sábado, 16 de fevereiro de 2013

Jovem é carbonizada em suposto ritual de magia negra

Corpo da adolescente foi encontrado próximo a uma vegetação na Serraria.
O corpo de uma adolescente foi encontrado carbonizado, na manhã desta sexta-feira (15), próximo a uma vegetação no loteamento Terra da Esperança, no bairro da Serraria. Com panelas de barro e penas de galinha ao lado do cadáver, equipes da Polícia Militar acreditam na possibilidade do crime ser ligado à magia negra.

 O jovem Weverton Henrique Ferreira relatou que o corpo foi encontrado por seu pai, que caminhava por volta de 5h com um amigo nas imediações. “Ele viu o corpo e logo ligaram para a polícia”. A jovem, morena e com cabelos curtos e cacheados, estava sem camisa e não tinha qualquer documento que a identificasse.
“Queremos o apoio da imprensa para informar aos familiares que, se tiverem algum parente desaparecido com essas características, procurem o Instituto Médico Legal para reconhecimento do corpo”, afirmou a soldado Rosa Maria Cunha, do Batalhão de Policiamento de Eventos.

O corpo da vítima foi encontrado em uma estrada de barro situada dentro de um residencial, próximo a uma vegetação que também estava queimada. “Acreditamos que ela tenha sido queimada viva nessa área de mato e tentou correr para a estrada de barro, mas não conseguiu resistir aos ferimentos”, contou a soldado.
Além da violência sofrida pela jovem, o que intrigou a Polícia Militar foi um material encontrado na trecho queimado da vegetação. Havia três panelas de barro, com latas de cerveja e penas de galinha.

“Não descartamos a possibilidade do crime ter sido motivado por magia negra”, acrescentou. Após ter sido acionado, o Batalhão de Eventos ligou então para o Instituto de Criminalística e para o Instituto Médico Legal, para efetuar a perícia e recolher o corpo.

Gazetaweb





 

Cantor evangélico é preso por abusar da neta e de outras crianças

Um cantor evangélico foi preso na manhã desta sexta-feira, no bairro da Chacrinha, em Nova Iguaçu, acusado de abusar sexualmente da neta de 13 anos e das amigas dela, também menores de idade. Os abusos, segundo a polícia aconteceram entre 2008 e 2011, em Queimados, também na Baixada Fluminense.

De acordo com policiais da 55ª DP (Queimados), o homem, de 54 anos, que alega problemas psiquiátricos e psicológicos, após abusar das meninas em sua casa, orientava a neta a ingerir a pílula do “Dia Seguinte” depois das relações sexuais. “Para uma pessoa que diz sofrer estes problemas, me pareceu bem frio e calculista ao orientar a neta a tomar o remédio.

 Além dela, que na época tinha 9 anos, abusou de duas crianças de 7 e 10 anos, que hoje tem 11 e 14”, disse o delegado titular Daniel Mayr.
Ainda segundo ele, a neta contou os abusos a mãe em dezembro, quando denunciou o caso. “A menina confirmou que o avô fazia sexo oral nela e tentava introduzir o pênis. Ainda abusou dela na frente das duas amigas, também vítimas. Elas não contaram antes o crime por medo e vergonha”, acrescentou.
Na delegacia, o acusado, que afirma frequentar a igreja Assembléia de Deus em Queimados, cantou um hino evangélico antes de confessar o crime. “Sofro com perda de memória e acabei fazendo isso.

Abusei delas, porém não agarrei à força e nem tirei a virgindade da minha neta. Pequei contra o céu e a terra.

Quem não tem pecado que atire a primeira pedra”, afirmou.
O acusado vai responder por três crimes de estupro de vulnerável e caso seja condenado pode pegar de 12 a 27 anos por cada um.

O Dia via Alagoas 24 horas




 


Brasil é laboratório para reverter declínio do catolicismo, diz NYT

Reportagem do New York Times (NYT) fala sobre desafio do sucessor de Bento XVI para manter o Brasil com status de país com a maior população católica do mundo diante do crescimento das igrejas evangélicas.

Sob o título “No Brasil, um laboratório para reverter o declínio do catolicismo”, o jornal The New York Times dedica uma reportagem ao cenário que o sucessor de Bento XVI encontrará no país – e as ameaças que o Vaticano terá de enfrentar. “Se há um lugar que reúne os desafios enfrentados pelo catolicismo no mundo, este lugar é o Brasil, país com o maior número de católicos e uma espécie de laboratório para as estratégias da igreja para atrair os seguidores de volta”, diz a reportagem.

O texto (leia a
íntegra, em inglês) diz que o Brasil disputa com os Estados Unidos o status de nação com maior número de pentecostais, em um momento em que a Igreja dá lugar ao surgimento de uma onda de igrejas evangélicas protestantes. Apesar da icônica estátua do Cristo Redentor que se eleva sobre o Rio de Janeiro, segue a reportagem, “há uma profunda ansiedade entre alguns católicos sobre o futuro de sua fé devido ao crescimento da secularização e indiferença em relação à religião”. Apenas 65% dos brasileiros dizem que são católicos, contra mais de 90% em 1970, segundo o censo de 2010. “O declínio tem sido tão excessivo e contínuo, especialmente no Rio, que um dos líderes da Igreja Católica no país, cardeal Cláudio Hummes, ressaltou: ‘Nos perguntamos com ansiedade: por quanto tempo o Brasil continuará a ser um país católico?’”, ressalta a reportagem.

O jornal lembra que a presença de Bento XVI era esperada para julho, na Jornada Mundial da Juventude. “Muitos dos fiéis brasileiros tinham esperança que a viagem representasse um novo foco do Vaticano na dupla ameaça da competição evangélica e crescimento do secularismo”. A expectativa agora é que o novo papa ainda visite o Rio – lembrando que dois brasileiros, o cardeal João Braz de Aviz e Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo, estão entre os apontados como possíveis candidatos a suceder Bento XVI. “Mas outros parecem resignados ao que descrevem como uma combinação de negligência e condescendência por parte do Vaticano”.

O New York Times cita uma socióloga da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Silvia Fernandes, afirmando que a grandes divisões na Igreja Católica brasileira, entre os bispos da Amazônia, que estão focados nos direitos humanos, do desflorestamento e na luta indígena, e as lideranças mais conservadoras e tradicionais da Igreja, no “relativamente próspero” sudeste do país.
Religiosos cantores
O jornal cita o grupo de padres cantores pertencentes ao movimento Renovação Carismática, “que busca revigorar as cerimônias católicas para aproximá-las do que os paroquianos geralmente encontram em outras igrejas”. Esses padres foram acolhidos pelo Vaticano, mas só até certo ponto, ressalta o jornal, citando o exemplo mais famoso, o padre Marcelo Rossi, um ex-personal trainer de 45 anos que já vendeu mais de 12 milhões de CDs e já celebrou uma missa em um estádio de futebol lotado com dezenas de milhares de pessoas. “Ele reclama de ter se sentido “humilhado” durante a visita de Bento XVI ao Brasil, em 2007, quando lideranças católicas o impediram de chegar perto do papa”.

O jornal cita ainda o que chama de “missas de libertação”, “que se assemelham a grupos de exorcismo e recebem congregantes que falam em diferentes línguas”. “Embora aspectos como estes possam desagradar alguns dentro da instituição Igreja Católica, o movimento carismático claramente conseguiu atrair muitos adoradores”.

O New York Times ressalta a influência da bancada evangélica no Congresso Nacional, a ampliação das atividades das igrejas evangélicas em países da América Latina e da África e o acesso de líderes evangélicos a passaportes diplomáticos. Lembra ainda a construção de grandes igrejas, citando o projeto de 200 milhões de dólares da Igreja Universal do Reino de Deus para erguer uma réplica do Templo de Salomão em São Paulo, com capacidade para 10.000 pessoas. Cantores evangélicos também têm muitos fãs, segue a reportagem, como Aline Barros, vencedora do Grammy com quase um milhão de seguidores no Twitter. Na televisão, pastores como Silas Malafaia, líder pentecostal do Rio de Janeiro, tornaram-se proeminente depois de atacar apoiadores do aborto e dos direitos dos gays.
Secularismo e fertilidade
Enquanto os evangélicos tornam-se mais poderosos, uma nova mudança ameaça igrejas de todos os tipos no Brasil, destaca o NYT: o crescimento do secularismo. Andrew Chesnut, especialista em religiões latino-americanas na universidade Virginia Commonwealth, diz que o seguimento que cresce mais rapidamente no cenário religioso brasileiro atualmente é o de ateus e pessoas não afiliadas a nenhuma igreja, grupo que corresponde a 15% da população.

“Para um país que tinha níveis desprezíveis de pessoas que se diziam ateus até a década de 1980, esse desenvolvimento aponta para grandes mudanças na sociedade brasileira”, diz o texto. “Para aumentar o problema para o Vaticano, muitas pessoas no Brasil que se dizem católicas raramente vão à missa, e católicos praticantes muitas vezes expressam frustrações em relação às políticas do Vaticano”.

Na América Latina, cada vez mais pessoas dizem não ter uma afiliação religiosa, fenômeno similar ao verificado na Europa e nos Estados Unidos, mas talvez menos pronunciado, avalia Philip Jenkins, professor de história do instituto para estudos da religião na Universidade Baylor, entrevistado pelo New York Times. Um sinal desse movimento seria a queda nas taxas de fertilidade, “que para a igreja significa menos crianças para serem batizadas, menos jovens candidatos a padres e freiras, e diminuição dos laços dos pais com a Igreja Católica”.

A taxa de fertilidade no Brasil, uma das menores da América Latina, está em cerca de 1,83 criança por mulher. “Se eu fosse um cardeal brasileiro, eu estaria ainda mais preocupado com o tamanho da família e as taxas de fertilidade, que são um prognóstico muito bom de secularização, do que com o Pentecostalismo”, diz Jenkins.

Fonte: Veja.com

Conselho Federal de Psicologia está a serviço do ativismo gay, diz Malafaia

                      
Conselho Federal de Psicologia está a serviço do ativismo gay, diz MalafaiaO pastor Silas Malafaia comentou sobre a nova tentativa de cassarem seu registro como psicólogo em um breve texto publicado no site Verdade Gospel.
Uma petição pública foi criada na internet solicitando que o Conselho de Psicologia Federal cancele o registro do pastor por suas declarações no programa “De Frente com Gabi”.
“O que o conselho de psicologia tem a ver com isto?”, questiona Malafaia que lembra que tanto no programa do SBT como em seus programas de TV ele se apresenta como pastor e não como profissional da psicologia.
“Estou garantido pela Constituição Federal no seu artigo 5º que me garante liberdade para expressar meus pensamentos, e não posso ser privado por convicções políticas, filosóficas, e religiosas. Os que se dizem injustiçados se tornaram os maiores intolerantes. Querem criminalizar a opinião.”
Malafaia criou um abaixo assinado online que tem o motivo inverso, a não cassação de seu registro de psicólogo

VERDADE GOSPEL

Bispo Macedo pode bater um recorde mundial neste sábado

Bispo Macedo pode bater um recorde mundial neste sábado                      
A editora Planeta e a livraria Saraiva estão discutindo os detalhes do evento que pode ser um recorde mundial. Trata-se do maior lançamento de um livro. No caso, a primeira parte da trilogia autobiográfica de Macedo, “Nada a Perder”.
O evento será amanhã no NorteShopping, no Rio de Janeiro, e os organizadores afirmam que esperam  160.000 pessoas no local. Isso significaria vender 160.000 livros em um único dia.
O local é estratégico, pois fica perto do primeiro templo erguido por Macedo ainda no final dos anos 70. Hoje é uma espécie de “quartel-general da Universal”.
A igreja está mobilizando voluntários para participar e comprar o livro que já vendeu 500.000 exemplares no país até o momento. O bispo Edir Macedo não estará presente, pois está no exterior.  Com informações Radar On-line.

MUSEU DE ISRAEL EXIBE GRANDE EXPOSIÇÃO SOBRE O REI HERODES

 


SARCÓFAGO DE HERODES
Foi inaugurada no Museu de Israel uma exposição sobre a vida e obra do rei Herodes, conhecido por ter sido contemporâneo de Jesus, no Seu nascimento, e ter construído o Segundo Templo de Jerusalém.
Mas até nisto há já uma "guerra" entre judeus e palestinos sobre quem tem o direito de escavar os artefatos. 
Os palestinos reclamam  que os artefatos foram retirados da "terra ocupada" em 1967 e que reivindicam como pertença sua para um estado independente a que chamam "palestina". Como se algum dia essa gente soubesse cuidar de patrimônio arqueológico ou tivesse alguma coisa a ver com a história da Judéia, da qual Herodes foi rei há 2 mil anos...
A mostra agora patente no Museu de Israel exibe bustos e estátuas do período em que os romanos ocuparam a Terra Santa e colocaram Herodes como monarca sobre a Judéia.
A peça principal da exposição é a reconstrução de uma parte do mausoléu de Herodes que os arqueólogos crêem ser o seu sarcófago.
Os historiadores indicam que Herodes reinou na Judéia entre os anos 37 a.C. até à sua morte no ano a a.C., portanto 4 anos antes da data celebrizada para o nascimento de Cristo em Belém da Judéia, levando a uma revisão da data do nascimento do Salvador para 6 ou 7 anos antes de Cristo.
O REI HERODES

HERODIUM
Herodes ficou conhecido pela sua crueldade, mas também pela sua megalomania, ao ter construído grandes palácios, como o de Massada, mas ficou célebre e reconhecido pela grandiosa reconstrução do Templo de Jerusalém.
A exposição denominada "Herodes, o Grande: a jornada final do rei", foi inaugurada no passado dia 12 e estará patente até ao próximo dia 5 de Outubro. Contém cerca de 250 peças arqueológicas recentemente achadas em Herodium, um monte não muito longe de Jerusalém onde se crê que Herodes e sua família foram sepultados.
Foi em 2007 que o conceituado arqueólogo israelita Ehud Netzer, da Universidade Hebraica de Jerusalém, descobriu o túmulo de Herodes em Herodium. Ali existia um palácio-fortaleza, um complexo de lazer com jardins, grandes piscinas, saunas decoradas e um teatro com um camarote real. Nos seus últimos anos de vida, o rei Herodes reconfigurou a arquitetura do complexo de forma a preparar o cenário para o seu enterro, tendo assim construído um magnífico mausoléu voltado na direção de Jerusalém.
Shalom, Israel!

Vinte e dois papas renunciaram ou foram obrigados a isso antes de Bento 16

Acompanhe a trajetória do papa Bento 16 - O garoto Joseph (à esq.), o irmão, Georg, a mãe, Maria, a irmã, também Maria, e o pai, Josef, em foto familiar KNA/Reuters


A renúncia de um papa não é um fato tão incomum na história antiga da Igreja Católica, segundo um especialista espanhol que documentou que 22 papas renunciaram ou foram obrigados a renunciar antes de Bento 16.
Em um trabalho, ao qual a Agência Efe teve acesso, o professor de História da Igreja e cônego da catedral de Barcelona (Espanha) Josep María Martí Bonet contabiliza e explica as renúncias papais, entre as que foram livres e as que foram violentas, algumas terminaram inclusive com o assassinato do papa.
O cônego sustenta que "na época antiga, se não considerarmos os muitos papas mártires, encontramos seis possíveis renúncias".
São as de Ponciano (anos 230-235), que morreu no exílio e renunciou pelo bem da Igreja; Eusébio (ano 309); João I (523-526); Silvério (535-537), acusado de alta traição por Belisário; João III (561-574), e Martinho I (649-655), que renunciou para facilitar a eleição de um papa que não fosse problemática e morreu exilado na Crimeia.
Segundo o trabalho histórico inédito, elaborado após a renúncia da anunciada na segunda-feira por Bento XVI, na época medieval foram obrigados a renunciar Constantino II (767); João VIII, ao qual tentaram envenenar; Estevão VI (896-897), que foi linchado e posteriormente estrangulado na prisão; e Leão V (903), que foi assassinado pela família romana dos tusculanos, os mesmos que mataram Cristóvão (o antipapa) no ano de 903.

O papa João X (914-928) foi envenenado e assassinado pela matriarca romana Marózia, que também matou Estevão VII (929-931).

O filho de Marózia, Alberico, assassinou sua mãe e também o papa João XI (931-935).

O papa Bento V (964) foi obrigado a exilar-se em Hamburgo; Bento VI (973-974) foi assassinado no castelo de São Angelo de Roma, e Bonifácio VII (984) também teve que se exilar e foi assassinado.

João XIV (983-984) morreu de fome no castelo de São Angelo; Bento IX (1033-1045) foi acusado de comprar o pontificado, e Gregório VI (1045-1046) foi deposto e exilado.

Bento X (1058-1059) renunciou por próprio convencimento e se transformou em um simples cardeal; João XXI (1276-1277) morreu em um acidente em Viterbo, e Celestino V (1294) renunciou.

O papa Gregório XII (1406-1414) foi o último a renunciar antes de Bento XVI (2005-2013), que comoveu o mundo católico com seu inesperado anúncio de que deixará o pontificado no dia 28 de fevereiro.

EFE

A VOLTA DE JESUS - Terremotos de magnitude 6,2 e 6,3 atingem Filipinas e Nova Zelândia ao mesmo tempo

Um terremoto de 6,2 graus na escala Richter sacudiu neste sábado (16) a ilha de Mindanao, no sul das Filipinas. Praticamente ao mesmo tempo, um terremoto de 6,3 graus atingia o norte da Nova Zelândia, a cerca de 8.000 km da ilha asiática. Em ambos os casos, as autoridades não informaram sobre vítimas ou a possibilidade de formação de um tsunami.


Terremoto de magnitude 6,7 mata dezenas nas Filipinas

 Trabalho de resgate em La Libertad, cidade filipina atingida por forte terremoto, continuam nesta quarta-feira. Segundo dados divulgados pelo governo do país, ao menos 55 pessoas foram vítimas do incidente. Cerca de 29 pessoas desapareceram em um avalanche que ocorreu em Guihulngan .
O Serviço Geológico dos Estados Unidos, que registra a atividade sísmica no mundo todo, localizou o hipocentro do sismo filipino a 99,2 quilômetros de profundidade e a 83 quilômetros da cidade de General Santos.
Já o serviço geológico neozelandês localizou o hipocentro do tremor a 294 quilômetros de profundidade no Oceano Pacífico e 195 quilômetros ao norte da cidade de Te Araroa, na Ilha do Norte neozelandesa e a 500 km da maior cidade do país, Auckland. No último terremoto de grandes proporções no país, em fevereiro de 2011, 185 pessoas morreram depois que um sismo de 6,3 graus sacudiu a cidade de Christchurch, no sul, e danificou 30 mil construções.




Terremoto atinge Nova Zelândia67 fotos

4 / 67
22.fev.2011 Reprodução de TV mostra estragos causados por um terremoto de 6,3 pontos que atingiu a Nova Zelândia
Círculo de Fogo
Filipinas e Nova Zelândia fazem parte do círculo de fogo do Pacífico, uma extensa linha nas bordas do oceano Pacífico formada por zonas de encontro de placas tectônicas muito ativas, que registram constantemente atividade sísmica. Na Nova Zelândia acontecem cerca de 14 mil terremotos a cada ano, dos quais entre 100 e 150 têm intensidade suficiente para serem percebidos. (Com Efe)

Bola de fogo é vista no céu da Califórnia.

Bola de fogo é vista no céu da Califórnia.    

Uma bola de fogo foi vista na noite desta sexta-feira (15) no céu da Califórnia (EUA). A informação é da rede de TV americana "NBC". O caso aconteceu no mesmo dia que um asteroide passou bem próximo da Terra. Horas antes, um meteoro havia caído nos Montes Urais (Rússia) e deixou mais de mil pessoas feridas.

Meteoro explode no céu da Rússia24 fotos

Imagem retirada de vídeo em estrada no Cazaquistão mostra a explosão do meteoro sobre a cidade de Tcheliabinsk, Rússia. Quase mil pessoas ficaram feridas pelos estilhaços de vidro quebrados com o choque .
Partes da Califórnia contaram ter visto uma bola de fogo no céu indo em direção ao chão por volta das 19h45 (horário local). A "NBC" afirma ter ouvido relatos de pessoas das cidades de Fairfield, Gilroy, Sacramento, Newark, Walnut Creek e Santa Helena.
Uma moradora da cidade de San Jose contou o que viu ao canal de TV. "Era algo de um verde brilhante quando apareceu pela primeira vez. Depois [o objeto] mudou de cor para um amarelo brilhante. Foi incrível!", falou Candice Guruwaiya.

Entenda a diferença

Asteroide Objeto rochoso, relativamente pequeno e inativo, que orbita o nosso Sol
Meteoroide Sobras de asteroides ou cometas que orbitam o nosso Sol
Meteoro Fenômeno que ocorre ao longo da atmosfera da Terra e deixa um rastro de luz no céu
Meteorito Quando um meteoroide ou um asteroide resistem à passagem pela atmosfera terrestre e atingem o solo do nosso planeta, ele é classificado como um meteorito
Cometa Objeto de gelo relativamente pequeno, mas muitas vezes ativo, que tem cauda de gás e poeira
  • Fonte: Othon Winter, professor e pesquisador de trajetórias espaciais da Unesp (Universidade Estadual Paulista), e Nasa (Agência Espacial Norte-Americana)
A bola de fogo foi vista no mesmo dia em que um asteroide com cerca de 45 metros de diâmetro e 130 mil toneladas passou sem causar danos perto da Terra nesta sexta-feira. Horas antes, um meteorito muito menor e inesperado caiu na Rússia, provocando pânico e causando mais de mil feridos.
Especialistas entrevistados pela "NBC" explicam que não há relação entre a bola de fogo e os outros dois fenômenos. O astrônomo Gerald McKeegan, do Centro de Estudos de Espaço e Ciência Chabot, em Oakland, disse que não viu a bola de fogo, mas com base nos relatos, acredita ter sido um meteoro "esporádico", que pode passar várias vezes ao dia. O pesquisador explicou que meteoros esporádicos trazem cerca de 15 mil toneladas de detritos espaciais à Terra a cada ano.

Meteoro causa pânico na Rússia

 
Mais de mil pessoas ficaram feridas depois de um meteoro passar sobre a região russa de Tcheliabinsk, nos montes Urais. Segundo a ministra regional de saúde, Marina Mokvicheva, os feridos foram atingidos por vidros estilhaçados e desabamentos decorrentes da onda de choque da explosão.
O objeto de dez toneladas que causou o estrago passou a cerca de 80 quilômetros da cidade de Satki, no distrito de mesmo nome, por volta das 9h20 locais (1h20 de Brasília) e se desintegrou. A Academia de Ciências da Rússia disse em uma declaração horas após a queda que o meteoroide chocou-se com a atmosfera da Terra a uma velocidade de pelo menos 54 mil quilômetros por hora e explodiu a cerca de 30-50 km acima do solo.
Testemunhas relataram aos jornais russos "Moskovskij Komsomolets" e "Kommersant Online" terem visto um forte clarão no céu sobre os montes Urais. Um morador de Tcheliabinsk chegou a descrever a imagem como a explosão de uma bomba nuclear. Ao clarão, se seguiu uma forte explosão que chegou a quebrar janelas, relatou o morador.

Asteoride passa perto da Terra sem provocar danos

Um asteroide que era acompanhado de perto por cientistas, com cerca de 45 metros de diâmetro e 130 mil toneladas, passou sem causar danos perto da Terra esta sexta-feira.
Imagens ao vivo de um telescópio situado no Observatório Gingin, no oeste da Austrália, mostraram o asteroide com forma similar a uma listra branca alongada movendo-se por um céu completamente escuro.
Os astrônomos afirmaram que a velocidade e a proximidade do asteroide dificultaram ainda mais seu acompanhamento, já que os telescópios tiveram que ser direcionados de uma forma muito precisa que multiplicava o risco de perdê-lo de vista.

Chamado 2012 DA 14, o asteroide passou a 27.000 km da Terra no momento da sua aproximação máxima - um décimo da distância entre a Terra e a Lua -, por volta das 19h25 GMT (17h25 de Brasília), anunciou a Nasa.

Pesando 135 mil toneladas, o asteroide poderia ter destruído uma grande cidade, caso houvesse caído no nosso planeta. "É o maior objeto detectado por cientistas a se aproximar da Terra", anunciou a agência espacial americana. (Com jornais internacionais)


FONTE . UOL.COM.BR

JACO - ISRAEL

De todos os relatos da Torá, este é um dos mais envoltos em mistério. Conta-nos a história da luta entre um ser humano e um anjo e a da ...