domingo, 18 de novembro de 2012

Quais são as profissões que mais atraem psicopatas?


Quais são as profissões que mais atraem psicopatas?Seu chefão pode ser um deles. Já pensou como a presidência de uma empresa dá poder a qualquer pessoa? E é exatamente isso que psicopatas procuram: poder.
Mas os presidentes não estão sozinhos nessa. Outras profissões oferecem perigo. Dá uma olhada na lista das profissões preferidas pelos psicopatas, segundo pesquisa do psicólogo Kevin Dutton, da Universidade de Oxford:
1. Presidentes de empresa
2. Advogados
3. Profissional de rádio e tevê
4. Vendedor
5. Cirurgião
6. Jornalista (tsc, tsc, tsc)
7. Policial
8. Pastores e padres
9. Chef de cozinha
10. Funcionários públicos

O motivo é um pouco óbvio. Psicopatas são pessoas sem coração, toleram mais estresse, não sentem muita empatia, são frias, egocêntricas, manipuladoras, impulsivas e antissociais. E essas profissões/cargos aí de cima exigem tomadas de decisões frias e objetivas. Aí os psicopatas se dão bem.
Mas quando a profissão exige um contato mais caloroso e humano, sem dar status ou poder, os psicopatas preferem ficar longe. Olha só a lista dos trabalhos com menos gente do mal:
1. Cuidador (aquele pessoal que cuida de idosos)
2. Enfermeira
3. Terapeuta
4. Artesão
5. Estilista
6. Voluntários
7. Professor
8. Artista
9. Médico (exceto cirurgiões)
10. Contador

E aí, deu vontade de mudar de profissão?
Superinteressante

Marcha para Jesus no Haiti terá propósito humanitário



Marcha para Jesus no Haiti terá propósito humanitário

A Igreja Renascer está organizando a primeira Marcha para Jesus no Haiti, um evento que além do caráter espiritual terá também o propósito humanitário através da doação de roupas, alimentos e produtos de higiene para as vítimas do furacão Sandy.
“O evangelho consiste em ajudar o necessitado. O Haiti é um país marcado pela miséria e pela idolatria, por isso Deus tocou no meu coração para realizarmos esta campanha. Participe. Doe. Vamos levar o amor de Cristo e esperança para aquele povo”, declarou o apóstolo Estevam.
Para isto a denominação já começou a receber as doações que serão encaminhadas para o país onde 54 pessoas morreram, mais de 20 estão desaparecidas e milhares ficaram desabrigadas devido aos ventos fortes e aos temporais.
Todas as igrejas da Renascer estarão recebendo estas doações que serão entregues em janeiro quando os líderes estarão se dirigindo para o país caribenho. No dia 12 de janeiro acontecerá a Marcha para Jesus onde além da distribuição desses donativos também será realizada uma grande concentração de fé.
gospelprime

ISRAEL NÃO VAI CEDER


Reservistas de Israel aguardando ordens para avançar
Numa altura em que o Hamas já começa a dar sinais de fraqueza e até medo - já "estabeleceu" condições para um cessar-fogo - Israel decide não parar, antes pelo contrário intensificar a sua acção contra os focos de terrorismo em Gaza.
Esta tarde o sistema de defesa anti-míssil "Iron Dome" conseguiu interceptar vários rockets que os terroristas de Gaza dispararam contra Ashdod (4) e Tel Aviv.
Os poderosos "Iron Dome" têm destruído muitos mísseis
O comandante da operação no sul, Tal Russo, declarou esta tarde que uma operação terrestre é definitivamente uma opção e vincou: "Temos um plano que se vai intensificando constantemente e que vai levar o seu tempo."
Dois palestinos foram hoje mortos em Gaza pelos ataques israelitas. 
Russo afirmou: "Vimos os foguetes   que são todos dirigidos a civis. Esta situação não irá continuar."
Russo acrescentou ainda que as Forças de Defesa de Israel decidiram infligir grandes estragos às capacidades das plataformas de lançamento de mísseis de longo alcance dos grupos terroristas. O chefe militar deu a entender que as FDI já destruíram a maior parte dos mísseis de longo alcance Fajr, e explicou que "a maior parte das armas estão guardadas em residências e eles usam os civis. Não é fácil, nós não queremos atingir os civis em Gaza."
Shalom, Israel!

ISRAEL PREPARA-SE PARA "EXPANDIR" AS OPERAÇÕES EM GAZA


Numa declaração feita esta manhã à rádio de Israel, o primeiro-ministro Netanyahu afirmou que Israel se prepara para alargar significativamente a sua operação em Gaza: "Estamos pagando um  preço caro  por causa do Hamas e das organizações terroristas, e as FDI (Forças de Defesa de Israel) estão preparadas para uma significativa expansão da operação."
E acrescentou: "Os soldados estão preparados para qualquer atividade que venha a ter lugar."
Os mais recentes ataques aéreos israelitas atingiram um centro de comunicação social na Gaza City. Segundo informação dos palestinos, 6 jornalistas ficaram feridos. 
Segundo a informação prestada esta manhã por Netanyahu, as operações de Israel já atingiram cerca de 1.000 alvos terroristas na Faixa de Gaza, e as operações serão continuas, acrescentando ainda o primeiro-ministro que as FDI já causaram "estragos significativos em armas destinadas a atacar o povo de Israel."

Míssil interceptado esta manhã pelo Iron Dome
MÍSSIL CONTRA TEL AVIV INTERCEPTADO PELO IRON DOME ESTA MANHÃ
Hoje de manhã foi disparado mais um míssil contra Tel Aviv (o 4º), mas que foi interceptado e destruído pelo Iron Dome. Outro missel foi disparado contra a cidade de Askhelon, mas sem danos de monta.
Shalom, Israel!

Movimento pró-Israel condena governador do PT -v Fórum Social Mundial Palestina Livre deve acontecer no RS este mês


Movimento pró-Israel condena governador do PTMovimento pró-Israel condena governador do PT
Enquanto Israel e os palestinos travam outro acirrado combate e cresce a expectativa de guerra declarada na região, em Porto Alegre outra “guerra” acontece no campo das ideias.
Desde que anunciou a realização do Fórum Social Mundial Palestina Livre, o governo do Estado dório Grande do Sul vem sendo criticado pelos movimentos pró-Israel e, por outro, apoiado por vários movimentos políticos de esquerda, que pedem o reconhecimento da Palestina como um Estado independente e a divisão de Jerusalém em duas, servindo de capital dos dois países.
Mas representantes da comunidade judaica do Rio Grande do Sul estão pressionando autoridades do governo do Estado, da prefeitura de Porto Alegre e da Assembleia Legislativa para não cederem espaços públicos nem dar nenhum outro tipo de suporte a realização do encontro.
Tarso Genro (PT) divulgou nota oficial do Executivo sobre o evento.  Nela, o governador assegurou que “eventuais posições que possam ser manifestadas neste evento só serão apoiados pelo governo do Rio Grande do Sul se estiverem norteadas pela posição do governo brasileiro sobre o conflito entre israelenses e palestinos no Oriente Médio”.
Para ele, “o apoio ao evento foi aprovado por se tratar de uma atividade vinculada ao Fórum Social Mundial, sem compromisso com as posições políticas que ali serão sustentadas pelos diversos integrantes do fórum”.
A proposta mais polêmica é o “Reconhecimento do direito do povo palestino de estruturar seu Estado soberano e reconhecimento do direito à existência do Estado de Israel”, questão que divide as Nações Unidas há mais de 50 anos.
Humberto Carvalho, coordenador do Comitê Gaúcho de Solidariedade à Luta do Povo palestino, defende a realização do Fórum e explica “Temos uma grande colônia palestina em nosso Estado que em muito contribui para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul e um Poder do Estado não deveria se posicionar contra os interesses gerais desses cidadãos”.  Ele acrescenta ainda que  as tentativas de cancelar o evento “não é só lamentável, mas um deplorável esse gesto… porque fere princípios humanitários agasalhados na consciência universal e também na dos gaúchos”.
Insatisfeitos, grupos religiosos judeus e cristãos convocaram uma caminhada pacífica em prol da paz no Oriente Médio, em apoio ao Estado de Israel e contra a realização do “Fórum Social Mundial Palestina Livre”. Ela ocorrerá dia 25 de novembro em Porto Alegre. Partindo do Monumento ao Expedicionário no Parque Farroupilha, irá até o Palácio Piratini, se de governo estadual. As pessoas que participarem são convidadas a usar branco ou azul, cores da bandeira de Israel.
Um dos argumentos mais usados pelos críticos é que o Fórum conta com o apoio do Governador do PT e com a utilização de verba pública, “ferindo os direitos constitucionais de todos os cidadãos, promovendo a discórdia, num momento difícil em que o grupo terrorista palestino Hamas, enfrenta severamente, com bombardeios diários o Estado de Israel”.
Nas redes sociais o assunto tem gerado acalorados debates, sendo que o governador é chamado de antissemita, apesar de Tarso ter origem judaica, pois sua mãe era judia. Muitos já pedem o impeachment do governador e ex-Ministro da Justiça por estar indo contra as leis soberanas do país.
O colunista da Veja, Reinaldo Azevedo se manifestou sobre o encontro “O senhor Tarso Genro, ao financiar o fórum anti-Israel, está desrespeitando a Constituição da República Federativa do Brasil. E deveria ser levado à barra dos tribunais por isso”.

FONTE . GOSPEL PRIME

Senegal prende missionários brasileiros


O pastor José Dilson da Silva, da Igreja Presbiteriana Betânia, e a missionária Zeneide Moreira Novaes estão presos em Mbour, no Senegal, desde o dia 6 de novembro.

Líderes do projeto Obadias, voltado à assistência e ao acolhimento de crianças de rua, os dois, segundo o Itamaraty, foram denunciados por formação de quadrilha, aliciamento e tráfico de menores.

Segundo o pastor Josué Oliveira, da Igreja Presbiteriana em Niterói, as duas instituições em que os missionários atuam, uma na cidade de Dacar e outra em Mbour, oferecem abrigo a talibés - crianças que acabam nas ruas após fugirem de internatos controlados pelos marabus, líderes muçulmanos e professores de Corão.

A prisão temporária dos dois foi decretada após a denúncia do pai de uma das crianças atendidas pelo projeto. O homem teria acusado os missionários de maus-tratos e de acolherem seu filho sem que ele tenha autorizado. Após a denúncia, a polícia realizou uma operação de busca e apreensão e, após interrogados, Silva e Zeneide foram presos. Eles estão na prisão de Thiès, capital da região homônima.

O Itamaraty afirma que um advogado teria sido contratado pelos missionários para obter autorização judicial para a guarda de novas crianças. Mais tarde descobriu-se, no entanto, que o profissional era apenas um funcionário da firma de advocacia - sem registro como advogado. Isso invalidou o processo e deixou as instituições irregulares.

Silva faz parte do corpo de missionários enviados ao exterior pela Agência Presbiteriana de Missões Transculturais, que mantém 130 missionários em 30 países - 9 no Senegal. Ele trabalha há 22 anos em projetos missionários na África, tendo passado a maior parte deles em Guiné-Bissau. Em 2005, foi para o Senegal com a mulher e os três filhos.

O porta-voz da instituição, reverendo Marcos Agripino, nega os crimes e diz que só houve uma denúncia, mas não uma acusação formal da Justiça. A prisão, diz, deu-se por causa de uma especificidade do sistema senegalês, que prevê a prisão do acusado enquanto a investigação é conduzida. "Quando Silva se apresentou à delegacia, ficou retido. Não teve tempo de apresentar sua defesa. Mas temos todo o apoio do governo brasileiro para que se resolva rápido e para que haja a preservação da integridade física de ambos."

Segundo Agripino, que deve ir para o Senegal na próxima semana, as crianças procuram voluntariamente a instituição. "O projeto é um trabalho social e educacional que oferece alimentação, cursos profissionalizantes e atendimento médico. São esses meninos moradores de rua que procuram a equipe."

Uma comissão formada por um senador e dois deputados da bancada evangélica - Magno Malta (PR-ES), Ronaldo Fonseca (PR-DF) e Paulo Freire da Costa (PR-SP) - foi também criada para tentar resolver a situação.

Em discurso nesta quarta-feira no Senado, Malta disse estar acompanhando o caso a pedido da comunidade evangélica e informou que se reuniu com o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, e com o embaixador do Senegal no Brasil, El Hadji Abdoul Aziz Ndiaye, para encontrar uma solução. Na próxima terça-feira, Malta irá ao Senegal conversar com o ministro da Justiça, o delegado que recebeu a denúncia e a comissão de direitos humanos do país. Também visitará os missionários na prisão.

Silva é diabético e não pode se alimentar da refeição oferecida no presídio. Para que sua saúde não seja prejudicada, sua mulher, Marli, foi autorizada a lhe levar uma marmita todos os dias.

Veja o vídeo com a declaração do senador:



Fonte: Gospel Prime e Estadão

Ministro diz que, se invadir Gaza, Exército de Israel deve ir até o fim


Ministro diz que, se invadir Gaza, Exército de Israel deve ir até o fim
Ministro diz que, se invadir Gaza, Exército de Israel deve ir até o fim
Jerusalém, 17 nov (EFE).- O ministro das Relações Exteriores israelense, Avigdor Lieberman, afirmou neste sábado que se o Exército de seu país invadir Gaza deve ser para 'ir até o final', em aparente alusão à derrocada do governo do Hamas.
'Estamos preparados para uma operação terrestre em grande escala, se for necessária, mas vale destacar que se o Exército entrar em Gaza não pode parar na metade, tem que ir até o final', declarou em um fórum cultural na cidade de Kiryat Motskin, perto de Haifa, no norte de Israel.
O chefe da diplomacia israelense lamentou que na última invasão de Gaza, há quatro anos, Israel tenha pagado 'um alto preço em termos de opinião mundial' pela morte de 1,4 mil palestinos, em sua maioria civis, e 'no entanto não alcançou seu objetivo'.
Lieberman considerou que a atual operação iniciada na quarta-feira passada e na qual morreram 41 palestinos, um terço deles civis, não é uma 'guerra total', mas tem 'objetivos específicos'.
Trata-se de devolver a calma à área de Israel que é constante alvo de foguetes lançados de Gaza; restaurar a capacidade de dissuasão de Israel e destruir o arsenal de foguetes de longo alcance das milícias palestinas, enumerou.
'A única forma de viver aqui em paz e segurança é criar uma autêntica dissuasão por meio de uma resposta contundente, de modo que não voltem a colocar-nos a toda prova', sentenciou.
O ministro, à frente do partido ultranacionalista Yisrael Beiteinu, apoia a derrocada do Executivo do Hamas em Gaza.
Ontem, em uma entrevista ao 'Canal 10' da televisão, afirmou que derrubar ao Hamas 'é algo que terá que ser decidido pelo próximo governo', que sairá das eleições do próximo mês de janeiro.
Essa mesma emissora informou hoje que o governo israelense não descartou ontem à noite a possibilidade de uma trégua que representasse um retorno à situação imediatamente posterior à operação de quatro anos atrás.
Dito status quo consistia em lançamentos esporádicos de foguetes e sem ataques contra os soldados na fronteira, da parte palestina, e poucos bombardeios e sem 'assassinatos seletivos' de líderes milicianos, pela parte israelense.

FONTE . EFE

Homem com vasectomia mata criança de cinco dias por suspeitar de traição da esposa


Um homem de aproximadamente 30 anos foi preso em flagrante pela Polícia Militar acusado de matar um bebê de cinco dias, que seria seu filho, durante a noite deste sábado (17) no bairro Pinheirinho, em Curitiba.
Benedito Julio Pinheiro, acreditando que a sua esposa o tinha traído, deu um soco na cabeça de Micheli da Silva Cruz, que hoje completaria seis dias de vida. Segundo a Polícia Militar (PM), o homem havia feito a vasectomia há um ano e não admitia o fato de sua companheira ter engravidado. Na noite de ontem, o ápice da loucura do rapaz fez com que ele agredisse a criança que nada tinha haver com sua dúvida.
O bebê chegou a ser encaminhado ao Posto de Saúde no bairro Sítio Cercado, mas não resistiu ao ferimento na cabeça. Benedito foi atuado em flagrante e encaminhado ao Centro de Atendimento Integrado ao Cidadão, anexo ao 8° Distrito Policial, no bairro Portão.

VIA GRITOS DE ALERTA.
FONTE. http://bandab.pron.com.br/jornalismo/homem-com-vasectomia-mata-crianca-de-cinco-dias-por-suspeitar-de-traicao-da-esposa-46045/