sábado, 10 de setembro de 2011

Polêmica gerada em função do ‘Projeto que obriga bíblias em escolas públicas’

Polêmica gerada em função do ‘Projeto que obriga bíblias em escolas públicas’
Manaus - Tramita na Câmara Municipal de Manaus o Projeto de Lei (PL) 154/2011, que estabelece aos espaços públicos, inclui-se ai bibliotecas e salas de leitura de escolas, que possuam no mínimo um exemplar da Bíblia. De autoria do vereador da bancada evangélica, Marcel Alexandre (PMDB), o projeto poderá reacender uma discussão antiga entre os defensores do Estado Laico e líderes de manifestações religiosas, ditas ‘dominantes’.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Baseado em pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), publicada no último dia 24 de agosto, que aponta 67,68% (2,233 milhões de pessoas) da população Amazonense de católicos, e outros 26,50% (874 mil pessoas) de evangélicos, o vereador acredita que o projeto deverá incluir estas duas vertentes do cristianismo que se assemelham. Porém, parlamentar não fala nada em relação à religiões afro-brasileiras, orientais e espiritualistas.
“Reconheço que o Estado é Laico, mas por outro lado, é democrático e também percebo a falta de referências que a sociedade tem sofrido. O uso da Bíblia nesse sentido não é sob o caráter religioso, mas sim cultural. Como país que mais fabrica bíblias e exporta para mais de 105 outros países de língua portuguesa, é uma possibilidade de divulgar a língua do país”, justifica Marcel Alexandre.
Ainda nas mãos da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, o PL ainda deverá passar pelas comissões de Educação e de Finanças e Economia, antes de ser votado pelos vereadores. De acordo com o presidente da CCJ, vereador Mário Frota (PDT), o projeto ainda não foi discutido pela comissão, mas não deverá encontrar impedimentos desde que não obrigue às escolas o ensino religioso. “Mas se pedir apenas que haja um exemplar da Bíblia, assim como poderia ser outro livro qualquer, como o Alcorão, ou os livros de Alan Kardec, para mim não há problema. É uma questão cultural”, adianta Mário Frota.
Sociedade Laica
Nas escolas de todo país, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) em seu artigo 33 – Lei no. 9.394/96, com redação dada pela Lei no. 9475/97 – que trata sobre o Ensino Religioso nas escolas – diz que o ensino religiosos é de cunho facultativo, deve possuir “respeito à diversidade cultural religiosa do Brasil, vedadas quaisquer formas de proselitismo”. Por outro lado, deixa aberto para que as Secretarias Estaduais de Educação e Conselhos Estaduais de Educação de cada estado façam suas regulamentações respeitando a diversidade de cada região.
É justamente quando começarem a ocorrer as audiências públicas para tratarem do projeto é que as questões mais delicadas deverão ser discutirdas, principalmente no que diz respeito às demais manifestações religiosas. É o que pensa a diretora da Escola Municipal Cândido Onório Ferreira, Profa. Elizabeth Brandão, no bairro do Alvorada. “Há muito tempo não possuímos mais o ensino religioso obrigatório na grade da escola. A Semed (Secretaria Municipal de Educação) orienta que devemos tratar temas que discutam valores éticos e morais com uma amplitude maior junto à sociedade, sem fazer ligação com determinada religião”, comenta.
Pais concordam
Por outro lado, para alguns pais de alunos, a aprovação do PL 154/2011, pode ser uma possibilidade de retorno do ensino religioso nas escolas. “Acho sinceramente uma ótima ideia. Não importa a religião da pessoa, se crente, evangélico, católico ou candomblé, não importa. A Bíblia serve para todos”, defende a dona de casa católica, Rose Carvalho, 38, mãe de duas meninas que estudam no ensino fundamental da rede pública.
Para a evangélica, Ana Rita dos Santos, 39, mãe de dois estudantes de ensino fundamental, o que deve existir, independente de livros religiosos, é o respeito ao próximo, apesar de defender a inclusão da Bíblia nas escolas. “É importante na medida que ajuda na formação do caráter dessas crianças. É uma leitura que procura ensinar valores familiares e de respeito”, disse.
Outras Religiões
Para a coordenador geral da Coordenação Amazônica da Religião de Matriz Africana e Ameríndia (Carma), Alberto Jorge, a posição de presidente da CCJ, vereador Mário Frota, de não criar dificuldade para a tramitação do projeto, é encarada como de um ‘inocente útil’.
“A fala do vereador, é de um inocente útil, porque ele não está vendo a manobra por trás da ação de uma bancada evangélica”, disse. Para Alberto Jorge, a criação de projetos que pregam a segregação e não observam a laicidade do Estado devem ser combatidas e faz duras críticas ao que chama de ‘cadeia penosa de voto de cabresto evangélico’
“Esse é o expediente utilizado pelas igrejas evangélicas que obrigam seus adeptos a votar em políticos sob o risco de morrerem no inferno. Utilizam o voto de cabresto. E isso deve ser encarado como crime pelo Superior Tribunal Eleitoral (STE)”, afirma.
Alberto Jorge usa como exemplo a queda do projeto do ‘Parque dos Orixás’, que pretendia criar espaço público para as manifestações religiosas da Umbanda e do Candomblé em Manaus. Em 2006, o projeto foi derrubado pelo vereador Amauri Colares (PSC), “sob a justificativa de que iria onerar o município por uma questão religiosa. Agora querem fazer novo projeto, exigindo Bíblias nas escolas. Quem vai pagar? O município, claro. E como fica a justificativa anterior?”, relembra Alberto.
Se aprovado, o projeto irá multar em 500 Unidades Fiscais do Município (UFM) a escola que descumprir a Lei. E se for reincidente, a multa é duplicada. Ainda não existe estimativa de gasto com a compra das Bíblias, nem qual edição do livro será usado. “O PL passará pela Comissão de Finança, e ainda será estimado o valor. Quanto à edição, vamos procurar um estudo que aponte a mais utilizada e usaremos essa”, disse Marcel Alexandre.
Fonte:D24AM

VIA GRITOS DE ALERTA

Greg Laurie: Maior Encontro de Oração do 11/09 em Los Angeles

world-trade-centerUm tempo de oração no evento de alcance cristão no Dodger Stadium irá provavelmente ser o maior encontro na nação para comemorar o 10 aniversário dos ataques 11/09 nos EUA, disse o evangelista Greg Laurie. A igreja Harvest de Los Angeles irá unir cidadãos na oração para marcar os eventos da tragédia.
(Foto: The Christian Post)
Construções do World Trade Center no lugar dos ataques do 11 de setembro.
Laurie, o pastor da Harvest Christian Fellowship em Riverside, Califórnia, e conhecido por liderar eventos evangelísticos em grande escala mundial pelos últimos 21 anos, deixou claro em uma declaração enviada ao The Christian Post que a oração continua a ser parte do tecido da nação, mesmo 10 anos depois da tragédia.
“A Harvest de LA irá provavelmente ser o maior encontro único no país onde os Cristãos irão comemorar esse evento solene com oração”, afirmou Laurie. “Houve muita controvérsia sobre o fato de que não há clérigos ou oradores planejados para uma cerimônia oficial para lembrança no Marco Zero no dia 11 de setembro. Eu acredito que é errado, desde que fé tem sido a tem o papel principal na América no rescaldo desta tragédia horrível”.
O evento irá incluir uma vigília à luz de velas virtuais, um convite para vir para o campo e aceitar Jesus Cristo e uma oração em comemoração do 11/09.
 
“Nós nos lembramos das vigílias de oração nas esquinas e os membros do Congresso com o ‘Deus abençõe a América’ nos degraus do Capitólio. As Igrejas estavam transbordando após 11/09 enquanto as pessoas buscavam as respostas de Deus e na Bíblia”, disse Laurie.
“Então, apesar do fato de que não haverá oração no marco zero em NYC, saiba que haverá oração em LA no estádio Dodger este sábado enquanto milhares de nós nos lembramos das vítimas e heróis do 11/09”.
O evento de Harvest está sendo organizado por mais de 340 igrejas de todo o condado de Los Angeles e arredores, disseram os organizadores. Cerca de 4.000 voluntários estão sendo usados no palco do evento, o qual está sendo realizado pela primeira vez em Los Angeles.
“Estou ansioso para trazer uma mensagem de esperança para uma das cidades mais importantes e influentes em todo o mundo”, disse Laurie ao CP.
“Como vimos as imagens trágicas do 11/09 colocadas uma e outra vez, é um pouco como reviver isso tudo de novo”, disse ele. “A questão que vem para a mente por muitos é ‘Por quê?’ Por que Deus permite tragédias como essa acontecerem, e para esse assunto”, ‘por quê há tanto sofrimento no mundo?`”
Além da mensagem de Laurie, o evento de alcance irá apresentar canções de músicos cristãos bem conhecidos. Planejado para fazer e liderar adoração estão Chris Tomlin, Kirk Franklin, Jeremy Camp e The Katinas.
O Alcance Harvest de sábado irá ser transmitido ao vivo na internet no www.harvest.org. Atualizações “por trás das cenas” de Greg Laurie irão ser postadas no seu blog.greglaurie.com, bem como no Twitter em twitter.com/greglaurie e no Facebook no facebook.com/harvest.greglaurie.
Mais de 4.2 milhões de pessoas já participaram do evento Harvest de Laurie, disseram os organizadores. Além de ser o pastor líder da Harvest Christian Fellowship, Laurie faz parte do conselho de diretores da Associação Evangelística Billy Graham.
Contato: alex.murashko@christianpost.com

CRISTIAN POST
VIA GRITOS DE ALERTA

Missionários são atacados na Índia e um deles está desaparecido


Missionários são atacados na Índia e um deles está desaparecido
Eles foram atacados por cinco homens armados com facas

O missionário da Gospel For Asia, Thanglot Chanu, escapou de cinco homens, depois de ter sido brutalmente atacado por eles. No entanto seu cunhado, Rana Prem, está desaparecido e todos temem o pior, por não saber o que aconteceu com ele.

O pesadelo começou às 17 horas do dia 25 de agosto. Os dois estavam caminhando para a casa de um amigo, numa aldeia, para visitá-lo. Duas milhas depois de ter saído da aldeia e entrado na floresta, cinco homens saltaram de trás de um arbusto e foram contra eles com facas.

Eles esfaquearam Thanglot e Prem várias vezes durante o ataque frenético.

Tudo chegou ao fim quando um dos agressores feriu a própria mão. Como os outros homens voltaram sua atenção para o amigo ferido, Thanglot silenciosamente fugiu sem olhar para trás. Ele disse ter achado que Prem também estivesse fazendo a mesma coisa nesse momento da fuga.

Thanglot foi gravemente ferido e seus vizinhos tiveram que levá-lo ao hospital. Então ele percebeu que Prem não estava com ele. Todos ainda estão preocupados com a situação de Prem e temem que ele possa ter sido morto no ataque.

Thanglot não reconheceu seus agressores e nem sabe por qual motivo esses homens os atacaram. A violência e a ilegalidade são muito comuns nessa área.

Thanglot pede orações por Prem, para que ele seja encontrado o mais rápido possível. Thanglot também precisa de orações por sua cura e restabelecimento. Seus ferimentos são muito profundos e exigirão meses de tratamento.

Ore também pela a situação nessa região. A violência está presente de forma tão intensa, que muitas pessoas têm medo de deixar suas casas. Thanglot pede que se unam a ele em oração, para que a mensagem de paz de Cristo possa ser compartilhada nessa área.


Fonte: Portas Abertas

MEDITAÇÃO DO DIA

A Esperança Não Decepciona

A esperança não nos decepciona, porque Deus derramou Seu amor em nossos corações. Romanos 5:5


Usamos muitas vezes a palavra esperança com o sentido de otimismo: espero que meu time ganhe, que eu passe no concurso público, que meu projeto seja aprovado. Quando a mega-sena fica acumulada, formam-se filas enormes de pessoas que esperam ser os próximos ganhadores.


Uma definição de esperança seria “o desejo acompanhado de uma expectativa. Interesse ou desejo cujo cumprimento é acariciado”. Outra definição simples: “Atitude positiva em relação ao futuro.” Quando você diz a alguém que não há mais jeito, não há esperança, está tirando dele uma coluna de sustentação à qual ele poderia se apegar.


O sistema escolar de uma grande cidade mantinha um programa de ajuda a crianças que estivessem hospitalizadas, a fim de que elas se mantivessem em dia com os estudos durante o período de internação. Certo dia, uma professora recebeu chamada telefônica com a incumbência de visitar um garoto que estava hospitalizado. Ela anotou o nome, o número do apartamento do hospital e foi conversar brevemente com a professora dele. “Estamos estudando substantivos e advérbios, disse a professora. Eu agradeceria se você o ajudasse nesses pontos.”


Naquela tarde, ela foi visitar o garoto. Ninguém mencionou para ela que o menino tinha sido gravemente queimado e sentia muita dor. Chocada com o que viu, simplesmente gaguejou para ele: “A escola me enviou para estudar substantivos e advérbios com você.”


Ao sair, percebeu que não tinha dado toda a matéria que queria. Mas, no dia seguinte, uma enfermeira perguntou para ela: “O que é que você fez para aquele garoto?” A professora ficou preocupada de que tivesse feito algo errado e começou a se desculpar.


“Não, não, disse a enfermeira, você não entendeu o que estou querendo dizer. Nós estávamos muito preocupados com o garoto, mas desde que você o visitou ontem, a atitude dele mudou completamente. Ele está reagindo e respondendo ao tratamento. É como se ele tivesse decidido viver.”


Duas semanas mais tarde, o menino explicou que tinha desistido de tudo, até que a professora chegasse. Tudo mudou quando ele compreendeu, e expressou o seguinte: “Eles não teriam enviado um professor para ensinar substantivos e advérbios para um garoto que estivesse morrendo, não é mesmo?”


Acredite, às vezes, a diferença entre a vida e a morte é nada mais do que a esperança.

Proibição de doação de sangue homossexual será proposta em vários países

A proibição de homens bissexuais e homossexuais de doarem sangue será levantada em Novembro na Inglaterra, Escócia e Wales.

Em uma tentativa de prevenir a contaminação de HIV durante a epidemia da AIDS nos anos 1980 quando o teste era inadequado, a restrição foi ordenada. Entretanto, novas evidências médicas apresentadas ao painel do governo mostraram que a proibição não era mais garantida, relatou a BBC.

Questões de qualidade têm sido levantadas, bem como raciocínio médico, com relação à restrição à doação sanguínea. As diretrizes de proibição foram feitas sob a revisão pelo Comitê Consultivo sobre a Segurança do Sangue, Tecidos e órgãos.

De acordo com o membro do Comitê Professor Deirdre Kelly, as restrições têm sido baseadas principalmente na evidência científica relevante.

A segurança do fornecimento de sangue foi de extrema importância, ela disse. No entanto, Kelly afirmou que os avanços nos testes de sangue diminuíram consideravelmente as chances de erros e reduziram o tamanho do "período de janela", a BBC relatou.

O "período de janela" é o tempo após a infecção, que é impossível detectar o vírus.
Ela acrescentou: "O risco de um adiamento de 12 meses foi equivalente à exclusão permanente", assim, "a evidência não apoia a manutenção de uma proibição permanente".

Os Ministros dos três países concordaram com o caso e determinou que qualquer homem que não teve relações sexuais com outro homem nos últimos 12 meses seria capaz de doar. A proibição de um ano entrará em vigor em 7 de novembro de 2011.

"A mudança não altera o risco estimado", disse Dr. Lorna Williamson, médico e diretor de pesquisa do NHS Blood and Transplant, de acordo com a reportagem da BBC.

No entanto, ela acrescentou, a regra de um ano seria "baseada na confiança" quando os homens se registraram para doação de sangue.

Sr. Nick Partridge, diretor executivo da caridade de saúde sexual, Terence Higgins Trust, disse à BBC que as novas regras eram "necessárias, justas e razoáveis".

No entanto, ele afirmou, porque "a grande maioria dos homens gays ainda é [sexualmente] ativa" seria impossível determinar quantos homens podem realmente começar a doar.

Outros grupos de risco já estão proibidos de doar por um ano. Um exemplo disso, são as pessoas que foram sexualmente ativos em países de alto risco.

Outros países têm regras semelhantes no lugar - é também um ano na Austrália, Suécia e Japão. Na áfrica do Sul há um período de seis meses de espera entre sexo e doação.

A mudança na proibição de doação de sangue provocou um debate online entre aqueles a favor e contra a regra de um ano.

Fonte: The Christian Post

Fiéis apoiam líder da Igreja Vó Rosa acusado de abuso sexual

Open in new windowFiéis da Igreja Apostólica – também conhecida como Igreja da Santa Vó Rosa – vão promover no domingo (11) uma festa “em defesa e apoio ao profeta santo irmão Aldo Bertoni”.

Em um convite reproduzido no blog “Avante Povo Apostólico” (foto abaixo), com uma foto antiga de Aldo, os organizadores da festa afirmam que o seu líder teve o “bom nome” difamado na TV por “canalhas”.

Na TV Record, o programa Domingo Espetacular do dia 4 deste mês apresentou o depoimento de mulheres que acusam o “santo” Aldo de abuso sexual.

O Ministério Público apura denúncias de mais de 10 fiéis que afirmam ter sido molestadas pelo líder religioso de 85 anos.

Uma delas disse que se relacionou sexualmente com Aldo porque ele disse que ia curá-la de câncer no útero. Depois de algum tempo, desconfiada, a mulher fez exames clínicos, que não detectaram nenhuma doença.

A Igreja Apostólica é uma seita de fanáticos. Aldo é venerado como santo, tal como a sua tia, a Rosa Alves, a Vó Rosa, uma das fundadoras da seita. Aos 76 anos, em 1970, ela morreu atropelada por um carro. Embora fosse considerada pelos fiéis como visionária, ela não conseguiu evitar o acidente.

A igreja foi fundada em 1954 pelo pastor evangélico Eurico Matos Coutinho e sua mulher Odete, além de Rosa. Em seu site, a Apostólica informa que a sua missão é pregar o Evangelho. Mas ainda assim seus fiéis não gostam de ser chamados de evangélicos e de crentes.

Como toda seita, a Igreja Apostólica não se encaixa em nenhuma das denominações religiosas mais conhecidas. A rigor, ela é “evangélica espírita” porque Aldo afirma que conversa com o espírito da Vó Rosa.

Assista a íntegra da reportagem:



Fonte: Paulopes
VIA GRITOS DE ALERTA

VAMOR ORAR E INTERCEDER - Missionários São Atacados e um Deles Está Desaparecido

íNDIA (32º) - O missionário da Gospel For Asia, Thanglot Chanu, escapou de cinco homens, depois de ter sido brutalmente atacado por eles. No entanto seu cunhado, Rana Prem, está desaparecido e todos temem o pior, por não saber o que aconteceu com ele.
O pesadelo começou às 17 horas do dia 25 de agosto. Os dois estavam caminhando para a casa de um amigo, numa aldeia, para visitá-lo. Duas milhas depois de ter saído da aldeia e entrado na floresta, cinco homens saltaram de trás de um arbusto e foram contra eles com facas.
Eles esfaquearam Thanglot e Prem várias vezes durante o ataque frenético.
Tudo chegou ao fim quando um dos agressores feriu a própria mão. Como os outros homens voltaram sua atenção para o amigo ferido, Thanglot silenciosamente fugiu sem olhar para trás. Ele disse ter achado que Prem também estivesse fazendo a mesma coisa nesse momento da fuga.
Thanglot foi gravemente ferido e seus vizinhos tiveram que levá-lo ao hospital. Então ele percebeu que Prem não estava com ele. Todos ainda estão preocupados com a situação de Prem e temem que ele possa ter sido morto no ataque.
Thanglot não reconheceu seus agressores e nem sabe por qual motivo esses homens os atacaram. A violência e a ilegalidade são muito comuns nessa área.
Thanglot pede orações por Prem, para que ele seja encontrado o mais rápido possível. Thanglot também precisa de orações por sua cura e restabelecimento. Seus ferimentos são muito profundos e exigirão meses de tratamento.
Ore também pela a situação nessa região. A violência está presente de forma tão intensa, que muitas pessoas têm medo de deixar suas casas. Thanglot pede que se unam a ele em oração, para que a mensagem de paz de Cristo possa ser compartilhada nessa área.
Fonte: Gospel for Asia

VIA GRITOS DE ALERTA

JACO - ISRAEL

De todos os relatos da Torá, este é um dos mais envoltos em mistério. Conta-nos a história da luta entre um ser humano e um anjo e a da ...