sábado, 15 de dezembro de 2018

SIGAM NOSSAS PAGINAS NAS MÍDIAS SOCIAIS - JORNAL DIGITAL DO BRASIL - JORNAL DIGITAL DE JAGUARIÚNA - JORNAL DIGITAL

Traficante é preso dentro de culto, mas bandidos o resgatam

Traficante é preso dentro de culto, mas bandidos o resgatam
Policiais militares prenderam o traficante Alexandre Barreto Ferreira, conhecido como "Galego", enquanto ele participava de um culto, na noite desta quinta-feira, no Morro do Borel, na Tijuca, na Zona Norte. Entretanto, o bandido foi resgatado por criminosos momentos depois. A informação foi divulgada, nesta sexta-feira, pelo RJTV 1° edição. 
Durante a ação, um confronto entre PMs e traficantes assustou moradores da região. Segundo a polícia, "Galego" e outro traficante conhecido como "Pepinho" ficaram feridos e estariam no interior da comunidade. Os agentes estão checando possíveis localizações. 
Policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), do 6ºBPM (Tijuca) e da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) intensificaram o policiamento e estão atuando em toda região, nesta sexta. Ainda de acordo com a polícia, no início desta manhã, PMs foram novamente recebidos a tiros. Não há relatos de feridos. 
A PM também informou que um menor suspeito de participar do confronto na noite de ontem e um técnico de enfermagem suspeito de cuidar dos criminosos feridos foram detidos. 

Traficante é preso dentro de culto, mas bandidos o resgatam

Traficante é preso dentro de culto, mas bandidos o resgatam
Policiais militares prenderam o traficante Alexandre Barreto Ferreira, conhecido como "Galego", enquanto ele participava de um culto, na noite desta quinta-feira, no Morro do Borel, na Tijuca, na Zona Norte. Entretanto, o bandido foi resgatado por criminosos momentos depois. A informação foi divulgada, nesta sexta-feira, pelo RJTV 1° edição. 
Durante a ação, um confronto entre PMs e traficantes assustou moradores da região. Segundo a polícia, "Galego" e outro traficante conhecido como "Pepinho" ficaram feridos e estariam no interior da comunidade. Os agentes estão checando possíveis localizações. 
Policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), do 6ºBPM (Tijuca) e da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) intensificaram o policiamento e estão atuando em toda região, nesta sexta. Ainda de acordo com a polícia, no início desta manhã, PMs foram novamente recebidos a tiros. Não há relatos de feridos. 
A PM também informou que um menor suspeito de participar do confronto na noite de ontem e um técnico de enfermagem suspeito de cuidar dos criminosos feridos foram detidos. 

Parlamento da Irlanda aprova legalização do aborto

Eleitores irlandeses favoráveis ao aborto (maio 2018)
Eleitores irlandeses favoráveis ao aborto (maio 2018)
O Parlamento da Irlanda aprovou nesta quinta-feira, 14, um projeto de lei para a legalização do aborto no país.
O texto do documento, que segue para ser sancionado pelo presidente Michael Higgins, legaliza a prática, sem condições, até a 12ª semana de gravidez, em casos de anormalidade que coloquem em risco a vida do feto ou em casos que ameacem a saúde física ou mental da mulher.
A lei foi aprovada pelo Parlamento sete meses após o histórico referendo, no qual 66,4% dos participantes votaram pela legalização do aborto. O resultado da votação foi considerado histórico para um país com fortes raízes católicas e de políticas conservadoras.
Por meio do Twitter, o primeiro-ministro irlandês, Leo Varadkar, afirmou ser “um momento histórico para as mulheres irlandesas”, agradeceu a todos que apoiaram o projeto e saudou o ministro da Saúde, Simon Harris, pela sua atuação na discussão do projeto de lei. Harris também celebrou a aprovação da lei.
“Há pouco mais de 200 dias, você, o povo irlandês, votou para revogar a oitava emenda da Constituição [que foi aprovada em 1983 e deu ao feto os mesmos direitos de alguém já nascido] para que pudéssemos cuidar das mulheres com compaixão. Hoje nós aprovamos a lei para tornar isso uma realidade. Um voto para acabar com as jornadas solitárias, acabar com o estigma e apoiar as escolhas das mulheres no nosso próprio país”, disse Harris.
O chefe da Anistia Internacional da Irlanda, Colm O’Gorman, saudou a aprovação do projeto. “Celebramos a aprovação deste projeto e compreendemos totalmente totalmente a importância de sua promulgação até o final do ano, para que os serviços de aborto possam começar em janeiro. As mulheres esperaram 35 anos por isso, as violações diárias de seus direitos humanos devem chegar ao fim”, disse O’Gorman.
A Irlanda tinha uma das legislações mais restritivas da Europa em relação ao aborto. O procedimento era proibido praticamente em todos os casos. Com a nova lei irlandesa, Polônia e Malta se tornam os únicos países da Europa a proibirem o aborto.
A proibição do aborto estava determinada na 8ª Emenda à Constituição Irlandesa. A emenda proibia todo e qualquer tipo de aborto. A pena para as mulheres que interrompessem a gestação em solo irlandês poderia chegar a 14 anos de prisão.

Justiça decreta prisão de João de Deus

Médium João de Deus
Médium João de Deus
A Justiça de Goiás determinou, nesta sexta-feira (14), a prisão preventiva de João de Deus, suspeito de praticar abusos sexuais durante tratamentos espirituais, em Abadiânia, cidade goiana do Entorno do Distrito Federal.
A informação foi confirmada à TV Anhanguera pelo secretário de Segurança Pública de Goiás, Irapuan Costa Júnior.
Um dos advogados que compõem a defesa de João de Deus, Thales Jayme disse que foi informado sobre o mandado de prisão, mas não tinha recebido o documento até as 12h30. Ele declarou também que não conseguiu falar com médium nesta manhã.
“Foi dito hoje, por uma fonte fidedigna, que a prisão havia sido decretada, estava de posse do mandado de prisão e com alguns policiais trabalhando, que eu visse a possibilidade de se apresentar, como seria, uma situação menos dolorosa, estou indo a Anápolis para ver se consigo falar com alguém”, disse o advogado.
Por sua vez, o advogado Hélio Braga, que também integra a defesa do médium, ressaltou que o cliente é inocente. “Nós enquanto defesa, continuamos contestando com veemência todas as acusações. Não acreditávamos na decisão nesse sentido, perante a total falta de provas”, declarou.
Na quarta-feira, o Ministério Público Estadual de Goiás (MP-GO) protocolou um pedido de prisão na promotoria de Abadiânia. No entanto, não se sabe se este é o pedido que originou a decisão.
Na manhã de quarta-feira, João de Deus compareceu à Casa Dom Inácio de Loyola, onde realiza os trabalhos espirituais, pela primeira vez desde que as denúncias vieram à tona. Durante os poucos minutos que ficou no local, ele disse que era inocente e que confiava na Justiça de Deus e dos homens.
“Meus queridos irmãos e minhas queridas irmãs, agradeço a Deus por estar aqui. Ainda sou irmão de Deus, mas quero cumprir a lei brasileira porque estou na mão da lei brasileira. João de Deus ainda está vivo. A paz de Deus esteja convosco”, diz João de Deus.
A assessora de imprensa do religioso, Edna Gomes, afirmou, após as declarações, que o médium era inocente, mas que as denúncias eram graves e deveriam ser apuradas.
Denúncias
O programa ‘Conversa com Bial’, da TV Globo, exibiu no início da madrugada deste sábado, 8, depoimentos de mulheres que acusam João Teixeira de Faria, o João de Deus, de abuso sexual.
De acordo com elas, os casos teriam acontecido no local onde o médium realiza seus atendimentos espirituais, na cidade de Abadiânia, interior de Goiás. Em nota, João de Deus rechaçou “veementemente” as acusações.
“Ele me pediu para ficar de costas e começou a passar a mão pelo meu corpo. Eu fiquei incomodada e pensei: até que ponto você pode deixar um médium passar a mão pelo seu corpo?”, disse uma das entrevistadas, cuja identidade foi mantida em anonimato.
No total, foram ouvidas 10 pessoas que afirmam ter sofrido abusos de João de Deus. O programa, contudo, exibiu apenas quatro depoimentos – três deles sem a identificação das denunciantes. A coreógrafa holandesa Zahira Leeneke Maus, que esteve no local de atendimento do médium em 2014, foi a única entrevistada que aceitou se identificar.
“Eu tinha medo de eles me mandarem espíritos ruins. Eu estava com muito medo. Agora me sinto protegida e sinto que a verdade tem de vir a tona”, afirmou Zahira, que conversou com Pedro Bial nos estúdios do programa.
A polícia informou que, até quinta-feira (14), recebeu 14 denúncias formais contra João de Deus, sendo que 13 mulheres já foram ouvidas.Já o MP-GO contabiliza o contato de mais de 300 pessoas.
Meu pai é um monstro”, diz filha de João de Deus
Dalva Teixeira, 49 anos, filha de João de Deus, revelou ter sido abusada pelo pai desde os 10 anos de idade. “Meu pai é um monstro”, disse a mulher, em entrevista à revista Veja.
De acordo com a publicação, Dalva conheceu o pai aos 9 anos de idade, quando deixou de morar com a mãe, em uma fazenda, para continuar os estudos em Abadiânia (GO). Os abusos teriam começado no ano seguinte e aconteciam na casa dele, no carro e durante viagens.
Aos 14 anos, Dalva teria ficado grávida de um funcionário de João de Deus. A mulher contou à revista que teve a ideia de ir embora da casa do pai, mas ele teria reagido com violência e a espancado quando soube da gravidez, o que teria resultado na perda do bebê.
Fonte: G1 e Metrópoles

Pastor suspeito de estuprar adolescente dentro de igreja é preso no Ceará

Pedofilia e estupro
Pedofilia e estupro
Um pastor evangélico do município de Iguatu, no Centro-Sul do Ceará, foi preso por suspeita de estuprar uma adolescente de 14 anos dentro da igreja que a família dela frequentava.
De acordo com a polícia, havia um mandado de prisão preventiva contra o suspeito que foi realizado no último dia 5, mas divulgado apenas nesta semana.
A delegada Monique Teixeira, da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), informou que o caso do estupro ocorreu em 2017, quando a vítima tinha 12 para 13 anos. “Os pais só tiveram conhecimento do ocorrido neste ano, porque começaram a perceber o distaciamento da filha da igreja e que ela vinha falando mal do pastor no colégio. Ao pressioná-la, ela desabou e contou o que tinha ocorrido”, afirmou a delegada.
Ainda conforme as investigações da polícia, os pais da adolescente chegaram muito revoltados na delegacia e realizaram a denúncia.
Já do depoimento da vítima, a delegada informou que no dia do crime o suspeito a chamou para ir à igreja, dizendo que a sua mãe estava esperando. Chegando lá, a vítima não encontrou ninguém, a não ser o pastor, que forçou a adolescente a ter relações com ele, que depois prometeu que ia se casar com ela.
Além do depoimento da adolescente, a polícia juntou nos autos mensagens de WhatsApp enviadas pelo pastor à vítima, que diziam se ela não contasse ninguém ia saber. Uma denúncia da vítima de perseguição sofrida a caminho do colégio, em que dois homens em uma motocicleta pararam e ameaçaram, também foi utilizada na investigação.
Da perseguição sofrida pela adolescente, a polícia acredita que o caso tenha relação com o irmão do pastor, que se encontra preso e responde por sete processos.
O exame de corpo de delito realizado na menina, segundo a delegada, comprovou o depoimento da vítima, havendo indicações de que ela foi violentada na época relatada no depoimento.
Fonte: G1

NO COLO DO BIXO . Suspeito de envolvimento na tentativa de latrocínio do Cabo Garcia, é morto durante troca de tiros com a Polícia Militar em Rio Claro, SP

O indivíduo foi alvejado com cinco disparos, sendo solicitado o socorro junto ao SAMU. Na madrugada desta quinta-feira (07), um indivídu...