sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Criança perdida há um ano recebe visita de mãe, mas não vai para casa

Criança perdida há um ano recebe visita de mãe, mas não vai para casa (Foto: Imagens/TV Bahia)Mãe não abraçou criança quando a encontrou.
(Foto: Imagens/TV Bahia)
O garoto de dez anos que vive há um ano em um abrigo de Salvador, após se perder de casa, recebeu a visita da mãe nesta quinta-feira (30). Jaciara Lima Gonçalves, que não abraçou o filho durante o encontro, afirmou que foi ao local apenas para vê-lo, mas que não pretende levá-lo para casa. Em entrevista à equipe do Juizado, a mãe disse ainda que não quer que o filho seja adotado.
"Só quero olhar para cara dele, não quero nada mais não. Repito o que meu pai disse, o que todo mundo disse, que não era para ele ir para casa, porque vai fugir, traquinar. Quando a gente ia bater nele, ele fugia. Ainda sou mãe de olhar para cara dele", relatou a mulher, que possui oito filhos. O menino também pediu à juíza da Infância e Juventude para continuar no Abrigo Lar da Criança, que fica no bairro Vila Laura.

Ele chegou ao local após ser encontrado só na rua pela polícia nas imediações do bairro Mata Escura e, desde então, nunca mais teve contato com a família. "No dia 8 de setembro, ano passado, por volta da meia-noite, ele foi encontrado por uma ronda policial e entregue à 1ª Vara [da Infância e Juventude]. Nós acolhemos no abrigo. Tentamos localizar familiares, ele passou por assistente social, psicóloga, é menino bem esclarecido. Ele contava tudo, nome de pai, de mãe, irmãos, só não sabia o endereço. Falava muito de uma irmã pequena, a que ele mais gosta", afirma a juíza Mariana Varjão, que acompanha o caso.
saiba mais .
A mãe foi buscada pelo Juizado em casa e foi até o encontro acompanhada de um dos filhos. "Para a nossa surpresa e a nossa tristeza, a mãe já veio dizendo que ele continuasse abrigado. Mas ele também verbaliza que não quer voltar para a casa. Vai continuar institucionalizado, vamos fazer a reinserção aos poucos, através de visitas domiciliares", explica a magistrada.
Segundo Mariana Varjão, a mãe da criança disse que ele "sabe o que passou, que sofreu muito" e, por isso, quer que ele continue no abrigo. "Mas nós vamos ver o que é melhor para ele. Ele é muito esperto, está na segunda série, brinca, gosta de futebol. Muito ativo, só não quer voltar para casa", retrata a juíza. O motivo do sofrimento não foi relatado pela mulher.
O Juizado ainda descobriu nesta quinta-feira que um irmão da criança também vive abrigado. O irmão tem quatro anos, possui síndrome de down e está em uma das unidades especiais há quatro anos. A juíza afirma que ele será procurado nos próximos dias.
Em Salvador, cerca de 600 crianças e adolescente moram em abrigo, por situações diversas. A juíza explica que algumas são filhos de moradores de rua, outras vivem em conflito doméstico, além de filhos de pessoas muito jovens.

RS: pastor de 68 anos é preso por abuso de pelo menos 5 crianças

Preso, o idoso foi levado para o Presídio Estadual de Vacaria. Foto: Polícia Civil/Divulgação
Preso, o idoso foi levado para o Presídio Estadual de Vacaria
Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul divulgou na quinta-feira a prisão de um pastor de 68 anos acusado de abusar sexualmente de crianças e adolescentes no município de Bom Jesus. Ele foi detido na noite de quarta-feira e, de acordo com as investigações, entre as vítimas, pelo menos cinco crianças já foram identificadas. O idoso atuava em uma Igreja evangélica da cidade.
A Polícia Civil afirmou que a maioria das vítimas tem idade entre 3 e 13 anos. Buscas foram realizadas na casa e na igreja do pastor, onde foram apreendidos um computador, centenas de CDs e DVDs, documentos e telefones celulares.
Segundo o delegado Flademir de Andrade, a polícia dará continuidade às investigações e novas vítimas poderão ser identificadas. O preso foi levado para o Presídio Estadual de Vacaria.

TERRA.

Missionário denuncia ligação de igrejas com a mutilação feminina em Guiné-Bissau

Missionário denuncia ligação de igrejas com a mutilação feminina em Guiné-BissauMissionário denuncia ligação de igrejas com a mutilação feminina em Guiné-Bissau
Atuando como missionário em Guiné-Bissau, na África, o pastor Freddy Ovando está enfrentando um grande desafio teológico e missiológico para poder pregar um evangelho que não defenda as tradições culturais controvérsias da região, como é o caso da circuncisão feminina.
Naquele país, mais precisamente em Bafatá, cidade onde ele se encontra, a igreja evangélica apoia rituais que são contrários a Palavra de Deus, entre eles a mutilação das genitálias femininas, um procedimento defendido como um método para que a mulher não se torne uma prostituta ou ninfomaníaca.
Fora isso a igreja também apoia um ritual chamado de Cerimônia de Lavagem, na qual o casal que mantém relações sexuais é obrigado a se purificar, sendo levado por um feiticeiro para um rio onde muitas vezes a mulher é estuprada na frente de todos.
“O povo guineense é alegre e receptivo ao Evangelho. Contudo, está perecendo na sua maneira sincretista de cultuar a Deus, por não conhecerem uma verdadeira teologia bíblica. Creio que eles têm o direito a uma teologia bíblica contextualizada”, diz o Pr. Freddy Ovando à Junta de Missões Mundiais.
Em uma sociedade que convive com o evangelho há 70 anos é estranho saber que a população cristã mantém tradições que ferem a mensagem bíblica e é esse o desafio do pastor, tentar mostrar o verdadeiro evangelho.
“O meu desejo é que o reino de Deus esteja nos guineenses que já receberam o Evangelho, para depois ser revelado nas aldeias e comunidades”, conclui.

Pressão evangélica faz Renato Aragão desistir de filme, afirma jornalista

Pressão evangélica faz Renato Aragão desistir de filme, afirma jornalistaPressão evangélica faz Renato Aragão desistir de filme, afirma jornalista
O jornalista Lauro Jardim, do Radar On-line, escreveu nesta quinta-feira (30) em sua coluna no site da revista Veja, que Renato Aragão desistiu de prosseguir com o projeto do filme “O Segundo Filho de Deus”, filme que gerou muita polêmica entre os evangélicos.
A polêmica aconteceu pelos pequenos detalhes do longa que foram divulgados dizendo que o ator seria um segundo filho de Deus que iria cumprir a missão que Jesus não teria conseguido.
Renato Aragão chegou a dizer que o roteiro do filme não tinha como objetivo afetar a fé das pessoas de forma negativa, já que ele é católico, e que seu personagem seria um atrapalhado, assim como fora em seus outros filmes.
As críticas do público religioso na internet não foram os únicos fatores que fizeram com que o eterno Didi desistisse do projeto. Lauro Jardim garante que a além da repercussão ruim do projeto a falta de apoio da Sony Pictures também ajudou o ator da Globo de tomar a decisão de abandonar o projeto, pelo menos por enquanto.
A primeira notícia sobre o filme saiu na imprensa na última sexta-feira (24) anunciando a aprovação do orçamento que seria de R$ 8,1 milhão. A Focus Filmes, produtora do projeto, nega que a trama seja a divulgada na internet.
No site da Agência Nacional do Cinema (Ancine) encontramos o seguinte relato a cerca da obra:
“No retorno do personagem Didi ao cinema, após 5 anos, em seu 49º longa, as brincadeiras e trapalhadas de Didi dessa vez pontuam uma história dramática e de fundo espiritual, trazendo uma bela espontânea mensagem através da recriação da história de Jesus Cristo adaptada para o mundo de hoje.”

Menino de 11 anos é ordenado pastor nos EUA

Menino de 11 anos é ordenado pastor nos EUA
Menino de 11 anos é ordenado pastor nos EUACom apenas 11 anos de idade foi ordenado como ministro em Washington, nos Estados Unidos. O menino agora é pastor na igreja de sua família se tornando um dos mais jovens pastores americanos.
Em entrevista o garoto conta que prefere aprender sobre as coisas de Deus do que jogar vídeo game ou ficar trocando mensagens no celular, atitudes comuns dos meninos da sua idade.
De acordo com a BBC Brasil, Izekiel não é um jovem muito popular, ele relata que seus amigos não o procuram mais porque o acham “estranho”.
Mesmo gerando tanta surpresa, a unção de crianças não é novidade nos Estados Unidos, um ex-pastor tem estudado o fenômeno e garante que desde o século 18 houve pelo menos 500 casos de crianças pregadoras.

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Construção de templo da Igreja Mundial ganha anistia dos vereadores a pedido de Kassab

 

Construção de templo da Igreja Mundial ganha anistia dos vereadores a pedido de KassabO atual prefeito da cidade de São Paulo concedeu apoio ao projeto que vai ocupar onde seria a continuação de uma via pública
Construção de templo da Igreja Mundial ganha anistia dos vereadores a pedido de Kassab
Na quarta-feira (29) os vereadores da cidade de São Paulo que fazem parte da base governista aprovaram que a construção do templo da Igreja Mundial do Poder de Deus ocupe 137 metros da Rua Bruges, no bairro de Santo Amaro.
A votação definitiva será realizada na próxima semana, mas desde 2011 os jornais noticiam que o prefeito da cidade, Gilberto Kassab (PSD), é a favor da construção do templo para 15 mil pessoas que vai ocupar um trecho da via pública que seria estendida por meio de outro projeto.
De acordo com o jornal O Estado de São Paulo a obra não tem alvará de funcionamento e o Ministério Público Estadual entrou na justiça pedindo a demolição do que já foi construído até o momento. Fora isso, as obras na continuação da Rua Bruges começaram antes mesmo do prefeito apresentar a proposta na Câmara.
Mas ignorando todos esses fatores, 31 dos 55 vereadores paulistanos apoiaram o projeto do prefeito. O jornal afirma que a anistia foi pedida por Valdemiro Santiago e pelo deputado federal José Olímpio (PP) em troca do apoio político ao candidato José Serra (PSDB), apoiado por Kassab.
Os problemas dessa construção chegaram até a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Legislativo que pediram para que o Departamento de Aprovação de Edificações (Aprov) – órgão antes comandando por Hussain Aref Saab, afastado por suspeita de enriquecimento ilícito, entrasse em contato com a Subprefeitura de Santo Amaro para fiscalizar a construção do templo, o que não aconteceu.
Prefeitura explica sua posição
Através de uma nota a Prefeitura de São Paulo explica porque não considera ilegal a construção da Igreja Mundial em Santo Amaro. Leia:
“A lei aprovada em 1988 previa a abertura de uma via e o prolongamento da rua Bruges. Depois de executada a abertura da via prevista, a atual Antônio Elias Zogbi, mostrou-se desnecessário, conforme informado à Câmara Municipal no anexo justificando a propositura, a execução prolongamento da rua, que implicaria ainda em dispendiosa desapropriação.
O prolongamento não criaria novas possibilidades de acesso nem acrescentaria alternativas significativas ao tráfego local, conforme informado pela Superintendência de Projetos Viários da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras.
Assim, tal iniciativa foi abandonada. Diante disso e para que a situação do imóvel possa ser regularizada, é necessária a alteração da legislação, o que motivou a elaboração do projeto de lei. Além disso, conforme a legislação vigente, o empreendedor tem a prerrogativa de iniciar as obras, por sua conta e risco, se não houver deliberação em 30 dias do pedido de aprovação do projeto.”

por:Gospel Prime

Trazendo a Arca lança “Na casa dos Profetas” na Expocristã 2012


 

São 13 faixas inéditas assinadas por Luiz Arcanjo e Ronald Fonseca, um CD repleto de canções de adoração

Trazendo a Arca lança “Na casa dos Profetas” na Expocristã 2012Trazendo a Arca lança “Na casa dos Profetas” na Expocristã 2012
As gravadoras estão preparando grandes lançamentos de CDs para a Expocristã 2012, entre as novidades que os consumidores encontrarão no Anhembi estará o CD “Na Casa dos Profetas”, o novo álbum do ministério Trazendo a Arca.
Este trabalho terá o selo da Canzion Brasil, gravadora com quem o grupo assinou no começo de agosto, com 13 faixas inéditas o CD tem um estilo completamente voltado para a adoração, como explica o cantor Luiz Arcanjo, líder do ministério.
“Na casa dos Profetas” quer dizer “Lugares altos”, com uma história forte, um CD extremo! Ele vai da celebração extrema ao extremo da adoração. “Espero sinceramente que esse CD toque sua vida de alguma forma”, diz.
Luiz Arcanjo além de cantar e ministrar as canções também assina as letras ao lado de Ronald Fonseca, entre as novas melodias a gravadora destaca a música “Minha Inspiração” do Pr. Marcos Brunet que cedeu a letra e participa como interprete da faixa.
Além do CD físico “Na Casa dos Profetas” também será lançado em formato digital em mais de 30 canais, entre eles o iTunes, Sonora, Vivo, Tim, Oi e Claro.

por:Gospel Prime

Pressão evangélica faz Renato Aragão desistir de filme, afirma jornalista

 


Pressão evangélica faz Renato Aragão desistir de filme, afirma jornalista
O jornalista Lauro Jardim, do Radar On-line, escreveu nesta quinta-feira (30) em sua coluna no site da revista Veja, que Renato Aragão desistiu de prosseguir com o projeto do filme “O Segundo Filho de Deus”, filme que gerou muita polêmica entre os evangélicos.
A polêmica aconteceu pelos pequenos detalhes do longa que foram divulgados dizendo que o ator seria um segundo filho de Deus que iria cumprir a missão que Jesus não teria conseguido.
Pressão evangélica faz Renato Aragão desistir de filme, afirma jornalistaRenato Aragão chegou a dizer que o roteiro do filme não tinha como objetivo afetar a fé das pessoas de forma negativa, já que ele é católico, e que seu personagem seria um atrapalhado, assim como fora em seus outros filmes.
As críticas do público religioso na internet não foram os únicos fatores que fizeram com que o eterno Didi desistisse do projeto. Lauro Jardim garante que a além da repercussão ruim do projeto a falta de apoio da Sony Pictures também ajudou o ator da Globo de tomar a decisão de abandonar o projeto, pelo menos por enquanto.
A primeira notícia sobre o filme saiu na imprensa na última sexta-feira (24) anunciando a aprovação do orçamento que seria de R$ 8,1 milhão. A Focus Filmes, produtora do projeto, nega que a trama seja a divulgada na internet.
No site da Agência Nacional do Cinema (Ancine) encontramos o seguinte relato a cerca da obra:
“No retorno do personagem Didi ao cinema, após 5 anos, em seu 49º longa, as brincadeiras e trapalhadas de Didi dessa vez pontuam uma história dramática e de fundo espiritual, trazendo uma bela espontânea mensagem através da recriação da história de Jesus Cristo adaptada para o mundo de hoje.”
Gospel Prime

Oseas Silva indicado ao Troféu Promessas 2012

 


O cantor Oseas Silva acaba de ser indicado para a categoria Melhor Cantor do Troféu Promessas. O cantor foi avisado pela gravadora
Canzion Brasil de sua indicação eficou feliz pelo reconhecimento de seu chamado ministerial. “Vejo a mão de Deus mais uma vez me abençoando e é uma grande honra, se indicado ao Troféu Promessas, pois é uma forma de reconhecimento” afirma o cantor.
Para votar em Oseas Silva no Troféu Promessas, basta acessar o site:http://www.trofeupromessas.com.br/vote
Todos os canais virtuais de Oseas Silva ( www.oseasilva.com ) também vão informar sobre detalhes dapremiação e outras novidades.
Basta acessar no Facebook:http://facebook.com/oseasoficial , YouTube http://youtube.com/Idade30 e no próprio Twitter oficial do cantor @OseasOficial.
O TroféuPromessas é organizado pela GEO Eventos com apoio da Rede Globo.
Por: Assessoria Oseas Silva
Fonte: Jornal Gospel News


Renato Aragão: “Jamais abriria mão de minha fé em Jesus, o Filho Único de Deus”

 


Após a polêmica gerada pela notícia de que o novo filme de Renato Aragão, ‘O Segundo Filho de Deus’, traria a mensagem de que Jesus fracassou e por isso Deus teve que enviar outro filho à terra, o humorista resolveu se pronunciar e explicar.
Em um texto no site ‘Os Trapalhões’, Aragão escreve primeiro sobre o relacionamento com seus funcionários, esclarecendo boatos de maus tratos e demissão por chamá-lo de Didi.
No trecho sobre o filme, o humorista afirma que “Jamais abriria mão de minha fé incondicional em Jesus, o Filho Único de Deus.”
Confira o que escreveu Renato Aragão:
“Minha empresa já produziu mais de 45 filmes, todos voltados para o entretenimento da família brasileira, reitando nossos valores e nossa cultura. Sou católico e temente a Deus. Jamais abriria mão de minha fé incondicional em Jesus, o Filho Único de Deus. Gostaria, entretanto de relembrar que fé e ficção são áreas completamente distintas, mas que sempre despertaram polêmicas, desde Milton, em “Paraíso Perdido” até José Saramago em seu “Evangelho Segundo Jesus Cristo”. Mesmo estes gênios literários e suas polêmicas obras não foram capazes de rebaixar a Bíblia e as histórias de vida ali contidas a meros personagens de obras literárias ou de ficção.
Por que digo isto, porque realmente escrevi um roteiro provisoriamente intitulado “O Segundo Filho de Deus”, obra de ficção com registro público na Biblioteca Nacional, a qual vem sendo deturpada, dizendo inclusive que eu teria a pretensão de ser o “novo” Jesus!, ABSURDO. O Didi é um grande atrapalhado, e em todos os filmes essa será sempre sua característica. Só para esclarecer, este roteiro inclusive já teve o título alterado para “O Segredo da Luz” e não há previsão para sua realização. Acredito que estas pessoas, que nem sequer tiveram acesso à obra, querem apenas incitar os incautos a juntarem-se a eles nesta invejosa empreitada de denegrir meu nome e desacreditar uma campanha séria que já comprovou sua atuação e eficácia em 27 anos de resultados positivos. Registro que nestes 27 anos isso sempre acontece… infelizmente.”
Fonte: Guiame / Jornal Gospel News

Bello Shopping recebe Thiago Ferraz no próximo sábado, 01 Líder do Ministério GuMP fará pocket show de lançamento na loja

 


Todos os sábados a loja Bello Shopping tem aberto as portas para a realização de pocket show e lançamento de livros com o objetivo de proporcionar mais um serviço especial aos seus clientes.
Neste sábado, 01 de setembro, a loja recebe Thiago Ferraz, líder do Ministério Gump. O pocket show do cantor terá início às 10h e tem motivo especial: lançamento de seu novo álbum “#AcústicoGuMP”.
Thiago Ferraz
Ele é militar das Forças Armadas e iniciou seu ministério através de reuniões nos quartéis por onde passa, a fim de buscar alimento espiritual no próprio ambiente de trabalho e criar oportunidades de evangelização.
Com a banda formada, em sua maioria, por militares e ex-militares, o Ministério GuMP (Guerreiros, Músicos, Poetas – uma analogia à vida do Rei Davi) lançou seu primeiro álbum “Guerreiro, Músico, Poeta” em Março de 2010, com um estilo pop/rock e desde então, deu continuidade ao seu trabalho levando a palavra de Deus em igrejas e congressos.
Para conhecer mais sobre este trabalho inovador, acesse: http://ministeriogump.com.br
Por: Assessoria de Imprensa
Bello Shopping
Fonte: Jornal Gospel News


Ministério Flordelis realiza o CIM 2012 de 5 a 12 setembro.

 


“Evangelho sem mistura”. Este é o tema do Congresso Internacional de Missões (CIM), realizado pela Comunidade Evangélica Ministério Flordelis. O evento é considerado o maior congresso de missões do estado do Rio de Janeiro.
O CIM será realizado de 5 a 12 setembro de 2012, na chamada Cidade do Fogo (RJ), com entrada franca. Para cada dia de congresso, um preletor diferente, um cantor diferente, além da transmissão ao vivo do evento. “Você não pode ficar de fora. Convide sua família, faça sua caravana e venha para a Cidade do Fogo receber de Deus os milagres que Ele tem para a sua vida”, convida a organização do evento.
O cantor e compositor Marquinhos Gomes é presença confirmada no congresso, no dia 6 de setembro, às 19h. Além dele, outros grandes nomes da música evangélica nacional já confirmaram a participação. São eles: Bruna Karla, Kleber Lucas, Cristina Mel, Wilian Nascimento, Marina de Oliveira, Jotta A, Léa Mendonça, Anderson Freire, Beatriz, Jairo Bonfim, Robinson, Arianne, Marcelo Dias e Fabiana, Jozyanne, Elaine de Jesus, Luã Santos, Jossana Glessa, Alex e Alex, Georgete Rocha, Ardendo em Fogo, Davi Klaus, Melvin Wellington Zé Carlos, Alex Gomes e Amanda de Campos.
O CIM vai reunir mais de 40 preletores, entre eles: Pr. Marcus Gregório, Pr. Samuel Ferreira, Pr. Abner Ferreira, Pr. Samuel Câmara, Pr. Marco Feliciano, Pr. Abílio Santana, Pr. Cláudio Duarte, Pr. Paulo Marcelo, Pr. Otoni de Paula Jr., Pr. Carlos Silva, Pr. Samuel Gonçalves, Pr. Cláudio Gama, Pr. Flamarion Rolando, Pr. Junior Souza, Pr. Alex Macedo, Pr. Samuel Ribeiro (EUA), Bp. Paulo Tenório (EUA), Pr. Eliel Lima, Pr. Anderson do Carmo e Pra. Flordelis.
O congressista que desejar poderá contribuir para missões levando um quilo de alimento não perecível.
Sobre o CIM
O Congresso Internacional de Missões (CIM) foi uma visão dada por Deus ao casal de pastores, Anderson do Carmo e Flordelis, pais de 50 filhos.
Por meio do CIM, no ano de 2009, foi fundado o Instituto Flordelis, que dá assistência para 228 crianças e adolescentes de comunidades carentes, crianças e adolescentes que vivem nas disputas territoriais das facções de drogas e vítimas de abuso sexual.
A missão do ministério é dar continuidade ao trabalho ampliando os cursos profissionalizantes do Instituto Flordelis. Outra missão é criar um centro de recuperação para menores dependentes químicos, ressocializando e reintegrando crianças e adolescentes que têm sido vítimas do tráfico de drogas.
A visão do ministério consiste em levar a Palavra de Deus para o maior número de pessoas possível, cooperando com a Igreja de Cristo, proporcionando aos seus membros meios para alcançar uma experiência progressiva, de modo que sejam discípulos de Jesus.
Participe do CIM 2012!
Confira os horários da programação:
Dias 5 e 6: às 19h. No dia 6 será realizada uma mini vigília até meia noite.
Dia 7: 15h e 19h sem intervalo.
Dias 8 e 9: 9h, 15h e 19h.
Dias 10, 11 e 12: 19h.
Informações
Evento: Congresso Internacional de Missões (CIM)
Data: de 5 a 12/9/12
Data e hora da participação de Marquinhos Gomes: 6/9/12, às 19h
Local: Cidade do Fogo
Endereço: Rua Guilherme Santos Andrade, 1.001, Mutondo, São Gonçalo (RJ)
Contato: (21) 3708-8851
Site: http://www.congressocim.com.br
Entrada Franca
Por Ana Paula Costa
Comunicação Ministério Marquinhos Gomes
Fonte: Jornal Gospel News

'Desrespeito é não ler e não crer', diz pastor que 'cheirou' a Bíblia em foto


 

Pastor Lucinho afirma que intenção é chocar (Foto: Amanda Monteiro/ G1 ES)
Após causar polêmica em foto divulgada na internet, onde 'cheira uma Bíblia' em um convite para um culto de jovens na Igreja Missão Evangélica Praia da Costa, em Vila Velha, no Espírito Santo, o pastor Lúcio Barreto, o Lucinho da Igreja Batista da Lagoinha, em Belo Horizonte, afirmou que o objetivo foi justamente chocar. Em entrevista ao G1 nesta quarta-feira (29), antes do culto "Quarta Louca por Jesus", ele não se intimidou em repetir o ato, defendido como uma das muitas "loucuras por Jesus" já realizadas por ele.

"Desrespeito é não ler a Bíblia. É não crer nela. Desrespeitar a Bíblia é se dizer cristão em época de eleição e não dar exemplo após ser eleito", afirma o pastor Lucinho, que trabalha com jovens há mais de 20 anos. Segundo ele, a foto foi tirada há um ano, com várias outras em que ele simula comer a Bíblia ou usá-la como arma, para divulgação.
Posso chocar o cara e dizer para ele que há algo muito melhor para colocar para dentro e encher a cabeça."
Lúcio Barreto, pastor
Lucinho explica que o objetivo da imagem não é atingir os religiosos, mas sim quem precisa. "Vivemos a epidemia do crack, das drogas. Cada vez mais cedo, os jovens e adolescentes de todas as classes estão tendo suas vidas perdidas. Imagino que chegar para um jovem e dizer 'Deus te ama, vá para a igreja' não adianta. Mas posso chocar o cara e dizer para ele que há algo muito melhor para colocar para dentro e encher a cabeça", diz.
Para o pastor, o objetivo está sendo cumprido, uma vez que vários jovens o procuram por curiosidade ou vontade própria e mudam de vida. "Meu desejo é que as pessoas venham conhecer a Deus com o mesmo ímpeto que o usuário vai para a cocaína, com a mesma vontade. Não imaginei que fosse ter essa repercussão, mas quando vi a proporção na internet, achei engraçado. Porque já fiz coisas muito mais radicais", diz ele. "Eu leio a Bíblia todo dia. Já passei 30 dias caminhando com a Bíblia 24 horas sem largar. Já pedi para confeccionar uma Bíblia comestível e comi as páginas durante uma pregação", conta.
Muitas pessoas compareceram no culto "Quarta Louca por Jesus", nesta quarta. Crianças e jovens comentavam sobre a polêmica da foto. O analista Estevão Abreu disse que trouxe convidados que ficaram curiosos e foram ouvir e conhecer de perto o pastor Lucinho.
A publicitária Isabela Pahins defendeu o objetivo do pastor ."Fiquei surpresa com a repercussão, não imaginava essa dimensão. Mas as pessoas são livres para achar o que quiserem. Para mim, passa a imagem de alguém louco por Cristo", disse.
O monitor Ivan Demoner também defende o pastor. "Você vê mais gente preocupada em criticar que fazer o que o Evangelho manda. São fariseus modernos", opina. "A gente conhece o pastor Lucinho, ele prega aqui há três anos, todas as semanas. Vemos a vida dele com Deus e quantas vidas que são transformadas", afirma.
Fonte: G1 via gospelnewsbrasil.com

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Após pressão de ativistas gays, ausência de livros do pastor Silas Malafaia no catálogo da Avon completa dois meses


Após pressão de ativistas gays, ausência de livros do pastor Silas Malafaia no catálogo da Avon completa dois meses
A ausência de livros do pastor Silas Malafaia e materiais da editora Central Gospel no catálogo da Avon completou dois meses. Por um longo período, os produtos ligados ao líder da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo fizeram parte dos produtos anunciados pela empresa de cosméticos em sua publicação.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
A retirada dos livros do pastor Silas e demais publicações de sua editora aconteceu meses após ativistas gays iniciarem um movimento que ameaçava boicotar a Avon e seus produtos, caso esta não parasse de oferecer os livros da Central Gospel. A edição atual do catálogo traz outras publicações ligadas ao cristianismo.
Inicialmente, a Avon se recusou a retirar a oferta de livros do pastor e de sua editora, porém, na edição do catálogo publicada no dia 13/06 os materiais da editora Central Gospel já não estavam entre os produtos disponíveis para a venda.
Durante a divulgação dos fatos e apuração das informações, o pastor Silas Malafaia negou veementemente que a empresa tivesse retirado seus livros e demais publicações de sua editora do catálogo, e chegou a afirmar que sites cristãos de notícias estariam “comendo na mão de ativistas gays“.
Após a busca de informações  houve confirmação de que os produtos haviam sido retirados por tempo indeterminado. Com a divulgação dessa informação, o pastor Silas Malafaia divulgou nota em seu site afirmando que a medida tomada pela empresa era programada.


g+

Carol Celico, ex-pastora evangélica tira fotos ousadas para revista

Open in new windowCaroline Celico, a esposa do meia brasileiro Kaká, surpreendou a todos depois de fazer fotos ousadas para a revista RG Vogue do mês de setembro que deve chegar às bancas fim desta semana.

Ex-pastora da Igreja Renascer em Cristo, ela posou com orelhas de coelhinha e explicou sobre sua mudança no estilo de vida.

“Fazia as coisas para agradar aos outros, achando que assim estaria agradando a Deus. Sou como sou porque passei por alguns episódios traumáticos e outros muito bons. Mas sou curiosa e continuo superaberta a novas ideias.”

Essa mudança vem depois que ela deixou a denominação e passou supostamente um período longo longe das igrejas, segundo declarações feitas anteriormente.

“Não sinto mais vontade de ir à igreja, não gosto de rótulos. Hoje, sou seguidora de Cristo. O tempo que passamos lá na igreja [Renascer] foi bom, não me arrependo. Aprendi o que devo ou não fazer", disse ela no programa Show Business, no final de 2011.

Carol, desde sua saída proclama que segue a Cristo, mesmo sem pertencer a nenhuma denominação.

"Deus me mostrou que posso caminhar com as minhas próprias pernas”

Segundo outras declarações, Celico acredita que a igreja é a sua casa e mostra uma certa decepção com relação a entrega do dízimo.

“Hoje a nossa igreja é a nossa casa. É isso que eu acredito, acredito que Deus, Ele quer olhar para o nosso coração e ver o quanto a gente quer entregar da nossa vida e do nosso coração e não só em dinheiro”, disse ela em entrevista para o programa TV Fama, que foi ao ar em 21 de julho de 2011.

Carol Celico veio para a igreja de Kaká, ministério fundado por Estevam Hernandes, aos 16 anos, depois que começou a namorar com o jogador. Ela chegou a ser ordenada pastora igreja, mas saiu da denominação em 2009, segundo ela, porque se achava fanática e superior aos outros.

Entretanto, segundo os rumores, sua saída teria sido motivada pelo descontentamento com as práticas administrativas da denominação, depois do episódio em que os líderes da Renascer foram presos nos Estados Unidos por entrarem com uma quantia de US$ 46, 5 mil não declarada camuflados na bagagem e em Bíblias.

“Hoje a minha religião é Jesus, é aquilo que eu quero passar para as pessoas, é aquilo que está na Bíblia, é ter Deus dentro de mim e querer compartilhar isso com as pessoas”.

A empresária, que hoje é responsável por um site que capta doações para crianças necessitadas, afirmou que tem planos de retornar a São Paulo junto com a família.

Fonte: The Christian Post

http://folhagospel.com/modules/news/article.php?storyid=23198

Filme de Renato Aragão sobre o “segundo filho de Deus” gera polêmica nas redes sociais

Filme de Renato Aragão sobre o “segundo filho de Deus” gera polêmica nas redes sociais
Filme de Renato Aragão sobre o “segundo filho de Deus” gera polêmica nas redes sociais
Nos últimos dias, as redes sociais, em especial o Facebook, mostraram um movimento dos evangélicos contra a nova produção de Renato Aragão. O enredo do 49º filme de sua carreira contará a história de um “segundo filho de Deus” enviado a Terra para concluir a missão que Jesus não terminou.
Orçado em 8,1 milhões de reais, o longa será dirigido por Paulo Aragão, seu filho. Embora se considere católico, Renato já disse acreditar em reencarnação e seu primeiro romance, “Amizade Sem Fim”, tinha temática espírita. Ele conta a história de um jovem milionário que fez voto de pobreza e durante uma regressão hipnótica ele descobre que em uma de suas vidas passadas, teve uma conexão de amizade com Jesus Cristo.
Milhares de posts tem pedido um boicote ao filme, que ainda nem começou a ser filmado. Pede também que os cristãos, em especial os evangélicos, defendam sua fé.
Várias imagens de Renato Aragão, o Didi, foram acompanhadas de pedidos como “Parem esse homem” e “chega de desrespeito aos cristãos”. A campanha que teve mais repercussão até o momento foi a do perfil Na_igreja que escreveu: “O Didi não tem mais graça, agora quer usar a Graça de Deus para fazer graça… Eu sou totalmente contra essa palhaçada, e caso você também seja, COMPARTILHE”.
Confira as imagens:




FONTE . Gospel Prime

Convite para "Quarta Louca por Jesus" traz pastor cheirando a "Bíblia"

Reprodução
Convite da Igreja Missão Evangélica para a "Quarta Louca por Jesus" mostra pastor cheirando a "Bíblia"
Convite da Igreja Missão Evangélica para a "Quarta Louca por Jesus" mostra pastor cheirando a "Bíblia"
O projeto evangélico da Igreja Missão Evangélica, em Vila Velha, no Espírito Santo, chamou a atenção ao expor o pastor Lúcio Barreto, mais conhecido como Lucinho, cheirando a Bíblia no convite para o culto de jovens que reúne 1.500 jovens semanalmente para estudar o livro sagrado dos cristãos.
O culto, realizado todas as quartas-feiras pelo pastor Lucinho, líder nos estudos feitos com os jovens na igreja, é chamado de “Quarta Louca por Jesus”. Para o também pastor e presidente da Igreja Evangélica Missão, Simonton Araújo, o convite tem o objetivo de alcançar a juventude que está sem rumo e sem direção.
“Ele não está cheirando nada, só está mostrando que é melhor viver com a Bíblia. Está mostrando este caminho como algo muito mais valioso e prazeroso”, disse Simonton.
Polêmico, o convite ganhou destaque nas mídias sociais devido à alusão ao consumo de drogas, mas, segundo o pastor, o convite apenas fugiu do padrão comum. De acordo com ele, a Igreja Evangélica Missão luta pela modernidade sem abrir mão do conteúdo evangélico.
Criticada nas redes sociais, a foto foi associada pelos internautas ao consumo de cocaína. Por outro lado, o convite também recebeu elogios na rede de quem considerou a foto moderna e “extremamente evangelista”. O pastor Lucinho está viajando a trabalho e não foi encontrado pelo UOL para comentar a foto do convite.

[Entrevista] Ministério Além do Véu fala sobre CD “Existe uma saída” e preparativos para o DVD

   

O Ministério Além do Véu está se preparando para a gravação do primeiro DVD de sua história, além de manter a divulgação do CD “Existe uma saída”, lançado recentemente.
O álbum foi gravado este ano, e segundo informações da gravadora Sony Music, as dez músicas do repertório foram escolhidas pelos integrantes do ministério dentre uma lista com mais de 200.
Dentre as novidades que farão parte do DVD do Além do Véu estão as participações especiais dos cantores PG e Brenda Santos.
Confira abaixo a íntegra da entrevista concedida pelo Ministério Além do Véu à assessoria de imprensa da Sony Music:
O que podemos encontrar neste novo álbum do Além do Véu?
Músicas para serem cantadas nas igrejas, porém com arranjos modernos. Sem dúvida, pra nós é o melhor projeto que já fizemos, estamos muito felizes com o resultado.
Conte-nos sobre a escolha do repertório. Fale-nos mais a respeito de todo o processo de produção deste projeto.
Tudo aconteceu muito rápido, foram 4 talvez 5 meses intensos de trabalho. Recebemos mais de 200 músicas, delas tivemos a difícil tarefa de escolher apenas 10! Tivemos a honra de trabalhar com o músico Ed Oliver(Guitarrista), que enriqueceu muito o projeto. O projeto conta com músicas de Davi Fernandes, Anderson Barros e Cristian Orsi, excelentes compositores!!
Podemos dizer que de toda a discografia de vocês, este é o projeto mais completo e maduro?
Com certeza, acreditamos que a cada projeto adquirimos experiência e crescemos. Sabemos que é difícil, mas nosso desafio é sempre nos superar a cada projeto!
Vocês têm uma agenda intensa de eventos. E agora não somente em São Paulo, mas também em outras regiões do país. Como tem sido a receptividade ao trabalho de vocês em todo o Brasil?
Tem alcançado cada vez mais estados donosso Brasil, chegando a lugares longes e distantes como Redenção do Pará, ficamos surpresos ao ver as pessoas cantando e dando seus testemunhos.
Este é um projeto ao vivo onde as ministrações têm importante participação no contexto. Ter gravado o projeto na igreja onde vocês fazem parte tem um peso especial no resultado final?
Sem dúvida! Literalmente nos sentimos em casa, com a presença dos irmãos que amamos, família, tudo flui mais fácil. O resultado vocês poderão conferir neste novo projeto!
Fale-nos mais sobre as canções. Há um tema mais recorrente nas letras das músicas? Para que tipo de público é dirigido esse projeto?
Sem intenção alguma, o projeto tomou um rumo interessante. As canções falam muito de “tempestades” que enfrentamos e que Deus é a nossa esperança. Acreditamos que esse projeto abrirá um pouco mais o leque para atingirmos o publico jovem/adolescente, mas sem deixar de agradar o publico em geral.
Quais são as principais canções deste álbum que vocês destacariam?
Sem preciosismos todas as canções são maravilhosas, mais se for para destacarmos podemos falar de 4 delas: Vou Sobreviver que é a música inicial de trabalho, Tu és a Cura, Acelerando e Existe uma Saída que é a música tema do CD.
E quais são as expectativas de vocês com o lançamento deste projeto pela SonyMusic?
Já nos sentimos em casa com a Sony, além de serem muito profissionais, hoje existe uma grande parceria e entendimento entre nós. Conversando com nosso diretor(Sony) Mauricio Soares, entendemos que o projeto anterior “Marcado com Sangue” abriu as portas, para que agora este novo projeto possa consolidar o Ministério em todo o Brasil.
Já no mês de outubro vocês estarão gravando o primeiro DVD do Ministério Além do Véu. O que vocês já podem nos adiantar sobre este projeto?
Um repertório incrível, reunindo as melhores músicas que já gravamos nos 5 anos de ministério. Conta com a produção musical de Ruben Morais e direção de vídeo do Hugo Pessoa, além de duas participações especiais: Cantor PG e Brenda Santos. Será um momento único em nossas vidas!
O CD chega às lojas no início de setembro. O Além do Véu terá uma agenda de divulgação intensa para esse projeto na sequência?
Já estamos com o segundo semestre do ano tomado de agendas, será um tempo maravilhoso divulgando mais esse projeto.
Finalize essa entrevista deixando uma mensagem aos nossos leitores.
Amados leitores, que cada canção deste projeto possa abençoar sua vida, trazendo: renovação, alegria, esperança, salvação, saúde e vida. Que Deus vos abençoe!

Fonte: Gospel + 

NANI AZEVEDO E JOTTA A PARTICIPAM DO BRAZILIAN GOSPEL FESTIVAL

   

Esta é a primeira vez que um festival evangélico brasileiro acontece em Orlando. Os cantores da Central Gospel Music embarcam esta semana.
A primeira edição do Brazilian Gospel Festival, em Orlando, terá muitas atrações especiais este ano. Nos próximos dias, os cantores da Central Gospel Music, Nani Azevedo e Jotta A, embarcam para a América para participar de um megaevento que reunirá cristãos do Brasil e dos Estados Unidos em um único objetivo: celebrar com alegria o nome de Cristo. O evento vai do dia 31 de agosto a 9 de setembro.
Serão dez dias de muito louvor e diversão para quem participar da programação, organizada pelo pastor Jabes de Alencar, um dos preletores do festival. Os cultos serão especiais, pois contará com diversos pastores brasileiros de grande nome no cenário cristão. Além dos cantores da gravadora, outros nomes da música gospel nacional e internacional também farão parte do evento.
Para saber mais informações sobre o Brazilian Gospel Festival, acesse o site www.braziliangospelfestival.com.

Fonte: Jornal Gospel Newsw

Governo prorroga IPI menor para carros, linha branca e móveis

 

Benefício para veículos será mantido até outubro, informou Guido Mantega.
Se não fosse renovado, corte no imposto começaria a vencer na sexta (31).

 

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta quarta-feira (29) a prorrogação da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para vários setores, entre elas a linha branca e os automóveis. O benefício começaria a vencer na próxima sexta (31).
Para os produtos da chamada linha branca – que inclui fogões e geladeiras – o benefício foi prorrogado até dezembro. No caso dos veículos, o IPI menor foi estendido até outubro.
O ministro também anunciou a prorrogação do corte do IPI para móveis, painéis e laminados, para materiais de construção e para bens de capital. Para esses setores, o benefício venceria entre setembro e dezembro. Em alguns casos, a prorrogação vai até o fim de 2013.
De acordo com Mantega, a renúncia fiscal, de setembro de 2012 até dezembro de 2013, será de R$ 5,5 bilhões.
“A economia brasileira já está numa gradual recuperação. Porém, ainda é preciso continuar dando estímulo pra os investimentos e para o consumo”, disse o ministro, que também anunciou linhas de financiamento e redução de juros para aquisição de máquinas, equipamentos e caminhões.

G1

Gordura faz câncer crescer e pode ser alvo de tratamento, dizem estudos

 

Obesidade tem relação direta com expansão de tumor, segundo cientistas.
Tratamento promissor ainda está em fase inicial de testes.

                      
 
As células de gordura podem se tornar o mais novo alvo de tratamentos contra o câncer. Estudos nessa área ainda são experimentais, mas bastante promissores, pois há comprovação científica de que o tecido adiposo – que reúne as células de gordura do corpo – ajuda no crescimento dos tumores.

"Provamos ao longo dos últimos cinco anos que o tecido adiposo promove diretamente o câncer, além do estilo de vida e da dieta já relacionados à obesidade", afirmou o pesquisador russo Mikhail Kolonin, que trabalha com essa linha de pesquisa no Centro de Ciências da Saúde da Universidade do Texas, nos Estados Unidos.

"Há alguns anos, essa era uma questão em aberto, e agora sabemos que é um fato", completou o pesquisador, que veio ao Brasil para participar do Simpósio Célula-Tronco na Biologia do Desenvolvimento e no Câncer, realizado pelo Hospital do Câncer A.C. Camargo, em São Paulo.
Pesquisa da USP mostra que trabalho dificulta disciplina com dieta (Foto: Reprodução EPTV)Células de gordura 'alimentam' tumor e fazem com
que ele cresça rápido (Foto: Reprodução EPTV)
Dentro do tecido adiposo, existem células-tronco adiposas. Quando um tumor se forma, essas células vão até ele e contribuem para a formação de vasos sanguíneos no local. Com isso, o câncer cresce mais rapidamente.

A lógica serve para os tumores chamados primários, que se instalam antes do processo de metástase – quando o câncer se espalha para vários órgãos. Isso só acontece nos órgãos que têm contato com o tecido adiposo, como intestino, mamas, próstata, esôfago e pâncreas. Onde não há gordura por perto, como no caso do cérebro e do pulmão, o efeito não é percebido.

Naturalmente, os resultados apontam para mais um aspecto da importância de combater a obesidade para defender a saúde, mas não é só isso. A descoberta também pode levar a um novo tratamento contra o câncer, focado nas células-tronco adiposas.

Kolonin pensa em eliminar essas células-tronco com um medicamento específico para os pacientes com câncer, na tentativa de evitar que elas favoreçam a alimentação dos tumores. No entanto, o tratamento precisaria ser bem dosado, porque a eliminação dessas células deve ser apenas parcial, e não total, porque a gordura tem funções essenciais para a defesa do organismo.

"O tecido adiposo pode fazer mal à saúde, mas também é essencial", afirmou o cientista, que citou estudos em que camundongos com baixa quantidade de gordura apresentaram saúde muito frágil e desenvolveram doenças como diabetes.

A ideia ainda é vista como uma aposta, e somente novas pesquisas é que poderão comprovar se é viável controlar o câncer atacando essas células. "Ninguém fez isso ainda, acabamos de começar os primeiros experimentos nesse sentido", explicou Kolonin.

A perda de peso comum entre pacientes com câncer, porém, não serve para proteger o corpo contra esse processo. O tecido adiposo reduz de tamanho, mas não perde muitas células-tronco. Além disso, o emagrecimento ocorre nos estágios mais avançados da doença, depois que a gordura já desempenhou seu papel no crescimento do tumor.

O pesquisador também considera perigoso fazer dietas para perder peso após o diagnóstico de câncer, pois a falta de nutrientes poderia acelerar o processo de migração das células adiposas para os tumores – uma hipótese que sua equipe ainda não conseguiu comprovar.

Fonte:G1

Dilma sanciona lei que cria cota de 50% nas universidades federais

 

Presidente determinou que a seleção dos estudantes seja pelo Enem.
Cotas são para alunos de públicas; universidades têm 4 anos para adaptação.

                       
A presidente Dilma Rousseff sancionou nesta quarta-feira (29), com apenas um veto, a lei que destina 50% das vagas em universidades federais para estudantes oriundos de escolas públicas.
De acordo com a lei, metade das vagas oferecidas serão de ampla concorrência, já a outra metade será reservada por critério de cor, rede de ensino e renda familiar. As universidades terão quatro anos para se adaptarem à lei. Atualmente, não existe cota social em 27 das 59 universidades federais. Além disso, apenas 25 delas possuem reserva de vagas ou sistema de bonificação para estudantes negros, pardos e indígenas.
Durante a cerimônia de sanção, que foi fechada à imprensa, a presidente Dilma Rousseff afirmou que o Brasil tem um “duplo desafio”: o de democratizar o acesso às universidades e o de manter um alto nível de ensino e a meritocracia.
“O Brasil precisa fazer face frente a esses dois desafios, não apenas um. Nada adianta manter uma universidade fechada e manter a população afastada em nome da meritocracia. De nada adianta abrir a universidade e não preservar a meritocracia”, afirmou a presidente.
A cota racial será diferente em cada universidade ou instituto da rede federal. Estudantes negros, pardos e índios terão o número de vagas reservadas definido de acordo com a proporção dessas populações apontada no censo do IBGE de 2010 na unidade da federação em que está a instituição de ensino superior.
saiba mais
 
As demais vagas reservadas serão distribuídas entre os alunos que cursaram o ensino médio em escola pública, sendo que no mínimo metade da cota (ou 25% do total de vagas) deverá ser destinada a estudantes que, além de ter estudado em escola pública, sejam oriundos de famílias com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio per capita.
A proposta exige que as instituições ofereçam pelo menos 25% da reserva de vagas prevista na lei a cada ano.
Segundo informou a ministra da Igualdade Racial, Luiza Bairros, Dilma fez apenas uma alteração no texto aprovado pelo Senado no último dia 7 e determinou que a seleção dos estudantes dentro do sistema de cotas seja feita com base no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
Dilma vetou o artigo 2º do texto, que previa que a seleção dos estudantes pelo sistema de cotas será feita com base no Coeficiente de Rendimento (CR), obtido a partir da média aritmética das notas do aluno no ensino médio.
“Foi um veto que resultou de uma opinião unânime do governo federal na medida que o MEC (Ministério da Educação) tem trabalhado para constituir o Enem como a forma universal de acesso a universidades federais”, afirmou Luiza Bairros.
Esta quarta-feira era o último dia do prazo para sanção. A lei deverá ser publicada no “Diário Oficial da União” desta quinta-feira (30), data a partir da qual começa a contar o prazo de quatro anos para as universidades se adaptarem à lei.
O ministro da Educação afirmou que a lei ainda precisará de uma regulamentação, que definirá o cronograma de implantação das cotas nas universidades. A regulamentação está sendo discutida com conselhos de reitores e que deverá ser divulgada até o final do ano, segundo ministro.
Mercadante esclareceu que a lei entra em vigor a partir da data de sua publicação, mas que as universidades terão até 2016 para implantarem as novas regras de acesso.
“A lei foi aprovada para entrar em vigência imediatamente, o que significa que 2013 será o primeiro ano dos quatro anos em que essas cotas serão implantadas. Elas serão implantadas progressivamente em quatro anos”, afirmou. “Nós teremos que ter uma regulamentação para exatamente estabelecer esse cronograma de implantação”, explicou o ministro.
O ministro afirmou ainda que os cotistas poderão receber auxílio da universidade caso tenham dificuldade em determinadas matérias e que as instituições terão de adotar políticas de inclusão. Mercadante defendeu a manutenção da “excelência do ensino”.
“Nós teremos que ter curso de nivelamento, teremos que ter tutoria. Nós estamos discutindo com o conselho de reitores exatamente a regulamentação desse processo nos próximos quatro anos e as medidas que serão necessárias para que esses alunos tenham bom desempenho quando ingressarem na universidade, porque, se nós queremos a inclusão social, nós queremos manter a excelência da universidade”, declarou.
CerimôniaA presidente assinou a lei durante uma cerimônia fechada em seu gabinete, com presença dos ministros Aloízio Mercadante (Educação), Luiza Bairros (Políticas de Promoção da Igualdade Racial) e Ideli Salvatti (Relações Institucionais). O relator do projeto no Senado, Paulo Paim (PT-RS) também estava presente.

Durante a cerimônia, foi feita uma homenagem à ex-deputada federal, Nice Lobão (PSD-MA), que é autora da proposta original da lei.

Fonte:G1

Grávida é presa tentando vender bebês em hospital da PB, diz polícia

 

Suspeita tentava 'vender' filhos para mulher vinda de São Paulo, diz polícia.
Ocorrência foi registrada na manhã desta quarta-feira (29) em João Pessoa.

 

Uma gestante de gêmeos foi presa na manhã desta quarta-feira (29) após tentar vender seus bebês na Maternidade Frei Damião, no bairro Jaguaribe em João Pessoa. De acordo com a polícia, a gestante de 27 anos estava usando uma identidade falsa para facilitar o repasse das crianças para uma mulher vinda de São Paulo que iria recebê-las. A fraude foi descoberta assim que uma cunhada da suspeita chegou ao hospital buscando informações da gestante pelo seu nome verdadeiro. As funcionários suspeitaram da gestante e acionaram a polícia.
saiba mais
 
Segundo a Polícia Civil, a intenção da gestante era usar o nome da mulher que iria receber as crianças na materinidade para facilitar na emissão dos documentos. "Após o nascimento das crianças, ele iria registrar as crianças e levar para São Paulo. As duas foram presas (gestante e compradora), e serão encaminhadas para o presídio feminino da capital", falou em entrevista à TV Cabo Branco a delegada Magna Maria de Almeida, titular da 1ª Delegacia Distrital, para onde a suspeita foi levada. A mulher suspeita de comprar as crianças foi detida e levada para a Central de Polícia, em João Pessoa, de acordo com a polícia.
A gestante é moradora do bairro dos Funcionários II, em João Pessoa e tem três filhos. Segundo ela, em entrevista à TV Cabo Branco, ela não tinha mais condições de criar os filhos e o pais dos gêmeos havia rejeitado as crianças.  "Quando eu descobri que estava grávida, o pai não aceitou. Aí eu decidir dar as crianças. Todo mundo me aconselhava para dar as crianças porque eu não tinha condição de criar", comentou.

G1

“Decode”: minissérie brasileira sobre o arrebatamento lança episódio de estreia.


 
“Decode”: minissérie brasileira sobre o arrebatamento lança episódio de estreia. Assista
A minissérie brasileira sobre o arrebatamento, “Decode”, lançou no Youtube o primeiro episódio na última segunda-feira, 11/06.
O vídeo é o piloto da série, e apresenta o contexto do mundo pós-arrebatamento. A nota de divulgação afirma que no primeiro capítulo o “mundo está espantado com os estranhos sinais nos céus”.
A trama da minissérie gira em torno do personagem Paulo, que tem sua esposa desaparecida e está no meio da multidão, que assiste perplexa ao rebuliço. Porém, Paulo descobre tratar-se de um pesadelo, muito parecido com o drama de sua vida pessoal. Sua esposa e filhos estão realmente desaparecidos, e Paulo sente a necessidade de voltar à fé que sua esposa deixou como legado.
A minissérie, produzida pelo Ministério Onda Dura, da Comunidade Siloé, contou com baixo orçamento e atores e produtores voluntários.
A direção e edição foi feita por Marcos Vinícius, com atuações de Raphael Cadorin, Susan Santos, Gustavo da Luz, Renata Antonioli, Sidnei Ribeiro. Produção executiva de Guilherme Valles, com roteiro de Ana Maes, Rian Lapa e Marcos Vinícius.
A produção artística foi feita por Guilherme Nascimento e Renata Antonioli, maquiagem por Tayná Vodzinsky e direção de fotografia com Andressa Lima.

A presença de Deus estremeceu o M.Shows no Arraiá do povo de Deus

 
Neste sábado 09/06 aconteceu o “Arraiá do Povo de Deus” um evento evangélico que reuniu grandes nomes da musica gospel como Mylla Carvalho que já foi cantora da companhia do calypso, banda Som e Louvor e o Ministério Candelabro que louvaram em uma grande festa com a presença de mais de quatro mil pessoas.

O evento aconteceu no M.Shows e foi realizado pela Domini Eventos em parceria com as produtoras Cearenses Logos e Elo 3, na ocasião foram anunciadas outras atrações do gênero, como o cantor Thales Roberto que já fez parte do grupo Mineiro Jota Quest e também o cantor Lazaro ex vocalista do Olodum. As datas ainda não foram anunciadas mais existem especulações de que isso venha acontecer no começo do segundo semestre de 2012.

Nossa redação esta preparando uma matéria bem detalhada do evento, com entrevistas, vídeos e muitas outras imagens. ( pedimos desculpas pois tivemos problema em conexão com a internet)

Por: redação gospelnewsbrasil.com

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Maioria dos servidores aceitou proposta do governo, diz ministério

 

Ministério do Planejamento divulgou balanço sobre greve no serviço público.
Terminou nesta terça (28) prazo para que sindicatos assinassem acordo.



O secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, afirmou nesta terça-feira (28) que "mais de 90%" dos servidores do Executivo assinarão acordo com o governo federal para encerrar a greve no serviço público federal.
Terminou nesta terça o prazo dado para que os sindicatos decidissem sobre a proposta de reajuste oferecida pelo governo, de 15,8% "fatiado" em três vezes até 2015.
"Algumas categorias não assinarão, mas a imensa maioria sinalizou para a gente que virá até hoje no fim do dia", afirmou o secretário.
saiba mais
  • Servidores de 18 categorias aceitam oferta do governo e encerram greve
  • PF rejeita proposta e decide manter greve
Ele não especificou cada uma das categorias que chegaram a acordo com o governo. Entre os que assinaram, Mendonça mencionou servidores de universidades federais, professores do ensino superior, funcionários da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e servidores do IBGE.
Segundo ele, há uma reunião marcada ainda nesta terça com os representantes das agências reguladoras, uma das categorias que ainda não havia se manifestado sobre a proposta.
O secretário afirmou que o governo negociou com 35 categorias, das quais cerca de 30 aceitaram o reajuste proposto. Destas, 18 são representadas pela (Confederação dos Trabalhadores do Serviço Público Federal), que decidiu retornar ao trabalho na segunda-feira (3).
Sobre a reposição de horas paradas, o secretário disse que “sem o término da greve não há discussão”. Segundo ele, o plano de reposição das horas trabalhadas vai ser discutido com os órgãos onde houve greve. “A CGU (Controladoria Geral da União) vai acompanhar esse plano de reposição se houver acordo.”
Entre as categorias que rejeitaram a proposta do governo está a dos policiais federais, representada pela Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef). "O governo conhece nossas reivindicações, sabe que não estamos lutando por índice de recomposição de perdas salariais, mas sim para sermos reconhecidos como carreira típica de estado de nível superior", diz o presidente da Fenapef, Marcos Wink.
Segundo o ministério, as negociações realizadas depois desta terça poderão continuar, mas um eventual acordo só será incluído no Orçamento de 2014. "[Com] quem decidiu não assinar, voltamos a discutir no ano que vem, com impactos em 2014", disse o secretário.
VEJA A SEGUIR AS POSIÇÕES DE ALGUMAS DAS PRINCIPAIS CATEGORIAS
1) Aceitaram a proposta do governo federal:
Condsef (Confederação dos Trabalhadores do Serviço Público Federal)
Servidores federais de 18 categorias ligadas à confederação devem retornar ao trabalho na segunda-feira (3). Leia mais
Sindicato do Trabalhadores da Fundação Oswaldo Cruz (Asfoc-SN)
O sindicato pleiteava um aumento de 22,08%, mas aceitou a oferta do governo de reajuste de 15,8%, a ser pago em três vezes até 2015. Leia mais
Sindicato Nacional dos Servidores do Ministério das Relações Exteriores (Sinditamaraty)
Durante a paralisação, o principal pedido da categoria era a transformação das gratificações que assistentes e oficiais de chancelaria recebem ao subsídio. Leia mais
Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades Públicas Brasileiras (Fasubra)
Servidores de universidades federais encerraram a greve no dia 24. Também foi acordado um plano de capacitação contínuo para a categoria. Leia mais
Federação de Sindicatos de Professores de Instituições de Ensino Superior (Proifes)
A entidade representativa dos professores assinou acordo na sexta (24). Leia mais
Associação do Servidores do Ministério do Meio Ambiente (Assemma) Segundo o Ministério do Planejamento, o acordo seria assinado nesta terça
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
Segundo o Ministério do Planejamento, o acordo seria assinado nesta terça. Leia mais
Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) Segundo o Ministério do Planejamento, a categoria aceitou a proposta do governo
Associação dos Funcionários do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Afinpi) Segundo o Ministério do Planejamento, a categoria aceitou a proposta do governo
Instituto dos Funcionários do Instituto Nacional do Câncer
(Afinca)
Segundo o sindicato, a categoria aceitou a proposta do governo
Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF) Segundo o Ministério do Planejamento, o acordo seria assinado nesta terça

2) Rejeitaram a proposta do governo ou não apresentaram decisão:
Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef)
Agentes, escrivães e papiloscopistas da Polícia Federal decidiram manter a greve nacional, o que deve atrasar ainda mais serviços como a emissão de passaportes. Leia mais
Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais (Anadef)
Entidades que representam advogados e defensores públicos federais divulgaram carta aberta. Leia mais
Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal (Sinpec-DF)
A categoria sugere que o reajuste seja convertido em investimentos em equipamentos e infraestrutura para o órgão. Leia mais
Departamento Nacional de Infraestutura Terrestre (Dnit)
Os servidores ligados à Condsef rejeitaram a proposta. Leia mais
Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra)
Os servidores ligados à Condsef rejeitaram a proposta. Leia mais

Igreja inicia organização de luta profissional em Ohio, EUA

 

Enquanto muitas congregações em todo o país organizam eventos como Escola Bíblica de Férias e noites de bingo, uma igreja em Ohio decidiu começar uma organização de luta profissional.
A Primeira Igreja Metodista Unida de Martins Ferry lançou o Campeonato de Luta Rugged Cross (RCCW), com o seu primeiro evento, intitulado “Primeiro Gênesis,” realizado domingo à noite em uma instalação da igreja.
De acordo com o Facebook do grupo RCCW, a organização nova de luta é afiliada com a Black Diamond Wrestling, All Things New Ministry, e Call The Eternal. O objetivo é fornecer entretenimento de luta profissional que possa ser de ambiente familiar.
“Nosso objetivo é trazer as emoções da luta profissional num ambiente baseado na fé que é familiar e que promove a filosofia de luta da velha escola misturada com a história da eterna luta entre mocinhos e bandidos,” lê-se na seção Sobre na página do Facebook do RCCW.
“2 domingos por mês, o Campeonato de Luta Rugged Cross vai trazer a emoção da luta profissional que é baseada na fé. A RCCW contará com as estrelas de luta livre da Luta Diamante Negro, bem como estrelas novas e emergentes de luta livre no futuro”.
Co-criador do RCCW Tony Wensyel explicou aos meios de comunicação locais de televisão o propósito por trás de lançamento de tal esforço.
“É uma maneira de ajudar a igreja com a sua captação de recursos, a sua sensibilização da comunidade”, disse Wensyel em uma entrevista com canal 7 de WTRF.
“Nós estamos usando isso como uma forma de chegar aos jovens. Não só em Martins Ferry, mas no vale do Ohio e proporcionar-lhes divertimento emocionante de entretenimento esportivo familiar em um ambiente cristão.”
No Primeiro Gênesis no domingo, o cartão apresenta Destin Vaine contra Black Diamond Wrestling Champion Dan Sandwich e Ric Rumskey contra Edric Everhart. O evento principal foi um jogo eliminação over-the-top em que o vencedor foi coroado o primeiro campeão RCCW.
A BDW e RCCW não são as únicas organizações de luta no estado. Ohio Valley Wrestling, uma organização do território, tem sido conhecida por ser o ponto de partida para muitos lutadores profissionais que mais tarde se tornam estrelas em grandes organizações de luta.
Em sua página de alunos, lista de personalidades notáveis do OVW inclui estrelas do World Wrestling Entertainment (WWE) e Wrestling Impact TNA. Tais indivíduos incluem John Cena, CM Punk, Brock Lesnar, Ken Anderson, e Bobby Lashley. Atualmente, a OVW está listada como um “território oficial” para a TNA.
Enquanto afiliada com a RCCW, a Black Diamond Wrestling é em si uma organização relativamente nova, tendo sido fundada em junho de 2003.
O Campeonato de Luta Rugged Cross da Primeira Igreja Metodista Unida de Martins Ferry, Ohio não deu comentário para imprensa.
Por:Gospel News

NANI AZEVEDO NA ASSEMBLEIA DE DEUS DO BRÁS – Hoje o cantor ministra em São Paulo, a partir das 19h

Depois de um final de semana agitado e muito abençoado na Cruzada Evangelística em Manaus, o cantor volta para São Paulo nesta segunda-feira (27/08), para participar de um grande culto na igreja Assembleia de Deus do Brás.
Com muito louvor e adoração, Nani Azevedo cantará as canções de maior sucesso para o público e ministrará sobre a igreja os louvores que sempre marcaram sua carreira durante seus mais de 20 anos de estrada. São 5 álbuns gravados, Disco de Ouro, de Platina, e com apenas sua voz e um violão, o cantor impacta muitas vidas por onde passa.
A Assembleia de Deus do Brás fica na Avenida Celso Garcia, nº 560, a 300 metros do Metrô Bresser, em São Paulo. O culto começa a partir das 19h. Você não pode perder!
Por: Central Gospel Music

Mulheres que são bênçãos

Muitas vezes anônimas, obreiras evangélicas prestam magníficos serviços ao próximo e ao Reino de Deus e estão mais interessadas em ser bênção do que receber bênçãos.
O que podem ter em comum a periferia do Recife (PE), os hospitais da Cidade Maravilhosa, uma aldeia indígena no Mato Grosso do Sul, uma ilha próxima à capital gaúcha, as ruas de São Paulo e uma casa simples de São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio? Pessoas que precisam de ajuda, com certeza. Mas todos esses contextos tão diferentes também têm outras particularidades que os unem – e elas atendem pelo nome de Madalena, Fabiana, Sandra, Maria, Eulália e Sílvia. Sim, todas são mulheres comuns, daquelas que cuidam da família, vão para o trabalho e enfrentam seus problemas. Apenas seis entre as outras quase 30 milhões de evangélicas que vivem no país – nada menos que 68% da Igreja Evangélica brasileira. São como tantas outras irmãs em Cristo, que amam ao Senhor e procurar viver de acordo com os ensinos da Palavra. Mas vão além: elas fazem. Em uma sociedade de tantas injustiças e diferenças, gente como Madalena, Fabiana, Sandra, Maria, Eulália e Sílvia chegaram à acha que não basta crer; é preciso fazer. E elas fazem. Cada uma, ao seu modo, tomou para si o chamado de Cristo para ir ao encontro do necessitado, esteja onde estiver. E, se a verdadeira acepção da palavra “santo” é separado, pode-se dizer, sem sombra de dúvida, que elas são santas. Afinal, separaram parte importante de suas vidas para visitar o enfermo, alimentar o faminto, vestir o nu, levantar o caído. Elas são as mulheres do Senhor, mulheres que estão mais interessadas em ser bênção do que receber bênçãos. E quem ganha, claro, é o Reino de Deus.
De casa e coração abertos
Para Madalena dos Santos, uma vida não tem preço. Com recursos próprios e muita dedicação, Madalena abriga viciados em sua própria casa
“Aos 17 anos, meu filho Marivaldo Afonso Calado se envolveu com drogas”, conta Madalena Martins Afonso dos Santos, de 56 anos. Na época, em 1993, ela estava afastado do Evangelho. “Foi um sofrimento, uma tristeza ver meu filho naquele estado”. O drama levou-a de volta para a igreja e para os braços de Cristo. O rapaz foi para uma instituição de recuperação evangélica e conseguiu largar o vício. Mas Madalena não ficou satisfeita. “Fiz um voto com Deus. Resolvi cuidar de dependentes químicos. Quando eles saem das clínicas, ficam sem referências e muitos não têm para onde ir”, justifica. Viúva, Madalena compromete quase a metade de sua renda para manter o trabalho, em sua própria casa, em São Gonçalo (RJ). Ela não se importa – “Se conseguir ganhar uma alma, estou ganhando galardão no céu”, diz, com simplicidade. Hoje, são quatro pessoas dividindo uma casa pequena: além dela o do filho, estão lá João Carlos Mello, de 37 anos, e Carlos Alberto Salgado, de 28. Em certas ocasiões, a casa está mais cheia. Uma moça, que chegou em estado deplorável e cujo nome Madalena prefere preservar, ficou com ela lá seis meses. Hoje, casada e longe das drogas, é visita constante. A rotina tem de ser espartana. “Todos ajudam nas tarefas. Às oito horas, estamos de pé. Pela manhã, às 8 horas, todos já levantaram. Depois do café, eles têm a tarefa de limpar e arrumar a casa e o quintal. O João é o responsável pela cozinha. Após o almoço, assistem televisão, de preferência programas evangélicos. No sábado, fazemos um culto e, às vezes, convido algum pastor para pregar. Tenho aprendido muito da palavra de Deus e cheguei a uma conclusão: temos que olhar pelo ser humano”. A casa ficou pequena, e Madalena começou a pedir a Deus um lugar maior, onde pudesse atender mais pessoas. “O Senhor me deu o sonho de um centro de recuperação. Estamos prestes a conseguir. Procurei o proprietário de um espaço indicado pela vizinhança, que é próximo da minha casa, e disse que não tinha condições de comprar o imóvel, e por isso quis alugá-lo. Ele simplesmente me entregou a chave e disse para eu ficar o tempo necessário”. É um sítio grande com duas casas; uma será feita de dormitório e, na outra, será instalado o refeitório. “Contamos apenas com doações”, continua a pensionista. O lugar é muito pobre, sem água encanada, iluminação pública ou coleta de lixo. “Mas Deus tem sido fiel”, diz Madalena, resoluta. “Acho que é por isso que Deus me colocou aqui: para cuidar destas pessoas. Hoje é uma satisfação receber cada vida na minha casa. Estou com a minha renda toda comprometida, mas não sou apegada a dinheiro, não. Não vou levar nada deste mundo, e tudo que tenho foi emprestado por Deus. Tudo posso naquele que me fortalece.”
Madalena Martins Afonso dos Santos é pensionista e dedica todo o seu tempo aos viciados que abriga em sua casa, em São Gonçalo (RJ)
Mensageira da esperança
Sílvia leva palavras de fé a pacientes internados nos hospitais do Rio de Janeiro. A obreira em trabalho de capelania com um pequeno paciente: “Dividir o amor de Deus é uma alegria”
Foi durante sua primeira gravidez que Sílvia Helena Migueis Bastos, carioca de 45 anos, conheceu a irmã Francisca. “Ela fazia visitação aos doentes nos hospitais e me convidou para acompanhá-la”, lembra. Numa das primeiras visitas, Sílvia conheceu uma soropositiva em estado terminal. “Sua família morava longe e passei a visitá-la todos os dias”. A nova amiga lhe pedia que levasse comida, mas Sílvia fez muito mais do que isso – apresentou-lhe a Cristo, o pão da vida. A paciente converteu-se ao Evangelho. “Na semana seguinte, ela morreu”, conta. Sílvia percebeu que a visitação hospitalar era o seu chamado. Ela buscou, então, preparar-se para exercer o ministério da capelania, estudando no Centro Integrado de Educação e Missões (CIEM). “Já faz 15 anos. O meu coração transborda de amor; sinto-me feliz e realizada”, garante. “Para mim é uma alegria dividir o amor de Deus com aquelas pessoas, levando o conforto e a paz que há em Jesus”. Naturalmente, a obreira já viu muitos milagres. “Certa vez, encontrei um garotinho de apenas seis anos de idade. Ele fora atropelado, e os médicos diziam que não havia esperança. A criança parou de andar, falar, enxergar e ouvir”. O menino jazia em posição fetal, inerte. “No meu coração, eu tinha a certeza de que algo poderia ser feito. Todos os dias, ao seu lado, eu cantava, orava e contava histórias bíblicas. Ao final de uma semana, ele abriu os olhinhos”, emociona-se Sílvia. “Para minha surpresa, numa visita, ele me recebeu levantando o seu bracinho com dificuldade, puxou meu pescoço e me deu um abraço, com um lindo sorriso, dizendo: ‘Oi tia!’ Ouvir a voz daquela criança e sentir seu abraço foi muito gratificante, um incentivo para que eu não desistisse nunca de levar o Evangelho e a esperança aos doentes internados.”
Sílvia Helena Migueis Bastos é casada, estudante de psicologia e membro da Igreja Batista Itacuruçá, no Rio de Janeiro
Gerando renda e dignidade
A empreendedora social Fabiana Dumont apoia mais de 400 artesãs carentes
A empreendedora social Fabiana Dumont jamais pensou em trabalhar com projetos de geração de renda em comunidades carentes. “Realmente, tudo foi preparado por Deus e ele tem aberto todas as portas para a promoção da justiça social e para que estas pessoas possam ter uma vida mais digna”, garante. Ela atua criando grupos de trabalho em comunidades de extrema pobreza da Grande Recife, envolvendo principalmente mulheres. Em Aguazinha, bairro de Olinda, Fabiana apoia artesãs que antes trabalhavam no lixão da cidade. “Elas produzem peças recicladas e bijuterias que hoje são comercializadas até na Holanda”, explica. Já na comunidade das Carolinas, na vizinha Jaboatão dos Guararapes, ela ajudou a montar o grupo Esperança, cujas integrantes produzem peças em tecido, móbiles e chaveiros que também são exportados e até vendidos em lojas badaladas da região. “Além de renda para suprir necessidades da família, este trabalho representa dignidade”, pontifica Fabiana. “Algo que ouvi certa vez e nunca esqueci é que, quando investimos na formação e geração de renda para as mulheres, a vida da família como um todo melhora, porque elas investem tudo nos filhos, em uma alimentação melhor e em melhorias para suas casas”. As duas frentes de trabalho são apoiadas por igrejas de confissão anglicana, que dão suporte na utilização das instalações de seus templos para as oficinas e o estoque, ajudam na gestão da produção e abrem espaço em eventos para a venda das peças. “Atualmente, trabalhamos com cerca de 30 grupos produtivos, envolvendo mais de 400 mulheres”, informa. Mais de 1,3 mil pessoas já foram beneficiadas. Como muitas das artesãs não são crentes, o trabalho tem forte viés evangelístico. “Não nasci num lar evangélico”, revela Fabiana. “Por estranho que pareça, comecei a buscar Deus porque queria definições na minha vida, inclusive na área profissional. Mas Deus fez muito mais do que imaginei. Hoje, é um privilégio trabalhar com algo que ele plantou no meu coração. Creio que nosso trabalho tem sido um instrumento de Deus para trazer libertação da opressão causada pela pobreza extrema. Tenho convicção de que Deus me usa para proporcionar vida mais digna a essas mulheres, com a condição mínima de ter pão na mesa”.
Fabiana Dumont, 38 anos, é pós-graduada em comércio exterior e sócia da empresa Bio Fair Trade, que presta apoio aos grupos de produção formados por mulheres carentes. Ela congrega na Igreja Presbiteriana das Graças, em Recife (PE)
Amor, gratidão e felicidade
O campo missionário de Maria Antonia são as ruas de São Paulo
São Paulo, a maior cidade brasileira, com quase 12 milhões de habitantes, tem também problemas sociais gigantescos. Um dos mais dramáticos é o da população de rua. Os sem-teto amontoam-se sob marquises e viadutos, em condição de extrema vulnerabilidade. Mas a mineira Maria Antonia Rabelo de Araujo faz o que pode para mitigar o drama desses excluídos. “Há muitos anos, realizo um trabalho social voluntário com moradores de rua”, diz. Antes de conhecer a Jesus com o Salvador, ela passou um período de três anos em depressão. “Sentia vontade de morrer, sem ânimo para nada”, lembra. O vazio que sentia dentro de si impulsionou-a em direção ao próximo. “Sempre gostei de ajudar as pessoas”. Convertida em um culto da Igreja Internacional da Graça de Deus, Maria Antonia tornou-se uma evangelista vibrante. “Eu falava de Jesus para a população de rua quando ia e voltava da igreja. Eles são muito carentes, mas, se tratados com amor, ficam gratos e felizes. O amor muda qualquer situação”. Com o tempo, ela reuniu um grupo de trabalho com ajuda de outros crentes. “É um trabalho de formiguinha, mas é o próprio Deus quem nos move. Depois de algum tempo, fui levantada como pastora, ganhei uma sala e uma equipe composta por psicólogos, advogados, assistente social e pedagoga, todos voluntários. No momento estou atendendo uma garota de programa. Ela chegou na igreja quase sem roupa. Sentei ao seu lado e perguntei como poderia lhe ajudar. O Senhor me deu estratégia certa e ela está vindo todos os dias na igreja”. Outro foco de sua atuação são os idosos abandonados. “Encontrei muitos velhinhos nas ruas. Eles se acham um peso para a família e vão embora. Como muitos não sabem ler, montamos cursos gratuitos que funcionam nas dependências da igreja, das seis da manhã às oito da noite, com professores também voluntários”. A pastora lembra bem de Antonio do Nascimento Peixoto, o primeiro morador de rua que atendeu. “Todos os dias, eu falava que Jesus o amava. Hoje, ele é pastor em Fortaleza, no Ceará”, diz, satisfeita. Com o tempo, Maria Antonio organizou o trabalho, que hoje conta com cadastros e listagens de todas as doações recebidas e para quem foram entregues. Mas não perde de vista o essencial: “Esse trabalho é a minha vida.”
Maria Antonia da Silva Rabelo de Araújo vive em São Paulo, tem 50 anos, é casada e pastora em temo integral
Escola da vida
Obreira da Missão Caiuá, Eulália educa pequenos índios. O casal de missionários Eulália e Gervásio dedicam suas vidas aos índios do Mato Grosso do Sul.
Trabalho com a Missão Evangélica Caiuá, em Mato Grosso do Sul. Sou professora, mas não exerço essa função em escola, só no ministério. Deus abriu as portas e permitiu que viéssemos trabalhar na aldeia de Taquaperi com a tribo guarani-kaiwá. Amo este povo e este lugar”. Assim, Eulália Maria de Souza Lopes, de 61 anos, resume seu trabalho. Isso é o que ela faz hoje, porque, desde a juventude, envolveu-se com a obra missionária em diversas partes do país. O marido, Gervásio, também é missionário, e os três filhos adultos estão envolvidos com a obra do Senhor – uma delas segue para o Afeganistão agora em setembro. Eulália está completamente integrada à vida e à rotina dos índios.
“Desde o início, meu ministério é com crianças e adolescentes. Ao chegar, fiquei impressionada com o grande número de crianças que vinham à igreja e começamos a trabalhar de maneira zelosa e constante com elas aos domingos, na Escola Bíblica Dominical, e também nas escolas. Treinamos uma equipe formada por adolescentes, jovens e outros voluntários. O resultado foi maravilhoso!”, lembra. “Tenho também um grupo de discipulado semanal com lições bíblicas e músicas, para crianças de quatro a 12 anos. Estou preparando a classe de adolescentes e jovens de amanhã. Atualmente são 48 matriculados nesse grupo. É lindo, abençoado e animador ver esse ministério”. Um dos maiores desafios é em relação ao idioma. “Há falta de obreiros nativos para ajudar com a tradução, pois não falo guarani fluentemente. Os índios menores não entendem bem o português. Fica difícil desenvolver o programa, mas estamos pedindo ao Senhor da seara por obreiros”. Sobre as dificuldades e a distância dos filhos, ela é taxativa: “Não troco isso por nada. É maravilhoso relembrar como era e como está a igreja aqui na aldeia, em todos os aspectos. Há grandes mudanças nas construções, nas famílias, nas vidas. Só Deus para fazer isso.”
Eulália Maria de Souza Lopes é professora na Missão Evangélica Caiuá, no Mato Grosso do Sul
No jardim de Deus
Iniciativa de crente batista transforma a vida de moradores da Ilha das Flores, cuja miséria foi mostrada em documentário premiado.
O premiado documentário Ilha das Flores (1989), de Jorge Furtado, mostra o cotidiano de abandono e miséria das comunidades insulares do Rio Guaíba, que banha a capital gaúcha. Pois foram cenas com as do filme que a pedagoga gaúcha Sandra Penno imaginou nos seus sonhos missionários quando menina. “Eu dizia à minha mãe que seria missionária”, lembra, divertida. E virou, mesmo. Ela trabalhou em escolas cristãs e foi obreira em vários estados do Brasil durante 20 anos, até voltar à sua Porto Alegre, sem saber exatamente o que fazer ali. “Fiquei inquieta com a realidade tão dura mostrada no filme. Então, eu e um pequeno grupo de mulheres da Igreja Batista de Mont’Serrat orávamos incessantemente por aquela comunidade. Resolvemos ir lá”. Corria o ano de 2007 e uma grande enchente assolou a Grande Porto Alegre. A Ilha das Flores ficou praticamente submersa. “Atravessamos a pé uma das pontes e vi a escola e as casas simples, a maioria de madeira, imersas diante da força das águas”. A estrada ficou intransitável e Sandra e suas companheiras não puderam voltar. “Bati na porta de uma casa. Cinco mulheres estavam lá dentro, e logo perguntaram o que eu estava fazendo ali. Respondi que tinha ido lá para falar que Deus existe e que pode mudar a história de qualquer pessoa, em qualquer lugar. Em pouco tempo, me tornei amiga daquelas mulheres”. Em pouco tempo, Sandra encontrou maneiras de ajudar na prática. A coisa começou com encontros informais, estudos bíblicos, reuniões de oração e almoços. Logo, outros evangélicos aderiram. “Distribuímos muitas doações e visitamos as casas, entre elas a de alguns recicladores de lixo a céu aberto. Vi olhos brilhando por um pedaço de pão em meio aos sacos de lixo. Era uma cena que ia muito além do documentário, até as crianças comiam restos”. Em 2010, nasceu o projeto Jardim de Deus, com voluntários em mutirões de limpeza nos quintais. O lixo foi retirado e em seu lugar foram plantadas árvores frutíferas, hortas e flores. “Organizamos uma instituição social para implantação de uma cozinha comunitária. O prédio que abriga o Instituto de Educação e Desenvolvimento Humano – que faz trabalhos beneficentes e filantrópicos –, foi construído e reformado com ofertas das igrejas e da sociedade civil”, comenta Sandra. “Atualmente vivemos um período de consolidação da Igreja Jardim de Deus, que nasceu no coração da ilha. Percebo que a Ilha das Flores é hoje muito diferente da comunidade que conheci há cinco anos. A conquista da cidadania e a melhoria de condições de vida já é realidade para muitas famílias. Com coração grato, louvo a Deus pela dedicação de cada irmão que, de maneira tão desprendida, se doou nesse trabalho tão especial.”
Sandra Mara Kindlein Penno, 52 anos, é graduada em Pedagogia e tem mestrado em Educação. Ela é membro da Igreja Batista de Mont’Serrat, em Porto Alegre (RS)
De:Gospel News