terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Divergência com bancada evangélica adia votação da 'Lei da Palmada'



A votação desta terça-feira (13) na Câmara dos Deputados do projeto que proíbe os pais de baterem nos filhos foi adiada para esta quarta (14), após divergências dos defensores da proposta com a bancada evangélica. A matéria seria votada em caráter conclusivo na Comissão Especial criada para apreciar o tema e, se aprovada, seguiria direto para o Senado.

No entanto, parlamentares evangélicos ameaçaram recorrer para que a proposta tivesse que ser votada no plenário da Câmara. Originalmente, o projeto dizia que "a criança tem o direito de ser educada e cuidada sem o uso de castigos corporais, cruéis e humilhantes". A pressão da bancada é para substituir o trecho dos "castigos" por "agressões físicas e tratamento cruel ou degradante".

A vice-presidente da Comissão Especial, Liliam Sá (PSD-RJ), embora integre a bancada evangélica, diz ser "completamente contra qualquer tipo de castigo" e discordou da proposta de mudança. Segundo ela, o termo original é mais amplo e protege mais a criança. "Se você coloca uma criança amarrada de cabeça para baixo, você não está cometendo uma agressão física, mas está castigando".

A sugestão de troca de expressões foi contestada também pela presidente da comissão, Érika Kokay (PT-DF). "A palavra agressão dilui o sentido da lei", disse. "Trocar castigo por agressão descaracteriza o projeto", complementou Liliam Sá. Para as duas, a substituição de palavras pode dar a entender que somente lesões graves seriam proibidas.

Segundo Érika Kokay, até a reunião desta quarta, os integrantes da Comissão Especial tentarão acordo com a bancada evangélica para aprovar a proposta em caráter conclusivo. Para protocolar recurso contra votações em comissão, é necessário a assinatura de 10% dos deputados da Câmara. Como a bancada evangélica conta com mais de 80 parlamentares, a medida seria facilmente aprovada.

"Queremos garantir a votação em caráter conclusivo na Comissão Especial, porque teremos mais chances de dar às crianças e adolescentes essa lei, que garante o direito delas", disse a deputada.


Projeto
Relatado pela deputada Teresa Surita (PMDB-RR), o projeto prevê que pais que maltratarem os filhos sejam encaminhados a programa oficial de proteção à família e a cursos de orientação, tratamento psicológico ou psiquiátrico, além de advertência. A criança que sofrer a agressão deverá ser encaminhada a tratamento especializado.

Pelo texto, crianças e adolescentes "têm o direito de serem educados e cuidados sem o uso de castigo corporal ou de tratamento cruel ou degradante, como formas de correção, disciplina, educação ou qualquer outro pretexto, pelos pais, pelos integrantes da família ampliada, pelos responsáveis, pelos agentes públicos executores de medidas socioeducativas ou por qualquer pessoa encarregada de cuidar, tratar, educar ou proteger".

Um dos artigos do projeto de lei impõe prevê multa de três a 20 salários mínimos a médico, professor ou ocupante de cargo público que deixar de denunciar casos de agressão a crianças ou adolescentes.

INF. G1
VIA GRITOS DE ALERTA

A ditadura gay (ou a farsa) no SBT

No último dia 10, participei no SBT, da gravação do que foi-me dito "um debate sobre o tema: Homossexualismo, certo ou errado?". Já participei de dezenas de debates em rádios e mesmo na TV, quando os debatedores discutem temas tendo as mesmas oportunidades de falar e ouvir de forma equilibrada. Civilidade, para dizer o mínimo.

Quando a gravação do programa começou eu defenderia minha posição frente a um travesti e a uma lésbica. A situação que já era desigual (dois contra um) ganhou, ainda, a tal da Thammy Gretchen, conhecida lésbica, como "mediadora"; mais três jurados, um dos quais militante gay, e outros dois influenciáveis que não tinham qualquer compromisso com uma postura mais coerente ou mesmo conservadora e, por fim, o diretor do programa, cabeleireiros e maquiadores também homossexuais, estes últimos dizendo que queriam “entrar em cena e quebrar minha cara”. Esse foi o cenário armado para "debater" o tema.

Não tenho como nem quero fazer uma análise de todo o programa, apenas vou pontuar alguns posicionamentos para os quais precisei recorrer à alteração do tom de voz se quisesse concluir minhas respostas. Mesmo assim, o militante gay que polarizou o "debate" em vez de deixar os debatedores falarem por si mesmos, distorceu minhas falas, tirando de minhas afirmações as conclusões que eu mesmo não fiz. Isso ficará evidente quando o programa for ao ar.

1. A produção do programa manipula claramente a verdade. Foi convidado a estar do meu lado um "ex-gay". Mentira. Ao final do programa, o rapaz confessou-me “ter sido pago para estar ali mentindo”, pois a produção não conseguiu encontrar alguém recuperado de fato e que não fosse membro de alguma igreja, “para não ficar desigual”. Ora, vejam que honrada preocupação com o “equilíbrio do debate”.

2. Os debatedores, ambos despreparados, foram amparados pelo jurado militante, este sim engajado na causa gay. Os debatedores não tinham argumentos, não responderam às questões que levantei. A lésbica mentiu quando disse não ter tomado hormônio, contradizendo-se ao afirmar ter tomado anabolizante. Anabolizantes são hormônios! O travesti não pode defender-se quando afirmei sobre a vida miserável que levam os homossexuais que fazem programa para sobreviverem, flagrante confissão que de fato a condição em que vivem é uma situação deplorável, e que a Igreja pode ajudar a reverter. Também não puderam responder como, "por meios naturais", o travesti poderia constituir família, como disse “pensar em fazer um dia”. A adoção é uma situação que não se enquadra na questão que eu levantei, já que o ponto em questão era a constituição de família por meios naturais, não em situações de exceção.

3. O jurado militante distorceu minha fala em vários momentos, lamentavelmente quando:

a) disse que eu apelei ao falar somente sobre religião. Convidaram um pastor, mas não querem discutir o tema em bases religiosas! Há algo muito errado nisso. Durante todo o tempo procurei amparo no argumento da psicologia e, vez ou outra, na biologia (portanto, não fiei-me na discussão religiosa do tema), e

b) disse que “minha fala acrescenta mais culpa a quem está em casa”. Uma vez que a discussão girou em torno de argumentos da perspectiva da psicologia; uma vez que os homossexuais afirmam que a condição deles é natural e não comportamental e aprendida, não há como justificar qualquer culpa! A culpa, neste contexto, é elemento da religião que foi desconsiderada no “debate”. A acusação não procede.

Além do mais, por sugestão do mesmo jurado, o debate não se pautou pela religião. Assim, não pude esclarecer mais demoradamente que o papel da Igreja tem sido o de ajudar a qualquer pessoa, de qualquer grupo (de risco ou não) com algum transtorno ou desvio de comportamento, a realinhar sua vida, seus ideais, seus valores e seu comportamento.

Há dois mil anos a Igreja tem sido a principal aliada na recuperação de vidas e de famílias; sou exemplo vivo disso. Mas os resultados mais efetivos dessa recuperação acontecem na vida daqueles que se reconhecem necessitados de ajuda. Jesus disse que "os sãos não necessitam de médicos, mas os doentes".

A "mediadora" Thammy tem nisso a resposta de quando disse não ter obtido qualquer resultado quando se dispôs a ser ajudada pela Igreja. A igreja nunca foi um laboratório onde pessoas vão fazer suas experiências. Os resultados do relacionamento entre o cristão e Jesus se dão na base da fé e obediência, não do desafio e do confronto. E ainda, seu argumento de que "o pastor não a quis batizar" não encontra eco. Não há qualquer grupo sério que admita em seu meio aqueles que querem fazer sua afiliação ao seu próprio modo, ditando novas normas. Qualquer grupo, sociedade, clube ou religião tem as suas próprias regras, às quais aquele que faz o ingresso deve submeter-se. A Igreja primeiro orienta ao arrependimento seguido do batismo e sem arrependimento o batismo não tem qualquer função prática ou efetiva.

O programa deverá ir ao ar no dia 6 de janeiro de 2012, por volta das 20h15, salvo mudança na grade de programação. E desejo que de fato vá ao ar para que você que lê esse texto antecipadamente possa assisti-lo e verificar aquilo que chamamos "marmelada". Evidentemente há muitos outros pontos que passaram longe desse texto e outros que não irão ao ar.

Pessoalmente me sinto em paz e ainda mais após este texto. Embora o resultado tenha sido negativo pela opinião da platéia presente (houve votação sobre quem convenceu melhor), não avalio negativamente o que disse ou deixei de dizer. Senti paz com o meu Senhor, de quem também senti o amparo em todo o tempo e a quem oro a fim de não permitir que a mentira surta qualquer efeito negativo aos ouvidos e olhos de quem assistir ao programa.

Jesus libertou-me de mais de seis anos de dependência química, restaurou minha família e nossa dignidade. Eu não acordei um dia e disse: "Acho que vou ser usuário de drogas". As circunstâncias me levaram a decidir pelas drogas; foi opção minha. Aquele que pode libertar a todos quantos se aproximam Dele pode, do mesmo modo como libertou-me da dependência química, curar ainda hoje quem Dele necessita, inclusive do preconceito e a fobia contra a religião e em especial contra os evangélicos.

Siga-me no Tweeter: @magnopaganelli

Pastor Leonardo diz que vai trazer a luz das escrituras o tema " NATAL"

HOJE , A PARTIR DAS 22.30  hs
UM PROGRAMA ESPECIAL , COM A PRESENÇA DO PASTOR LEONARDO .
MANDE SUAS PERGUNTAS VIA MURAL DE RECADOS DA WEB RÁDIO GRITOS DE ALERTA.

Temas polêmicos marcam sabatina de Rosa Weber ao STF

 
[Foto]
União estável entre pessoas do mesmo sexo, nepotismo, mensalão, demarcação de terras de quilombolas. Questões polêmicas como estas, a maioria em julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF), marcaram a sabatina da ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Rosa Maria Weber Candiota da Rosa, nesta terça-feira (6), na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). A arguição foi motivada por sua indicação para o cargo de ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), na vaga aberta com a aposentadoria da ministra Ellen Gracie Northfleet.
Esses temas foram levantados a partir de questionamentos sobre ativismo judicial (decisões do STF sobre assuntos ainda não regulados por lei) feitos pelos senadores Marta Suplicy (PT-SP), Luiz Henrique (PMDB-SC), Marcelo Crivella (PRB-RJ), Aloysio Nunes (PSDB-SP) e Antonio Carlos Valadares (PSB-SE). Na avaliação da indicada, o Supremo tem agido com "parcimônia" nessa seara.
- O Judiciário só age provocado e quem tem provocado muito é o Ministério Público, que leva temas candentes que não têm logrado definição maior no seio do Parlamento - comentou Rosa Candiota, considerando que, em caso de omissão legislativa injustificada, o Poder Judiciário não tem como deixar de se posicionar.
Chamada a opinar sobre o reconhecimento da união estável entre homossexuais pelo STF, a ministra do TST disse acreditar que o balizador dessa decisão foi o princípio constitucional da igualdade.
- Se os homossexuais têm os mesmo deveres de todos os cidadãos, na minha visão individual não se justifica discriminação de qualquer natureza à luz da Constituição - declarou.
A "politização" do Judiciário recebeu um elogio parlamentar quando o senador Pedro Simon (PMDB-RS) viu como acertada a decisão do STF sobre a fidelidade partidária.
- Na nossa omissão covarde, o Supremo está fazendo o que nós não fazemos - declarou Simon.
PEC dos Recursos
A lentidão no andamento dos processos judiciais também não foi esquecida pelos senadores. Após afirmar que recursos em excesso - o STF recebe cerca de 30 mil ano - geram a percepção de impunidade e impedem a efetiva justiça, o senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES) pediu a opinião da indicada sobre a PEC dos Recursos.
- A PEC dos Recursos procura a solução desse problema por meio do trânsito em julgado antecipado (a decisão do segundo grau de jurisdição já seria definitiva, dispensando a ação de seguir para os tribunais superiores). São bem vindas todas as medidas que levem a uma mudança de paradigma. O grande gargalo está em assegurar ao cidadão o direito de receber aquilo que o Estado disse que era seu - afirmou Rosa Candiota, respondendo ainda aos senadores Álvaro Dias (PSDB-PR) e Valdir Raupp (PMDB-RO).
Simone Franco / Agência Senado
(Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

SUPREMO RECEBE A PROTEGIDA DA MARTA E DILMA.

A nova ministra do STF Rosa Maia Weber Candiota em sabatina no Senado (Foto: Antônio Cruz/ABr)
A nova ministra do STF Rosa Maia Weber Candiota
em sabatina no Senado (Foto: Antônio Cruz/ABr)

O plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (13), por 57 a favor, 14 contra e uma abstenção, a indicação da ministra Rosa Maria Weber Candiota da Rosa para a vaga de Ellen Gracie no Supremo Tribunal Federal (STF).

Após a publicação da aprovação no Diário Oficial, ela poderá tomar posse. Os ministros do Supremo são escolhidos pelo presidente da República entre cidadãos "com notório saber jurídico" e "reputação ilibada".


O senador Pedro Taques (PDT - MT) foi contra a indicação de Rosa, que atualmente é ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST), porque ela não respondeu a todas as questões propostas na sabatina da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. Na ocasião, parlamentares questionaram o fato de Rosa ter atuado somente na área trabalhista. Depois de cerca sete horas de sabatina, eles aprovaram a indicação.

"A ministra não respondeu ás questões propostas por vários senadores. Com todo o respeito a vossa Excelência [ José Sarney, que presidia a sessão] e à ministra do Trabalho, penso que falta um dos requisitos que constam na Constituição da República", disse Taques se referindo ao "saber notável" requerido para indicação.

A senadora Marta Suplicy (PT-SP) saiu em defesa de Rosa. "Eu perguntaria se ministros de outros tribunais e até ministros do Supremo Tribunal Federal teriam respondido todas as perguntas. Isso não desqualifica a concorrente. Nós não temos nesta Casa um senador que saiba responder tudo sobre sua área de responsabilidade. Isso é impossível", afirmou Marta.

Taques rebateu dizendo que a ministra deveria ter se preparado melhor para a sabatina. "Querer chegar na sabatina e dizer que vai pesquisar, não dá. Feliz daquele que sabe pela metade, mas penso que falta, neste caso, notório saber", disse.

Outros governistas discursaram a favor da ministra e destacaram que ela já havia sido aprovada pelo Senado para ocupar cadeira no TST. A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB – AM) disse que a indicação de Rosa é "um orgulho para a mulher brasileira".

Nomeações
O Senado aprovou também outras indicações da Presidência para cargos públicos. Para a diretoria da Agência Nacional de Saúde, foi aprovado o nome de André Longo. Ruy Carlos Pereira foi aprovado como delegado do Brasil no Mercosul.
Maria Figueiredo teve indicação aprovada para ser a embaixadora do Brasil junto à Malásia, Gustavo de Paiva deverá ser embaixador do país na República Tongolesa e Ricardo Grandilene Neto assumirá a emabaixada brasileira na Nova Zelândia.

VIA GRITOS DE ALERTA

Maior família do mundo: Um homem vive com 39 esposas, 94 filhos, 14 noras e 33 netos!

 

Ziona Chana e sua família incomum
Ziona Chana de Baktawang, Mizoram, Índia, é o patrono da maior família do mundo e se diz abençoado por ter 39 esposas, 94 filhos, 14 noras e 33 netos. Todos eles vivem em um prédio de 4 andares e 100 cômodos entre as colinas da aldeia de Baktwang no estado indiano de Mizoram, a maior estrutura de concreto do local. As esposas não tem problema em compartilhar a cama com ele e são necessários 30 frangos para cada refeição.

- "Eu me considero um homem afortunado por ser o marido de 39 mulheres e o cabeça da maior família do mundo.", diz o orgulhoso Sr. Chana.

Um prédio para abrigar todos os membros da família do Sr. Chana

A família é organizada com disciplina quase militar, a esposa mais velha Zathiangi organiza o grupo responsável por executar tarefas domésticas como limpar, lavar e preparar as refeições que em média são feitas com 30 frangos, 60 kg de batata e 100 kg de arroz. É a mulher mais velha também quem decide quem vai para a cama naquela noite com o garanhão. A família vive em três andares de um prédio. Coincidentemente (ou não), o Sr. Chana também é o líder de uma seita que permite a seus seguidores ter tantas esposas quanto desejarem.

Chana e suas 39 esposas

O Sr. Chana chegou a se casar com até 10 mulheres em um mesmo ano em seu período mais prolífico, e desfruta de uma cama tamanho Queen Size enquanto as esposas devem sobreviver nos dormitórios coletivos. Ele mantém as mulheres mais jovens perto do seu quarto no último andar e seus filhos mais velhos dormem mais distantes no primeiro andar. Há um sistema rotativo para as visitas ao quarto do Sr. Chana. Rinkmini, um das esposas do Sr. Chana que têm 35 anos, disse:

- "Nós ficamos ao redor dele já que ele é a pessoa mais importante na casa. Ele é a pessoa mais bonita na aldeia".

Os dormitórios das esposas

Ela diz que Sr. Chana notou-a 18 anos atrás em um passeio matutino na aldeia e escreveu uma carta pedindo sua mão em casamento. Outras das esposas dele, Huntharnghanki, disse que a família inteira se dá bem. O sistema familiar é baseado em muito amor mútuo e respeito. A seita religiosa do Sr. Chana não é, como podemos dizer, muito popular. Só tem 4 seguidores, mas mesmo assim ele não deixa de procurar esposas novas.

Parte do almoço

- "Para ampliar minha seita, eu estou disposto ir até mesmo para o EUA para casar", conclui o feliz Sr. Chana.

Realmente o nome do indiano é muito sugestivo, afinal o cara tem que gostar muito da coisa para ter 39 esposas. Mas eu não sei se dou ao Sr. Chana um troféu de galhardia por criar uma família de 180 pessoas ou um chapéu de touro ingênuo por não levar em conta que seus filhos tem o mesmo sangue correndo nas veias. Vamos supor que ele dá conta do rodízio em 30 dias. Sinceramente não creio que todas as suas esposas estejam dispostas a esperar um mês inteiro para ter lugar na sua cama. De modo que na falta do Sr. Chana, devem se virar com os Chaninhas mesmo.

Informações do Daily Mail
VIA GRITOS DE ALERTA / BLOG IGUAÍ

Homem apanha de mulher com o próprio cinto e ainda é preso pela polícia

 

Homem espancado
por uma mulher (risos)
Cícero Darlem Araújo Caldas, de 50 anos, é uma das figuras mais conhecidas da região e exerce uma função importante em sua cidade, Boa Ventura: é agente comunitário de saúde, mas na noite dessa sexta-feira, 25, passou por um grande constrangimento.

O homem, que tem um metro e trinta centímetros de altura, estava na boate em Boa Ventura, quando tentou aproximar-se de uma mulher, mas ela recusou-o. Contrariado, Darlem tirou o cinto, mas não chegou a agredi-la; ao contrário: ela tomou o cinturão e bateu no agente comunitário.

Depois de surrá-lo, a mulher entregou o cinto à Polícia Militar e denunciou Darlem, que terminou preso. “Eu fui jogado dentro da mala do carro da polícia como se fosse um porco: fui humilhado e sofri constrangimento diante dos meus conterrâneos”, lamentou ele.

Transportado na mala da viatura por 17 quilômetros, de Boa Ventura a Itaporanga, Darlem foi deixado em uma cela da delegacia local. “Fiquei preso aqui a noite toda, e só vim beber um copo d’água hoje pela manhã”, disse ele, que assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência e foi solto, mas deixou a delegacia intimamente machucado.
 
VIA GRITOS DE ALERTA

AI SE ISSO PEGA - Noivo foge do altar, quebra hospital, bate em gente e corre nu pelas ruas

VOLTA AQUI FUJÃO , VOLTA LOGOOOOO
Um noivo em fuga causou a maior confusão em Bauru, no interior de São Paulo, no último sábado (10). Após um ataque de fúria durante a cerimônia de seu casamento, Eder Francisco Pires, de 26 anos, resolveu empreender fuga, bem no momento em que sua noiva ia entrar na igreja.
Por motivos não explicados, o jovem tirou o terno e deixou o local correndo, para completa surpresa de parentes e amigos. Contido, ele foi sedado e levado para um hospital, porém despertou e quebrou vários equipamentos da unidade, segundo informações do Jornal da Cidade, de Bauru. Apesar dos transtornos, o homem voltou a ser controlado e chegou a ser levado de volta ao altar. Entretanto, na segunda tentativa de fazê-lo trocar alianças, novamente teve um surto, mas desta vez causou ainda mais confusão. Primeiro, saiu correndo pela rua, se despindo e batendo a própria cabeça contra os muros das casas vizinhas. Depois, xingou várias pessoas, tentou agredir algumas, mas foi contido. De novo, voltou a uma unidade de saúde onde foi medicado, e, mesmo amarrado em uma maca, conseguiu novamente se desvencilhar e quebrar vários equipamentos. No segundo ato do dia de fúria, chegou a brigar com um segurança do posto, e quase o estrangulou com um fio de computador. Após fugir duas vezes do altar e mais duas de um centro de saúde, foi encontrado pela polícia sem roupa (e sem aliança) no mesmo quarteirão. O caso foi registrado na Polícia Civil como dano a patrimônio e lesão corporal. O vigilante fará exame de corpo delito, pois ficou ferido no braço e no olho. Já Eder, o noivo fujão, foi encaminhado para uma clínica particular de Bauru onde estaria internado em observação.
 
 
VIA GRITOS DE ALERTA
INF. VEJA IGUAÍ

Lutador cristão de MMA agradece a Deus antes da luta, e vence o UFC 140

Lutador cristão de MMA agradece a Deus antes da luta, e vence o UFC 140
O lutador de Mixed Martial Arts (Artes Marciais Mistas, em tradução livre) Jon Jones afirmou que venceu a luta contra o brasileiro Lyoto Machida no UFC 140 por vontade de Deus.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Com 24 anos, Jones é um notório cristão e em seu perfil no Twitter, costuma postar versículos bíblicos. No peito, o lutador americano possui uma tatuagem com a referência do versículo 4:13 do livro de Filipenses.
No dia da luta, Jones postou a seguinte frase no microblog: “Senhor, se esta é a sua vontade então já está cumprida e eu agradeço por ter me concedido a vitória”, e completou o raciocínio com a citação do versículo 1:7 da segunda carta de Paulo a Timóteo: “Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação”.

Após vencer a luta no Canadá contra Machida, Jones afirmou em entrevista que “o golpe com que eu o finalizei não é um que eu treine normalmente, ele veio naturalmente. Agradeço a todo o meu time pelo apoio”.
Segundo o The Christian Post, Jones treina com Roger Pattison, que entende que não há problemas em um cristão praticar o MMA: “Deus tem abençoado Jones com um talento natural bruto. “Cristianismo e MMA são totalmente compatíveis. Um olhar superficial pode ver apenas dois homens lutando como cães enjaulados. É um esporte e as pessoas se machucam, mas não há nenhuma animosidade real contra o seu adversário. Depois de entender a história por trás os estilos, o aspecto técnico e o respeito que é inerente a este esporte, você consegue apreciar o que ele tem para oferecer”.

VIA GRITOS DE ALERTA
Fonte: Gospel+

Mar Morto pode responder dúvidas sobre eventos bíblicos

Open in new windowPesquisadores perfuraram 460 metros do Mar Morto para tentarem descobrir o que tem levado esse importante mar a secar tão rapidamente nos últimos anos.

Ao mesmo tempo a pesquisa serve para explicar várias histórias bíblicas como a destruição de Sodoma e Gomorra e passagem de quando Josué levou os israelitas para o Egito.

“Vemos muitas dessas histórias diferentes na Bíblia, sobre anos de vacas gordas e de vacas magras”, disse Steven Goldstein, geoquímico da Universidade de Columbia em Nova York que pesquisa na região.

A pesquisa não foi feita para investigar os acontecimentos relatados na Bíblia, mas para entender a história do Mar Morto que diminuiu 23 metros entre os anos de 1930 e 2000 e de 2000 a 2008 seu nível caiu mais 8 metros. Para agravar o caso, só em 2010 foram 1,5 metros evaporados.

Os cientistas acreditam que há 120 mil anos atrás o Mar Morto já teria secado, ou seu nível teria ficado muito abaixo sem a intervenção humana. “Parece que o Mar Morto pode ter secado ou ficado muito perto da secagem sem intervenção humana”, disse o geoquímico Emi Ito.

Segundo esses estudos a época foi muito mais quente e com menor umidade do ar, o que os fazem desacreditar que o local poderá secar por completo, ou desaparecer nos próximos anos. Mesmo diante dessas afirmações os pesquisadores não conseguem dizer se as intervenções humanas poderão afetar negativamente o Mar Morto.

Fonte: Gospel Prime com informações Hype Science

Aumenta o número de casamentos no Brasil feitos em centro de umbanda e candomblé

Open in new windowSeguidores de religiões Afro dizem sofrer preconceito e lutam por igualdade de direitos no Brasil.

A revista Raça Brasil publicou uma extensa matéria em sua edição deste mês sobre o crescimento dos casamentos nos espaços sagrados das religiões de matriz africana. A reportagem chamou atenção para um fato pouco conhecido, a dificuldade de reconhecimento, pelas autoridades, de cerimônias de casamentos não cristãs. Embora não signifique que as religiões afro sejam praticadas apenas por descendentes de escravos, mas estatisticamente eles ainda são a maioria.

O babalorixá Jorge Kibanazambi explicou que na cultura ioruba, oriunda da África, a família é “a base fundamental da sociedade e o pilar que dá condição para a prosperidade do ser humano”.

Ele diz que mesmo sem o conhecimento da cerimônia pela sociedade em geral, “Existe todo um ritual para a o casamento, com preparativos até a consumação da união… Dentro da comunidade de terreiro… acreditamos que a benção dos pais, da família, dos amigos é importante para a felicidade dos noivos. Através de cerimônia/ritual, invoca- se a energia conhecida como Orixá Oxalá para contemplar o casal que constituirá a nova família de ‘coisa’ boa, filhos, enfim, riquezas que o ser humano não tem condições de conceder. Os familiares e amigos expressam por meio dos presentes oferecidos ao casal os desejos de felicidade, em que cada objeto tem seu significado específico.”

No Brasil, devido à miscigenação de raças, os costumes e hábitos dos escravos africanos foram modificados pela influência das muitas culturas que formam a população. Isso inclui as questões religiosas. O que sempre predominou foi o ensinamento da Igreja Católica Romana. Só deixou-se de considerar o catolicismo como a religião oficial do país depois da proclamação da República. Até então, todos os que ensinavam algo que diferente dos preceitos católicos não tinham o reconhecimento oficial de sua validade.

Jorge Kibanazambi lembra que desde o período colonial os sacramentos só eram aceitos se fossem oriundos do catolicismo. Isso ficou tão inserido na cultura das pessoas que, mesmo após a permissão e o reconhecimento da Constituição Federal de 1988, continua sendo hábito da maioria dos seguidores de religiões afro consumar os batizados e casamentos na igreja católica.

Isso ocorre por que “Muitos têm a percepção que é a única Instituição ainda em condições legais para realizar tais atos… Mas cada religião tem seus rituais e suas cerimônias para todas as necessidades de seus fiéis. E as de matriz africana incluíram-se nessa colocação”.

Marcio Marins, coordenador de articulação política do Fórum Paranaense das Religiões de Matriz Africana, entende que continua difícil separar a ligação do catolicismo com a religião afro. “Até mesmo babalorixás e yalorixás se casam fora dos terreiros. Essa ação nos ajuda a fortalecer a religião para que possamos reconhecer que somos de matriz africana com vários nomes, mas não precisamos recorrer a outras entidades religiosas para realizar a cerimônia de casamento”.
Para Marcio, a união matrimonial celebrada no candomblé aumenta a autoestima da população de terreiro e faz com que cada vez mais as pessoas busquem e reivindiquem seus direitos civis.

Isso nem sempre é fácil, em 2002, Gorete Dorneles Machado ficou viúva e tentou provar a validade de sua união com Renato Fernando Guedes, realizada num terreiro de Umbanda em 1983. Gorete solicitou a pensão pós-morte do marido ao INSS, mas ela foi negada. O motivo alegado foi que ela não tinha uma união estável.

Quando apresentou uma certidão de casamento emitida pela Federação de Cultos Afros, recebeu a informação de que ela não tinha validade. Foi preciso recorrer ao poder judiciário.

Com o apoio do babalorixá Dyba e da ONG CEERT (Centro de Estudos do Trabalho e Desigualdades), que luta pelos direitos da comunidade afro, a viúva percebeu que conseguira a ajuda necessária. O julgamento ocorreu na 8ª Vara Civil do TJ/RS e o resultado foi favorável à Gorete, por unanimidade.

“Daria um filme aquele julgamento, fiz a sustentação oral num tribunal repleto de pessoas de religião de matriz africana com atabaques, com as indumentárias, lutando por seus direitos. Pela primeira vez o judiciário brasileiro reconhecia a validade do casamento nas religiões de matriz africana, afirmando que o casamento no terreiro tem a mesma validade que o casamento na catedral, na mesquita, na sinagoga… ”, declara Hédio Silva Junior, diretor executivo da CEERT e advogado de Gorete na ocasião.

Embora não haja números oficiais, as associações que defendem os direitos das religiões afro-brasileiras acreditam que o número de casamentos cresce não só dentro dos terreiros, mas também dentro de igrejas católicas, que passaram a fazer referências ao candomblé.

Silvana Veríssimo integra o Conselho Nacional de Direitos da Mulher e é seguidora da religião afro. Em 2009, relembra, foi realizado no interior de São Paulo, um dos primeiros casamentos em um terreiro.
“Foi uma experiência maravilhosa, o terreiro encheu de gente, mesmo de não adeptos das religiões de matrizes africanas, que demonstraram o respeito pela religião e por seus adeptos. Compareceram tanto a família da noiva quanto do noivo. O casamento torna-se uma oportunidade para que as pessoas conheçam mais o funcionamento de um terreiro e isso faz com que quebre preconceitos por falta de conhecimento”, afirma.

A lei brasileira exige que alguns detalhes devam ser observados para que a cerimônia seja reconhecida:

● É válido o andamento da documentação antes ou depois da cerimônia. Quando posterior, o prazo é de 90 dias. Os documentos devem ser entregues no cartório que irá constituir a equiparação do casamento civil
● No lugar de um juiz de paz, a união é realizada por um sacerdote da religião. O templo deve estar regularizado, e o sacerdote constituído de poderes para exercer sua função.
● O terreiro deve ter o seu estatuto e atas, onde uma diretoria constituída reconhece o sacerdote como representante. A partir disso, nem o presidente da República pode dizer que não há a devida validade. O Estado não exige formação para o sacerdote religioso, mas tem que haver uma organização que o reconheça como autoridade.
● No terreiro também deve existir um livro de registros para a expedição de uma certidão, que posteriormente é levada pelos noivos ao cartório. Outro item é a presença de testemunhas na cerimônia
● A forma do ritual não é relevante na questão jurídica. O casamento tem as mesmas características que nas demais religiões e segue as mesmas questões de validade, ou seja, entre pessoas de sexos distintos e as que ainda não foram casadas.

Fonte: Gospel Prime com informações Raça Brasil
VIA GRITOS DE ALERTA

Stallone envia mensagem de apoio a Minotauro

Rodrigo "Minotauro" Nogueira treina no Canadá antes da luta contra Frank MirO ator norte-americano Sylvester Stallone enviou uma mensagem de apoio ao lutador Rodrigo "Minotauro" Nogueira com quem contracenou no filme "Os Mercenários".
O lutador brasileiro de MMA (Artes Marciais Mistas) fraturou o braço na luta contra Frank Mir, pelo UFC 140, em Toronto.
"Aqui é o Sylvester Stallone seu amigo, o Rocky Balboa, e você é o Rocky Balboa brasileiro", enviou o ator Stallone. O técnico Eric Albarracin, que trabalha com Minotauro, usou a mensagem como forma de apoio motivacional para o brasileiro.
Rodrigo "Minotauro" Nogueira fez a co-luta principal da noite com o americano Frank Mir. A disputa foi acirrada. O brasileiro fraturou o braço e foi finalizado pelo rival, que curiosamente foi o primeiro na história a ter nocauteado "Minotauro".
Minotauro passou por exames após a luta em um hospital em Toronto e, na sequência, viajou para Los Angeles onde será melhor examinado. A previsão é de que o lutador fique bom em três semanas.
O peso-pesado americano Frank Mir lembrou com detalhes de como fraturou o braço do brasileiro Rodrigo "Minotauro". "Teve uma hora que virou guerra. Tentei alguns golpes de jiu-jitsu, vi que ele não ia bater [desistir] e vocês viram o que aconteceu...", rememorou, em referência à fratura no braço do brasileiro.
Divulgação/Josh Hedges/UFC
Rodrigo "Minotauro" Nogueira treina no Canadá antes da luta contra Frank Mir
O jornalista EDUARDO OHATA viajou a convite do UFC

VIA GRITOS DE ALERTA

INF. FOLHA.COM

Cientistas anunciam avanço na busca por ‘partícula de Deus’ nesta terça


Os cientistas do Centro Europeu de Pesquisas Nucleares (Cern, na sigla em francês) apresentam em um seminário nesta terça-feira (13) os resultados atualizados da busca pela partícula conhecida como “bóson de Higgs” – apelidada de “partícula de Deus”.

A reunião começa às 11h, no horário de Brasília.

Dois grupos de pesquisa independentes que trabalham nessa busca – o Atlas e o CMS – vão apresentar seus dados.


De acordo com os pesquisadores, houve um avanço e há “consideravelmente mais dados” agora do que no momento da última conferência, há seis meses.

Os cientistas acreditam que estão próximos de encontrar a partícula, mas alertam que os resultados desta terça não serão conclusivos. “Não há o suficiente para se fazer qualquer afirmação conclusiva sobre a existência ou não-existência do Higgs”, diz a nota do Cern.

Uma das instalações do Grande Colisor de Hádrons (LHC), megatúnel para colidir partículas (Foto: Andrew Strickland / cortesia Cern 7-8-2010)Uma das instalações do Grande Colisor de Hádrons (LHC), megatúnel para colidir partículas (Foto: Andrew Strickland / cortesia Cern 7-8-2010)

O “bóson de Higgs” é uma partícula hipotética que seria responsável pela existência de massa na maioria das demais partículas do Universo.

Modelo PadrãoParece complicado? Pois é mesmo. Então, vamos por partes. Os físicos têm uma teoria para explicar as partículas elementares do Universo – aquelas minúsculas que formam tudo que existe. Essa teoria se chama “Modelo Padrão”.

O Modelo Padrão explica tudo que sabemos sobre o comportamento e o surgimento dessas partículas, menos uma coisa: por que a maioria delas tem massa? E essa é uma pergunta muito importante. O fato de as partículas terem massa é a razão pela qual qualquer coisa no mundo tem massa: o Sol, os planetas, eu e você.

É aí que entra o bóson de Higgs. Diversos físicos – entre eles um britânico chamado Peter Higgs – descobriram um mecanismo teórico que tornaria possível que as partículas tivessem massa. Esse mecanismo – batizado de “mecanismo de Higgs” – prevê a existência de um “campo” que interage com tudo que existe no Universo. Essa interação faz com que as partículas ganhem massa.

Para esse campo existir, é preciso também existir uma partícula especial e invisível. Os físicos pegaram essa proposta e aplicaram nos cálculos do Modelo Padrão e tudo fez sentido. A partícula invisível foi batizada em homenagem a Higgs.

De lá para cá, todas as outras partículas previstas pelo Modelo Padrão foram encontradas, menos essa. Encontrá-la é tão importante que os cientistas construíram na Europa um gigantesco colisor de partículas, conhecido como Grande Colisor de Hádrons, que é a maior máquina já feita pelo homem.

Se, em vez de encontrá-la, os pesquisadores provarem, no entanto, que ela não existe, toda a teoria atual sobre a formação da matéria do Universo vai precisar ser revista.

G1

MEDITAÇÃO DO DIA

Caniços Rachados e Pavios Fumegantes

Não quebrará o caniço rachado e não apagará o pavio fumegante. Isaías 42:3


Você conhece alguma coisa mais frágil e sem valor do que um caniço rachado? A imagem é de alguma coisa inútil, desprezível, a ser varrida para um canto, como aqueles objetos que já deram o que tinham para dar e não servem para mais nada.


A outra imagem é a de um pavio que fumega. Enquanto o pavio estivesse umedecido com azeite, havia luz clara e limpa, sem aquela fumaça sufocante e incômoda. De vez em quando, somos como esse pavio que fumega. Cansados, esgotados e esquecidos.


O fato é que o pecado nos atingiu e há somente duas maneiras de lidar com caniços rachados e pavios que fumegam: rejeitá-los ou tentar reafirmar seu valor pessoal, por meio da nossa amizade.


Dentro da visão messiânica, Isaías diz que Jesus não quebraria o caniço rachado – alguém agredido por palavras duras, pela fúria de outros; alguém desanimado pelo seu próprio fracasso ou porque seus direitos não foram reconhecidos.


Quantas pessoas esperam um ombro amigo, a mão que possa levantá-las, colocá-las de pé e sustentá-las por algum tempo. É um trabalho de restauração paciente, sem censuras, que preserva a dignidade de quem está sendo restaurado.


E o pavio que fumega, antes brilhante, depois débil, luta contra o vento que quer apagá-lo, mas espera um sopro de vida que possa fazer com que brilhe novamente. Acredite, você não está sozinho. Há alguém pronto para ajudá-lo a voltar a ter aquela firmeza e aquela luz viva. Alguém experimentado em restaurar.


Jesus está dizendo: “Venha, Eu vou colocá-lo de pé novamente. Venha, quero soprar vida em você para que sua luz volte a brilhar.” Ele está ao nosso lado quando nos sentimos isolados, sem força e feridos, quando lutamos contra o desânimo e a tentação.


Tudo o que temos que fazer é nos colocar nas mãos de quem está acostumado a restaurar. “Ele não colocará de lado o machucado e o ferido, e não menosprezará o pequeno e insignificante, mas os endireitará de maneira firme e permanente” (The Message).


Senhor, ajuda-nos a lembrar hoje que, para onde quer que formos, a certeza da Tua companhia nos trará nova paz ao enfrentarmos as batalhas da vida.

Vanilda Bordieri lança novo CD pela Gravadora Aliança

Vanilda Bordieri lança novo CD pela Gravadora Aliança

Lance a rede, que o impossível vai acontecer! Essa é a mensagem que inspira A Pesca, novo CD da cantora Vanilda Bordieri.

Com 15 faixas inéditas, o álbum surpreende pela força de cada uma das músicas que levam ao público emoção, encorajamento e esperança, interpretadas com toda a unção que faz de Vanilda Bordieri um verdadeiro fenômeno da música pentecostal.

Compositora consagrada, ela assina 9 canções neste novo trabalho, com destaque para o single "A Pesca", "Sê Comigo" e "Receba o Teu Milagre".

O disco reúne também composições de Agailton Silva, André Buenno, Eduardo Schenatto, Irotildes Santos, Moisés Cleyton e Silas Paiva. A produção musical fica por conta do conceituado maestro Melk Carvalhedo.

Hoje Vanilda Bordieri exerce forte influência no cenário da música pentecostal brasileira, tendo superado a marca de 1 milhão e 300 mil CDs vendidos de forma independente.

Além disso, ela coleciona mais de 1.000 canções que já foram interpretadas por Cristina Mel, Cassiane, Elaine de Jesus, Lauriete, Mara Lima, Rayssa e Ravel, Shirley Carvalhaes e Eliane Silva, entre outros expoentes do gospel.

Disponível em CD e Playback, A Pesca é o novo marco em sua trajetória de sucesso.

Nome das faixas do CD:
01. A Pesca (Lance a Rede)
02. Sê Comigo
03. Protesto
04. Santo Espírito
05. Meu Israel
06. A Torre
07. Unidos em Oração
08. Receba o Teu Milagre
09. Meu Grande Herói
10. Fonte no Deserto
11. Abraçados no Altar
12. Acende o Teu Fogo
13. Me Conte o Teu Segredo
14. Deus Te Escolheu
15. Vem Renovar os Nossos Dias



Via Supergospel

DIANTE DO TRONO NO RATINHO .

Diante do Trono gravará participação especial no Programa do Ratinho
A “turnê televisiva” de divulgação do novo CD do Diante do Trono passará por mais um programa de televisão: o Programa do Ratinho.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Segundo informações do Portal DT, a data para gravação ainda não está definida, porém acredita-se que isso ocorra ainda em Dezembro, para que o apresentador Carlos Massa saia de férias.
A informação sobre a gravação de participação no programa do Ratinho foi dada por Susan Dutra, figurinista da líder do Diante do Trono, Ana Paula Valadão. Essa seria a segunda vez que o Diante do Trono se apresenta em um programa do SBT. Em 2010 o ministério de louvor da Igreja Batista da Lagoinha gravou participação no Programa Raul Gil.
No último fim de semana o Diante do Trono participou do Festival Promessas, organizado pela TV Globo, e que irá ao ar no próximo Domingo, 18/12. Hoje, o Diante do Trono grava participação no programa “Caldeirão do Huck”, em Fortaleza, Ceará, onde estão sendo gravados os episódios de verão do programa. Anteriormente, o Diante do Trono havia participado do Domingão do Faustão, na mesma emissora.

VIA GRITOS DE ALERTA
INF. G+

Autoridades chinesas apreendem filme sobre cristãos chineses

As autoridades chinesas confiscaram cópias de um novo documentário sobre cristãos chineses que foi produzido no exterior e detido por um representante-chefe da empresa que os produziu e iria distribuí-los.

Jiang Yaxi, a representante da empresa Shamozhihua Beijing, foi presa em sua casa por agentes especiais do Departamento de Segurança Interna da China no dia 11 de novembro de 2011.

Ela estava sendo investigada desde agosto por estar envolvida, com sua empresa, na produção de um filme do cineasta cristão Yuan Zhiming, que está na lista dos mais procurados do governo chinês desde que participou do movimento pela democracia na praça Tiananmen em 1989.

Yuan fugiu para os Estados Unidos e tornou-se cristão dois anos depois de sua chegada. O seu filme, Beyond, é parte de uma série de nove filmes que falam sobre a história de alguns chineses que tiveram suas vidas transformadas ao encontrar Jesus.

No início de agosto, autoridades inspecionaram uma livraria em Pequim e confiscaram 40 DVD do filme Beyond. A loja foi multada em 4 mil Yuans (equivalente a US$ 630) por comercializar mercadorias ilegais.

As autoridades depois foram até a produtora, invadiram a sede e exigiram todos os registros relacionados ao filme que estavam armazenados ali. A empresa foi multada em cerca de 10 mil Yuans. No entanto, a empresa alegar possuir autorização do governo para produzir o filme, o que torna a sua comercialização legítima.

A polícia começou um processo judicial formal contra Jiang Yaxi. Ele foi colocada em sob detenção criminal, que é o primeiro passo para que uma pessoa seja condenada e presa por um crime.

Fonte: Barnabas Fund por Missão Portas Abertas

Freiras devem tomar pílulas anticoncepcionais, recomendam especialistas

Por não terem filhos, as religiosas estão mais sujeitas a sofrer de cânceres do sistema reprodutivo, como os cânceres de mama, ovário e útero.

Um artigo publicado na revista científica The Lancet sugere que as freiras católicas pagam um preço alto pelo voto de castidade e recomenda que elas passem a tomar a pílula anticoncepcional.

Os autores, especialistas de duas universidades australianas - Kara Britt, da Monash University, em Melbourne, e Roger Short, da University of Melbourne -, disseram que por não terem filhos, as religiosas estão mais sujeitas a sofrer de cânceres do sistema reprodutivo, como os cânceres de mama, ovário e útero, eles explicaram.

O risco maior resulta do fato de que mulheres que não têm filhos e não amamentam menstruam mais vezes e, portanto, são mais propensas a desenvolver esses cânceres.

"Investigações indicam claramente que um maior número de ciclos aumenta as probabilidades de câncer reprodutivo", disse Britt.

"Então, não ter filhos, chegar cedo à puberdade ou mais tarde à menopausa afetarão essa incidência. A pílula poderia ajudar a reduzir esses riscos nas monjas".

Pesquisas e Encíclica
Britt e Short citaram dois grandes estudos sobre os benefícios da pílula anticoncepcional para a saúde publicados no ano passado.

Essas pesquisas revelaram que o índice total de mortalidade em mulheres que já haviam tomado a pílula por via oral era 12% menor em comparação com mulheres que nunca tomaram a pílula.

Os estudos concluíram também que riscos de câncer do ovário e do útero foram reduzidos entre 50 e 60% em usuárias em comparação com não-usuárias da pílula.

Um dos estudos, feito pelo Royal College of General Practitioners, na Grã-Bretanha, envolveu cerca de 46 mil mulheres durante um período de quatro décadas.

O artigo da Lancet reconhece que a doutrina católica condena todas as formas de contracepção à exceção da abstinência.

Mas os autores notam que um documento sobre o assunto publicado pelo Papa Paulo VI em 1968, a encíclica Humanae Vitae, diz que "a Igreja não considera ilegal de forma alguma meios terapêuticos considerados necessários para curar doenças orgânicas, mesmo que eles também tenham efeitos contraceptivos".

Ou seja, embora o documento não mencione freiras especificamente, elas deveriam estar livres para tomar a pílula como proteção, escreveram os especialistas.

Concluindo seu artigo, eles disseram que se a Igreja Católica tornasse a pílula disponível para todas as suas freiras, isso reduziria os riscos de cânceres de ovário e útero entre elas.

Fonte: Estadão

Silas Malafaia Está Na Lista dos 100 Mais Influentes do País na Revista Época

O pastor Silas Malafaia foi classificado como uma das 100 personalidades mais influentes do ano no Brasil, na categoria líderes.
Segundo a publicação, os nomes foram escolhidos “pelo poder, pelo talento, pelas realizações, pela capacidade de mobilizar e/ou inspirar”.
A lista está dividida em quatro categorias: Líderes, Heróis, Construtores e Artistas. Além do pastor, também foram listados o ex-presidente Lula, a presidente Dilma Rousseff, o empresário Eike Batista, o jogador Neymar, o senador Aécio Neves, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, a atriz Fernanda Montenegro, o apresentador Jô Soares, entre outros.
Os perfis são escritos por colaboradores convidados conforme a afinidade pessoal ou profissional. O escolhido para escrever sobre Silas foi o pastor Ronaldo Didini, fundador do Ministério Caminhar, que definiu Malafaia como “convicto, coerente, direto e sincero. Incansável na luta para tirar as ovelhas da boca de seus predadores”.
Ele também usou a Bíblia em seu texto, “há uma passagem na Bíblia que bem descreve o pastor Malafaia. Quando o pequeno Davi foi questionado pelo rei Saul sobre sua capacidade para enfrentar o gigante filisteu, ele apenas afirmou: ‘Teu servo toma conta das ovelhas de seu pai. Quando aparece um leão e leva uma ovelha do rebanho, eu vou atrás dele, atinjo-o com golpes e livro a ovelha de sua boca’” (Livro de Samuel, versos 34 a 35).
Confira os nomes citados pela época:
Silas Malafaia Está Na Lista Dos 100 Mais Influentes Do País Na Revista Epoca
(Revista época)
Foto de Tela da Lista dos 100 Mais Influentes Do País Na Revista época, divulgada nesta semana.

Cristão é perseguido por sua família a voltar ao Islã


Cristão é perseguido por sua família a voltar ao Islã
Quando Malik Pauloos, da cidade de Punjab, decidiu confiar em um parente próximo para contar o segredo de que ele havia deixado o Islã e está seguindo a Jesus. Mas na mente do seu parente, estava claro que o relacionamento de Pauloos com a sua família estava acabado.

A família de Pauloos pertence a guarda de um santuário islâmico há três gerações. Embora Pauloos tenha se mudado para Karachi, ele preparava o santuário para as peregrinações anuais. Mas após se converter, ele se afastou de suas funções no santuário e isso chamou a atenção dos líderes islâmicos.

“Eu disse a ele (o parente) que não queria mais estar relacionado com as atividades no santuário, porque não queria manter contato com o meu passado”, disse Pauloos, que tem 36 anos de idade. “Apesar de ficar chocado, meu parente disse que iria primeiro tentar fazer com que minha família entendesse a situação, para que eu pudesse ir embora de maneira pacífica.”

A família de Pauloos começou então a procurá-lo e registrou uma queixa na polícia contra ele, acusando-o de blasfêmia, disse ele. Com a ajuda das autoridades, membros da família estão tentando rastreá-lo.

Batizado em setembro, depois de ter passado 10 anos aprendendo sobre a fé cristã, Pauloos diz que não se arrepende de ter aceitado Jesus com seu Salvador, embora ele tenha perdido os confortos de sua vida e sua família o está perseguindo.

Os membros da família já desconfiavam que Pauloos houvesse se convertido, pois ele era visto regularmente na companhia de pastores cristãos e estava evitando comparecer ao santuário islâmico para ver seu líder espiritual.

Depois de receber a informação de que estava sendo procurado pela polícia, Pauloos recebeu conselho de outros cristãos para que saísse do país, mas ele disse: “eu vou servir ao Senhor em meu país, mesmo que isso signifique a minha morte.”

Ore pela vida de Pauloos, para que o Senhor o proteja nessa fase difícil de sua vida e para que ele possa ver a mão de Deus o conduzindo para a melhor solução.


Fonte: Compass Direct /Missão Portas Abertas

Blogueiro Ricardo Gama sofre novas ameaças de morte

 
Ricardo Gama quando recebeu alta do hospital, depois de se recuperar do atentado que sofreu
Ricardo Gama quando recebeu alta do hospital, depois de se recuperar do atentado que sofreu


No dia 23 de março, o blogueiro Ricardo Gama, que quase todos vocês conhecem, pela sua independência, e por fazer denúncias sérias sobre os governos de Sérgio Cabral e Eduardo Paes foi vítima de uma tentativa de assassinato em Copacabana, em plena luz do dia. Foi um atentado para calar a sua voz.

Ricardo Gama levou 6 tiros, dois na cabeça e sobreviveu por pouco, depois de passar por várias cirurgias. Apesar do crime ter sido noticiado por toda a mídia, até do exterior, a Polícia Civil estranhamente ignorou o caso. Ao contrário de outros casos, nunca foram pedidas as imagens de câmeras de lojas e prédios próximos, não foi feita perícia, mal ouviram a vítima. Nunca um suspeito foi apontado, nenhuma versão foi apresentada, a Polícia Civil simplesmente jogou o inquérito na gaveta, o que obviamente suscita a suspeita de que o crime foi abafado, por motivos até agora não esclarecidos. Mas isso, como dizia Nelson Rodrigues, é o óbvio ululante.

Sem nenhuma proteção policial, na semana passada Ricardo Gama voltou a receber ameaças de morte. Por esse motivo desde sexta-feira, o seu blog parou de ser atualizado. É uma situação gravíssima. A sociedade e a imprensa não podem ficar caladas, porque hoje é com Ricardo Gama, amanhã pode ser com qualquer outro que levante a voz contra os desmandos, as injustiças e a roubalheira dos políticos.

Não podemos ficar calados diante dessa covardia.


Em tempo: Amanhã vou relembrar aqui, o caso do pai de santo cubano Rafael Zamora, assassinado em Santa Teresa, que por envolver um grande amigo e assessor de Cabral que é acusado de ser o mandante do homicídio também foi engavetado pela Polícia Civil.
 
BLOG DO GAROTINHO

Pastor é sequestrado e queimado vivo com as mãos amarradas, na África

Martin Beneke, de 45 anos, era pastor sênior e fundador da Life in Christ Network. O corpo de um pastor sul-africano foi encontrado tot...