas.

O sobrinho Lucas acredita que Fábio relaciona o futebol com a religião de uma maneira muito natural.

- Ele fala com muito carinho. Você percebe que ele não força nada. É a gratidão que ele tem por tudo que Deus fez na vida dele.

Independentemente da religião, os jogadores e a comissão técnica do Cruzeiro tem feito da fé, nos dois últimos anos, um dos principais aliados para o bom futebol apresentado dentro de campo. Longe da Toca da Raposa e dos jogos, os atletas se reúnem, muitas vezes na casa de Fábio, para cultos religiosos.

- Geralmente os times têm as panelinhas, um grupinho aqui, um grupinho ali, mas no Cruzeiro não, é todo mundo unido - revela o amigo Régis Danese, que participa da maioria das reuniões na casa de Fábio e Sandra.
Em 2014, em alguns desses encontros, os jogadores Marcelo Moreno e Willian Farias, bem como suas mulheres, se converteram à religião evangélica. Eles entraram para um grande grupo de jogadores evangélicos do Cruzeiro, que conta com Fábio, Rafael, Elisson, Ceará, Léo, Bruno Rodrigo, Samudio, Tinga, Marlone, Dagoberto e Willian, dentre outros.

E Fábio tem grande participação neste processo de mudança de comportamento do grupo. Além de ser uma liderança dentro de campo, com a faixa de capitão, o goleiro atua como conselheiro fora das quatro linhas. O atleta ajuda os companheiros com orientações financeiras e na solução de problemas conjugais.

Com contrato até abril de 2016, Fábio quer se aposentar no Cruzeiro. Até lá ele espera conquistar outros título e bater a marca para tornar o jogador que mais atuou pelo clube.

Fonte: Globo Esporte.com

VERGONHA - Pastor flagrado arrastando cachorro em carro disse que animal morreu de virose

Cena causou revolta na população
(Foto: Divulgação)
Saiba Mais
O motorista de um veiculo Ford Belina de cor amarela, placas de Naviraí (MS) - distante 350 km da Capital -, que foi flagrado na manhã de domingo (28), momento em que arrastava um cachorro aparentemente morto por uma avenida da cidade, foi identificado na manhã de ontem (29) pelos policiais do SIG (Serviço de Investigações Gerais) do 1º DP (Delegacia de Polícia Civil).

O motorista trata-se de um pastor evangélico, de 54 anos, que, em depoimento, disse que seu cachorro havia contraído uma virose muito forte (apresentando notas veterinárias do tratamento do animal), e que devido à doença na manhã de domingo o cachorro morreu.

Ao ser questionado porque arrastou o animal por ruas da cidade, o pastor disse estar com problemas na coluna, e por este motivo não conseguiu colocar o cachorro no porta-malas do carro, resolvendo assim amarrá-lo no engate de seu veículo e arrastá-lo até um terreno abandonado na saída para o Porto Caiuá, onde enterrou o animal.

Uma internauta que flagrou e fotografou o momento em que o pastor arrastava com seu carro o cachorro por uma avenida da cidade, ficou indignada ao ver a cena acionou a Polícia Militar informando o caso. A Polícia Militar foi até o local porem não localizou o veículo.

Ontem a tarde, após ser ouvido e constatado que não houve maus tratos ao animal em vida, o pastor foi liberado.


VIA  GRITOS  DE  ALERTA  INF. CORREIO DO ESTADO

COLEIRA ERVA DE SANTA MARIA - PREÇOS ESPECIAIS PARA REVENDA

ENTRE NO LINK ABAIXO E COMPRE PARA REVENDA . https://petpetsbrasil.loja2.com.br/3600225-COLEIRA-ERVA-DE-SANTA-MARIA-REPELENTE-A-PULGAS-...