quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

JÁ ESTA NO AR O SITE DE NOSSA RÁDIO - www.gritosde alerta.com - A RÁDIO DO GRITO EM FAVOR DO POVO DE DEUS

EM POUCOS DIAS ESTAREMOS TRANSMITINDO NOSSA PROGRAMAÇÃO AO VIVO , COM O PROGRAMA DIA FELIZ COM CRISTO , TODOS OS DIAS A PARTIR DAS 7  DA MANHA .
E O PROGRAMA PALAVRA VIVA , COM UMA MENSAGEM ESPECIAL DE DEUS PARA SUA VIDA ,  COM O PASTOR ROBERTO TORRECILHAS E CONVIDADOS , TODOS OS DIAS A PARTIR DAS 22 Horas.

MUITO LOUVOR , ADORAÇÃO , ESTUDOS  E MAIS .


AGUARDEM , O SITE JÁ ESTA NO AR.


www.gritosdealerta.com

A rádio do povo de Deus.

AO VIVO , DIARIAMENTE LEVANDO A PAPAVRA DE DEUS .

para seus pedidos de oração e oferecimento de Louvor - ubpes@yahoo.com.br

O que é a mulher no Islamismo? Como as Mulheres são Tratadas no Islamismo ?

No islamismo, a mulher é considerada um "brinquedo" (daí porque usei a palavra "que" em vez de "quem"). Isto é tirado literalmente do que o profeta Maomé e o Justo Califa Umar Ibn Al Khattab (um dos sogros de Maomé) declararam; do verdadeiro tratamento que as mulheres recebem nos dias de hoje na maioria dos países islâmicos; e da diferentes doutrinas do islamismo a respeito das mulheres (casamento no islamismo, direitos da mulher, status da mulher em comparação com os homens, os deveres da mulher para com o seu marido, etc.).

Em seu livro, Al-Musanaf (Vol. 1, parte 2, página 263), Abu Bakr Ahmed Ibn Abd Allah (um dos sábios muçulmanos) disse: "Umar (o Justo Califa) estava certa vez falando, quando sua esposa o interrompeu, e ele disse a ela: ‘Você é um brinquedo, se precisar de você, eu a chamo’". Amru Bin Al Aas (também um Califa) disse: "Mulheres são brinquedos; escolha uma" (Kans-el-Ummal, Vol. 21, Hadith N° 919). O próprio Maomé disse: "A mulher é um brinquedo, quem quiser levá-la, deve cuidar dela", segundo Ahmed Zaki Tuffaha, na página 180 do livro Al-Mar ah wal-islam (A Mulher e o Islamismo).


A Superioridade do Homem Sobre a Mulher





Sura 4.34 (um capítulo do Alcorão) declara: "Os homens têm autoridade sobre as mulheres porque Alá fez um superior à outra". Na página 36 deste livro, A Mulher e o Islamismo, Ahmed Zaki Tuffaha escreveu: "Deus estabeleceu a superioridade do homem sobre a mulher pelo verso acima (Sura 4.34), o que não permite a igualdade entre o homem e a mulher. Porque aqui o homem está sobre a mulher devido à sua superioridade intelectual. . ."

Como cristãos, podemos nos alegrar com o que a Bíblia diz: "Não há judeu nem grego, escravo nem livre, homem nem mulher; pois todos são um em Cristo Jesus" (Gálatas 3.28).

No Islamismo, não somente a mulher é considerada um brinquedo e inferior ao homem, mas as mulheres são consideradas como tendo muitas deficiências.


A mulher é deficiente em inteligência e em religião.


No livro de Sahih Al Bukhari, que os muçulmanos consideram o livro mais autêntico depois do Alcorão, lemos: "Certa vez, o Apóstolo de Alá disse a um grupo de mulheres: ‘Não conheço ninguém mais deficiente em inteligência e religião do que vocês. Um homem prudente, sensível pode ser desencaminhado por qualquer uma de vocês’. As mulheres perguntaram: "Ó Apóstolo de Alá, qual a deficiência da nossa inteligência e da nossa religião?" Ele disse: "Não é a evidência de duas mulheres igual ao testemunho de um homem?" Elas responderam que sim. Ele disse: "Essa é a deficiência da sua inteligência"... "Não é verdade que as mulheres não podem orar nem jejuar durante a menstruação?" As mulheres responderam que sim. Ele disse: "Essa é a deficiência da sua religião". Este Hadith é inteiramente aceito, o que lhe dá um alto grau de autenticidade no islamismo. Por isso ele é aceito e usado por eminentes estudiosos como Ghazali, Ibn Al Arabi, Razi e muitos outros.


A mulher é deficiente em gratidão.


Em Sahih Al Bukhari (Parte 1, Hadith N° 28), lemos: "As mulheres são mal agradecidas aos seus maridos pelos favores e o bem [atos de caridade feitos a elas]. Se você sempre tiver sido bom [benevolente] a alguma delas e então ela vir alguma coisa em você [que não seja do agrado dela], ela vai dizer: ‘Nuca recebi nenhum bem de você’".


As mulheres são semelhantes a uma costela curvada.


Em Sahih Al Bukhari (Pasrte 7, Hadith N° 113) está afirmado: "A mulher é como uma costela; se você tentar endireitá-la, ela se quebra. Portanto, se você quer tirar proveito dela, faça-o mesmo sendo ela defeituosa". Todos concordam com este Hadith.


Casamento


Na questão do casamento, o islamismo prova que a mulher é considerada um brinquedo.

****************************************

1. Casamento forçado.


"A virgem pode ser obrigada por seu pai a ser dada em casamento sem ser consultada". Isto é o que Ibn Timiyya (conhecido entre os muçulmanos como o xeque do islamismo) declarou em Ibn Timiyya, Vol. 32. página 39. E, no mesmo volume, páginas 29 e 30, ele escreveu: "Mesmo a virgem adulta, o pai pode obrigá-la a casar-se". Isto está em acordo com Malek Ibn Ons, Al Shafi e Ibn Hanbals, que estão entre os principais Legisladores do Islamismo (especialistas na Lei Islâmica).

Ibn Hazm (um dos maiores estudiosos do islamismo) mencionou em seu livro Al-Muhalla (O Adocicado) Vol. 6, Parte 9, páginas 458 a 460, "O pai pode consentir em dar a sua filha em casamento sem a permissão dela, porque ela não tem escolha, exatamente como Abu Bakr El Sedick [o primeiro Califa depois de Maomé e seu sogro] fez com sua filha, Aisha, quando ela estava com seis anos de idade. Ele a deu em casamento ao profeta Maomé sem a permissão dela". Aisha disse: "O mensageiro de Alá tomou-me como sua noiva quando eu tinha seis anos, e tomou-me como sua esposa quando eu completei nove anos de idade". Ele estava com 54 anos de idade quando casou-se com ela.


2. A importância do contrato de casamento


Em seu livro As Mulheres no Islamismo, Rafiqul Haqq resumiu a importância do contrato de casamento de acordo com três diferentes escolas islâmicas. Citando o livro Al-Fiqh ala al-Mazahib al-Arba a (Vol. 4, página 488) de Abd Ar Rahman Al Gaziri, ele diz: "O entendimento aceito nas diferentes escolas de jurisprudência é que aquilo que foi contratado no casamento é para o benefício que o homem pode ter da mulher e não o contrário". Os seguidores do Imã Malik declararam que o contrato de casamento é um contrato de propriedade do benefício do órgão sexual da mulher e do resto do seu corpo.

Os seguidores do Imã Shaffi disseram: "A visão mais aceita é que o que foi contratado é a mulher, isto é, o benefício derivado do seu órgão sexual". Outros declaram: "O que foi contratado é tanto o homem quanto a mulher". Segundo a primeira opinião, a esposa não pode exigir sexo de seu marido porque o direito é dele, não dela. Segundo a segunda opinião, ela pode exigir ter sexo com ele.

Os seguidores do Imã Abu Hanifa disseram: "O direito ao prazer sexual pertence ao homem, não à mulher; isto quer dizer que o homem tem o direito de forçar a mulher a gratificá-lo sexualmente. Ela, por sua vez, não tem o direito de forçá-lo a fazer sexo com ela, a não ser uma vez (na vida). Mas, ele precisa, do ponto de vista da religião, fazer sexo com ela para protegê-la de ser moralmente corrompida".


3. O número de esposas


O homem pode se casar com até quatro mulheres livres ao mesmo tempo, e pode divorciar-se de uma delas e casar-se com uma quinta, desde que não mantenha mais do que quatro esposas ao mesmo tempo. Ele pode ter sexo com um número ilimitado de moças escravas e concubinas. Sura 4.3 diz: "Se você tem medo de não poder tratar com justiça os órfãos, case-se com as mulheres que você escolher, duas ou três ou quatro, mas se você tem medo de não poder agir com justiça [com elas], então somente uma, ou aquela que a sua mão direita possui que seja mais apropriada, para evitar que você cometa injustiça".

Em seu livro Al-Fiqh ala al-Mazahib al-Arbaa (Vol. 4, página 89), Abd Ar Rahman Al Gaziri escreveu: "Pois se um homem comprar uma moça escrava, o contrato de compra inclui o seu direito de ter sexo com ela". Este contrato visa, em primeiro lugar, a posse dela e, em segundo lugar, desfrutar dela sexualmente.

Um sábio muito famoso entre os muçulmanos citou uma das justificativas para um homem casar-se com mais de uma mulher: "Alguns homens tem um desejo sexual compulsivo tão grande, que uma mulher não é suficiente para protegê-los [do adultério]. Tais homens, portanto, devem casar-se com mais de uma mulher e podem ter até quatro esposas". (Ihy a Uloum ed-Din, de Ghazali, Vol. 2, Kitab Adab Al-Nikah, página 34). Ghazali deu um exemplo para este desejo sexual excessivo no mesmo livro (Parte 2, página 27): "Ali [que os xiitas consideram o profeta de Alá], que foi o mais ascético de todos os companheiros, teve quatro esposas e dezessete escravas como concubinas". No Sahih Bukhari (parte 7, Hadith N° 142) diz: "O Profeta costumava passar [ter relações sexuais com] todas as esposas numa só noite, e naquele tempo ele tinha nove esposas". "Certa vez, ele falou acerca de si mesmo que tinha recebido a potência sexual de quarenta homens", conforme escrito no Al Tabakat Al Kobra (Vol. 8, página 139) de Mohammed Ibn Saad (sábio muçulmano).

Queridos irmãos e irmãs, louvamos ao Senhor porque Ele não faz acepção de pessoas. Ele ama homens e mulheres igualmente e Ele não faz discriminações com base no sexo.

Dr Salim Almahdy
Vozes do Mártires

A PEDOFILIA DO HAMAS

Um evento de gala ocorreuem Gaza. O Hamas foi o patrocinador de um casamento em massa para 450 casais. A maioria dos noivos estava na casa dos 25 aos 30 anos; a maioria das noivas tinham menos de dez anos.

Hamaspedofilia2
Enquanto a imprensa exalta os "lutadores da liberdade do Hamas", os "rebeldes", ou então o PT e demais organizações de esquerda no Brasil dão apoio integral ao mesmo (conforme nota do secretário geral do partido, Valter Pomar durante a época do conflito), o mundo desconhece uma das histórias mais nojentas de abuso infantil, torturas e sodomização do mundo vinda do fundo dos esgotos de Gaza: os casamentos pedófilos do Hamas que envolvem até crianças de 4 anos. Tudo com a devida autorização da lei do islamismo radical.
A denúncia é do Phd Paul L. Williams e está publicada no blog thelastcrusade.org e é traduzida com exclusividade no Brasil pelo De Olho Na Mídia (ninguém mais na imprensa nacional pareceu se interessar pelo assunto).
Hamaspedofilia1
Um evento de gala ocorreu em Gaza. O Hamas
foi o patrocinador de um casamento em massa para 450 casais. A maioria dos noivos estava na casa dos 25 aos 30 anos; a maioria das noivas tinham menos de dez anos.

Grandes dignatários muçulmanos, incluindo Mahmud Zahar, um líder do Hamas foram pessoalmente cumprimentar os casais que fizeram parte desta cerimônia tão cuidadosamente planejada.

"Nós estamos felizes em dizer a América que vocês não podem nos negar alegria e felicidade", Zahar falou aos noivos, todos eles vestidos em ternos pretos idênticos e pertencentes ao vizinho campo de refugiados de Jabalia.

Cada noivo recebeu 500 dólares de presente do Hamas

As garotas na pré-puberdade, que estavam vestidas de branco e adornadas com maquiagem excessiva, receberam bouquets de noiva.

"Nós estamos oferecendo este casamento como um presente para o nosso povo que segue firme diante do cerco e da guerra", discursou o homem forte do Hamas no local, Ibrahim Salaf.

As fotos do casamento relatam o resto desta história sórdida:
O Centro Internacional Para Pesquisas Sobre Mulheres estima agora que existam 51 milhões de noivas infantis vivendo no planeta Terra e quase todas em países muçulmanos.

Quase 30% destas pequenas noivas apanham regularmente e são molestadas por seus maridos no Egito; mais de 26% sofrem abuso similar na Jordânia.

Todo ano, três milhões de garotas muçulmanas são submetidas a mutilações genitais, de acordo com a UNICEF. A prática ainda não foi proibida em muitos lugares da América.
Hamaspedofilia3
A prática da pedofilia teria base e apoio do islã, pelo menos a sua leitura mais extrema e radical. O livro Sahih Bukhari (além do Corão, outra das fontes de grupos como o Hamas) em seu quinto capítulo traz que Aisha, uma das esposas de Maomé teria seis anos quando se casou com ele e as primeiras relações íntimas aos nove. O período de espera não teria sido por conta da pouca idade da menina, mas de uma doença que ela tinha na época. Em compensação, Maomé teria sido generoso com a menina: permitiu que ela levasse todos os seus brinquedos e bonecas para sua tenda.

Mais ainda: talvez o mais conhecido de todos os clérigos muçulmanos deste século, o Aiatóla Komeini, defendeu em discursos horripilantes a prática da pedofilia:

Um homem pode obter prazer sexual de uma criança tão jovem quanto um bebê. Entretanto, ele não pode penetrar; sodomizar a criança não tem problema. Se um homem penetrar e machucar a criança, então ele será responsável pelo seu sustento o resto da vida. A garota entretanto, não fica sendo contada entre suas quatro esposas permanentes. O homem não poderá também se casar com a irmã da garota... É melhor para uma garota casar neste período, quando ela vai começar a menstruar, para que isso ocorra na casa do seu marido e não na casa do seu pai. Todo pai que casar sua filha tão jovem terá assegurado um lugar permanente no céu.

Para finalizar, o vídeo abaixo traz informações sobre espancamentos realizados contra meninos no mundo muçulmano para "estudarem melhor" - que incluem açoitamentos - escravidão de menores e a venda de meninas de 8 anos ou até menos como noivas no Sudão e em outras países da região. Tudo, com carimbo do islã radical:
Esta é a história que a mídia não conta, que o mundo se cala e não quer ver, ou que não querem que você saiba. Mas agora você está ciente, não tem mais jeito! Vai ficar calado? Cobre os veículos de mídia, aja! Se você não fizer nada, ninguém poderá salvar estas vítimas inocentes do inferno do Hamas e similares.

Publicado por De Olho na Mídia com o título A História Oculta do Mundo: a pedofilia do Hamas - http://www.deolhonamidia.org.br/Comentarios/mostraComentario.asp?tID=420

FAMÍLIA SOB ATAQUE: kit gay será distribuído nas escolas públicas do Brasil



ATAQUE A INOCÊNCIA

Crianças das escolas públicas de todo o Brasil poderão receber um DVD com   cenas de apologia  ao homossexualismo, em 2011.
O kit gay conterá um DVD com uma história onde um menino vai ao banheiro e quando entra um colega, ele se diz apaixonado pelo mesmo e diz que é homossexual, se dizendo Bianca.
O deputado Jair Bolsonaro (RJ) reaje de forma veemente, em plenário,  a essa vergonha que foi firmada, com pretexto de combater  a ‘homofobia, em um convênio entre o Ministério da Educação (MEC), com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), e a ONG Comunicação em Sexualidade (Ecos), conforme publicou o Correio Braziliense.
O Estado jamais pode interferir nas famílias. Jamais pode fazer apologia a um comportamento.
Amamos os que estão homossexuais e repudiamos qualquer tentativa de agressão física ou verbal aos  mesmos, mas isto não implica em dizer que devemos deixar difundir seu comportamento com dinheiro público.
SOMOS CIDADÃOS BRASILEIROS E É NOSSO DEVER FAZERMOS PRESSÃO SOBRE OS POLÍTICOS CRISTÃOS PARA LUTAREM   PELA NÃO PRODUÇÃO E NÃO DISTRIBUIÇÃO DO MATERIAL.
NÃO PODEMOS SER OMISSOS.


ONDE ESTÃO OS DEPUTADOS QUE ATÉ POUCO TEMPO ESTAVAM INDO PELAS IGREJAS EVANGÉLICAS PEDINDO VOTOS ?

Pesquisa revela que igrejas norte-americanas estão passando por mudanças


Para chegar a este resultado, foram realizadas mais de 5 mil entrevistas pelo grupo Barna

As mudanças ocorrem muito lentamente na Igreja, isso é o que indica uma investigação realizada pelo grupo Barna, na qual se evidencia uma pequena mudança no movimento evangélico dos Estados Unidos.

Os cristãos estão cada vez menos letrados no plano teológico. Os cristãos norte-americanos cada vez desconhecem mais os temas fundamentais da fé. Por exemplo, muitos reconhecem que a Páscoa é um evento religioso, mas nem todos o associam à Ressurreição. O grupo Barna indicou que a próxima década será um tempo sem precedentes em relação à diversidade teológica e às incoerências.

Os cristãos proclamam, cada vez menos, sua fé aos outros. Atualmente, a maioria das pessoas que se convertem em cristãos, hoje em dia, o fazem por responder a uma crise pessoal ou por medo da morte (especialmente entre pessoas de idade avançada)

A maioria dos cristãos está mais interessada em soluções práticas para a sua vida do que em princípios espirituais.

Atualmente, existe um grande interesse pela obra social ou por atividades de serviço à comunidade. No entanto, as igrejas correm o risco de enfraquecer a base espiritual por enfatizar demasiadamente as atividades correntes.

A insistência na tolerância pós-moderna domina os cristãos. Devido ao analfabetismo bíblico e à falta de confiança espiritual, muitos estadunidenses se tornam muito tolerantes para não serem julgados pela sociedade. O conceito do amor foi redefinido de tal forma que se tornou similar à ausência de conflitos e de confrontação. Isso torna a Igreja a ser mais moralmente permissiva em aspectos inegociáveis da fé.

A influência do cristianismo na cultura e na vida dos norte-americanos quase não pode ser percebida.

Fonte: Entre Cristianos
Tradução e Edição: Gospel Prime

A Ação de uma Igreja Movida pelo Espírito

Quando iniciava suas cartas, Paulo tinha por hábito situar, geográfica e culturalmente, a igreja à qual ela se destinava. Para o apóstolo, a igreja não era um organismo isolado, distante do mundo. Pelo contrário: ele entendia que a cidade permeava a realidade da igreja - que, por sua vez, tinha o dever de ser sal e luz para a cidade. Esta compreensão pode ser percebida em suas citações aos aspectos culturais, sociais e econômicos da época. Quem lia ou ouvia a leitura dos escritos de Paulo sentia-se cidadão do céu, mas também de sua polis. Curiosamente, quase 2 mil anos depois, desde quando a Igreja Evangélica dava os primeiros passos em solo brasileiro e até algumas décadas atrás, ela vive (ou é obrigada a viver) sob a dimensão de gueto, de uma espécie de clube fechado e distanciado da vida pública nacional. Este elemento marcou a postura protestante, sendo reforçado no movimento pentecostal. Até pouco tempo, o conceito de dupla cidadania era, para a maioria dos cristãos evangélicos, apenas figura de retórica. Ou se vivia no Planeta Igreja, ou no chamado "mundo", no pior dos sentidos. Nas últimas quatro décadas, porém, a presença evangélica na sociedade tem aumentado estatisticamente com o crescimento do número de fiéis (seja por conversões ou por adesões). Como conseqüência, as igrejas cobram um reconhecimento desta presença e de sua importância para o país. De fato, não há como negar a dimensão pública das igrejas evangélicas. Hoje, os evangélicos fazem parte do cenário nacional. Seja como "grupo social" ou "nicho de mercado", não somos mais ignorados. No entanto, parece faltar à nossa presença pública justamente seu melhor e maior diferencial: a marca do Deus Espírito Santo, que olha para o homem em sua integridade, querendo alcançá-lo com uma palavra transcendente, transformadora. A dupla cidadania inclui o dever de instalar o Reino na terra. Mas o Planeta Igreja tem dificuldade de apresentar esta perspectiva quando resolve se comunicar com o "mundo". Como o sociólogo Gedeon Alencar analisa com propriedade no texto "Construção do WASP tupiniquim", nossa relação - ou a falta de relação - com a cultura gera, de forma geral, uma atitude de acomodação, negação ou mesmo assimilação. O que aconteceu com nossa opção? Foi cooptada? Quem assimilou o quê? A ação mais desejável do Espírito Santo na Igreja é exatamente o redescobrimento da espiritualidade genuína e da dimensão pública da igreja, que inclui o redescobrimento do espaço terapêutico (comunhão) e de serviço que ela representa. É isto que nos faz capaz de olhar para o mundo como campo de missão. O desafio não está em deixar o mundo, nem em procurar formas de não se deixar contaminar por ele, nem na negação de nossos fundamentos para garantir aceitação. Encarnar o mundo - não no sentido de assimilar seus valores, mas no de assumir suas mazelas para transformá-lo - é o verdadeiro desafio. As marcas da ação do Espírito Santo na Igreja podem ser identificadas no episódio do Pentecostes. Para começar, a igreja se apercebe de sua dimensão pública e vai às ruas, às cidades, às praças, torna-se pública, mostra sua face. Ela abandona a segurança do Cenáculo e perde o medo da perseguição e da morte. O Espírito Santo impulsiona os discípulos às ruas e os desafia a ser comunidade e viver na perspectiva do Reino de Deus. É quando eles descobrem o significado de ser sal, luz e tempero do mundo. Além disso, o Pentecostes do livro de Atos dá novo sentido à experiência cristã e à espiritualidade/religiosidade. A festa judaica era centralizada no templo. Com a descida do Espírito Santo, ela deixa de ser um evento privado e passa a ser um acontecimento público, de caráter histórico. A partir daí, a igreja deixa de ser um espaço privado, de atendimento de interesses pessoais, e ganha um caráter público e de inserção na história. Vento e fogo. Estes são os símbolos escolhidos pelo Espírito Santo para oferecer à Igreja a energia e o poder. E ambos só podem se desenvolver fora dos espaços fechados, das clausuras. Quando eles chegam, a conseqüência imediata é a paixão pelo evangelismo e pela transformação social. A fé torna-se visível, explícita. Não existe mais para a satisfação pessoal, mas para uma dimensão maior de compromisso de amor e serviço. O Espírito Santo derrama sobre a Igreja a consciência profética (denúncia, inconformismo, proclamação), amplia a visão (o mundo como campo missionário) e traz de volta o sonho (a utopia, as bandeiras da justiça e da paz). Ao atuar sobre a Igreja, o Espírito Santo faz mais do que dar dons de línguas. Ele a desafia a viver uma espiritualidade encarnada, situada, contextualizada, integrada à vida da cidade. E nos induz a levar os efeitos desta nova dimensão às ruas. Para se manifestar, ele só precisa de corações abertos e do desejo real de um avivamento.

Aline Barros lança "Extraordinário Amor de Deus" seu novo CD

A expectativa para o novo CD da cantora Aline Barros pela MK Music era tanta que o disco, que foi lançado nesta terça-feira (25), já vendeu 50 mil cópias, alcançando Disco de Ouro.

Aline Barros não para. Além de ser um dos mais expressivos nomes do gospel nacional, e uma referência do segmento no exterior, ela concilia trabalhos para diferentes públicos. A cantora está há quatro anos sem gravar CD direcionado a jovens e adultos. Nesse tempo, ela lançou um CD e um DVD infantil e ainda um projeto em DVD com sucessos da carreira, com o intuito de compartilhar com o público seu trabalho além da música, e bastidores de suas viagens ministeriais com sua banda. Todos esperavam e chegou a hora: a MK Music acaba de lançar o álbum inédito de Aline Barros: Extraordinário Amor de Deus.

O disco já estreou em rádios de todo Brasil com Ressuscita-me , de Anderson Freire, canção que já está entre as mais pedidas. Que diz: Remove a minha pedra / faz uma milagre / muda minha história / ressuscita meus sonhos / renova minha vida / me faz um milagre / me toca nessa hora / me chama para fora / ressuscita-me . São 14 faixas gravadas em estúdio e ao vivo (ministrações e congregação), na Comunidade Evangélica Internacional da Zona Sul (RJ), onde a cantora e seu marido, Gilmar Santos, são pastores. Canções de adoração tocantes e comoventes, e músicas de celebração que não vão deixar ninguém ficar parado.

A produção musical, assinada pelos integrantes do grupo Roupa Nova, Ricardo Feghali e Cleberson Horsth, que já trabalharam com a cantora outras vezes, traz uma sonoridade que lembra os grandes momentos de Aline Barros, mas com uma nova inspiração... Que só ouvindo para conferir, e se surpreender! "Eu fiquei emocionado várias vezes no estúdio durante a gravação. Com a Aline cantado é muito fácil, a gente só dá uma ajuda", atesta Ricardo. "Pela MK é o primeiro CD da Aline que produzimos e está sendo um prazer trabalhar, primeiro pra Deus, depois pra Aline", reitera Cleberson.

Os produtores derramaram seu talento nas 14 músicas. Letras compostas por nomes como Aretusa, Luciano Lima, Davi Fernandes, Jamba, Clovis Lardo, Gilmar Santos, marido de Aline, Anderson Freire (que assina oito delas, algumas em parceria) além da própria Aline, que também tem parceria em cinco faixas. Há ainda três versões no repertório: duas do ministério australiano Hillsong ( Teus Para Sempre e Rendido Estou ) e outra da banda americana Third Day ( Rei da Glória ).

Para a MK Music, esse é um lançamento muito importante da gravadora. E, mais uma vez, Aline não decepcionou. Pelo contrário. "A Aline é muito caprichosa, tem muito cuidado com o repertório, com a Palavra, com tudo aquilo que ela tem que passar como um conteúdo geral. Aline fez a seleção do repertório, sujeitou as músicas à MK, a mim, me levou no estúdio pra que eu pudesse ouvir as canções. Ela teve muito cuidado, desde o início com a escolha dos produtores, pra fazer uma sonoridade diferenciada. A Aline também tem uma expectativa no coração dela de se superar cada vez que ela lança um CD, de ser mais impactante, melhor, extraordinário. Eu posso garantir a você que o CD ficou extraordinário, como tudo que ela faz, com toda excelência pra Deus", afirma Marina de Oliveira, diretora artística da MK Music.

Fonte: Mk Music

Aprendendo a orar

Dia desses ouvi numa ministração esta afirmação: Precisamos aprender a orar. Em princípio me soou fora de propósito esta afirmação Falar uma coisa dessas para uma igreja cheia de crentes, é considerar que muitos de nós ainda desconhecem os segredos da oração. Bem você pode dizer: orar é conversar com Deus. E esta afirmação tua é correta. Mas o que o pastor nos passou naquela noite é que oração é uma conversa íntima com Deus. E que sempre que entramos na presença dele temos que apresentar argumentos para que nossa oração seja atendida.
Se você já torceu o nariz para a primeira afirmação então lá vai uma outra. que o pastor usou para fundamentar a ministração daquela noite. Ele lembrou que o maior inimigo de Deus também ora. E o que é mais cristalino, conforme mostrou o mensageiro na Palavra do Senhor. Deus às vezes, dá ouvidos à oração de Satanás. Não que Ele tenha prazer nisto. Mas é para mostrar a Satanás, que os escolhidos de Deus, sempre vão prevalecer, quando requeridos pelo inimigo.
Há duas situações na Bíblia em que devemos refletir para entender mais o poder que há na oração. Lembra o livro de Jó 1-6 a 12. Com certeza Deus não recebeu Satanás com tapete vermelho quando ele se apresentou entre os filhos de Deus. Mas o nosso inimigo teve um particular com Deus naquele dia. Deus até perguntou: De onde vens? Ao que Satanás respondeu. De rodear a terra. Alegre com Jó, Deus esticou a conversa perguntando ao diabo: Observaste o meu servo Jó, homem sincero, reto e que se desvia do mal? O inimigo que só veio para matar, roubar e destruir, requereu então o direito de tocar em tudo que Jó tinha, e acabou obtendo-o.
Jó foi provado perdendo em princípio tudo o que tinha, mas manteve-se fiel, ao ponto de afirmar: Eu sei que o meu redentor vive. A fidelidade daquele homem de Deus foi tanta, que ao final Deus requereu que aqueles "amigos" procurassem a Jó para orasse por eles (Jó 42-8).
Outra citação de que o inimigo conspira contra os eleitos de Deus está no livro de Lucas. Jesus conta a Pedro que Satanás o requereu para cirandar como o trigo, mas que Ele, Jesus, rogou ao Pai para que a fé de Pedro não desfalecesse. E tanto pelas passagem de Jó quanto de Lucas aprendemos o que é orar. Não é simplesmente falar como Deus. Isto até o nosso inimigo e adversário de Deus consegue. E mais do que isto. Ele até parcial e temporariamente, tem sua oração respondida.
Orar é principalmente fazer a vontade de Deus. Foi por isto que quando os discípulos pediram a Jesus que os ensinasse a orar ele lembrou; Pai Nosso...... seja feita a tua vontade, assim na terra como nos céus. Muitos oram, Mas talvez orem como Satanás, querendo o que é mal. Ou como os amigos de Jó, desagradando a Deus. E quem lê Jó pode concluir que com amigos como aqueles, Jó nem precisava de inimigos. Até fiz uso desta expressão, amigos de Jó, há duas pessoas que um dia tentavam me justificar o injustificável.
Orar é cumprir papel de intercessor. Como Jesus ensina na parábola do bom samaritano. Porque Deus nos quer ver como verdadeiros sacerdotes. Leia lá no livro de Apocalipse 1-5 e 6: Àquele que nos amou, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados, E nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai; a ele glória e poder para todo o sempre.
Foi como sacerdote que Jesus se colocou em favor de Pedro. E é desta forma que precisamos nos colocar em relação aos homens. Até porque que cristãos seremos se nos calarmos diante de injustiças? De que nos valerá a religiosidade, se consentirmos com a perversão do direito do órfãos e das viúvas. A oração só agrada a Deus quando fazemos bem aos homens, mesmo tendo eles nos feito mal... Em Romanos 12- 14 Paulo ensina: Abençoai aos que vos perseguem, abençoai, e não amaldiçoeis e do 17 ao 21 acrescenta: A ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas honestas, perante todos os homens. Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens. Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor. Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.
Dia desses, ouvi de uma profetiza: Deus manda te dizer: todos que te humilharam e desprezaram estão em minhas mãos. Eu vou tratar com eles. Naquele momento intercedi por todos eles. Eu sei: horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo. Entre orar por você e pelos outros, escolha orar pelos outros. E assim vai estar fazendo a vontade de Deus. Ele mesmo afirma na sua palavra: Misericórdia quero e não juizo. Creio que aprendi a orar.

Movimento Rio Solidário será realizado também em Goiânia

Pastores e organizadores de eventos reúnem-se na capital do estado de Goiás para viabilizar ação social em prol das vítimas das chuvas na região serrana do Rio.

Nesta terça-feira (18/01) foi realizada em Goiânia uma reunião entre várias personalidades da mídia e promoção de eventos do meio gospel. A assembléia foi realizada com o intuito de criar uma aliança de solidariedade às famílias desabrigadas e desalojadas devido às fortes chuvas que acometeram a região serrana do Rio de Janeiro nos último dias.

O estado carioca foi palco de mais uma tragédia que, acentuada pelas más condições climáticas e aos problemas de ocupação e infraestrutura, levou a óbito mais de 700 pessoas até o momento. O problema repete o padrão do ano passado (2010), quando o Rio de Janeiro passou pela mesma situação.

Pessoas e instituições filantrópicas de todo o Brasil mobilizaram-se para enviar ajuda humanitária às vítimas, e foi neste mover que o cantor e pastor da Igreja Batista da Lagoinha (MG) André Valadão idealizou a campanha Rio Solidário. O projeto baseia-se na realização de um grande evento com música e palavra, a fim de arrecadar donativos que são enviados aos atingidos pelas chuvas.

O primeiro Rio Solidário teve a presença de vários ministros de louvor, tais como o próprio pastor André Valadão, sua irmã e também pastora Mariana Valadão e a cantora Nívea Soares. Durante o evento foram arrecadados mais de 9 toneladas de alimentos e roupas que foram entregues nas regiões afetadas.

Com a infeliz repetição da tragédia no Rio de Janeiro, os organizadores decidiram realizar a segunda edição do Rio Solidário, a fim de ajudar as vítimas das chuvas. Desta vez, várias outras igrejas de muitos estados brasileiros firmaram parceria com o projeto.

Na capital goiana, várias igrejas vão participar na realização do evento. O Rio Solidário em Goiânia será realizado no próximo dia 28/01, a partir das 19h, no auditório da Videira no Setor Bueno. Vários ministérios de louvor já confirmaram sua presença no dia. São eles: Disco Praise, Ministério Ipiranga, Deigma Marques, Banda Livres, Reasamba, Thiago Godói, Marcos Alessandro e Banda Thape.

Vários meios de comunicação estão nesta empreitada para a arrecadação de donativos. Para acompanhar tudo, você pode ficar atento às notícias do JovemX.com. A prioridade para as doações são: água, alimentos não-perecíveis, roupas e calçados em bom estado, material de limpeza, higiene pessoal e velas, já que em muitas localidades ainda não foi restabelecida a energia elétrica.

Serviço:Evento: Rio Solidário 2 em Goiânia(GO)
Data: 28/01/2011
Horário: 19h
Local: Auditório da Videira - Av. T-7 esq. T-3 n°1361 - Setor Bueno - Goiânia-GO
Informações: (62) 8505-2530 / 8406-9376 / 7813-7238 – www.jovemx.com
Fonte: JovemX

Thalles Roberto na IEQ Templo dos Anjos




Data: 29/1/2011
Local: Av. SIlva Lobo,701 - Barroca, Belo Horizonte (MG)
Descrição: (31) 3334-5799

A Bola de Neve de São Caetano do Sul, no ABC Paulista, comemora um ano com reggae de Nengo Vieira.


Nengo Vieira agita São Caetano do Sul

A Bola de Neve de São Caetano do Sul, no ABC Paulista, comemora um ano com reggae de Nengo Vieira. O evento acontece sábado dia 22 de janeiro às 20h na rua Visconde de Inhaúma, 654, Vila Gerty. A entrada é gratuita.

Não fique fora dessa! A regueira celeste vai agitar os céus de São Caetano do Sul!

Nengo Vieira na Bola de Neve São Caetano do Sul / SP
Endereço:
Rua Visconde de Inhaúma, 654 - Vila Gerty
Data: 22 de janeiro
Horário: às 20h
Entrada: Gratuita

A Bola de Neve de Cotia, em São Paulo completa 2 anos e comemora com evento dia 6 de fevereiro às 18h


Cotia comemora 2 anos de igreja com Catalau

A Bola de Neve de Cotia, em São Paulo completa 2 anos e comemora com evento dia 6 de fevereiro às 18h na rua Odair Pacheco Perdroso, 678/02 no bairro Quinta dos Angicos em Cotia. A entrada é gratuita.

"Para envergonhar os sábios, Deus escolheu aquilo que o mundo acha que é loucura; e, para envergonhar os poderosos, ele escolher o que o mundo acha fraco.

Para destruir o que o mundo pensa que é importante, Deus escolheu aquilo que o mundo despreza, acha humilde e diz que não tem valor.

Isso que dizer que ninguém pode ficar orgulhoso, pois sabe que está sendo visto por Deus." 1 Coríntios 1:27-29.

2º Aniversário da Bola de Neve Cotia com Catalau
Endereço:
Rua Odair Pacheco Perdroso, 678/02 - Quinta dos Angicos - Cotia / SP
Data: 6 de fevereiro
Horário: às 18h
Informações: (11) 9556-9213

Cerca de 3 mil pessoas participam de noite missionária em Niterói (RJ)

Cerca de 3 mil pessoas participam de noite 
missionária em Niterói (RJ) Programação teve muita música e testemunhos missionários
A programação da Noite Missionária nesta segunda-feira, 24 de janeiro, que mais uma vez reuniu as duas juntas missionárias dos batistas brasileiros, impactou os cerca de 3 mil presentes ao Ginásio Caio Martins, em Niterói/RJ, e entrou para a história das 91 assembleias já realizadas pela Convenção Batista Brasileira. A inspiradora e emocionante programação foi composta por músicas e testemunhos missionários, palavra dos dois diretores executivos e uma apoteose missionária. O ponto alto foi o apelo dos pastores João Marcos Barreto Soares (Missões Mundiais) e Fernando Brandão (JMN) por vocacionados e parceiros no sustento missionário. Cerca de 40 pessoas vieram à frente, decididas, enquanto outras choravam sem parar em seus lugares.

O programa começou com a participação de grupos de dança e coreografia de várias igrejas, como a 1a IB de São João de Meriti/RJ. Em seguida, testemunhos missionários, como de jovens transformados por Cristo na Cristolândia – projeto da JMN em São Paulo/RJ – e de Caleb, missionário da JMM no Oriente Médio.

Outro destaque da noite foi a apresentação do tema, divisa, música oficial e imagens da Campanha de Missões Mundiais 2011 – Eles também precisam da graça do Pai. O pastor Luiz Cláudio Marteletto, gerente de comunicação e marketing da JMM, apresentou imagens do DVD missionário, já enviado às igrejas da CBB, e falou do desafio de levar o amor de Deus aos povos não-alcançados – em especial aos muçulmanos. Já a música-tema, “Poder pra Salvar”, foi apresentada pelo Pr. Paulo Davi, ministro de adoração e artes da 1a IB de Curitiba/PR, parceiro de Missões Mundiais em várias outras composições missionárias.

Mas o momento de maior emoção foi o apelo missionário conduzido, com impressionante afinação, pelos dois executivos das juntas missionárias. Desafiando os batistas brasileiros presentes ao Caio Martins, os pastores Fernando Brandão e João Marcos falavam, alternadamente, dos clamores por mais obreiros e apoio aos projetos vindos do Brasil e de várias nações do mundo. Visivelmente emocionados, conclamaram àqueles que foram tocados pelos clamores para irem à frente, em sinal de dedicação de sua vida, para que juntos pudessem orar.

O pastor Ebenézer Soares Ferreira foi o convidado para a oração final, enquanto os dois executivos, ajoelhados, intercediam pelos decididos à frente e nas cadeiras e arquibancadas do ginásio. A ênfase do clamor foi o agradecimento a Deus pelas vidas dedicadas a Sua obra no Brasil e no mundo.



Fonte: JMM
 

Ministério alcança judeus com o Evangelho - Fundador do Ministério era judeu e se converteu a Cristo após ser evangelizado

Ministério 
alcança judeus com o Evangelho Um rabino messiânico apontou que dois mil anos de história tem mostrado ao povo judeu que os cristãos são seus piores inimigos. 

"Se ignorarmos a história, nunca realmente compreenderemos por que é tão difícil de alcançar o povo judeu com o Evangelho", destacou Jeff Friedman.

Friedman cresceu odiando cristãos. Enquanto frequentava uma sinagoga ortodoxa judaica regularmente em Brooklyn, NY, ele disse que tinha alguns breves encontros com cristãos e os encontrava ofensivos.

Até que ele começou a entender sobre Yeshua, ou Jesus. E foi no mais improvável dos lugares - no seu cabeleireiro.

Após se mudar para Miami, como parte de seu trabalho como farmacêutico do governo, Friedman foi um dia cortar o cabelo em 1980, onde conheceu Mitzi, sua hairstylist. Ela era uma mulher judia que participava da uma igreja Assembleia de Deus.

"Ela viu um vazio em mim. Eu não entendi, eu tentei preencher os lugares vazios com tudo que o mundo tinha, e tudo o que fiz foi me deixar com mais fome."
Mitzi foi capaz de discutir elementos bíblicos, explicou. “Ela desafiou-me a ler as Escrituras - Isaías, Jeremias, Zacarias, Salmos - e me mostrou o Messias. Pela primeira vez na minha vida, eu fui desafiado com esta pergunta: Quem é esse Messias?” 

Uma semana mais tarde, Friedman chegou à fé em Jesus depois de aceitar um convite para uma festa de Natal na igreja.

"Quando comecei a ler as profecias de Deus, era inevitável. Descobri nas Escrituras a aliança de Jesus e que Ele é o Messias", disse Friedman.

Friedman é um ministro licenciado, rabino messiânico e um dos fundadores do Ministério Esperança de Jacó, um ministério evangelístico da Assembleia de Deus. Ele pretende trazer essa mesma esperança ao povo judeu ao redor do mundo, fornecendo ajuda humanitária e médica, e compartilhar as Boas Novas do Messias.

Esperança de Jacó serve atualmente na Bielorrússia, Alemanha, Ucrânia, Etiópia e Israel e fornece ajuda humanitária, comida e cuidados médicos, treinando e equipando pastores locais e rabinos messiânicos para ministrar mais efetivamente às suas comunidades, distribuição de Bíblias, livros e equipamentos; culto de construção e centros de formação profissional e, finalmente compartilhar o Evangelho do Messias ao povo judeu.
 

Fonte: Christian Post/ Redação CPADNews

Diga não ao Big Brother Brasil.


Texto de Luiz Fernando Veríssimo.

Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço...A décima primeira (está indo longe!) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil,... encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.

Dizem que em Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB é a pura e suprema banalização do sexo. Impossível assistir, ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros... todos, na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterosexuais. O BBB é a realidade em busca do IBOPE...

Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB. Ele prometeu um “zoológico humano divertido” . Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.

Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível. Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo.

Eu gostaria de perguntar, se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade.

Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis?

São esses nossos exemplos de heróis?

Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros: profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores), carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor, quase sempre mal remunerados..

Heróis, são milhares de brasileiros que sequer têm um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir e conseguem sobreviver a isso, todo santo dia.

Heróis, são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna.

Heróis, são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada, meses atrás pela própria Rede Globo.

O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral.

E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano". Ah, tenha dó!!!

Veja o que está por de tra$$$$$$$$$$$$$$$$ do BBB: José Neumani da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.

Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social: moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros?

(Poderiam ser feitas mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores!)

Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores.

Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa..., ir ao cinema..., estudar... , ouvir boa música..., cuidar das flores e jardins... , telefonar para um amigo... , visitar os avós... , pescar..., brincar com as crianças... , namorar... ou simplesmente dormir.

Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construída nossa sociedade. 
 

Evangélicos é o grupo religioso menos satisfeito com a vida, aponta estudo

Esta conclusão de uma análise com 372.927 entrevistas feitas com adultos nos EUA pelo Instituto de Pesquisas Gallup.

Entre os membros de todas as grandes religiões, as pessoas consideradas “muito religiosas” estão mais satisfeitas com sua vida que a maioria dos “religiosos moderados” ou dos “não religiosos”.

Neste levantamento as principais variáveis demográficas e regionais foram monitoradas.

A pesquisa documenta que os norte-americanos mais religiosos desfrutam de maior bem-estar (satisfação com a vida). Os resultados atuais confirmam que o mesmo padrão persiste dentre todos os grandes grupos religiosos, incluindo também pessoas que não têm identidade religiosa formal.

O grau de religiosidade definido por esta análise baseia-se nas respostas dadas pelos entrevistados a questões sobre a importância da religião em suas vidas e a frequência a reuniões religiosas públicas (sinagoga, templo, igreja etc). Isso dividiu os entrevistados em três grupos: “muito religiosos”, “religiosos moderados ” e “não religiosos”.

Pesquisas anteriores mostraram que a religiosidade está profundamente relacionada à idade, gênero, raça e etnia, região do país em que vive, situação socioeconômica e estado civil. Uma vez que a satisfação também está relacionada com essas variáveis, a análise se mostra mais completa.

Os judeus obtiveram a maior pontuação de um grupo religioso no índice de satisfação, embora mais da metade deles se considerem não religiosos, segundo a pesquisa (quadro acima). Os judeus ficaram em primeiro lugar, com um percentual de quase 70% no “índice de satisfação”, seguidos por ateus/não religiosos/agnósticos, católicos, mórmons, muçulmanos e outras religiões. Protestantes obtiveram o menor índice, com 64,8.

Surpreendentemente, o grupo dos “não religiosos” ficou em segundo lugar na lista. Segundo o Gallup, este grupo, embora pequeno em tamanho, provavelmente inclui pessoas que têm formação religiosa mas atualmente apenas não pertencem a um grupo religioso específico – além dos que se autointitulam ateus e agnóstico

A pesquisa mostrou ainda o “nível de intensidade” das pessoas quanto à religião. Nesse item os resultados não surpreendem tanto em virtude da conhecida dedicação dos mórmons e dos protestantes em fazer prosélitos.

Uma análise dos números publicados mostra que todos os grupos têm um intervalo de 4 a 6 pontos entre os seus mais e os menos religiosos. O Gallup conclui que “as questões religiosas estão ligadas à satisfação, independentemente da religião que alguém siga”. Um analista do instituto de pesquisas disse ainda que fica claro o aumento de satisfação nos que frequentam com mais assiduidade a sinagoga/igreja/mesquita e podem capitalizar os aspectos sociais dessa participação.

A pesquisa foi realizada entre 2 de janeiro de 2009 e 28 de julho de 2010, numa parceria entre o Gallup e o Healthways, empresa focada em questões de saúde. A amostra aleatória foi de 554.066 adultos dos EUA e sua margem de erro é de 0,5 ponto percentual para mais ou para menos.

Fonte: Gospel +
Traduzido por Pavablog

VAMOS ACORDAR - SE MACUMBA FOSSE BOA , NÃO SE CHAMAVA MACUMBA E SIM BOA CUMBA. ACORDA BRASIL.

Polícia investiga três mortes em ritual de magia negra em SC

A polícia catarinense investiga um triplo homicídio que pode estar ligado a rituais de magia negra.

Três corpos de homens foram encontrados na madrugada desta terça-feira (25) em estado de decomposição enterrados no quintal de uma casa em Palhoça, na Grande Florianópolis. Três pessoas de descendência indígena foram presas sob suspeita dos assassinatos.

A investigação teve início após Daniel de Lima, 22, procurar uma delegacia na cidade gaúcha de Gravataí, Região Metropolitana de Porto Alegre, dizendo-se arrependido da participação no crime. Segundo ele, foi um latrocínio (roubo seguido de morte). Lima levou os policiais até Palhoça, onde mostrou a cova aos agentes, que foi feita em uma casa próxima à BR-101, na região do Morro do Cambirela.

Os policiais encontraram objetos que acreditam ser fruto de um ritual de magia negra. Um pentagrama desenhado com pedras, colar de plumas, potes com animais, peças de roupas, fotografias, flores e material semelhante ao usado em vodu estavam em um galpão a poucos metros da cova, adornada por velas brancas e vermelhas.

Presos

Outros dois moradores da região foram apontados por Lima como coautores do crime. Edeson Flávio Ercego, 36, conhecido como Índio e com antecedentes por tráfico de drogas, e Felipe de Souza Batista, 22, foram presos em flagrante por ocultação de cadáver.

À polícia, eles negaram o assassinato e disseram apenas que receberam o carro de Lima - um Ford Fiesta Sedan vermelho desaparecido - para revendê-lo em Porto Alegre. Segundo os presos, as vítimas foram mortas a machadadas e marretadas na semana do Natal.

As vítimas são três homens que estavam acampados no local. Um seria da cidade de Ijuí, no interior do RS, um de Santa Catarina e o outro do Rio de Janeiro. Este último, trabalharia como flanelinha em frente a uma casa noturna de Florianópolis. Uma das vítimas teria sido enterrada ainda viva, segundo informações da polícia.

“Estamos trabalhando com diferentes linhas de investigação, entre elas o latrocínio e a magia negra. Mas, nesse momento, parece que eles acabaram fazendo os dois”, disse o delegado Atílio Gasparim Filho.

Outros casos
Em outubro de 2001, o corpo da estudante Aline Silveira Soares, 18, foi encontrado nu em um cemitério do município mineiro de Ouro Preto com 17 perfurações pelo corpo. Moradora de Manhumirim (MG), ela tinha chegado à cidade três dias antes para uma festa de universitários.

Em junho de 2010, a Justiça de Minas decidiu manter a sentença que inocentou quatro jovens pela morte. No julgamento, a Promotoria alegou que eles cometeram o assassinato em um ritual relacionado a um jogo RPG (“role playing game”, em que participantes interpretam personagens de uma realidade paralela). Os acusados negam qualquer participação no crime.

Dois meses depois, uma empresária gaúcha foi encontrada morta e enterrada em uma área de reflorestamento de eucalipto de uma empresa produtora de papel em Guaíba (33 km de Porto Alegre). Ela teria sido atraída para a morte por um pai de santo conhecido da vítima há 17 anos, conforme a polícia.

Solange Alves da Silva, 53, teria sido morta e seu corpo concretado em uma cova. “Eles atraíram a vitima até o local e decidiram assaltá-la. Atacaram a mulher que, ainda com vida, foi enterrada”, afirmou, na época, o delegado responsável pelo caso, Rodrigo Zucco.

Após o assassinato, o pai de santo teria falsificado um cheque da empresária e realizado um saque de R$ 27 mil, enquanto seus comparsas usavam os cartões de crédito da vítima.

Fonte: UOL

Apenas 15% dos chineses identificam-se como ateus

Cerca de 85% dos chineses professa uma religião ou admite ter praticado um ritual religioso no passado recente, segundo um estudo sobre a vida espiritual dos residentes da China, levado a cabo pela Associação de Arquivos de Dados Religiosos.
Os números podem ser considerados surpreendentes, tendo em conta que a China é um país oficialmente ateu, que encoraja o ateísmo no sistema de educação e nos locais de trabalho e chega a exigi-lo aos membros do Governo e do Partido Comunista.
Contudo, a esmagadora maioria dos inquiridos admitiu ser religioso ou revelou ter práticas de natureza religiosa.
A influência chega também ao Partido, 17% admite ter uma religião e outros 65% terão praticado um ritual religioso durante o último ano.
O estudo, da autoria dos sociólogos Fenggang Yang e Rodney Stark, mostra ainda que a maior religião na China é o Budismo, com 18% da população, o que se traduz em 185 milhões de pessoas.
O Cristianismo contará com cerca de 3,2%, ou seja, cerca de 33 milhões, mas os autores referem que outros 40 milhões de pessoas mostrou partilhar algumas crenças cristãs.
As práticas espirituais soltas, como a veneração dos antepassados, têm ainda mais aderentes, chegado aos 745 milhões de pessoas.
Yang e Stark dizem que, perante estes dados, é absurdo falar dos chineses como um povo ateu, independentemente da posição oficial do Governo.
A China não é o único país a declarar-se oficialmente ateísta, Coreia do Norte, Vietname, Laos e Cuba, todos países comunistas também o são, embora Cuba tenha liberalizado as suas atitudes em relação à Igrejas nos últimos tempos.
Fonte: Rádio Renascença / O Verbo

Marina Silva Cria Instituto para 'Desalienar' Evangélicos - A ex-presidenciável Marina Silva (PV) prepara o lançamento de um instituto com seu nome, dedicado a ações de educação ambiental e formação política.

Ela disse a aliados que a entidade terá foco no público evangélico, uma de suas principais bases eleitorais na campanha do ano passado.

O projeto é tratado internamente como uma espécie de ponto de partida na construção de uma nova candidatura ao Planalto em 2014.

A intenção da verde, segundo aliados, é usar a ONG para "politizar" fiéis e se manter em evidência no segmento evangélico, que já representa 25% dos brasileiros.

Como o mandato dela no Senado termina dia 31, o plano é acelerar a criação do instituto para evitar um afastamento dos eleitores.

O Instituto Marina Silva terá sede em Brasília, onde ela continuará a morar com a família após entregar as chaves do apartamento funcional.

Pastores que se engajaram na campanha de 2010 e não têm vínculos com o PV devem ser convidados para colaborar com a entidade.

O instituto também vai abrigar os assessores mais próximos, que perderão os cargos no Senado, e parte da equipe que atuou na campanha e continua a trabalhar para Marina nas áreas de comunicação e internet.

Discurso

Segundo interlocutores, a senadora quer investir na formação política dos evangélicos, que considera alijados do mundo partidário. Como na campanha, ela deve usar trechos bíblicos para difundir seu discurso ecológico.

Marina foi a única evangélica a disputar a Presidência ano passado. Defendeu bandeiras alinhadas às igrejas, como a oposição ao aborto e ao casamento gay, mas pregou a tolerância e o combate à discriminação religiosa.

Ela pretende se afirmar como uma referência "progressista" no meio religioso, em contraposição a líderes conservadores como o pastor Silas Malafaia, que apoiou José Serra (PSDB).

Além da nova ONG, a senadora também voltará a presidir o Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS), com sede em São Paulo. A entidade reúne intelectuais que apoiaram sua candidatura, como José Eli da Veiga e Luiz Eduardo Soares.

Ao jornal Folha de S. Paulo Marina confirmou a criação do novo instituto, mas disse que seu formato ainda será definido e que ele não terá fins eleitorais.

Ela afirmou que os evangélicos não serão tratados de forma diferente dos adeptos de outras crenças. "Vou ter foco em várias frentes." As informações são da Folha.com



Com informações Novo Jornal / Folha

Fiéis esperam pela ressurreição de dois dos seus pastores - Fiéis se recusam a exumar o corpo dos pastores por acreditarem na ressureição

Fiéis esperam pela 
ressurreição de dois dos seus pastores Os fiéis de uma igreja protestante do Oeste do Quénia rejeitaram, desde há uma semana, exumar dois dos seus pastores, mortos num acidente de viação, na esperança que eles venham a "ressuscitar", soube-se hoje (segunda-feira), de fontes concordantes citadas pela France Press (AFP).

Patrick Wanjohi e Francis Kamau Ndekei, pastores da "Família do reino dos céus" (KSF), encontraram a morte num acidente de viação sobre a auto-estrada ligando a capital Nairobi à Nakuru (oeste), onde está baseada a KSF.

"Justamente que eles estão a dormir, eles não estão mortos ", estimou "o apóstolo" e líder da KSF, John Kimani.
   
Tal como Jesus foi ressucitado no "terceiro dia", após a sua crucificação, segundo o Evangelho, "o apóstolo " do KSF, tinha anunciado a ressureição dos dois pastores para quinta-feira passada, o que não aconteceu, noticiou o diário local The Star.

Assim, as urnas contendo os seus restos mortais foram depositadas no respectivo templo, onde fiéis, agrupados em centenas, rezam pelo "milagre" há muito esperado.
   
"As nossas orações continuarão até esta quinta-feira. Assim, se eles não retornarem à vida, vamos enterrá-los prometeu o "apóstolo" Kamani.

Fonte: ANGOP

Notícias Sobre Ressurreições em Teresópolis Repercutem no Exterior Através de Site Cristão Sensacionalismo em meio à tragédia: Capa de jornal é alterada para divulgar suposta ressurreição

O Brasil passou recentemente pelo maior desastre natural de sua história. Enquanto centenas de pessoas choram seus mortos e outros milhares ainda precisam de ajuda, boatos que rondam esse tipo de situação surgem a todo momento.

Infelizmente, algumas notícias falsas chegaram também à internet e foram reproduzidas nesta semana no Heling Herald. O site cristão divulgou uma nota sobre a suposta ressurreição de 16 pessoas em Teresópolis. Para piorar, a imagem de capa do jornal Diário de Teresópolis foi manipulada digitalmente para tentar atestar o que foi chamado de “sinal divino”.


Propriedade de membros da igreja Bethel, na Califórnia, o site cristão se diz especializado em relatar curas e milagres. Eis um trecho da matéria que, segundo o Hearling Herald, teria sido extraída do jornal Diário de Teresópolis:

Uma enfermeira está liderando uma equipe de missionários formada por médicos e enfermeiros no Brasil. Eles saíram em 13 de janeiro e ficarão por lá até o dia 28 de janeiro. No dia 12 houve grandes enchentes no Brasil e mais de 600 pessoas morreram. Eles não viajaram por esse motivo, mas estavam lá quando tudo aconteceu.

Apenas uma pessoa da equipe já havia experimentado o poder do Espírito Santo em milagres! Ela pediu a amigos para que orassem, e eles atenderam.


Um amigo enviou-lhe um curto e-mail no dia 13, com uma palavra pequena, e ela conta como a equipe foi abençoada por aquilo. Na noite seguinte, o mesmo amigo lhe enviou outro e-mail. A enfermeira disse que quando leu o e-mail para sua equipe na capela, no sábado (15/1) pela manhã, todos os membros da equipe caíram sob o poder de Deus. Elas ficam incapazes de se mover por mais de uma hora, enquanto alguém relia o e-mail sem parar. Depois, o Espírito Santo lhes disse para ir ao necrotério orar pelos mortos e eles obedeceram imediatamente. [...]

Eis a transcrição da suposta notícia do jornal brasileiro, segundo o Healing Herald:

CALEME, Teresópolis, Brasil – As pessoas do bairro do Caleme testemunharam sábado (5/1), corpos ressuscitados dentre os mortos na rua. Outros 10 corpos do necrotério foram trazidos de volta à vida. Uma mulher que morreu afogada também voltou a viver. As pessoas em Caleme informaram que cinco homens estrangeiros se aproximaram dos corpos e gritaram: “Levante-se [sic] e vivam em nome de Jesus”. Os corpos começaram a tremer, se levantaram, caminharam e agora todos estão vivos.

Os outros que voltaram à vida estavam no necrotério desde quarta-feira. As pessoas têm falado com os ressuscitados, que ainda estão fracos, mas que foram capazes de relatar: “Eu estava em um lugar escuro, com muitas pessoas chorando, gritando. Eu estava dormindo? Agora eu estou vivo! “. “Eu sei que estava morta. Eu estava em um lugar escuro, feio. Não sei o que aconteceu, mas estou de volta à vida. Deus está vivo”. As famílias desses mortos agora comemoram com muita alegria. Há esperança no bairro Caleme desde sábado.
Sediado em Terosópolis, o site Badarts publicou uma denúncia repudiando a falsa notícia. Depois de receber email contestando os fatos apresentados, desde ontem o site da igreja americana exibe um alerta de que a notícia “pode não ser verdadeira”, mas diz confiar em suas fontes. Deixa ainda explícito na nota que acreditar ou não no milagre é uma escolha do leitor.
Infelizmente, parte da chamada “imprensa cristã” não checa as fontes e divulga fatos que não podem ser comprovados. Apelar para a fé e supostamente defender a “ação de Deus” em casos como esse é uma manipulação da notícia e dos leitores. Esse tipo de notícia se espalha rapidamente na internet e foi reproduzida como fatual em vários sites e divulgada no Twitter AQUI (reprodução abaixo). Não é a primeira vez que esse tipo de coisa acontece, como já noticiamos AQUI.



Pavanews, com informações de Healing Herald e Badarts

MP acusa prefeita de usar Assembléia de Deus para desvios no RJ

O procurador-geral de Justiça, Cláudio Lopes, denunciou hoje ao Tribunal de Justiça, por crimes distintos, a prefeita de São Gonçalo (RJ), Aparecida Panisset, o vereador de Araruama (RJ), Sérgio Roberto Egger de Moura, e o vereador de Miracema, André Luiz Amim Monteiro.

    Aparecida é acusada de desviar cerca de R$ 600 mil por meio de dois convênios com igrejas locais. O primeiro, de 21 de outubro de 2005, repassou R$ 25 mil mensais durante um ano para a Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministérios da Reconciliação (IEADMR). A entidade deveria prestar cursos profissionalizantes e realizar serviços médicos e assistenciais para a população. O segundo convênio, de mesmo valor e tempo de duração, foi firmado em 1º de junho de 2006 com o Templo Pentecostal Casa do Saber (TPCS), com objetivo semelhante. De acordo com a denúncia, as atividades nunca foram feitas. Os pastores também responderão pelos crimes.

    Já o vereador Sérgio Roberto Egger de Moura. de Araruama, foi denunciado por desacato depois de discutir com um PM responsável pela apreensão de uma van que fazia transporte ilegal de passageiros. A van foi apreendida no dia 19 de agosto de 2009 pelo Detro. A denúncia é justificada pelo procurador pelo fato de Moura responder a diversas outras denúncias, inclusive tentativa de homicídio. Ele é suspeito de integrar uma milícia no município e já está preso.

    Por sua vez, a denúncia contra o vereador de Miracema André Luiz Amim Monteiro, conhecido como André Band, tem por base uma ameaça e agressões praticadas por ele contra Mateus Pinto Schelck, no dia 21 de maio de 2009.

Creio.com.br

IPB CONTRA A DANÇA E OS APÓSTOLOS - Supremo Concílio reprova consagração de apóstolos e uso de dança

O uso da dança na liturgia do culto e a consagração de apóstolos estão proibidos na Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB). É o que decidiu o Supremo Concílio no final do ano de 2010. Até a comemoração do Natal e o uso do teatro foi avaliado pelos representantes dos presbitérios.    
     As discussões giraram em torno do culto público e seus elementos. Os líderes debateram a celebração do culto de ação de graças nos cultos dominicais. "A decisão do Supremo Concílio foi não proibir as ações de graças como parte do culto no dia do Senhor, e que o culto deve ter Deus como centro. Ou seja, declarou que as ações de graças fazem parte do culto a Deus, como está na Confissão de Fé da IPB (Westminster) e que o culto não deve virar culto à personalidade, mas Deus é sempre o centro do mesmo", divulgou o reverendo Augusto Nicodemos em seu blog.
     A dança e a nomeação de apóstolos continua proibida. Segundo o Concílio Supremo, na Bíblia, a dança e a coreografia não fazem parte do culto público, por isso, devem ser excluídas da liturgia. Quanto aos apóstolos, a resposta foi de que só são reconhecidos como tais, os Doze Apóstolos de Jesus e Paulo.
     Já os cultos de gratidão a Deus aos domingos a noite são permitidos. A decisão é de que todos os cultos devem ter Deus como o centro e que a gratidão a Ele deve estar sempre presente nos domingos.
     Ainda foram discutidas questões acerca da comemoração do natal, de práticas neopuritanas e de cantatas com representações teatrais. Segundo o Supremo Concílio, é importante discutir tais detalhes por conta da invasão de novos elementos trazidos pelo neopentecostalismo.

Por Creio

O Ritual – Obscuro mas sem Perigo

the-rite-christian-postUm filme francamente antecipado, O Ritual, dá ao diabo e ao poder da escuridão uma parte equitativa do tempo de antena, esperando que os espectadores fiquem com a ideia acerca do outro poder espiritual que também existe.
  • (Foto: Warner Bros Pictures)
    Anthony Hopkins (à esquerda) como o Padre Lucas e O'Donoghue Colin estudante cético do seminário Michael Kovack no thriller psicológico do New Line Cinemas "O Rito," que a Warner Bros Pictures lançou.
Apesar da forte linguagem e das cenas estranhas (exceto o vômito de sopa de ervilha e a cabeça a girar), O Ritual, cuja estréia está prevista para sexta-feira, oferece aos Cristãos e não-crentes a hipótese de discutirem sobre o poder da fé.
“O Ritual atrairá mais do que uma audiência de crentes, mas espero que o filme convença, de que de fato existe mais para o mundo do que aquilo que eles veem e isso pode ter um benefício,” comentou, segunda-feira, o Dr. Clay Schmit, professor de pregação e diretor acadêmico de Brehm Center for Worship, Theologyand the Arts at Fuller Seminary, na Califórnia.
Este centro integra as artes com a pregação e teologia, que inclui a exploração das conexões entre o filme e a teologia.
“Estou ansioso para vê-lo. Estou ansioso pelos comentários que surgiram entre o filme e a teologia,” acrescentou Schmit.
O Ritual é baseado num livro não ficcional do jornalista americano Matthew Baglio. Inspirado em fatos reais, o filme segue um seminarista incrédulo, Michael Kovack (Colin O’Donoghue) ao Vaticano onde participará numa escola de exorcismo. É em Roma que a personagem encontra o Padre Lucas (Anthony Hopkins), que o apresenta ao mundo obscuro da espiritualidade que os rodeia.
Enquanto os filmes de Hollywood sobre exorcismo são sempre populares, O Ritual, está a receber orçamento extra devido aos comentários de alguns meses atrás acerca da iniciativa de exorcismo por parte da Igreja Católica.
Em Novembro, mais de 100 clérigos Católicos participaram em exercícios de exorcismo em Baltimore, dando resposta ao aumento dos inquéritos por parte dos padres americanos sobre tal programa.
Em Itália, o exorcismo é francamente popular com cerca de meio milhão de casos relatados por ano, de acordo com Baglio.
O Dr. Clay Schmit reconheceu que a possessão demoníaca prevalece mais fora dos EUA. Schmit disse que ouviu inúmeros evangélicos que trabalharam na África e em outras partes do mundo, que encontraram pessoas que estavam possuídas. O Dr. também acrescentou que a possessão demoníaca é “certamente” bíblica e a Bíblia relembra Jesus a lidar com tais espíritos malévolos nas pessoas.
Schmit sugeriu que uma possível razão para a possessão demoníaca prevalecer menos nos EUA deve-se ao fato dos americanos concentrarem-se na tecnologia e na comunicação social mais do que nos outros países.
“É por isso que é difícil para nós ligarmo-nos a coisas que estão mais dentro de nós ou à nossa volta,” salientou.
O thriller sobrenatural, O Ritual, que irá estrear a 28 de Janeiro, é realizado por Mikael Hafsroem, que realizou anteriormente a adaptação de Stephen King, 1408.

CRISTIAN POST

"O Rico e o Mendigo" são tema de culto em IURD de SP

Em reunião na Catedral da Fé, em São Paulo, no último domingo (30), o bispo Romualdo Panceiro falou a respeito do rico e do mendigo.
Segundo o bispo, nas passagens de Lucas capítulo 16, versículos 19 a 21, há dois tipos de pessoas: o rico, que comia do melhor; e o pobre, que desejava comer das migalhas.
Depois, continuou: “Aconteceu morrer o mendigo e ser levado pelos anjos para o seio de Abraão...” (Lucas 16:22). Para o bispo, há anjos de Deus e anjos do diabo. “Ninguém está salvo porque aceitou Jesus, mas sim, por ter entregado a vida a Ele. A gente trabalha para que os anjos de Deus venham em busca da sua alma, para que você seja salvo assim como o mendigo foi”, explicou.
Prosseguindo, perguntou se as pessoas já haviam se questionado sobre de onde virão os anjos que receberão as ordens de Deus ou do diabo.
Retomando, ressaltou: “A bíblia diz que morreu o rico e foi sepultado. Ela não diz qual anjo veio buscá-lo; mas sabemos para onde ele foi – para o inferno, ficando em tormentos. Porém, ele não foi para o inferno por ser rico. O rico está preso às suas riquezas; mas, também há pobre que faz da sua pobreza o seu senhor”.
Ainda de acordo com o bispo, o pobre não foi para Deus por ser pobre; e nem o rico para o inferno porque era rico. “O que leva para o céu não é a pobreza nem a riqueza, e sim a fé vivida no Senhor Jesus. Essa fé leva você para o céu, sendo você rico ou pobre. O que salva a sua alma é a sua fé no Senhor Jesus”, afirmou.
Prosseguindo, ele salientou que o inferno não é o fim, mas o começo: “Ainda existe o lago de fogo. O seio de Abraão é o lugar que a pessoa vai antes da nova Jerusalém, a cidade onde nós viveremos com Jesus eternamente. Assim como o inferno é uma antessala para aqueles que vão chegar ao lago de fogo, o seio de Abraão é a antessala para aqueles que vão morar com Jesus para sempre”.
O bispo também esclareceu que a pessoa que morre com Jesus tem consolo, mas aquela que morre sem Ele está em tormento. “O consolado pensa: ‘Valeu a pena o sacrifício. Valeu a pena as renuncias, as lutas em prol de seguir a Deus’”.
Para finalizar, ele falou que existem pessoas que vêm na igreja só para serem salvas, morrendo logo em seguida. É por esta razão que quem está no inferno não tem como ir para o seio de Abraão. Ou seja, não tem mais como voltar atrás. O destino é o lago de fogo, pois, depois que a pessoa morre, não adianta mais orar pela alma dela.
“Por isso, não tem maior conquista, maior bem e nem nada mais precioso do que a nossa salvação. Ela sim é o bem maior. Se você conhece uma pessoa que está destinada ao inferno, você tem a obrigação de mostrar Jesus a ela”, enfatizou.
Fonte: Arca Universal

UMA AFRONTA CONTRA DEUS E SEUS ENSINAMENTOS - Igreja evangélica gay realiza encontro de casais como unção de alianças, renovação de votos e casamentos homossexuais

No culto serão celebrados noivados entre homossexuais e haverá troca de alianças para uma renovação de votos em 2011 entre os casais. Os solteiros também podem levar alianças para serem ungidas.
- As outras igrejas fazem encontros de casais heteros. Aqui, teremos um culto democrático, com espaço para o amor entre iguais – afirma o pastor Fábio Inácio.
Fonte: Extra

“Vovó” missionária de 65 anos participa do maior evento de tecnologia do Brasil

Por conta de uma alergia respiratória há cinco anos, Nilde não podia sair de casa e respirava com a ajuda de um balão de oxigênio. “Comprar um notebook foi ideia da minha filha, porque ela não queria que eu ficasse sozinha e acabasse deprimida”, relembra. Conectada à internet, tinha companhia, lia notícias e fazia pesquisas.
Após a filha ser transferida de Macapá (onde até hoje Nilde mora) para Minas Gerais (de onde Nilde partiu para a Campus Party com a caravana de Uberlândia), Nilde foi descobrindo outros recursos online. “Foi minha filha que criou meu MSN e minha conta no Skype e até hoje nos falamos muito pela internet.” Foi também por intermédio da filha que ela foi parar na Campus Party. “Fui passar férias em Minas e ela me contou que iria participar do evento aqui em São Paulo e achei que seria interessante vir também.”

Orkut, blog e Twitter

Como missionária evangélica, Nilde explica que queria continuar o trabalho de aconselhamento – que já não podia fazer presencialmente por conta de sua doença – pelo Orkut. “Aconselhava as pessoas pela página de recado e acabei criando uma comunidade no Orkut”, conta. A Mensagens Evangélicas para Orkut, com cerca de 4 mil membros, levou Nilde a conquistar várias amizades “virtuais”. “Tenho muitos amigos confidentes, que só conheço na internet.”
Agora, ela espera a filha chegar ao evento, na noite desta quarta (19), para que juntas criem um perfil no Twitter e um blog.
Fonte: UOL

Polêmico jogador evangélico Felipe Melo afirma que Deus trouxe sua filha de volta da morte

Neste último domingo, 23, o volante do Juventus teve que ir correndo a um hospital na Itália, onde mora e joga, após sua filha Pietra, de dois anos de idade, ter uma parada respiratória.
Após passar mal e ser levada ao hospital, Pietra precisou ser reanimada pelos médicos pois já estava praticamente morta. Felizmente a menina voltou a vida.
Minha filha Pietra quase nos deixou. Estou em lágrimas. Minha filha Pietra estava quase morta e Ele praticamente trouxe ela de volta.
Em seu twitter, Felipe atribui a Deus por sua filha ainda estar viva: “Estou em lagrimas apenas para testemunhar e dizer para todos que Deus existe e é fiel!”, afirmou o volante, e completou: “Não posso deixar de falar que Deus é tremendo!”.

Polêmicas

Muito criticado, Felipe Melo ficou famoso pelo gol que tirou a seleção do Brasil da Copa do Mundo, o qual foi atribuido como gol contra, e por um suposto excesso de violência nas divididas de bola. Expulso da eliminação e vencedor do prêmio de pior jogador da Europa, Felipe chegou a mudar seu comportamento e ganhar fama de ótimo ladrão de bolas sem fazer falta duras, rendendo até uma homenagem de um juiz a seu novo estilo, mas recentemente, no começo de um jogo, após uma dividida com um jogador, ainda caido no chão acertou um chute no rosto do adversário e foi expulso. Neste jogo seu time foi goleado.
Outras polêmicas são a cerca de acusações de que Felipe não seria evangélico como é dito por alguns críticos. Segundo o jornalista Anselmo Góes, Felipe teria feito festa com prostitutas para comemorar a convocação para a Copa do Mundo. Já a modelo Raíssa Miura desfilou no Carnaval com um F nas nadegas dizendo ser em homenagem ao jogador e afirmou depois ter tido um caso com o jogador, que é casado.

Outro lado

Procurada pelo Gospel+, a assessoria de imprensa de Felipe Melo afirmou que o jogador não fez festa alguma para comemorar a convocação, pelo contrário no momento em que o jornalista afirmou ter acontecido a festa, Felipe estava com a esposa, um pastor e fiéis dentro de uma igreja orando e afirmou ter testemunhos para provar.
Sobre o suposto caso com Raíssa Miura, a assessoria negou qualquer envolvimento com a modelo. Tanto Raissa, quanto Anselmo Góes estão sendo processados por Felipe Melo por essas acusações.
Em outubro de 2009 antes da Seleção e Copa, Felipe Melo já famoso na Juventus, afirmou que após deixar o futebol pretende ser diácono de uma igreja evangélica.
Fonte: Gospel+

ERRO GRITANTE DO GOVERNO DA AFRICA DO SUL. Pare o "estupro corretivo"

Caros amigos,não acredito que umm erro sirva para corrigir outro.


"O estupro corretivo”, a prática cruel de estuprar lésbicas para “curar” sua homossexualidade, está se tornando uma crise na África do Sul. Porém, ativistas corajosas estão apelando ao mundo para pôr fim a estes crimes monstruosos. O governo sul africando finalmente está respondendo -- vamos apoiá-las. Assine a petição e divulgue para os seus amigos!


Millicent Gaika foi atada, estrangulada, torturada e estuprada durante 5 horas por um homem que dizia estar “curando-a” do lesbianismo. Por pouco não sobrevive

Infelizmente Millicent não é a únca, este crime horrendo é recorrente na África do Sul, onde lésbicas vivem aterrorizadas com ameaças de ataques. O mais triste é que jamais alguém foi condenado por “estupro corretivo”.

De forma surpreendente, desde um abrigo secreto na Cidade do Cabo, algumas ativistas corajosas estão arriscando as suas vidas para garantir que o caso da Millicent sirva para suscitar mudanças. O apelo lançado ao Ministério da Justiça teve forte repercussão, ultrapassando 140.000 assinaturas e forçando-o a responder ao caso em televisão nacional. Porém, o Ministro ainda não respondeu às demandas por ações concretas.

Vamos expor este horror em todos os cantos do mundo -- se um grande número de pessoas aderirem, conseguiremos amplificar e escalar esta campanha, levando-a diretamente ao Presidente Zuma, autoridade máxima na garantia dos direitos constitucionais. Vamos exigir de Zuma e do Ministro da Justiça que condenem publicamente o “estupro corretivo”, criminalizando crimes de homofobia e garantindo a implementação imediata de educação pública e proteção para os sobreviventes. Assine a petição agora e compartilhe -- nós a entregaremos ao governo da África do Sul com os nossos parceiros na Cidade do Cabo:

https://secure.avaaz.org/po/stop_corrective_rape/?vl

A África do Sul, chamada de Nação Arco-Íris, é reverenciada globalmente pelos seus esforços pós-apartheid contra a discriminação. Ela foi o primeiro país a proteger constitucionalmente cidadãos da discriminação baseada na sexualidade. Porém, a Cidade do Cabo não é a única, a ONG local Luleki Sizwe registrou mais de um “estupro corretivo” por dia e o predomínio da impunidade.

O “estupro corretivo” é baseado na noção absurda e falsa de que lésbicas podem ser estupradas para “se tornarem heterossexuais”, mas este ato horrendo não é classificado como crime de discriminação na África do Sul. As vítimas geralmente são mulheres homossexuais, negras, pobres e profundamente marginalizadas. Até mesmo o estupro grupal e o assassinato da Eudy Simelane, heroína nacional e estrela da seleção feminina de futebol da África do Sul em 2008, não mudou a situação. Na semana passada, o Ministro Radebe insistiu que o motivo de crime é irrelevante em casos de “estupro corretivo”.

A África do Sul é a capital do estupro do mundo. Uma menina nascida na África do Sul tem mais chances de ser estuprada do que de aprender a ler. Surpreendentemente, um quarto das meninas sul-africanas são estupradas antes de completarem 16 anos. Este problema tem muitas raízes: machismo (62% dos meninos com mais de 11 anos acreditam que forçar alguém a fazer sexo não é um ato de violência), pobreza, ocupações massificadas, desemprego, homens marginalizados, indiferença da comunidade -- e mais do que tudo -- os poucos casos que são corajosamente denunciados às autoridades, acabam no descaso da polícia e a impunidade.

Isto é uma catástrofe humana. Mas a Luleki Sizwe e parceiros do Change.org abriram uma fresta na janela da esperança para reagir. Se o mundo todo aderir agora, nós conseguiremos justiça para a Millicent e um compromisso nacional para combater o “estupro corretivo”:

https://secure.avaaz.org/po/stop_corrective_rape/?vl

Está é uma batalha da pobreza, do machismo e da homofobia. Acabar com a cultura do estupro requere uma liderança ousada e ações direcionadas, para assim trazer mudanças para a África do Sul e todo o continente. O Presidente Zuma é um Zulu tradicional, ele mesmo foi ao tribunal acusado de estupro. Porém, ele também criticou a prisão de um casal gay no Malawi no ano passado, e após forte pressão nacional e internacional, a África do Sul finalmente aprovou uma resolução da ONU que se opõe a assassinatos extrajudiciais relacionados a orientação sexual.

Se um grande número de nós participarmos neste chamado por justiça, nós poderemos convencer Zuma a se engajar, levando adiante ações governamentais cruciais e iniciando um debate nacional que poderá influenciar a atitude pública em relação ao estupro e homofobia na África do Sul. Assine agora e depois divulgue:

https://secure.avaaz.org/po/stop_corrective_rape/?vl

Em casos como o da Millicent, é fácil perder a esperança. Mas quando cidadãos se unem em uma única voz, nós podemos ter sucesso em mudar práticas e normas injustas, porém aceitas pela sociedade. No ano passado, na Uganda, nós tivemos sucesso em conseguir uma onda massiva de pressão popular sobre o governo, obrigando-o a engavetar uma proposta de lei que iria condenar à morte gays da Uganda. Foi a pressão global em solidariedade a ativistas nacionais corajosos que pressionaram os líderes da África do Sul a lidarem com a crise da AIDS que estava tomando o país. Vamos nos unir agora e defender um mundo onde cada ser humano poderá viver livre do medo do abuso e violência.

Com esperança e determinação,

Alice, Ricken, Maria Paz, David e toda a equipe da Avaaz


PALAVRA DO PASTOR ROBERTO.

EU PUBLIQUEI ESSE TEXTO PARA  QUE POSSAMOS ORAR POR ESSE PAIS , QUE QUER CORRIGIR UM ERRO COM OUTRO .
SOMENTE JESUS CRISTO PODE LIBERTAR AS VIDAS DOS PECADOS , ERROS E FALHAS.