sábado, 22 de dezembro de 2012

Paquistão: acusado de destruir livros do Alcorão é queimado vivo

Uma multidão queimou vivo neste sábado, no sul do Paquistão, um homem que supostamente tinha incinerado exemplares do Alcorão, o livro santo do islamismo, informou em sua versão digital o jornal Express. O grupo o retirou de uma delegacia da cidade de Seeta, na província de Sindh, onde ele estava preso acusado de blasfêmia. Em seguida, a multidão ateou fogo no homem em frente ao local.
Segundo o imã de Seeta, Usman Memon, a vítima tinha dormido uma noite na mesquita do povoado, onde os fiéis encontraram no dia seguinte exemplares queimados do Alcorão. "Como ele foi a única pessoa que tinha dormido na mesquita, levamos o homem à delegacia", explicou Memon.
O jornal Express informou que 200 moradores da cidade foram acusados de assassinato e obstrução ao trabalho da justiça, e que dez policiais foram suspensos por "negligência".
A dura legislação antiblasfêmia vigente no Paquistão foi estabelecida durante a dominação colonial britânica para prevenir choques religiosos, mas nos anos 80 uma série de reformas comandadas pelo ditador Ziaul Haq favoreceu o abuso da lei. Desde então, ocorreram no Paquistão milhares de acusações de blasfêmia, quase sempre a pedido de imãs locais que tentam amedrontar minorias religiosas, especialmente cristãos e ahmadis, vertente do islamismo considerado herético no Paquistão.
O caso que adquiriu mais notoriedade nos últimos anos foi da menina cristã Rimsha Masih. Um tribunal de Islamabad libertou em setembro a menor, que sofre de problemas mentais, ao rejeitar a acusação de que ela teria queimado páginas do Alcorão.

Islamistas cortam mãos de pessoas como punição no Mali

Os islamitas que controlam a cidade de Gao, no nordeste do Mali, amputaram duas pessoas na sexta-feira e afirmaram que outras oito sofreriam o mesmo destino sob a aplicação da sharia (lei islâmica), indicou um líder islâmico à AFP. "Aplicando a sharia, cortamos as mãos de duas pessoas na sexta-feira. Outras oito vão sofrer em breve o mesmo destino", declarou Moctar Barry, um dos líderes do Movimento para a Unidade e Jihad na África Ocidental (Mujao) que ocupa Gao.
Dois habitantes de Gao confirmaram essas amputações. "Vi um deles amarrado. Deram uma injeção nele antes da amputação. Ele gritou. Os dois estão no hospital agora", relatou uma testemunha. "Os islamitas disseram que as amputações vão continuar. Os que foram amputados tinham roubado. O Islã proíbe o roubo", acrescentou a segunda testemunha.
Abdu Sidibé, deputado de Gao, considerou que estas novas amputações são o resultado da "atitude negligente da comunidade internacional". "É preciso que a comunidade internacional saiba que são as hesitações sobre uma intervenção no norte do Mali que incentivam os islamitas a provar que estão em casa e que não têm medo de ninguém", disse Sidibé.
As amputações ocorreram um dia depois de o Conselho de Segurança da ONU aprovar uma resolução que autoriza a implantação de uma força internacional para reconquistar o norte do Mali. Esta região foi ocupada há seis meses por islamitas armados do Mujao, da Al-Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI) e do movimento Ansar Dine (Defensores do Islã).
Especialistas militares e responsáveis da ONU falam de uma eventual intervenção a partir de 13 de setembro. Desde outubro, várias amputações públicas foram cometidas por islamitas em diferentes localidades do norte do país.

SINAIS DO FIM - ISRAEL VAI TRAZER OS ÚLTIMOS JUDEUS ETÍOPES EM 2014

 

Esses "remanescestes" são os "falashas mura", membros de uma comunidade que se tinha convertido ao cristianismo sob pressão há mais de um século mas que entretanto voltaram ao judaísmo.
Alguns em Israel questionaram se os "falashas mura" são realmente judeus. Os imigrantes etíopes têm de regularmente passar por um processo de conversão religiosa. Uma vez dentro do país (Israel), muitos enfrentam problemas de assimilação por causa de diferenças culturais. Alguns alegam ter encontrado racismo.
O governo informou ontem que irá abrir um centro de absorção em Setembro, no valor de 4,3 milhões de dólares, para acomodar os recém-chegados.
Segundo as profecias, os judeus viriam do sul, nestes últimos dias, num regresso à sua Terra - a Terra dos patriarcas. Deus está no controle da História!
Shalom, Israel!

TEXTOS DOS MANUSCRITOS DO MAR MORTO JÁ DISPONÍVEIS NA NET

 


Um novo site na internet torna acessível a qualquer pessoa com acesso à net o "puzzle" dos fragmentos dos textos encontrados na gruta de Qumran, perto do Mar Morto, em 1947, uma descoberta considerada por muitos como a maior do século 20.
A partir de hoje milhares de fragmentos dos manuscritos do Mar Morto estão disponíveis num novo site do Google e da Autoridade para as Antiguidades de Israel, sendo esta parte de uma iniciativa para disponibilizar os famosos manuscritos a qualquer estudioso ou até aos meros navegadores da net.
Neste site - http://www.deadseascrolls.org.il/ - podem-se encontrar todas as informações sobre esta nova disponibilidade em imagens de alta definição destes fragmentos escritos há cerca de 2 mil anos.
TEXTO DOS SALMOS AGORA DECIFRÁVEL
A Autoridade para as Antiguidades de Israel está no processo de fotografar os milhares de fragmentos que estão na sua posse - peças oriundas de cerca de 900 manuscritos diferentes - utilizando equipamento especial para captação de imagens desenvolvido inicialmente para a NASA. Estas câmaras hi-tech captaram secções visíveis dos manuscritos anteriormente in decifráveis.
Uma equipa da Universidade de Tel Aviv está agora a utilizar as novas imagens para tentar juntar as "peças" - neste caso fragmentos - em secções maiores, que poderão produzir novas informações sobre  o conteúdo de alguns dos manuscritos. Para os peritos, estes fragmentos são o "puzzle final".
UMA DAS GRUTAS EM QUMRAN
Pensa-se que estes manuscritos terão sido escritos ou colecionados por judeus que deixaram Jerusalém e foram viver para o deserto nos dias do Segundo Templo há cerca de 2 mil anos atrás. A descoberta "casual" dos mesmos em 1947 no deserto da Judéia veio trazer luz sobre o antigo judaísmo, o nascimento do cristianismo e a evolução da Bíblia.
No novo site dos manuscritos do Mar Morto o navegador pode agora pesquisar frases em hebraico ou inglês e encontrar fragmentos que se coadunam com as mesmas, ver os fragmentos segundo as grutas em Qumran onde cada um deles foi encontrado e ver os locais no Google Maps.
MANUSCRITO COM O SALMO 43 
Os manuscritos do Mar Morto estão divididos em 2 classes: "manuscritos bíblicos" (cerca de 230), contendo grandes porções do Velho Testamento, incluindo todos os livros, excepto o de Ester, que não faz parte da Bíblia judaica, e os "manuscritos não bíblicos", contendo escritos religiosos e sobre a vida comunitária do grupo sectário - os essênios - que ali viveram naquela época.
Os manuscritos achados datam desde o 2º século a.C. até ao 1º século d.C. A maior parte da escrita está em hebraico, mas também há 15% de textos em aramaico e alguns em grego. O material dos manuscritos é na maior parte em pergaminho, embora alguns estejam escritos em papiro, havendo o texto de um dos manuscritos sido gravado em cobre. 
Muitos dos manuscritos bíblicos encontrados são muito semelhantes ao "texto massorético", o texto mais aceite da Bíblia Hebraica desde a segunda metade do primeiro milênio d.C. até hoje. A semelhança é notável, quando se considera que os manuscritos do Mar Morto são mil anos mais antigos que os mais antigos textos bíblicos conhecidos!
Muitos dos manuscritos "sectários" encontrados nas grutas de Qumran enfatizam a pureza espiritual e a purificação ritual através da imersão num banho ritual, ou "mikveh", tal como esta visível hoje nas ruínas de Qumran. 
Shalom, Israel!

EU ESTOU DE PÉ , GRAÇAS A DEUS.

NESSE 2012  FORAM TANTAS LUTAS , TANTAS PEDRADAS , TANTOS ATAQUES . MAS UMA COISA É CERTA , DEUS ME MANTEVE DE PÉ  .
POR ISSO ESTOU TERMINANDO ESSE ANO COM A CERTEZA MAIOR AINDA QUE DEUS É FIÉL  EM SEUS PROPÓSITOS PARA MINHA VIDA.
ESTOU TERMINANDO O ANO DE 2012 COM MUITOS MAIS AMIGOS GANHOS DO QUE TRAIDORES PERDIDOS .
DAQUI MAIS ALGUNS DIAS 2012  VAI EMBORA , E VEM 2013 REPLETO DE NOVAS CONQUISTAS .
 
MEUS QUERIDOS AMIGOS , SEGUIDORES E IRMÃOS , UM FELIZ 2013 .

OBRIGADO MEU JESUS. EU TE AMO.

EM 2012, A MAIS QUE DESACREDITADA ONU PASSOU 80 POR CENTO DAS SUAS RESOLUÇÕES A CONDENAR ISRAEL E APENAS 4 À SÍRIA, IRÃO, COREIA DO NORTE E BURMA...!

 


Israel já está habituado a este tratamento: a ONU, tão "zelosa" na salva guarda dos direitos humanos, usa sempre de 2 pesos e 2 medidas. Quando se trata de Israel, aqui d'el rei, há-que condenar de todas as formas e com toda a força. Mas quando se trata do mundo islâmico, é preciso muito cuidado, pois o monstro pode se incomodar...
Senão, veja-se: Durante este ano de 2012, 22 resoluções da Assembleia Geral das Nações Unidas foram destinadas a condenar Israel. Apenas 4 para o resto do mundo: uma para a Síria, outra para o Irão, outra para a Coréia do Norte e uma para Burma...tudo nações muito respeitadoras dos direitos humanos e extremamente pacifistas (ironia minha)...
É incrível e ao mesmo tempo abominável como a ONU ainda consegue sobreviver à sua própria demagogia e hipocrisia! Realmente, faz-me lembrar uma conversa que tive com uma nova iorquina quando há 5 anos atrás me encontrava na "big apple", e ao perguntar-lhe sobre a ONU, ela disse logo sem hesitação que os nova iorquinos não dão qualquer crédito àquela organização. Eles têm razão. Aquela organização tem mais a ver com a defesa dos interesses dos muçulmanos cada vez mais poderosos do que com a justiça e os direitos fundamentais dos cidadãos do mundo.
É inacreditável pensar que a Síria diariamente assiste a um verdadeiro banho de sangue em que são dizimadas dezenas de civis inocentes, incluindo crianças, que o Irão continua com a sua fábrica de armamento nuclear a produzir uma das maiores ameaças mundiais num tempo muito próximo, que a Coréia do Norte mantém dezenas de milhares de cristãos em campos de trabalho forçado, etc. etc., e as Nações Unidas apenas as condenaram uma única vez neste ano, ao mesmo tempo que Israel é condenado 22 vezes!
Só na terça-feira passada a ONU adoptou 9 resoluções sobre "direitos dos palestinianos e os Golan", criticando asperamente Israel mas não fazendo uma única menção ao massacre de árabes palestinianos no passado Domingo provocado por aviões de guerra sírios que dispararam mísseis contra uma mesquita num campo de refugiados palestinianos perto de Damasco. 
Se fosse Israel a cometer uma atrocidade dessas, caía-lhe o mundo todo em cima, mas como foi a Síria, amiga do Irão, da Rússia e da China, a ONU ficou completamente calada...

E A SÍRIA?
É revoltante pensar que o conflito da Síria já dizimou mais de 40.000 pessoas, já levou a que milhões de sírios se tornassem refugiados vivendo em tendas debaixo de condições climatérica adversas, e a ONU passe 80 por cento das suas resoluções a condenar Israel, e apenas uma a condenar o regime cruel da Síria.
Israel teria todas as condições para ter há muito desaparecido do mapa. Aliás, no próprio dia da declaração da sua independência, em 1948, várias nações árabes se uniram para acabar com o sonho sionista. O problema é que esses palhaços que dirigem os destinos do mundo estão em rota de colisão com o soberano e eterno Deus de Abraão, Isaque e Jacob. É contra Ele que esses instrumentos do demônio estão a lutar. Estão não só perdidos, mas condenados a serem eliminados do mapa, esses sim.

"CRISTÃOS" ANTI-SEMITAS
Pior ainda do que isso é ver alguns ditos "cristãos" a lerem uma "bíblia" completamente diferente daquela que Deus revelou aos Seus profetas. A agenda desses "cristãos" segue mais a cartilha esquerdista e politicamente correta do que a revelação clara e inequívoca contida nas Sagradas Escrituras. Por vontade deles, Israel também já não existiria. Quando se referem a Israel, chamam-lhe "palestina". A idiotice e ódio anti-semita cega-os de tal maneira que já incluem esse nome "palestina" nos comentários, mapas e até (imagine-se!) no próprio texto bíblico! Como se alguma vez a "palestina" existisse nos dias de Jesus! 
Eles simples mente não entendem os desígnios de Deus. Estão cegos no seu entendimento, chegando ao ponto de substituir Israel pela Igreja! Quem dera fossem ao menos coerentes: já que aplicam à Igreja as promessas específicas dadas por Deus a Israel no Velho Testamento, apliquem da mesma forma à Igreja as maldições também prometidas por um Deus zeloso ao Seu povo eleito...! Isso eles não fazem, pois poria obviamente em causa a sua própria "certeza" de serem povo de Deus...
A seu tempo, o Deus de Israel - e só Ele - separará as ovelhas dos bodes...
Shalom, Israel!

EUROPA (INCLUINDO PORTUGAL) CONTRA JERUSALÉM...ZACARIAS 12:2-3

 


PORTUGAL TAMBÉM CONDENA JERUSALÉM
4 nações europeias membras do Conselho de Segurança da ONU emitiram um comunicado condenando Jerusalém pelas construções que o governo israelita decidiu soberanamente edificar na sua Terra.
Hoje mesmo, a chefe da diplomacia europeia Catherine Ashton emitiu também uma condenação aos planos de Jerusalém para a construção na zona "alegadamente" ocupada após 1967, não escondendo até algumas "ameaças veladas" de agir "de acordo", caso Israel não volte atrás nos seus planos.
CATHERINE ASHTON
Aí está a Europa a sucumbir - como sempre - ao peso do islão e ao medo de desagradar aos árabes. E o líder da diplomacia portuguesa, o sr. Paulo Portas, tão entretido com as suas negociatas no Golfo Pérsico, faz desgraçadamente parte do séquito daqueles que pretendem alterar os planos de Deus - como se tal fosse possível e não viesse a acarretar trágicas consequências para os respectivos países!
A sra. Ashton, tão pouco ativa em relação ao massacre diário de dezenas de civis na Síria, vem agora tentar dar ordens ao governo de Jerusalém: "A aprovação de mais 2.610 unidades habitacionais em Givat Hamatos é extremamente perturbadora, vindo acrescentar ao anúncio feito no final de Novembro e à aprovação na passada segunda-feira de 1.500 unidades habitacionais em Ramat Shlomo," - vociferou a senhora, acrescentando: "Este plano para Givat Hamatos cortaria a continuidade geográfica entre Jerusalém e Belém. Oponho-me fortemente a esta imprecedente expansão de colonatos à volta de Jerusalém."

EUROPA QUER JERUSALÉM DIVIDIDA
Catherine Ashton - falando em nome da União Europeia - verbalizou a idéia de que Jerusalém terá de ser repartida entre judeus e árabes: "A UE opõe-se em particular à implementação de planos que minam seriamente as perspetivas de de uma resolução negociada do conflito ao pôr em causa a possibilidade de um estado palestino viável e contíguo e de Jerusalém como futura capital de dois estados."

EUROPA QUER MONITORAR A QUESTÃO DE JERUSALÉM
E a senhora ainda ameaçou Israel: "À luz do objectivo central de se alcançar uma solução dois estados, a UE irá monitorar de perto a situação e as suas implicações globais, e agir em conformidade."

REINO UNIDO, FRANÇA, ALEMANHA E PORTUGAL CONDENAM JERUSALÉM
Ontem mesmo os 4 países europeus membros do Conselho de Segurança da ONU emitiram uma condenação a Israel nos seguintes termos: "Estamos extremamente preocupados e opomo - nos fortemente aos planos de Israel para expandir a construção de colonatos na Margem Ocidental," - pois que se implementados, irão "pôr em causa a possibilidade de um estado palestiniano independente, soberano, viável e contíguo, e de Jerusalém como futura capital de Israel e da Palestina."
A declaração feita ontem pelos "4E" como já são conhecidos acrescentou ainda: "Apelamos ao governo israelita para rescindir destes planos, lembrando que não reconheceremos quaisquer alterações às fronteiras anteriores a 1967, incluindo o que concerne a Jerusalém, além do que foi acordados pelas partes."

CONDENAÇÃO PELA ONU
Já ontem o secretário-geral das Nações Unidas, Ban ki-Moon havia juntamente com 14 das 15 nações membras do Conselho de Segurança, condenado asperamente Israel pelas construções em Jerusalém oriental. 

ISRAEL RESPONDE "À LETRA"
Ron Prosor, o embaixador de Israel na ONU, em resposta à declaração, chamou a atenção para os focos das atenções dos países estarem focalizadas em Israel, mas negligenciarem outras questões do Médio Oriente: "Só nesta semana (o presidente da Síria) Assad disparou mísseis scud contra os seus cidadãos, os jatos sírios bombardearam uma mesquita e mataram dezenas de palestinos, e um armazém de armamento do Hezbollah explodiu a 300 metros de uma escola no sul do Líbano. Mas inacreditavelmente, os membros do Conselho de Segurança escolheram focalizar a sua atenção especificamente nos planos de construção aprovados por Jerusalém, a capital do povo judeu."

ISRAEL SÓ PODE CONTAR COM DEUS
ISRAEL CADA VEZ MAIS CONDENADO E ISOLADO
Tal como as profecias revelaram que aconteceria nestes "últimos dias", Jerusalém seria alvo da disputa e da tentativa de saque de muitas das nações. Não só o mundo político não reconhece Jerusalém como capital única e indivisível do estado judeu (caso único na comunidades das nações), como quer inclusivamente mandar e dar ordens naquilo que o governo de Israel deve ou não deve fazer... esta é a imbecilidade humana que tenta a todo o custo estorvar e até impedir os planos imutáveis de Deus para a Sua Terra e o Seu povo escolhido para habitar na mesma nestes "últimos dias."
Custa-me ver como estas condenações irão trazer tanta desgraça às nossas nações, incluindo Portugal, mas reconheço que esse é o caminho que o mundo está condenado a seguir, até que o Rei dos reis venha e ponha cobro a estas provocações e estabeleça o Seu Reino eterno na capital do Reino Milenar do Messias: Jerusalém!
Shalom, Israel!

GRITOS DE ALERTA - O BLOG DO BISPO ROBERTO TORRECILHAS - COMUNIDADE CRISTÃ PENTECOSTAL GRAÇA E PAZ: Foto de festa em família, publicada por Ana Paula ...

GRITOS DE ALERTA - O BLOG DO BISPO ROBERTO TORRECILHAS - COMUNIDADE CRISTÃ PENTECOSTAL GRAÇA E PAZ: Foto de festa em família, publicada por Ana Paula ...: Na noite de , 18/12, a cantora Ana Paula Valadão, líder do Diante do Trono, publicou uma imagem de uma festa em família, porém a repercuss...

Foto de festa em família, publicada por Ana Paula Valadão, causa polêmica nas redes sociais devido ao uso de um gesto satânico feito por ela e sua família .




Na noite de , 18/12, a cantora Ana Paula Valadão, líder do Diante do Trono, publicou uma imagem de uma festa em família, porém a repercussão perante os admiradores nas redes sociais não foi das melhores.

A festa, em comemoração ao filho do pastor André Valadão, Lorenzo, possuía decoração temática do personagem de revistas em quadrinhos Homem-Aranha, que possui um gesto característico de seu movimento de lançar teias.
...
ESSA Foto de festa em família, publicada por Ana Paula Valadão, causa polêmica nas redes sociais devido a gesto considerado satânico

Na noite de , 18/12, a cantora Ana Paula Valadão, líder do Diante do Trono, publicou uma imagem de uma festa em família, porém a repercussão perante os admiradores nas redes sociais não foi das melhores.

A festa, em comemoração ao filho do pastor André Valadão, Lorenzo, possuía decoração temática do personagem de revistas em quadrinhos Homem-Aranha, que possui um gesto característico de seu movimento de lançar teias.

Na foto, toda a família Valadão está reunida e reproduzindo o gesto, que se assemelha à reprodução de um chifre. No meio evangélico, muitos associam o símbolo ao diabo.

Os comentários feitos no Instagram, por boa parte dos seguidores, dão o tom da polêmica. Abaixo, reproduzimos alguns deles:

-As pessoas estão ficando cegas. Colocam o fanatismo e a admiração acima da Bíblia.

-Foi-se o tempo que festinha de filhos de crentes tinha temas bíblicos. Hoje só se usa para vender DVD e fazer shows! Pobres cristãos modernos!!!

-Todos cristãos de verdade sabem o que este gesto significa. Esta família sempre me abençoa com palavras, mas infelizmente foram infelizes nesta foto.

Alguns comentários, no entanto, tentavam equilibrar a discussão:

Apesar de toda polêmica, a cantora não voltou ao assunto para comentar as considerações feitas por seus seguidores nas redes sociais. 




SEGUE MATÉRIA EXPLICATIVA .


“Deus põe a claro os segredos das trevas, e traz à luz a sombra da morte” (Jó 12,22).

Não nos enganemos acreditando que o mundo funcione mais ou menos como imaginamos que funcione.
Como alertam as Sagradas Escrituras, há um poder oculto que enlaça, domina e manipula almas e enreda consciências.
Jesus alertou-nos enfaticamente sobre isso. No entanto, alguns de nós somos conduzidos por essa força voluntariamente. Outros, enleados por ambições, motivados pelo orgulho, egoísmo e delírios de dominação, somos levados e usados de roldão, involuntariamente, devido à nossa natureza corrompida pelo pecado.
De fato, interna e externamente somos manipulados. E a linguagem dos símbolos é o alfabeto do inconsciente. Ao nosso redor, um universo de códigos e mensagens são transmitidos e assimilados por nossa mente. Na maioria das vezes, involuntariamente.
Basta um olhar atento sobre alguns aparentemente insignificantes sinais e saudações, em aparentemente descuidadas atitudes ou comportamentos adotados por inúmeras personalidades políticas ou celebridades por todo o mundo.
Isso já se tornou tão comum que incorporou-se quase inconscientemente no hábito de muitas pessoas. Como se vê, tornou-se uma trivial saudação.

Saudações e sinais ocultistas
Um exemplo disso é a saudação ocultista. Com os dedos indicador e mínimo, mantendo-se os demais fechados sobre a palma da mão, este sinal tornou-se um dos códigos mais populares de adesão às forças que renegam o Criador.
É um sinal explicitamente reconhecido por Anton Lavey em sua Bíblia Satânica e também por outras enciclopedias ocultistas como uma saudação de cunho esotérico, utilizado pelas sociedades iluministas/ luciferianas/ satanistas.
Estranhamente, a notável Hellen Keller, que embora deficiente era teosofista e comunista, em sua codificação do alfabeto para surdos-mudos, popularizou um código manual muito parecido com o sinal utilizado pelos ocultistas. Mas, em sua codificação usou-o para expressar a frase “I love you”. E para tanto, empregando os dedos indicador, mínimo e polegar.
Assim, o sinal satânico passou a confundir-se com a expressão da frase “eu te amo”, embora haja a diferença do dedo polegar. E de intenções, é claro. Afinal, a grande tática do mal é inverter significados, conforme estamos comprovando nesse estudo. (Cf. 13.- A Gnose relativiza o mal como mera contraparte do bem até inverter-lhes o sentido).

Declaração de adesão consciente ao mal
Este sinal tornou-se a logomarca patente de todos os que se simpatizam ou, então, no mínimo, são adeptos ocultistas. Na pior hipótese, membros de uma das centenas de seitas ou sociedades secretas desse tipo que enxameiam por todos os lugares.
Nas últimas décadas tal saudação abominável propagou-se entre os jovens de todos os continentes. Tendo por garotos propaganda músicos de bandas de rock entre outras celebridades do mundo midiático.
Concretizou-se como uma espécie de declaração de adesão ao mal. Aliás, de adesão consciente ao anticristo. E o que estamos analisando aqui não é uma mera hipótese, muito menos teoria especulativa. É um fato que pode ser constatado por qualquer um.
Basta perguntar a qualquer adolescente e ele responderá o que significa o símbolo dos dois dedos em riste. Através deste sinal retrata-se uma atitude deliberada, um comportamento assumido.
O nível dessa adesão ao mal vai depender da pessoa que o sinaliza.  Mas, de qualquer forma, significa aprovação e aceitação passiva (ou cumplicidade) para com as influências e dominações diabólicas.

Este sinal é empregado pelos Illuminati e outros ocultistas luciferianos/satanistas como identificação mútua
Mas o que realmente causa estranheza são os constantes flagrantes em filmagens e fotografias de políticos, homens e mulheres de negócios, cientistas, artistas, celebridades e outras pessoas que ocupam elevado papel de destaque nas sociedades, aderirem publicamente a esse tipo de saudação e aparecerem constantemente ostentando esses tipos de sinalização.
Mas se notarmos com atenção, em quase a totalidade das vezes, nenhum deles está querendo dizer “eu te amo” através da sinalização para surdo-mudos.
Estão, sim, sinalizando sua verdadeira postura iluminista. Este sinal é empregado pelos Illuminati e outros ocultistas luciferianos/satanistas como identficação mútua. Mas também, esotericamente, como um meio para evocação de poderes e espíritos demoníacos. São cada vez mais frequentes esses flagrantes registrados pela mídia.

Identificando a cumplicidade ocultista entre personalidades importantes do cenário internacional
Atualmente, vários estudiosos cristãos (e não cristãos) estudam essas simbologias. Conseguem assim identificar claramente a cumplicidade ocultista entre personalidades importantes do cenário internacional. Tentar entender o que há de perverso atrás dessa cumplicidade é o mais assustador.
Mas como estamos vendo no presente estudo, tudo isso vem de muito longe. Tudo isso foi concebido e disseminado em meio a penumbra dos templos das sociedades secretas, ordens e grupos ocultistas/esotéricos.
Tudo isso remonta à epopéia do povo israelita (que representa a Humanidade) em confronto com os espíritos decaídos —ou deuses/demônios— dos povos pagãos da Antiguidade, com os quais os santos e profetas da Revelação Divina fervorosamente combateram.
Os mesmos deuses/demônios que hoje as doutrinas da religião planetária da “nova era”, através de seus mestres e adeptos, cumprem a inglória e profana missão de ressucistar e servir. (Cf. 47.- A hora e o poder das trevas e também 49.- O poder das trevas acima da lei e dos governos).

Grande parte da nova geração já está declaradamente apartada de Jesus e Seu Evangelho


Espacojames - Leia mais:http://www.espacojames.com.br/?cat=31&id=5785#ixzz2FnK4KRin

VIA GRITOS DE ALERTA

Aliança Perigosa

 

Josué 9.1-27


 

O diabo é mais perigoso em sua astúcia do que em sua fúria. Ele é mais perigoso em suas ciladas do que em sua força. Ele é mais perigoso quando trabalha em surdina do que quando nos enfrenta cara a cara.
O texto em tela nos fala de um estratagema astucioso que levou Israel a tomar uma decisão precipitada. O inimigo disfarçado foi mais poderoso do que os inimigos que empunharam armas de guerra (Js 9.1,2). O inimigo camuflado prevaleceu.
Josué fez aliança com o inimigo pensando estar tomando uma decisão sábia. A situação parecia tão óbvia que ele nem chegou a consultar a Deus.

I. A PROPOSTA DE UMA ALIANÇA PROIBIDA – Josué 9.6

Os gibeonitas propuseram a Josué uma aliança imediata e urgente. Mas quem eram os gibeonitas? Aliados ou inimigos? Eles faziam parte dos povos que precisavam ser desalojados da terra prometida. O que a Palavra de Deus tinha a dizer a Josué sobre aquele acordo proposto?
A ordem de Deus era clara para Josué:
“Abstém-te de fazer aliança com os moradores da terra para onde vais; para que te não sejam por cilada” (Ex 34.12).

A aliança com os povos vizinhos era uma cilada para Israel. Mas por que?
  • Porque os induziria ao casamento misto:
“… nem contrairás matrimônio com os filhos dessas nações; não darás tuas filhas a seus filhos, nem tomarás suas filhas para teus filhos” (Dt 7.3).

O casamento misto foi uma das estratégias mais sutis usadas para derrotar o povo de Deus. O dilúvio varreu a terra porque a terra corrompeu-se quando os filhos de Deus se casaram com as filhas dos homens. Israel se misturou com as nações idólatras e através de casamentos mistos, a nação de Israel acabou adorando deuses estranhos.
Salomão foi o exemplo maior dessa desobediência – Ler 1 Reis 11.1-6.
O profeta Amós disse: “Andarão dois juntos, se não houver entre eles acordo?” (Am 3.3). O apóstolo Paulo é categórico:
“Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos; porquanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniqüidade? O que comunhão, da luz com as trevas? Que harmonia, entre Cristo e o Maligno? Ou que união, do crente com o incrédulo? Que ligação há entre o santuário de Deus e os ídolos?” (2Co 6.14-16).

O casamento misto oferece três possibilidades:
1) A conversão do cônjuge incrédulo – 75% não se convertem;
2) O esfriamento espiritual do cônjuge crente;
3) A solidão espiritual do cônjuge crente.
  • Porque os induziria à apostasia e ao ecumenismo
“Fariam desviar teus filhos de mim para que servissem a outros deuses…” (Deuteronômio 7.3).

A aliança com os povos vizinhos levou Israel muitas vezes a servir a outros deuses. O livro de Juízes mostra esse fato. Muitos abandonam sua fidelidade a Deus, deixam de freqüentar a igreja, esfriam-se na fé e perdem a intimidade com Deus por causa de determinadas alianças firmadas.
O ecumenismo é ainda hoje um dos perigos mais graves que a igreja enfrenta. É a idéia de que toda religião é boa e todos são em última instância iguais. O ecumenismo matou igrejas na Europa, na América e está matando igrejas no Brasil. Não há unidade fora da verdade. Não há salvação fora de Cristo.
  • Porque lhes traria sofrimento e perturbação
“… os que deixardes ficar ser-vos-ão como espinho nos vossos olhos, e como aguilhão nas vossas ilhargas, e vos perturbarão na terra em que habitardes” (Nm 33.55,56).

Uma aliança conjugal, comercial, empresarial, espiritual fora da vontade de Deus traz tanto desconforto quanto espinho nos olhos. Tanto sofrimento como aguilhão nas ilhargas. Uma aliança precipitada traz grande perturbação. Israel sofreu por causa dessas alianças.
  • Porque os levaria à própria destruição
“… e a ira do Senhor se acenderia contra vós outros e depressa vos destruiria” (Deuteronômio 7.4).

A desobediência tem um preço alto. Ela provoca a ira de Deus e produz derrota e destruição. O povo de Israel sofreu e precisou ser arrancado da sua terra e lançado num cativeiro doloroso para abandonar suas alianças espúrias e desvencilhar-se da idolatria dos outros povos.

II. A ESTRATÉGIA PARA UMA ALIANÇA PROIBIDA

As nações mais numerosas e poderosas que estavam no caminho de Israel lutaram e resistiram a Josué e o povo de Deus com armas (Js 9.1,2), mas os Gibeonitas dissimularam (Js 9.3-13). Quais foram as armas da dissimulação?
  • O fingimento – Js 9.4,5
“Usaram de estratagema, e foram, e se fingiram embaixadores, e levaram sacos velhos sobre os seus jumentos e odres de vinho, velhos, rotos e consertados; e nos pés, sandálias velhas e remendadas e roupas velhas sobre si; e todo o pão que traziam para o caminho era seco e bolorento”(Js 9.4,5).

Fingir é ser uma coisa e parecer outra. É ser uma pessoa e demonstrar outra. É aparentar uma coisa e ser outra. Os gibeonitas foram atores. Demonstraram um papel, mas estavam enganando.
Satanás disfarçou-se de serpente para tentar Eva no Éden. Ele veio com palavras doces, com promessas sedutoras, oferecendo vantagens extraordinárias. O diabo é um embusteiro. Ele promete vida e paga com a morte. O pecado é uma fraude.
  • A mentira – v. 6
“… chegamos duma terra distante; fazei, pois, agora, aliança conosco” (Josue 9.6).
Uma das armas do inimigo é a mentira. O diabo enganou Eva no Éden com uma mentira: “É assim, que Deus disse? É certo que não morrereis”. Onde a verdade é sacrificada, a aliança torna-se espúria. O diabo é o pai da mentira. Quem se envolve com mentira põe o pé numa estrada de vergonha, de opróbrio, de escravidão e morte.
  • A sedução e a pressão – v. 6
“… fazei, pois, agora, aliança conosco” (Js 9.6).
A pressa é um grande perigo quando se trata de fazer uma aliança. A impaciência é um caminho arriscado. Quem tem pressa, diz o adágio popular, come cru. Os gibeonitas tinham pressa. Eles não queriam dar tempo para Josué investigar a verdade.
Josué caiu na cilada ao firmar com os gibeonitas uma aliança sem tempo para investigar, sem tempo para consultar ao Senhor. Muitos ainda agem precipitadamente hoje em seus negócios, em seus investimentos, no namoro e até mesmo no casamento.
  • A esperteza – v. 7,8
Quando os gibeonitas perceberam que os homens de Israel estavam lhes desmascarando, se voltaram para Josué para conversar só com ele, o líder. Deram a ele um crédito maior e dessa maneira o induziram a agir sem o consenso.
Há determinados elogios e preferências que são armadilhas do inimigo para insuflar nosso ego. O pecado que o diabo mais gosto é o pecado da vaidade.
  • As meias respostas – v. 8-13
Josué perguntou: “Quem sois vós? Donde sois?” (Js 9.8). À primeira pergunta, eles não responderam. À segunda pergunta, eles mentiram. Eles tergiversaram, desconversaram, ludibriaram. As coisas de Deus são claras, são íntegras. Onde as pessoas precisam desconversar, esconder, tapear fica evidentemente que Deus não está presente. Deus é luz. Ele não pactua com o que é escuso.
  • A linguagem piedosa – v. 9

“Teus servos vieram duma terra mui distante, por causa do nome do Senhor, teu Deus” (Js 9.9).

Josué deu valor ao que eles disseram sem consultar a Deus. Usaram o nome de Deus, sem estar interessados nele. Somos facilmente enganados quando as pessoas vêm usando o nome de Deus. O diabo é mais astuto quando vem vestido de piedade.
Muitos jovens quando estão interessados em namorar uma moça, se interessam pelas coisas de Deus, freqüentam a igreja e até lêem a Bíblia. Mas depois do casamento, revelam seu total desinteresse pelas coisas de Deus.
  • A astúcia – v. 9,10 e verso 3
Os gibeonitas relataram os grandes feitos de Deus no Egito, e aos dois reis amorreus que Moisés derrotara, mas não fez menção de Jericó e Ai, para dar a idéia que de fato vinham de muito longe.
Cuidado com o engano do pecado. Cuidado com os argumentos aparentemente insofismáveis do inimigo. Acautele-se.

III. O PERIGO DE SE FAZER UMA ALIANÇA SEM CONSULTAR A DEUS NAS COISAS QUE PARECEM ÓBVIAS – v. 14,15

“Então, os israelitas tomaram da provisão e não pediram conselho ao Senhor. Josué concedeu-lhes paz e fez com eles a aliança de lhes conservar a vida; e os príncipes da congregação lhes prestaram juramento” (Js 9.14,15).

Josué fez distinção entre coisas importantes que carecem de oração e coisas insignificantes, óbvias que não precisa consultar a Deus.
A nossa lógica e bom senso levam-nos facilmente para o mau caminho, quando deixamos de depender de Deus.
Este texto mostra a fraqueza da sabedoria humana. Devemos buscar o conselho de Deus mesmo naquelas coisas para parecem claras e óbvias.
Há sempre o perigo da autoconfiança: “O que confia no seu próprio coração é insensato” (Pv 28.26). Vejamos alguns exemplos:

– Ló escolheu as campinas do Jordão e foi morar com a família na cidade de Sodoma. Lá, ele perdeu seus bens, sua mulher, seus genros e sua honra.
Abraão – Passou 13 anos de silêncio (Gn 16.15,16; 17.1-5). Nenhum aparecimento do Senhor, nenhum altar erigido, nenhuma tenda, nenhum sacrifício. Foram 13 anos em branco. Depois, Deus lhe aprece e diz: “Anda na minha presença”. Confia em mim. Creia em mim. O que eu falei eu cumprirei. Não preciso da sua ajuda.
Pedro – Quando Jesus decidiu ir para a cruz, Pedro o reprova. Sem consultar a Jesus, o expõe a uma situação complicada e é duramente repreendido por Jesus.
Gibeão quer dizer pequeno monte e nos alerta contra as pequenas coisas que nos impedem de andar com Deus. Sansão, o homem mais forte do VT foi vencido por uma mulher cujo nome significa fraqueza (Dalila). As pequenas coisas podem nos impedir de viver uma vida cristã normal.
Josué fez aliança com os gibeonitas de poupar-lhes a vida sem consultar a Deus. Ficou preso a uma aliança que jamais deveria ter feito. Sofreu sem poder tirar o jugo de sobre si e do seu povo.

IV. AS CONSEQUÊNCIAS DE SE FAER UMA ALIANÇA PRECIPITADA

1.Mesmo que você não busque a Deus e faça alianças precipitadas, Deus as ratifica – v. 19,20

Quantas sociedades que jamais deveriam ter sido firmadas! Quantos acordos que jamais deveriam ter sido assinados! Quantos namoros que jamais deveriam ter começado! Quantos casamentos que jamais deveriam ter sido consumados!
Muitos buscam a saída do divórcio, dizendo: “Meu casamento acabou porque não foi Deus quem me uniu”. Se você não leva a sério a aliança que você fez, Deus leva.
Veja o que escreveu o profeta Malaquias:
“O Senhor foi testemunha da aliança entre ti e a mulher da tua mocidade, com a qual tu foste desleal, sendo ela a tua companheira e a mulher da tua aliança” (Ml 2.13,14).

2.Gera murmuração e descontentamento no meio do povo de Deus – v. 18

Decisões precipitadas acarretam amargas conseqüências. Alianças irrefletidas fazem o povo sofrer. Quando a liderança age sem oração, há um descontentamento no meio do povo. Josué e os príncipes da congregação fizeram uma aliança com os gibeonitas sem consultar a Deus e tomaram a decisão errada e agora o povo está sofrendo as conseqüências e murmurando.

3.O povo de Deus precisa se envolver com lutas a favor daqueles contra quem deviam lutar – Js 10.6,7

Josué está travando uma batalha que não era sua. Está drenando suas energias num trabalho que não era seu. Eles estão pagando o preço de terem feito uma decisão apressada, uma aliança irrefletida. Eles estão defendendo quem precisariam desalojar daquela terra.
Quantas noites de sono perdidas. Quantas horas de choro e lágrimas vertidas. Quantas dores e contorções da alma sofridas. Quanto prejuízo financeiro acarretado.

4.O povo de Deus é açoitado com a ira divina quando viola a aliança feita, mesmo que irrefletidamente – v. 20

A quebra de uma aliança é algo que Deus reprova. É melhor não fazer um voto do que votar e não cumprir. Josué e o povo ficaram presos a uma aliança que não deveriam ter feito. Tornaram-se obrigados a defender quem deveriam atacar. Ficaram ligados com quem não deveriam ter relações.
A quebra daquela aliança era agora uma atitude mais condenável aos olhos de Deus do que o estabelecimento da própria aliança. O rompimento da aliança implicava na manifestação da própria ira de Deus.

5.O tempo não anula as alianças que fazemos, mesmo quando não consultamos o Senhor – 2 Sm 21.1-14

400 anos depois da aliança firmada por Josué, o rei Saul matou os gibeonitas e nos dias do rei Davi houve fome de três anos consecutivos por causa da quebra dessa aliança.
Ler o texto de 2Sm 21.1,2:
“Houve, em dias de Davi, uma fome de três anos consecutivos. Davi consultou ao Senhor, e o Senhor lhe disse: Há culpa de sangue sobre Saul e sobre a sua casa, porque ele matou os gibeonitas [...] os filhos de Israel lhes tinham jurado poupá-los, porém, Saul procurou destruí-los no seu zelo pelos filhos de Israel e de Judá”. 2Sm 21.1,2

Dois resultados aconteceram em virtude da quebra dessa aliança:
Em primeiro lugar, três anos de fome. O povo, a nação toda sofre. Crianças morrendo de fome, o gado perecendo nos pastos, prejuízos financeiros imensos, lares desesperados, em virtude da quebra de uma aliança firmada há 400 anos.
Em segundo lugar, sete filhos do rei Saul enforcados. Os gibeonitas pediram sete filhos de Saul para serem enforcados, dois filhos de Rispa e cinco filhos de Merabe (2Sm 21.5-9). Só então, a ira de Deus se apartou de Israel (2Sm 21.14).

CONCLUSÃO

Nós precisamos tomar  cuidados básicos:

Tenha cuidado com as alianças que você faz, com aquilo que você promete.

Não entre numa aliança seja sentimental, seja conjugal, seja comercial, seja profissional sem antes avaliar profundamente as implicações.
 
Há pactos que jamais deveriam ter sido feitos. Há casamentos que jamais deveriam ter acontecido. Há parcerias que jamais deveriam ser travadas. Há sociedades que jamais deveriam ter sido estabelecidas.

         Quando fazemos alianças perigosas e precipitadas, podemos entrar em aliança com o próprio inimigo.
 
Quantas pessoas presas a situações embaraçosas porque não tiveram paciência de esperar, de analisar a situação mais detidamente.
 
Quantas pessoas se desgastam e sofrem grandes prejuízos porque não consultaram a Deus para fazer sociedades, alianças e acordos.
 
VIA GRITOS DE ALERTA / ESTUDO GOSPEL

A Igreja Católica e o Ecumenismo


A Igreja Católica Romana está convicta de que a cristandade deve existir sob a direção da Igreja de Roma.
Antes os protestantes, evangélicos e outros grupos que saíram da Igreja de Roma eram considerados por ela apóstatas e hereges, depois irmãos separados e agora são convidados a voltarem para casa. O objetivo final do movimento ecumênico é reunir e unificar toda a cristandade.


"Nós somos de Deus; aquele que conhece a Deus ouve-nos; aquele que não é de Deus não nos ouve. Nisto conhecemos nós o espírito da verdade e o espírito do erro." (1 João 4.6)

"Se alguém vem ter convosco, e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem tampouco o saudeis. Porque quem o saúda tem parte nas suas más obras." (2Jo 9,10)

"Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?" (2Co 6.14)

"Não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios; não podeis ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios." (1Co 10.21)

"Porventura andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?" (Am 3.3)

Analise a resposta:

1. Toda doutrina que não está inteiramente de acordo com a Bíblia Sagrada é condenada por Deus (2Jo 9.10; 2Co 6.14).

"O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo. Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema." (Gl 1.7-9)
2. Não pode haver comunhão entre luz e treva (2Co 6.14).

3. Não é possível andar dois juntos se não houver entre eles comum acordo (Am 3.3). Como posso me unir a um grupo que invoca o exu (o diabo), enquanto eu exorcizo o bicho; falar de ressurreição,enquanto o outro fala de reencarnação; falar do céu se o outro só fala do purgatório, fazer oração e o outro, despacho? (1Co 10.21)

4. A Bíblia declara tolerância zero para o ensino que estiver fora da doutrina de Cristo (1Jo 4.6; 2Jo 9;
10).

5. Os ecumênicos declaram que todo caminho leva a Deus. Ora, quem caminhar para o sul, não chegaráao norte. Se o céu fica em cima, o inferno está embaixo.

"Para o entendido, o caminho da vida leva para cima, para que se desvie do inferno em baixo." (Pv 15.24).

Conclusão: o caminho é para cima e para lá, só há um, Jesus (Jo 3.13; 14.6). Ele é o único mediador entre Deus e os homens (1Tm 2.5).

A Bíblia responde:

Os defensores do ecumenismo dizem que somos intolerantes por defendermos a singularidade deCristo. Como o norte e o sul, porém, na Bíblia, o céu e o inferno estão em direções opostas (Pv 15.24)

"Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; e porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem."(Mt 7.13-14).

Pode alguém subir descendo? E eles também não são intolerantes ao afirmarem que suas opiniões são verdadeiras e outras são falsas? Incoerência! Eva foi tolerante com o diabo, veja no que deu!

"Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo." (2Co 11.3).

Pode o cordeiro andar com a cascavel, o rato com o gato? Como posso me unir a um satanista que sacrifica crianças? Como servo de Deus devo condenar as obras das trevas.

"Porque o que eles fazem em oculto até dizê-lo é torpe. Mas todas estas coisas se manifestam, sendo condenadas pela luz, porque a luz tudo manifesta." (Ef 5.12-13).
 




VAMOS FICAR ATENTOS QUANTO AS PROPÓSTAS QUE O PAPA ESTA FAZENDO PARA AJUNTAR TODAS RELIGIÕES EM TORNO DE QUALQUER PROPÓSTA .
É UMA ARMADILHA DOS INFERNOS .

VIA GRITOS DE ALERTA 

Muçulmanos cobram inclusão em lei que proíbe igrejas de casar gays no Reino Unido


Muçulmanos britânicos estão questionando um projeto de lei proposto pelo governo do Reino Unido que permite casamentos homossexuais, mas proíbe a Igreja da Inglaterra e a Igreja do País de Gales de abençoar a união de casais do mesmo sexo.

Os muçulmanos querem o direito de ter uma exceção similar à das duas igrejas.

O Conselho Muçulmano da Grã-Bretanha (MCB), que tem mais de 500 mesquitas afiliadas, instituições de caridade e escolas, disse nesta terça-feira (18) que estava "chocado" pela proposta do projeto.

O secretário-geral do conselho, Murad Farooq, disse que faria uma reunião com a secretária de Cultura do governo do Reino Unido, Maria Miller, para expressar sua oposição ao projeto de lei entre os muçulmanos.

"Ninguém em sã consciência deve aceitar tal lei discriminatória", disse Murad. "Ele deve ser alterado para dar a mesma isenção para todas as religiões."

O projeto, apresentado pela secretária de Cultura ao Parlamento na semana passada, não obriga a igreja ou outra religião a apoiar o casamento gay ou celebrar as uniões entre casais do mesmo sexo em seus templos.

"É 100% claro que, se qualquer igreja, sinagoga ou mesquita não quiser realizar um casamento gay, não será forçada a fazê-lo", disse Miller.

Do mesmo modo, o novo projeto não permite que a Igreja da Inglaterra e a Igreja do País de Gales possam optar por realizar casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

Atualmente, o Reino Unido tem mais de 100 mil casais gays em união civil, aprovada em dezembro de 2005.

Fonte: UOL

Contratado pelo São Paulo, Lúcio reafirma sua fé em Deus


Contratado pelo São Paulo, Lúcio reafirma sua fé em DeusContratado pelo São Paulo, Lúcio reafirma sua fé em Deus
O novo jogador do São Paulo já é conhecido entre os torcedores por ter representado o Brasil nas Copas de 2002 e 2006. Lúcio é evangélico e não esconde sua fé nem mesmo dentro dos campos, assunto que já virou polêmica envolvendo a FIFA.
Quando o Mundial aconteceu na Alemanha, a FIFA pediu para que as confederações avisassem seus jogadores que expressar a fé em campo estava proibido, principalmente se o método usado fosse o mesmo de 2002 quando Lúcio, Kaká e Edmílson jogaram com uma camiseta com dizeres religiosos por debaixo da camisa da seleção.
Naquela ocasião Lúcio afirmou que respeitaria a decisão, mas que encontraria um momento para poder expressar sua crença. “Vou respeitar (a determinação), até porque a FIFA é a instituição maior do futebol, e as regras precisam ser respeitadas. Mas, com certeza, a forma de agir dentro de campo não vai mudar. Vai ter o momento certo para a gente passar nossa mensagem (religiosa)”.
O atleta passou pelos times Bayer Leverkusen, Bayern de Munique, Inter de Milão e Juventus. Enquanto esteve fora do Brasil continuou se dedicando à religião que aprendeu com sua mãe, lendo textos bíblicos na concentração.
Ao ser apresentado como novo jogador do São Paulo, Lúcio citou Deus quatro vezes durante a coletiva do Morumbi, mostrando que se tratando de fé ele continua o mesmo atleta devoto e que não tem vergonha de expressar sua crença.

Procuradoria denuncia suspeitos de usar falsa igreja para lavar dinheiro


Procuradoria denuncia suspeitos de usar falsa igreja para lavar dinheiroProcuradoria denuncia suspeitos de usar falsa igreja para lavar dinheiro
Três pessoas foram denúncias pelo Ministério Público Federal em São Paulo por usar uma falsa igreja para lavar dinheiro.
A Polícia Federal investigou os acusados através da Operação Lava-Rápido, interrompida em outubro deste ano quando 12 mandados de busca e apreensão aconteceram nas cidades de São Paulo, Atibaia e Valinhos. Seis pessoas foram presas.
A denúncia da Procuradoria diz que o grupo usava uma igreja e mais de 100 “empresas fantasmas” que movimentaram mais de R$500 milhões. Por este motivo os suspeitos estão sendo acusados de lavagem de dinheiro, sonegação fiscal, evasão de divisas e falsidade ideológica.
Para chegar aos acusados que não tiveram seus nomes revelados, foi preciso casar informações da Receita Federal e do Conselho de Atividades Financeiras que identificaram movimentações suspeitas feitas pelo grupo.
O principal membro do grupo seria o responsável pela falsa igreja que estava registrada no nome de pessoas que não saberiam de sua existência. No local indicado funcionava uma academia de ginástica.
A igreja só foi criada para ter imunidade tributária, e assim diminuir a chance de uma investigação, pelo que apurou o Ministério Público. As informações são da Folha de SP.

PASTOR LOBO - QUEM SÃO E COMO AGEM .

Nós do GRITOS DE ALERTA publicamos matérias que mostram certas atitudes de alguns que se auto intitulam pastores.
São pessoas , que mesmo a frente de uma igreja são pegas ROUBANDO , TRAFICANDO DROGAS , SE PROSTITUINDO , FAZENDO DA PEDOFILIA UMA FORMA DE SATISFAZER SEUS IMPULSOS SEXUAIS , ENGANADORES NOS CONTRATOS ETC.
Eu sou criticado por mostrar essas verdades no GRITOS DE ALERTA , ao ponto de falarem que estou julgando essas pessoas .
Em primeiro lugar , quando publico uma matéria , somente o faço mediante a provas , e contra fatos não há argumentos .
Como o caso de um sujeito que foi preso no trafico de drogas e eu fui acusado de esta julgando ele, mas toda a informação que eu publiquei veio direto do plantão de policia.
Ou outro que foi pego com a boca na botija , em ato de adultério .
Por isso quero mostrar aqui as diferenças entre pastores e lobos , e quem sabe assim , muitas pessoas saberem diferenciar na escolha de seu líder espiritual.
Isso não significa , que esses que cometeram tais atitudes não podem se regenerar e iniciar tudo de novo , mas serve como um alerta ,pois nos últimos dias vão aparecer de tudo , até lobo que se transfigura em pele de cordeiro .




Existe  uma particularidade bem clara , tanto o pastor quanto o lobo gostam de ovelhas e vivem no meio delas, porém, os interesses os diferenciam.

1- Pastores cultivam o aprisco; lobos criam armadilhas.
2- Pastores buscam o bem das ovelhas; lobos buscam os bens das ovelhas.
3- Pastores vivem à sombra da cruz; lobos vivem à sombra de holofotes.
4- Pastores choram pelas suas ovelhas; lobos fazem suas ovelhas chorar.
5- Pastores têm autoridade espiritual; lobos são autoritários e dominadores.
6- Pastores têm esposas participantes; lobos têm mulheres coadjuvantes.
7- Pastores têm fraquezas; lobos são poderosos. 8- Pastores olham nos olhos; lobos contam cabeças.
9- Pastores são ensináveis; lobos são donos da verdade.
10- Pastores têm amigos; lobos têm admiradores.
11- Pastores vivem o que pregam; lobos pregam o que não vivem.
12- Pastores sabem orar no secreto; lobos só oram em público.
13- Pastores vivem para suas ovelhas; lobos se abastecem das ovelhas.
14- Pastores vão para o púlpito; lobos vão para o palco.
15- Pastores se interessam pelo crescimento das ovelhas; lobos se interessam pelo crescimento das ofertas.
16- Pastores alimentam as ovelhas; lobos se alimentam de ovelhas.
17- Pastores buscam a discrição; lobos se auto-promovem.
18- Pastores usam as Escrituras como texto; lobos usam as Escrituras como pretexto.
19- Pastores se comprometem com o projeto do Reino; lobos têm projetos pessoais.
20- Pastores vivem uma fé encarnada; lobos vivem uma fé espiritualizada.
21- Pastores ajudam as ovelhas a se tornarem independentes de homens; lobos criam ovelhas dependentes deles.
22- Pastores são simples e comuns; lobos são vaidosos e especiais.
23- Pastores têm dons e talentos; lobos têm cargos e títulos.
24- Pastores dirigem igrejas-comunidades; lobos dirigem igrejas-empresas.
25- Pastores pastoreiam as ovelhas; lobos seduzem as ovelhas.
26- Pastores vivem de salários; lobos enriquecem.
27- Pastores apontam para CRISTO; lobos apontam para si mesmo e para igrejas deles.
28- Pastores são humanos, são reais; lobos são personagens religiosos caricatos.
29- Pastores ajudam as ovelhas a se tornarem adultas; lobos perpetuam a infantilização das ovelhas.
30- Pastores quando contrariados silenciam, aquietam; lobos rosnam e tornam-se agressivos.
31- Pastores se deixam conhecer; lobos se distanciam e ninguém chega perto.
32- Pastores lidam com a complexidade da vida sem respostas prontas, lobos lidam com técnicas pragmáticas com jargão religioso.
33- Pastores são transparentes; lobos têm agendas secretas.
34- Pastores ajudam as ovelhas a seguir livremente a CRISTO; lobos geram ovelhas dependentes e seguidoras deles.
35- Pastores criam vínculo de amizade; lobos aprisionam em vínculo de dependência.
E estes cães são gulosos, não se podem fartar; e eles são pastores que nada compreendem; todos eles se tornam para o seu caminho, cada um para a sua ganância, cada um por sua parte. Isaías 56:11
Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores. Mateus 7:15
Porque eu sei isto: que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não perdoarão o rebanho. Atos dos Apóstolos 20:29
E vos darei pastores segundo o meu coração, que vos apascentem com ciência e com inteligência. Jeremias 3:15

VIA  GRITOS  DE ALERTA