domingo, 1 de janeiro de 2012

A Religião Mundial Já Está Oficialmente Criada! Equivalente Espiritual das Nações Unidas!

A iniciativa das Religiões Unidas -- O jovem símbolo da rede global para a nova religião global. http://www.united-religions.org/youth/index.htm [Nota do Tabernaculonet: website desativado neste endereço*]
"Aproximadamente 200 delegados encerraram uma reunião interfé que durou uma semana em Stanford na sexta-feira, prevendo que tinham criado um movimento bem como uma instituição espiritual: as Religiões Unidas. O correspondente espiritual das Nações Unidas, como alguns referenciam o movimento, será uma assembléia mundial das muitas tradições espirituais da humanidade. A cúpula da conferência incluiu delegados de todos os continentes para inaugurar os esforços formais para a preparação da estrutura e missão da organização e para iniciar o processo de elaboração dos estatutos. Após vários anos de discussões, os planejadores da iniciativa finalmente passaram a tratar de negócios".
"'Agora vocês atuam como deputados!', o Rev. William E. Swing, bispo da Diocese Episcopal da Califórnia disse aos delegados no encerramento da conferência. 'Digam às pessoas que existe as Religiões Unidas, e que em algum lugar no mundo, está começando a acontecer: que todas as religiões terão um oásis onde poderão falar sobre a paz.' [Essa conferência ocorreu de 23 a 27 de junho de 1997]".
Há mais de uma década que dizemos que o atual Movimento Ecumênico era um precursor da religião global do Anticristo, que, de acordo com as Escrituras, será liderada pelo Falso Profeta. Antes de avançarmos mais na nossa história atual, precisamos rapidamente revisar algumas informações básicas.
1) A profecia bíblia - Descrição do Falso Profeta
Apocalipse 13:11 -- "Vi ainda outra besta emergir da terra; possuia dois chifres, parecendo cordeiro, mas falava como dragão. Exerce toda a autoridade da primeira besta na sua presença. Faz com que a terra e os seus habitantes adorem a primeira besta, cuja ferida mortal fora curada".
Essa é a Escritura-chave que nos diz que a "segunda besta", que segue a primeira besta no Apocalipse 13:10 [o Anticristo] levará os povos do mundo todo a adorarem o Anticristo. Historicamente, os estudiosos da Bíblia chamam essa 'segunda besta' de Falso Profeta.
Além disso, sabemos que essa 'segunda besta' será um líder cristão, um falso líder cristão; leia atentamente a descrição: "possuia dois chifres, parecendo cordeiro". Logicamente, Jesus Cristo é consistentemente chamado de "Cordeiro de Deus" ou o "Cordeiro que tira o pecado do mundo" [João 1:29,36] Portanto, um cordeiro simboliza o verdadeiro Salvador do mundo, Jesus Cristo. Assim, essa passagem nos apresenta um falso cordeiro, um líder que afirma ser "cristão", e que é aceito como tal pela vasta maioria das pessoas.
No entanto, sabemos que esse Profeta é falso e satânico pela próxima frase em Apoc 13:11, "mas falava como dragão". Nas Escrituras, satanás é chamado de "dragão" [Apoc 12:9], de modo que sabemos que esse Falso Profeta será energizado por satanás, exatamente como o Anticristo. Depois, em Apoc 16:13-14, vemos que o Anticristo e o Falso Profeta serão possessos por entidades demoníacas, que para o Apóstolo João tinham a aparência de rãs [a propósito, esse é um tipo de possessão demoníaca comum e que aflige muitas pessoas que aderem às religiões de Nova Era]. "Então vi sair da boca do dragão, da boca da besta e da boca do falso profeta vi três espíritos imundos, semelhantes a rãs; porque eles são espíritos de demônios, operadores de sinais, e se dirigem aos reis do mundo inteiro com o fim de ajuntá-los para a peleja do grande dia do Deus Todo-poderoso".
Agora que estabelecemos a profecia bíblica que fala sobre a existência de um Falso Profeta religioso que levará o mundo à adoração ao Anticristo, e agora que estabelecemos a verdade bíblica que esse falso líder religioso afirmará ser cristão e será aceito como tal, precisamos rever uma parte mais importante e pertinente do Plano da Nova Ordem Mundial. Em outro artigo, reimprimimos o texto inteiro das minhas observações em um seminário para os membros da Casa da Teosofia de Boston. Durante esse seminário, Bill Lambert, o Diretor de Teosofia da Nova Inglaterra, detalhou o plano por meio do qual a Religião da Nova Ordem Mundial seria estabelecida. Vamos revisar as passagens pertinentes.
O nome desse seminário foi "Possíveis e Prováveis Eventos no Futuro", e ocorreu no Escritório de Boston da Casa da Teosofia em 18/8/1991. Durante sua exposição no seminário, Bill Lambert explicou muitos aspectos importantes e reveladores do Plano da Nova Ordem Mundial para criar o Anticristo e o Falso Profeta. Lambert revelou que a pessoa que tinha sido selecionada para preencher essa posição de liderança religiosa, e não era ninguém menos que o papa da Igreja Católica Romana!! Veja a explicação de Lambert:
"No momento apropriado na história, o papa visitará o setor judeu/cristão/mulçumano de Jerusalém para anunciar que todas as religiões devem ser combinadas em uma só".
Assim, o papa foi selecionado para ser o líder global da Religião da Nova Ordem Mundial!! Isso torna-o o Falso Profeta da Bíblia!! Mas, e a profecia, em Apoc 13:11-12, que ele será o mesmo tipo de indivíduo energizado espiritualmente por satanás que o Anticristo? Felizmente, tive também a oportunidade de ter essa pergunta respondida. Quando o sr. Lambert iniciou o seminário, ele disse que qualquer pessoa poderia interrompê-lo a qualquer tempo com uma pergunta, bastando fazer um sinal com a mão. Logo após dizer que o papa seria o líder da Religião da Nova Ordem Mundial, Lambert começou a compartilhar conosco que o Anticristo somente poderá aparecer quando um número significativo de pessoas puder aceitá-lo. Lambert associou essa aceitação como "ser um receptor adequado" para o Cristo [Anticristo]. Citando as palavras de Lambert:
"As energias querem fluir da Hierarquia para a terra para produzir a manifestação física do Cristo; mas, tal fluxo somente pode ocorrer quando a humanidade elevar sua consciência coletiva para serem receptores adequadamente despertados" (Pg 617-18, Externalization of the Hierachy, parafraseado pelo sr. Lambert).
Neste ponto, levantei minha mão e perguntei: "Lambert, o senhor disse anteriormente que o papa irá a Jerusalém, quando o Senhor Maitreya aparecer, existirão três tipos de pessoas:
- Aqueles cujas consciências foram adequadamente elevadas e que poderão aceitá-lo imediatamente;
- Aqueles cujas consciências foram elevadas, mas não o suficiente para que possam aceitá-lo prontamente, mas que poderão aceitá-lo após uma maior iluminação;
- Aqueles que nunca o aceitarão'.
Continuei:
'Qual responsabilidade os líderes das religiões do mundo têm com relação aos membros de seus rebanhos que são do grupo número dois? Eles recomendarão publicamente que essas pessoas aceitem o Cristo?'.
A resposta de Bill foi que a aceitação do Cristo será um assunto totalmente individual.
Tentei então fazer Bill afirmar que um dos líderes da religião do mundo assumirá o papel do Falso Profeta bíblico. Eu disse, 'Voltando 'a questão do papa por um instante, Bill. Você disse que, no momento certo, o papa irá a Jerusalém. Certamente o papa é um receptor adequado para o Cristo'.
Neste ponto, Bill balançou a cabeça afirmativamente, afirmando que o papa é um receptor adequado para o Cristo".
O papa Católico Romano é um receptor adequado para o Cristo, o Anticristo!! Essa é uma revelação inacreditável! E, como o papa é um receptor adequado para o Cristo [o Anticristo], e como ele afirma ser um líder cristão, e é aceito como tal, pode cumprir o papel do Falso Profeta!!
Agora, voltando à nossa história.
A Igreja Católica Romana lidera o Movimento Ecumênico quase que desde o início, e é bem sucedida em criar pontes para transpor as distâncias que existem entre todas as religiões do mundo, incluindo os grupos cristãos apóstatas e liberais. Mas, agora, chegou a hora de ir a público com o plano descrito anteriormente como o 'Projeto da Aliança da Nova Jerusalém', para a criação das 'Religiões Unidas'.
Observe que citamos o bispo episcopal Swing que afirmou que essa Iniciativa das Religiões Unidas produziria a "paz" no nosso mundo. Isso deve chamar a atenção de qualquer cristão que conheça as profecias bíblicas, pois o apóstolo Paulo disse que o reino do Anticristo viria entre proclamações de 'paz e segurança' [I Tess 5:1-2].
"David Cooperrider, um professor na escola de administração da Case Western Reserve University e consultor para o projeto das Religiões Unidas, imaginou tanto ' um local institucional para discussões do bem global' e uma 'estrutura similar a uma rede' para projetos, associação de membros, e reuniões em todo o mundo. Embora Cooperrider estude e ofereça consultoria para 75 organizações globais, incluindo 'Save the Children' e 'Nature Conservancy', a Iniciativa das Religiões Unidas o inspirou como nenhuma outra. Ele descreveu de 'momento extraordinário' a reunião desta semana. A iniciativa arrecadou $2,1 milhões em dinheiro e compromissos de contribuição futura. A conferência custou quase $400.000, com bolsas de viagem oferecidas a aproximadamente 35 delegados. Nos próximos 18 meses, as conferências regionais estão planejadas para Johannesburg, África do Sul; Cairo, Egito; e Delhi, Índia.
"Esta semana, os 200 delegados definiram mais de 20 grupos que trabalharão no próximo ano para responder perguntas sobre a localização, patrocínio financeiro e organização das Religiões Unidas. Como os corpos constituintes dentro das Religiões Unidas se relacionam um com o outro e como as Religiões Unidas colaborarão com outras organizações interfé e globais? Quando os delegados se reunirem no próximo mês de junho -- Stanford poderá ser novamente o local -- eles ouvirão uma série de documentos delineando a missão das Religiões Unidas e começarão a definir as prioridades. Eles devem lutar com os problemas da população? A necessidade de solução dos conflitos entre grupos religiosos em áreas regionais? A erradicação da pobreza?".
Nessa menção da necessidade de "solucionar os conflitos" a promessa que a futura religião global, que será o "equivalente espiritual das Nações Unidas", será o único modo de atingir "segurança" no mundo? Se for, então esse projeto das Religiões Unidas cumprirá a segunda parte da advertência de Paulo em I Tess 5:1-2, que o desastre do Período da Tribulação somente virá quando as pessoas receberem a certeza que o mundo finalmente alcançou "paz e segurança".
Esse artigo então descreve as várias pessoas que participaram da conferência como delegados:
1. Cristãos - Católicos e episcopais são os únicos grupos especificamente mencionados.
2. Mulçumanos.
3. Rede Norte-Americana Interfé (NAIN). Você pode encontrar todos os tipos de sites para esse grupo Ecumênico.
4. Budistas.
5. Hindus.
6. Judeus.
7. Sikhs.
Estamos tentando obter uma lista completa de todos os delegados nessa conferência, pois a participação desse ajuntamento do Anticristo será muito útil na identificação da verdadeira natureza desses grupos.
Um link a esse Projeto de Iniciativa das Religiões Unidas identificou ainda mais pessoas envolvidas com esse projeto. Nós as listamos abaixo:
"Os participantes na conferência, incluindo os oradores, como os laureados pelo Prêmio Nobel Arcebispo Desmond Tutu e a sra. Betty Williams, e o proeminente muçulmano Dr. Javid Iqbal, e líderes interfé internacionais...".
"Um dia após essa conferência, o Serviço de Adoração do Cinquentésimo Aniversário das Nações Unidas ocorreu na Catedral da Graça, liderado pelo Bispo Swing. Foram necessários dois anos de trabalho duro para planejar essa liturgia de uma hora. Tanto na Conferência dos Jovens quanto no Serviço de Adoração, a idéia das Religiões Unidas foi tornada pública. Após esses eventos, tornou-se claro que, para mover as Religiões Unidas da visão para a realidade uma rede de líderes religiosos e interfé tinha de compartilhar em um processo de oração, diálogo e pensamento criativo. Com isso em mente, em setembro de 1995, o Bispo Swing falou em uma reunião de Organizações Não Governamentais religiosas nas Nações Unidas. O evento foi liderado por Ven. Chung Ok Lee, um sacerdote budista Won e proponente das Religiões Unidas há mais de 20 anos. Em outubro de 1995, o Bispo Swing visitou líderes religiosos na China".
"De fevereiro a abril de 1996, o Bispo Swing viajou para a Índia, para o Oriente Médio, e Europa, buscando compromissos dos líderes de muitas religiões do mundo, incluindo o Dalai Lama, o Sankaracharya de Kancheepuram, grande mufti do Islã no Cairo, Madre Teresa, e o Arcebispo de Canterbury, e com pessoas ativas no trabalho interfé, incluindo aqueles em uma conferência no Centro Internacional Interfé, em Oxford. Em julho e agosto de 1996, o bispo visitou líderes religiosos no Japão e na Coréia".
Agora, soubemos que o bispo Swing conseguiu o compromisso de muitas das religiões do mundo, e que a Madre Teresa, da Igreja Católica Romana!!! Não é de se admirar, então, que a Madre Teresa tenha feito viagens ao Vaticano para encontrar-se como o papa João Paulo II, apesar de sua idade avançada. Ela evidentemente é a pessoa de ponta nesse esforço global de unir as religiões do mundo em uma só. No artigo "Gorbachev is More Dangerous than Ever Before! Part 1 of 2", descobrimos que Madre Teresa estava representando a Igreja Católica Romana em uma importante conferência de líderes da Nova Ordem Mundial. Não se deixe enganar: O papa Católico Romano é o Falso Profeta descrito na Bíblia!!
"Durante a conferência, cada participante foi solicitado a 'colocar-se 30 anos no futuro'. O Ano é 2026. Visualize as Religiões Unidas que você acha que o mundo precisa - as RU que você também deseja. Visualize-a como se ela existisse agora. Como parte da sua visão, imagine a variedade e os tipos de contribuições que as RU estão fazendo ao mundo".
As discussões que fluiram dessa atribuição refletiram nosso mais profundo desejo de viver em um mundo seguro que reflita mais de perto o amor divino por todas as pessoas: um mundo onde as pessoas respeitem umas às outras, sirvam aos necessitados, e cuidem da terra e de todos os seres vivos; um mundo onde a religião não encabece mais o ódio e a violência, mas sim o diálogo, a celebração da diversidade, e a ação cooperativa para o bem global. [Nota: Agora, você tem a palavra que estamos esperando: "segurança". Exatamente como a Bíblia diz, a nova Religião Unida está sendo proposta com base nos temas de "paz e segurança". O tempo está realmente ficando cada vez mais curto]
"A conferência não termina com sonhos. Os participantes foram desafiados a criar um plano de ação para ajudar esses sonhos a se tornar realidade. Esse plano inclui um esforço para criar uma vasta rede de suporte e orientação mantendo reuniões em todo o mundo, no início de 1997, para permitir que as pessoas de diferentes países, culturas, religiões, e formações culturais, profissionais e econômicas se reunam para ajudar a moldar a visão das Religiões Unidas. As vozes, imagens e compromissos com as ações dessas reuniões e outros esforços no próximo ano inspirarão o processo de elaboração dos estatutos para começar em San Francisco em junho de 1997".
O modo mais efetivo de alcançar o sucesso nos empreendimentos humanos é definir objetivos, chamados aqui de "plano de ação". Mas, para levar seu Plano de Ação para a frente, você também precisa definir um calendário no qual as várias partes do seu plano possam esperar ser alcançadas. Esses são simplesmente bons princípios de administração.
Portanto, achamos muito significativo que os líderes desse Projeto das Religiões Unidas também tenham criado um "Calendário para RU 2000". Achamos até mais interessante observar que esse calendário religioso seja para o ano 2000, que é precisamente o ano em que os planos políticos e comerciais requerem a implementação total de suas partes da Nova Ordem Mundial -- o ano 2000!!! Assim, como todos os bons planos complexos, o planejamento do tempo é idêntico!!
Calendário para R.U. 2000, em http://www.united-religions.org/ur_4.html [Nota do Tabernaculonet: website desativado neste endereço*]
* Julho de 1996 a 1997, a iniciativa promoverá uma campanha global, promovendo conferências regionais, e utilizará a Internet para obter suporte dos líderes para a criação das Religiões Unidas no nível global.
* 23-27 de junho de 1997, a Iniciativa promoverá uma conferência, na Universidade de Stanford, na Califórnia, pdos 100 delegados das religiões históricas e 100 representantes espirituais de outros movimentos, para iniciar um processo de elaboração dos estatutos.
* Junho de 1997 a junho 1998, os participantes da conferência envolverão suas próprias comunidades em valorizar o progresso até a data atual, refinando ainda mais a visão e propósito das Religiões Unidas, e em determinar qual papel eles desejam ter na criação das RU por volta do ano 2000. Imaginamos as reuniões sendo mantidas tanto dentro das tradições da fé e entre eles e outros para coletar idéias para a escrita dos estatutos, que será iniciada em 1998.
* Junho de 1998 a junho de 2000, os Estatutos das Religiões Unidas serão escritos e revisados em uma série de conferências anuais. Entre as conferências, rascunhos dos estatutos circularão globalmente para receber comentários e revisões. O trabalho de criar um rede bem ampla de participação na iniciativa das Religiões Unidas continuará durante todo o processo de preparação dos estatutos.
* Junho de 2000, os Estatutos das Religiões Unidas serão assinados, provavelmente em Jerusalém, de acordo com as revelações de Bill Lambert, mencionadas anteriormente. Provavelmente será nessa cerimônia de promulgação dos estatutos, que o papa anunciará que todas as religiões do mundo estão fundidas. Certamente, neste ponto, se não antes, o papa oficialmente torna-se o Falso Profeta.
Agora, vamos retornar à essa história de Conferência Interfé na Universidade Stanford, que gerou as Religiões Unidas do mundo. "O último dia da conferência começou com orações, oferecidas por três homens indianos: um cristão, um maometano e um sikh. Lá fora, a quadra ensolarada estava decorada como bandeiras com símbolos religiosos de doze ou mais tradições".
Não conseguimos encontrar essas bandeiras, mas encontramos um grupo de treze religiões que estão envolvidas nesse esforço ecumênico global que finalmente produziu as Religiões Unidas. Mostramos algumas dessas religiões a seguir:
1) Religiões antigas (paganismo)
2) Fé B'nai B'rith
4) Cristianismo
5) Religiões orientais
8) Judaismo
9) Religiões de magia
10) Panteismo
11) Sikh

O tempo que antecede o aparecimento do Anticristo e a indicação de seu correspondente religioso, o Falso Profeta, está ficando muito curto.


>> Fonte: Texto original: Pr. David Bay, para o website "The Cutting Edge".Tradução: Jeremias R. D. P. dos Santos, para o website "A Espada do Espírito". Informamos que a matéria está divulgada de forma integral e sem alterações ou cortes no texto.
>> Nota: Pelo que percebi, o website* as Religiões Unidas agora é este: www.uri.org.

VIA GRITOS DE ALERTA

A farsa da adoração a um anjo caído

Neste artigo pretendo explicar porque há muitos séculos existe uma farsa criada em torno de quem foi Lucifer. A grande maioria das pessoas (que de alguma forma acreditam no Cristianismo) tem uma ideia errada a respeito de Lucifer. Muitos destes são inclusive cristãos verdadeiros, que por falta de conhecimento (Oséias 4:6) dão a Lucifer uma glória que nunca lhe pertenceu.
Não vou entrar no mérito do uso do nome "Lucifer" (que não aparece na Bíblia), só fazer alguns comentários a respeito. Nem entrar em detalhes não explicados claramente na Bíblia.
A palavra "Lucifer" vem do latim "Lux fero", significa "portador da luz" e representa "estrela da manhã", "estrela matutina", "estrela da alva", segundo principalmente a bíblia Vulgada (tradução em latim da bíblia, produzida a partir do original em hebraico por um padre chamado Jerônimo a pedido do papa Dâmaso I, entre os séculos IV e V numa região próxima à Eslovênia e à Croácia). A palavra "Lucifer" também representa a estrela D'Alva e o planeta Vênus (por isso existe muita referência a Lucifer no Ocultismo usando o planeta Vênus ou a deusa romana Vênus).
Algumas traduções da Bíblia que usaram como fonte a Vulgata começaram a trazer o nome "Lucifer". Este foi um dos fatores que fez com que as pessoas usassem a palavra para identificar Satanás antes de sua queda.
Outro fato é que, segundo o relato de vários ex-satanistas, no Satanismo é usado o nome "Lucifer" para identificar Satanás.
Em II Coríntios 11:14 diz que "o próprio Sanatás se transforma em anjo de luz", então provavelmente por isso (enganação) Satanás goste de ser chamado de "Lucifer" por seus seguidores: até hoje ele tenta se passar por um "anjo de luz".
Na verdade não tem a menor importância o nome de Satanás antes da queda. Se fosse importante certamente seu nome teria sido citado na Bíblia.
Vamos verificar os textos bíblicos que falam de Lucifer e confirmar que muito do que se fala por aí sobre ele não passa de mentira. As pessoas não buscam informações, simplesmente acreditam no que ouvem por aí e aceitam como realidade.
Muitas pessoas entram em contato comigo por causa dos dizeres que há muito tempo coloquei no topo das páginas do site Tabernaculonet. Os dizeres são exatamente estes:
Lucifer nunca foi líder de nada! Ele nunca foi: "maestro dos anjos", "líder do louvor no céu", "o líder dos anjos, estando logo abaixo de Deus", "anjo governante" ou coisas do tipo. Nenhum termo deste tipo existe na Bíblia!
NÃO DÊ A SATANÁS UMA GLÓRIA QUE ELE NUNCA TEVE E NUNCA TERÁ!
Pior que estas pessoas questionam estes dizeres, achando-os absurdos. Não se dão ao trabalho de procurar as informações na Bíblia. Minha resposta é sempre a mesma: pergunto onde na Bíblia está qualquer um dos termos que informei nos dizeres.
O desafio está lançado: se você encontrar na Bíblia qualquer um dos dizeres abaixo referindo-se a Lucifer/Satanás, entre em contato comigo informando a referência bíblica.
Estes são alguns dos títulos que irresponsavelmente dão por aí a Lucifer:
- "anjo governante"
- "maestro dos anjos"
- "líder do louvor no céu"
- "líder dos anjos"
- "estava logo abaixo de Deus na hierarquia"
Engraçado que algumas pessoas me enviam simplesmente "consulte o livro X, capítulo Y, versículo Z que está falando de Lucifer", mas não tem a preocupação de ler o texto! Não precisa nem interpretar, é só ler e perceber que não cita quaisquer dos termos acima.
Outros irresponsavelmente afirmam que Lucifer tinha posição de destaque citando como base versículos que dizem respeito aos querubins de modo geral. Na verdade, para os cristãos-protestantes a hierarquia dos anjos não é um assunto importante, já que a Bíblia não tem a preocupação de explicá-la. O fato é que a patente "querubim", segundo a maioria dos teólogos acredita, não seria nem a patente mais alta entre os anjos. Alguns estudiosos acreditam que os serafins são a patente mais alta e outros acreditam que são os arcanjos.
Vamos ao que interessa: o que a Bíblia diz.
Segundo a grande maioria dos teólogos cristãos, os principais textos que dizem respeito a Lucifer são: Ezequiel 28:11-19 e Isaías 14:12-15. Cito-os abaixo, em três traduções:
Ezequiel 28:11-19:
Almeida Corrigida e Revisada Fiel:
Veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:
Filho do homem, levanta uma lamentação sobre o rei de Tiro, e dize-lhe: Assim diz o Senhor DEUS: Tu eras o selo da medida, cheio de sabedoria e perfeito em formosura.
Estiveste no Éden, jardim de Deus; de toda a pedra preciosa era a tua cobertura: sardônica, topázio, diamante, turquesa, ônix, jaspe, safira, carbúnculo, esmeralda e ouro; em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros; no dia em que foste criado foram preparados.
Tu eras o querubim, ungido para cobrir, e te estabeleci; no monte santo de Deus estavas, no meio das pedras afogueadas andavas.
Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniquidade em ti.
Na multiplicação do teu comércio encheram o teu interior de violência, e pecaste; por isso te lancei, profanado, do monte de Deus, e te fiz perecer, ó querubim cobridor, do meio das pedras afogueadas.
Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; por terra te lancei, diante dos reis te pus, para que olhem para ti.
Pela multidão das tuas iniquidades, pela injustiça do teu comércio profanaste os teus santuários; eu, pois, fiz sair do meio de ti um fogo, que te consumiu e te tornei em cinza sobre a terra, aos olhos de todos os que te veem.
Todos os que te conhecem entre os povos estão espantados de ti; em grande espanto te tornaste, e nunca mais subsistirá.
Sociedade Bíblica Britânica:
Demais, veio a mim a palavra de Jeová, dizendo:
Filho do homem, faze uma lamentação sobre o rei de Tiro, e dize-lhe: Assim diz o Senhor Jeová: Tu eras o selo da simetria e a perfeição da sabedoria e da formosura.
Estiveste no Éden, jardim de Deus; cobrias-te de todas as pedras preciosas: o sárdio, o topázio, o diamante, o berilo, o ônix, o jaspe, a safira, a esmeralda, o carbúnculo e o ouro. Em ti se faziam os teus tambores e os teus pífares: no dia em que foste criado foram preparados.
Tu eras o querubim ungido que cobre; e estabeleci-te, de sorte que estivesses sobre o monte santo de Deus; andaste no meio das pedras de fogo.
Tu eras perfeito nos teus caminhos desde o dia em que foste criado, até que a iniquidade se achou em ti.
Pela abundância do teu tráfico encheram de violência o teu interior, e pecaste; portanto te lancei, profanado, do monte de Deus, e te exterminei, ó querubim cobridor, do meio das pedras de fogo.
Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; lancei-te por terra, diante dos reis te pus, para que te contemplem.
Pela multidão das tuas iniquidades, na injustiça do teu tráfico, tens profanado os meus santuários; portanto fiz sair do meio de ti fogo, que te devorou, e te reduzi a cinzas sobre a terra à vista de todos os que te contemplam.
Todos os que te conhecerem entre os povos, ficarão espantados de ti; tu te tornas em pavor, e tu não subsistirás mais.
NVI:
Esta palavra do Senhor veio a mim:
"Filho do homem, erga um lamento a respeito do rei de Tiro e diga-lhe: ‘Assim diz o Soberano Senhor: ‘Você era o modelo de perfeição, cheio de sabedoria e de perfeita beleza.
Você estava no Éden, no jardim de Deus; todas as pedras preciosas o enfeitavam: sárdio, topázio e diamante, berilo, ônix e jaspe, safira, carbúnculo e esmeralda. Seus engastes e guarnições eram feitos de ouro; tudo foi preparado no dia em que você foi criado.
Você foi ungido como um querubim guardião, pois para isso eu o determinei. Você estava no monte santo de Deus e caminhava entre as pedras fulgurantes.
Você era inculpável em seus caminhos desde o dia em que foi criado até que se achou maldade em você.
Por meio do seu amplo comércio, você encheu-se de violência e pecou. Por isso eu o lancei em desgraça para longe do monte de Deus, e eu o expulsei, ó querubim guardião, do meio das pedras fulgurantes.
Seu coração tornou-se orgulhoso por causa da sua beleza, e você corrompeu a sua sabedoria por causa do seu esplendor. Por isso eu o atirei à terra; fiz de você um espetáculo para os reis.
Por meio dos seus muitos pecados e do seu comércio desonesto você profanou os seus santuários. Por isso fiz sair de você um fogo, que o consumiu, e eu reduzi você a cinzas no chão, à vista de todos os que estavam observando.
Todas as nações que o conheciam ficaram chocadas ao vê-la; chegou o seu terrível fim, você não mais existirá’".
Observação: "querubim cobridor" e "querubim ungido que cobre" se referem à guarda (cobrir, dar cobertura, guardar). Por isso a tradução NVI usa o termo "querubim guardião".
Isaías 14:12-15:
Almeida Corrigida e Revisada Fiel:
Como caíste desde o céu, ó estrela da manhã, filha da alva! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações!
E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte.
Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo.
E contudo levado serás ao inferno, ao mais profundo do abismo.
Sociedade Bíblica Britânica:
Como caíste do céu, ó estrela radiante, filho da alva! como estás cortado até a terra, tu que abatias as nações!
Tu dizias no teu coração: Subirei ao céu, exaltarei o meu trono acima das estrelas de Deus e sentar-me-ei no monte da congregação nas extremidades do norte.
Subirei acima das alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo.
Todavia serás precipitado para o Sheol, para as extremidades do abismo.
NVI:
Como você caiu dos céus, ó estrela da manhã, filho da alvorada! Como foi atirado à terra, você, que derrubava as nações!
Você que dizia no seu coração: "Subirei aos céus; erguerei o meu trono acima das estrelas de Deus; eu me assentarei no monte da assembleia, no ponto mais elevado do monte santo.
Subirei mais alto que as mais altas nuvens; serei como o Altíssimo".
Mas às profundezas do Sheol você será levado, irá ao fundo do abismo!
Estes textos não se referem literalmente a Lucifer, mas a maioria dos teólogos afirma que indiretamente dizem respeito a ele. Alguns estudiosos afirmam que era comum entre os profetas usar acontecimentos humanos para expressar a grandiosidade de acontecimentos espirituais. Bom, se existem textos Bíblicos sobre Lucifer são estes. Mesmo estes não trazem nenhum dos termos contidos nos dizeres citados acima, a respeito de títulos inexistentes que dão a Lucifer por aí. Que Lucifer tocava instrumentos musicais é fato (a partir do momento que acreditamos que estes textos dizem respeito a ele), mas isso não era algo restrito a ele. A Bíblia não diz isso, e diz que o louvor a Deus (música) sempre foi algo comum no céu. Deus é o Criador, e certamente a música também foi criada por Ele, para Seu louvor. Os anjos foram criados para adorá-Lo com a música criada por Ele.
Vamos entender outro versículo que trata sobre a queda de Satanás:
Apocalipse 12:9: "Foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se chama Diabo e Satanás, aquele que engana todo o mundo; sim, foi precipitado na terra, e precipitados com ele os seus anjos."
O termo "seus anjos" se refere aos demônios que ele passou a liderar depois da sua queda, e nenhuma ligação tem com seu estado anterior à queda. Seu estado depois da queda expressa o afastamento completo de Deus, invertendo totalmente os atributos de beleza, pureza e perfeição. Este versículo foi escrito em Apocalipse, isto é, milênios depois da queda de Lucifer. Por isso foi expressa a ideia dos "seus anjos" (no caso anjos caídos, demônios). Deus nunca dividiu nem nunca dividirá Sua liderança com quem quer que seja no mundo espiritual!
Que, independente da hierarquia, os querubins são anjos importantes isso é fato. Que Lucifer era belíssimo, perfeito em suas atitudes, guardião e muitíssimo sábio é o que segundo os estudiosos os versículos acima dizem. Mas não existe neles ou outro versículo bíblico qualquer citação dos termos "maestro dos anjos", "líder do louvor no céu", "líder dos anjos", "logo abaixo de Deus na hierarquia", "anjo governante", ou qualquer termo que expresse algum tipo de liderança. Não existe! Não há o que interpretar, supor ou inventar. Não dê a Lucifer/Satanás uma glória que ele nunca teve e jamais terá!
Concluindo com mais verdades sobre Lucifer/Satanás, cito:
Lucas 10:18: "Respondeu-lhes Jesus: Eu via a Satanás cair do céu como relâmpago."
II Coríntios 11:14: "Não é de admirar; pois o próprio Sanatás se transforma em anjo de luz."
Apocalipse 20:2: "Ele se apoderou do dragão, da antiga serpente, isto é, do Diabo e Satanás."
Romanos 16:20: "O Deus de paz em breve esmagará a Satanás debaixo dos vossos pés."
João 10:10a: "O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir"
Meu objetivo não é simplesmente passar informações sobre Satanás, apesar de achar importante conhecer o inimigo acho infinitamente mais importante conhecer o único Deus, mas trazer luz a uma questão importante que confunde muitos cristãos. Espero que tenham ficado claras as diferenças entre o que está na Bíblia e o que é popularmente falado por aí.


VIA GRITOS DE ALERTA.
INF. TABERNACULO NET

Alerta contra enganos

"E Jesus respondendo, disse-lhes: acautelai-vos, que ninguém vos engane, porque muitos virão em meu nome dizendo: eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. E ouvireis de guerras e de rumores de guerras. Olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim, porquanto se levantará nação contra nação e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos em vários lugares. Mas todas estas coisas são o princípio de dores. Então vos hão de entregar para serdes atormentados e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as gentes por causa do meu nome. Neste tempo, muitos serão escandalizados e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se aborrecerão. E surgirão muitos falsos profetas e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará." (Mateus 24:4-12).
Podemos ver nos jornais, nas emissoras de rádio e nas de televisão que esta profecia feita por Jesus está sendo cumprida neste exato momento. Não é mais algo para o futuro. Enquanto estava lendo essa passagem em Mateus, um anjo novamente me levou acima da terra. Ele disse:
- Venha, eu quero mostrar a você o que Satanás está fazendo neste exato momento.
Ao olhar, o anjo apontou para baixo dizendo:
- Observe o que está saindo do ventre e da boca de Satanás.
Pude ver, então, uma nuvem escura saindo da sua boca e cobrindo toda a Terra, pondo uma sombra sobre todo o globo terrestre. Perguntei ao anjo o que era aquela nuvem.
- Observe mais de perto – ele respondeu.
Ao observar vi que a nuvem era, na verdade, composta como que de minúsculos insetos - inúmeros. Estes insetos estavam descendo sobre a América, sobre as igrejas e sobre os lares cristãos. Não vi nenhum descrente sendo atacado naquele momento. Quando os 'insetos' pousavam sobre os cristãos, o que parecia ser pelo menos dois ou três deles ficavam andando pelas orelhas; em alguns momentos, entravam nas orelhas das pessoas.
- O que são estas coisas e o que estão fazendo? - perguntei ao anjo.
- Cada criatura que você está vendo com aparência de inseto é, na verdade, um demônio. São demônios de desejos da carne. Eles se alimentam e crescem com os desejos carnais dos seres humanos. Os mesmos desejos sobre os quais Paulo escreveu aos gálatas.
"Porque a carne cobiça contra o Espírito e o Espírito contra a carne; e estes se opõem um ao outro para que não façais o que quereis. Mas se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei. Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus." (Gálatas 5:17-21).
Fiquei chocado ao ver a quantidade de cristãos nos quais estes demônios estavam entrando.
- Como isso acontece? - perguntei ao anjo. Como estes demônios conseguem entrar em tantos cristãos?
- Por causa dos desejos deles - ele disse.
- Mas eles não desejam Deus e os ensinamentos de Jesus? - perguntei.
- Sim e não - ele respondeu.
- Não entendi – disse ao anjo.
- Estamos vivendo a última hora - ele continuou. O relógio já está batendo meia-noite.
- Como assim? O que vai acontecer?
- Veja - o anjo apontou. Observe o furor com que estes demônios estão se alimentando sobre os cristãos.
Fiquei completamente atordoado e questionei:
- Como isso pode estar acontecendo?
Ele se virou para mim e disse:
- Você não conhece o estado da Igreja de Deus e da Sua noiva?
- Bem, sim, sei que está enfraquecida - repliquei.
- Sim, e ficando cada vez mais fraca.
- Mas essas pessoas estão louvando a Deus, levantando suas mãos, jejuando, e tentando viver uma vida santa - argumentei.
O anjo então citou:
"Pelo que alegrai-vos, ó céus, e vós que nele habitais. Ai dos que habitam na terra e no mar, porque o diabo desceu a vós e tem grande ira, sabendo que já tem pouco tempo." (Apocalipse 12:12).
- Sim, conheço esta passagem - eu disse. Mas ela não fala sobre o tempo depois do arrebatamento da Igreja?
O anjo olhou para mim com uma expressão de fúria e afirmou:
- Você não sabe que depois do arrebatamento não terá mais necessidade de ler isto? Não?! Isto está acontecendo neste momento, hoje, na terra. Satanás está se fortalecendo a cada dia. Dê uma olhada na Igreja. Está dividida politicamente, por causa de teologias e de uma série de outras coisas. As pessoas da Igreja estão vivendo nos desejos da carne em vez de no Espírito. A Igreja tem permitido que cada pecado imaginável venha a existir e tem permanecido confortável com eles. As pessoas nem mais sabem identificar o que é pecado! Os pastores e líderes desobedecem explicitamente o comando de Deus em Ezequiel 44:23, que diz assim:
"E a meu povo ensinarão a distinguir entre o santo e o profano, e o farão discernir entre o impuro e o puro" (Ezequiel 44:23).
- Os pastores não falam mais de pecado, nem ensinam as pessoas a identificá-los - continuou o anjo. Além disso, o coração humano é tão enganoso (Jeremias 17:9), que acham que estão andando com Deus quando, na verdade, estão andando na carne. Acham que estão ouvindo de Deus quando estão, na verdade, ouvindo os seus próprios desejos pecaminosos.
- Certo, então o que estes demônios irão fazer com as vidas dessas pessoas? - perguntei.
- Eles querem destruir tudo o que é de Deus. Eles colocam as pessoas sob engano, para que pensem estar ouvindo a Deus quando, na verdade, não estão. Os demônios estão preparando o caminho para os falsos profetas e mestres que Satanás já colocou dentro da igreja. Eles semeiam grande discórdia entre o Corpo de Cristo. Eles estão lá para colocar irmãos e irmãs uns contra os outros. Como é dito em Mateus: "Nesse tempo, muitos serão escandalizados e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se aborrecerão". Os demônios posicionados para destruir famílias e casamentos. Fazem as pessoas ficarem com raiva umas das outras, ofendidas com as mentiras que espalham. Entregam a elas falsas visões e falsos discernimentos. Falam mentiras, levando-as a pensar que essas mentiras vêm de Deus quando, na verdade, não vêm. Estão realizando suas obras de estragos.
"Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos, porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos; sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para os com os bons; traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te, porque deste número são os que se introduzem pelas casas e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências; que aprendem sempre e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade." (2 Timóteo 3:1-7).
Voltei meus olhos para baixo e observei por longo tempo o que aqueles demônios estavam fazendo. Eles caminhavam entrando e saindo das orelhas, do nariz, da boca e dos olhos das pessoas. Eles estavam roubando o Espírito de Deus de dentro das pessoas porque tudo o que elas queriam era agradar a própria carne.
O anjo observou:
- Isto está fazendo Deus se envergonhar da Sua Igreja.
Voltei-me para o anjo e disse:
- Eu sei que o avivamento está vindo, sei que Joel 2:28 diz que o Espírito será derramado sobre toda carne.
- Sim – ele concordou –, acontecerá, mas somente será cheio do Espírito aquele que perseverar, apesar dos sofrimentos, a fim de receber este derramar que está por vir. Deus quer dar a Seu Filho uma noiva limpa, sem mancha ou mácula. Neste momento, a Igreja está, verdadeiramente, no vale da decisão.
Então, o anjo me mostrou um vale com uma multidão dentro dele. Cristo estava de um lado com Seus anjos e Satanás estava do outro lado com seus demônios. Eu vi que os anjos não tinham lugar em suas roupas para descansar suas espadas. Elas estavam sempre levantadas, prontas para a batalha. Do outro lado, vi Satanás e seus demônios se infiltrando pelo meio das pessoas, mas elas não clamavam a Deus, estavam olhando para os homens. Procuravam por um líder, não por Deus. Perguntei ao anjo:
- Por que? Por que? Por que os anjos não descem lá e lutam para proteger as pessoas? Esta é a função deles!
- Eles não irão desobedecer a Deus. Se você clamar pelo nome de Deus, então Ele enviará os anjos. Deus tem anjos guerreiros para cuidar de todo mundo. Ele tem anjos que irão guerrear por você, por sua família, por seus amigos e amados, pela sua casa, pelo seu trabalho e, até mesmo, pela sua nação. Mas como os cristãos mantêm seus olhos no homem, não em Deus, eles tropeçam e caem. Uma vez que as pessoas estão operando na carne, Deus não irá enviar anjos para lutar por elas. Essas pessoas podem até mesmo clamar a Deus e suplicar a Ele que envie Seus anjos guerreiros para manter aqueles demônios-insetos longe delas. Os cristãos querem ver e sentir algo emocionante. Eles querem que o Espírito Santo se manifeste a eles. Porém, acabam operando na carne tentando trazer essas manifestações. Eles querem que os desejos de seus corações sejam satisfeitos na mesma medida com que estão enganados. Isso é especialmente verdade com os pais. Eles são simplesmente incapazes de acreditar que seus filhos possam fazer qualquer coisa errada. As pessoas querem, então, que seus desejos da carne sejam satisfeitos e, por isso, aceitam toda falsa profecia vinda da carne – especialmente profecias de prosperidade, de popularidade, de poder, de sucesso etc. Seus desejos são tão fortes que elas nem mesmo querem perguntar ao Senhor se estão sendo ou não enganadas.
Então o anjo mencionou de modo calmo e solene:
- Porque falsos cristos e falsos profetas se levantarão com grandes sinais e maravilhas para enganar, se possível, até os eleitos (Mat 24:24). Ouça as palavras do nosso Deus! Até mesmo os cristãos mais fortes podem ser enganados! O mais reverente e dedicado pode ser enganado. Até os eleitos!
- Então que esperança existe? – perguntei.
- Sempre há esperança em um Deus de amor e de misericórdia, mas cada cristão deve cair de cara no pó, se humilhar diante de Deus e a Ele clamar e pedir que o proteja do engano e, o mais importante, que Deus revele se há engano em suas vidas, independente de quão doloridas estas revelações possam ser. Entenda o seguinte: qualquer um pode ser enganado, não importa o quão firme no Senhor esteja! Satanás sempre opera através do engano. Nenhum ser humano é forte o suficiente para permanecer firme contra os enganos de Satanás por conta própria. Mesmo muitos dos anjos caíram no seu engano, e eles estavam direta e constantemente na presença de Deus! Somente Deus pode sustentar o cristão, mas este tem a responsabilidade de clamar continuamente a Deus para que faça isso. Pedir a Deus que envie Seus anjos de guerra para lutar por ele e pelos outros, pela igreja e pela nação. Ele irá enviá-los, mas é necessário clamar!
Após o anjo ter me mostrado essas coisas, fiquei apavorado. Perseguição é algo que tem acontecido na minha vida e na vida da minha esposa (Rebecca Brown). Também é algo que acontece na vida de muitos cristãos que conhecemos. Eu pensei na luta que estava sendo travada contra a carne, e que não havia ninguém ensinando as pessoas a resistirem a esses desejos. Poucos estão ensinando as verdades de Deus, e aqueles que ensinam estão sendo destruídos por Satanás. Os cristãos acreditam em qualquer mentira que se fala de alguém. Isto me
lembrou um texto bíblico:
"Traze estas coisas à memória, ordenando-lhes diante do Senhor que não tenham contendas de palavras, que para nada aproveitam e são para perversão dos ouvintes. Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade. Mas evita os falatórios profanos, porque produzirão maior impiedade. E a palavra desses roerá como gangrena, entre os quais são Himeneu e Fileto, os quais se desviaram da verdade dizendo que a ressurreição era já feita, e perverteram a fé de alguns. Todavia, o fundamento de Deus fica firme, tendo este selo: o Senhor conhece os que são seus, e qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se da iniqüidade. Ora, numa grande casa não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de pau e de barro. Uns para honra; outros, porém, para desonra. De sorte que, se alguém se purificar destas coisas, será vaso para honra, santificado e idôneo para uso do Senhor, e preparado para toda a boa obra. Foge também dos desejos da mocidade e segue a justiça, a fé, a caridade e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor. E rejeita as questões loucas e sem instrução, sabendo que produzem contendas. E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor. Instruindo com mansidão os que resistem, a ver se porventura Deus lhes dará arrependimento para conhecerem a verdade e tornarem a despertar desprendendo-se dos laços do diabo, em que à vontade dele estão presos." (2 Timóteo 2:14-26).
É hora de a igreja parar de argumentar e de lutar contra os ensinamentos de Cristo. Pecado é pecado. Preto é preto e branco é branco. Deus nunca quis que estivéssemos divididos. Mas Ele disse que podemos ser diferentes. Devemos ser todos uma só fé, um só Corpo e um só espírito. Há somente um Deus, um Filho de Deus e um Espírito Santo. Estamos juntos para construir o reino de Deus, não para dividi-lo por causa dos nossos desejos carnais de sermos grandes e importantes. Devemos nos desviar do que é profano e das murmurações. Não é nosso objetivo criar competições uns com os outros, a ponto de causar divisão e ódio. Mas as mensagens de Himeneu e de Fileto, que se espalharam como câncer naqueles dias, repetem seus efeitos hoje. Basta olhar para os políticos apresentando suas candidaturas. Nunca olhamos para o que há de bom na vida dos que estão ao nosso redor, vemos somente os seus erros e defeitos. Todos nós temos defeitos e qualidades! Jesus ensinou que um reino divido contra si mesmo nunca prevalecerá. Podemos escolher agora mesmo: queremos ver os anjos de guerra ao nosso lado? Podemos ordenar: "Satanás, você e seus demônios saiam agora mesmo das minhas costas, em nome de Jesus! Vão embora da minha vida! Eu quero servir a Deus!". Podemos assim ordenar?
Que tipo de vaso você quer ser no reino de Deus? A dura verdade é que o seu coração pode enganar você. Você pode pensar que Deus está falando com você quando, na verdade, é a sua carne ou um demônio se alimentando da sua carnalidade. Você pode estar completamente enganado! É sua vontade se prostrar diante da face de Deus e pedir a Ele que mostre se você tem andado no engano, não importando o quão dura possa ser essa verdade? Muitas pessoas jamais admitem que estão enganadas porque esta verdade é dolorosa demais para que elas encarem. Essa gente rapidamente se torna amarrada pelos espíritos demoníacos.
Sim, você pode ser um vaso de honra para o reino de Deus. Você não precisa ser perfeito, mas deve estar em arrependimento. Deve ter os frutos do Espírito Santo em você, que são amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Temos um amor sem limites, não conhecemos a alegria de Deus. Muitas famílias não têm paz em seus lares, irmãos e irmãos não têm longanimidade com os problemas dos outros; esquecemos de demonstrar benignidade, permitimos que a bondade não exista em nossas vidas, somos pouco fiéis com a Palavra de Deus e, menos ainda, quanto ao dízimo. Ainda esquecemos como devemos ser gentis uns com os outros; andamos sem domínio próprio e nos sujeitamos à raiva e à ira. Como diz Gálatas 5:24: "Os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências". Se queremos viver no Espírito, conforme Gálatas 5:24, então é melhor começarmos a andar no Espírito. Vamos parar de ser orgulhosos e de provocar uns aos outros. Vamos deixar a inveja de lado. Onde está o relacionamento em Deus na igreja? Onde
está o perdão? Se alguém fez algo errado no passado, não pode ser perdoado? O passado é passado se o sangue de Jesus está na vida da pessoa. Vamos observar a nova vida em Cristo de agora em diante. Não se engane, de Deus não se zomba. Você irá colher o que está semeando.
Perdoe, perdoe, perdoe e continue perdoando, e se esqueça dos erros passados dos outros! Esta é a mensagem de Deus para você. Vamos enterrar o passado de uma vez por todas. Vamos escalar o vale da decisão e permanecer com Deus e com Seus anjos guerreiros.

Uma nota da Rebecca

Nas últimas semanas, tenho visto um grande número de pessoas de repente caírem no engano. Estava sendo para mim algo bastante complexo entender como isto podia estar acontecendo até Daniel ter esta visão. Agora eu entendo. Ceder aos desejos da nossa carne nos deixa vulneráveis ao engano. Permita-me dar a vocês alguns exemplos claros. Suponha que você se submete a alguém que se declara ser profeta. Permite que ele imponha as mãos sobre você e profetize de forma falsa que você ganhará grande fortuna. Ao aceitar esta falsa profecia, você aceita que os demônios da pessoa entrem na sua vida. A partir daquele momento, você passa a crer que está ouvindo a Deus e irá receber visões falsas que o levarão para grandes problemas à medida que se esforça para cumprir a profecia. É por isso que a Igreja, hoje, está tão aberta para qualquer esquema de enriquecimento rápido e para profetas enganosos da prosperidade. As pessoas acham que estão ouvindo a Deus ao se envolverem com este tipo de coisa por causa das falsas profecias em suas vidas. Ao contrário, estão ouvindo a espíritos demoníacos ou à sua própria carne.
Entre os pecados da carne, um dos mais graves é a idolatria. Idolatrar é valorizar alguma coisa mais que a Deus. Quantas vezes eu tenho visto filhos adultos destruírem seus pais porque os pais os valorizam mais que a Deus. Os pais simplesmente não são capazes de acreditar que os filhos possam fazer alguma coisa errada e, por isso, permitem que eles cometam toda espécie de pecados, tentando levá-los a obter "sucesso" em suas vidas. Deus, em geral, trabalha mais através dos nossos fracassos do que dos nossos sucessos. Devemos, primeiramente, provar que somos fiéis no pouco, para Deus nos colocar sobre o muito. Infelizmente, a maioria dos filhos, hoje, quer começar suas vidas do mesmo ponto e lugar que os pais demoraram 30 anos para construir. Nós não podemos tirar o corpo fora dos princípios registrados na Palavra de Deus! É idolatria tentar fazer isso.
Descobrir que tem sido enganado é uma das coisas mais difíceis que um indivíduo pode encarar! A única forma de superar o fato de estar enganado é se humilhar e clamar a Deus para revelar a você qualquer tipo de engano, não importando o preço! Eu já estive enganada, mais de uma vez. É muuuito doloroso! Mas em todas às vezes eu me humilhei e aprendi com aquelas situações. Acredite em mim, há vida após o engano. Por que Deus permite que sejamos enganados? Eu creio que é a maneira mais rápida e efetiva que Deus tem de nos mortificar.
Existem dois livros que eu creio que cada cristão deve ler. Falo isso de modo muito sério. O primeiro é "Proteção Contra o Engano", de Derek Prince; o outro é "Assim Diz o Senhor?", de John Bevere. Este irá ajudar você a verificar a diferença entre as verdadeiras e as falsas profecias. É uma leitura absolutamente indispensável a todo cristão. Leia-o!
Estamos agora nos "últimos dias", meu querido. Tempos difíceis estão vindo. É nossa oração fervorosa que cada um de vocês seja fortalecido e protegido, como também que possa passar de maneira vitoriosa por estes dias que estão por vir.

VIA GRITOS DE ALERTA.
POR REBECA BROWN

O Jesus que nunca conheceremos

Saber quem foi Jesus, o que ele fez e qual o significado de sua passagem pelo mundo sempre foi uma espécie de obsessão das pessoas.

Além do que está escrito sobre aquele que os cristãos consideram como o Salvador nas páginas da Bíblia, muitos estudiosos têm-se debruçado sobre os registros acerca do homem que viveu na Palestina do século I – alguém tão importante que foi ele mesmo que estabeleceu, com seu advento, essa contagem do tempo. A partir dos anos 1980, o interesse acadêmico sobre o Jesus histórico deu um salto. Na América, pesquisadores como Ben F. Meyer, E. P. Sanders, John Dominic Crossan, Marcus Borg, Paula Fredriksen, e N. T.Wright começaram a traçar quadros os mais diversos do chamado Filho de Deus. Alguns destes estudos pareciam bizarros; outros aproximavam-se um pouco mais da ortodoxia e dos evangelhos canônicos.

Mas a quê a expressão 'Jesus histórico' de fato se refere? Para início de conversa, Jesus – o rabi galileu que viveu, respirou, comeu, conversou e chamou discípulos, sendo ao fim de 33 anos crucificado – é um personagem cuja existência gera hoje pouca controvérsia. Mesmo fora do registro bíblico, já há evidências suficientes de sua trajetória: um homem pobre, nascido na Judeia sob a dominação romana, que exerceu ofícios manuais ao lado da família até iniciar seu trabalho de pregador itinerante, por volta dos trinta anos. Através de diversos estudos históricos, esse Jesus tem sido inserido em seu contexto judaico. Podemos chamar esse Jesus de o “Jesus judeu”. Já os quatro evangelistas e outros autores do Novo Testamento, que levam em conta o que está desvendados nas Escrituras, interpretam Jesus com o uso de termos com "Messias", "Filho de Deus", e "Filho do Homem", entendendo-o como o agente da redenção de Deus. Podemos chara esse Jesus de o "Jesus canônico". Outro aspecto precisa ser observado: a Igreja ampliou seu entendimento de Jesus, uma vez que o interpreta à luz de conceitos teológicos. Esse seria o "Jesus ortodoxo", a segunda pessoa da Trindade.

Mas o Jesus histórico é alguém ou algo à parte. Ele é o Jesus que os estudiosos reconstruíram com base nos métodos históricos, tanto o Jesus canônico do Novo Testamento como o Jesus ortodoxo da teologia da Igreja. O Jesus histórico parece mais com o Jesus judeu do que com o ortodoxo ou o canônico. Fazer distinções entre estas visões é importante para entender o que acontece no cenário acadêmico. Em primeiro lugar, o Jesus histórico é o Jesus que os acadêmicos reconstruíram com base nos métodos. Visto que os estudiosos são diferentes uns dos outros, suas reconstruções também o são umas das outras. Os métodos também são distintos, o que diferencia ainda mais a reconstrução. A maior parte deles toma os evangelhos como pouco confiáveis – mesmo assim, não os abandonam, tentando ver o que eles dizem. Outros critérios foram desenvolvidos, criticados, rejeitados e modificados, mas todos têm isso em comum: estudiosos do Jesus histórico reconstruíram Jesus com base em seus métodos históricos para, então, determinar o que, nos evangelhos, deve ser crido.

O critério essencial usado, ainda que cheio de falhas, é chamado de dissimilaridade dupla. De acordo com ele, os únicos ensinos ou ações de Jesus que podem receber crédito são os que são dissimilares tanto para o judaísmo dos dias de Jesus quanto para seus primeiros seguidores. Um dos principais exemplos é sua forma característica de chamar Deus de Abba, expressão raramente encontrada no judaísmo ou cristianismo primitivo como referência a Deus e que significa “pai”, ou, ainda, “paizinho”. Em segundo lugar, a palavra reconstruir precisa receber mais atenção. A maioria dos estudiosos do Jesus histórico entende que os evangelhos excederam nas imagens que construíram de Jesus, e que a teologia trinitariana da Igreja maximiza tudo o que Jesus pensou acerca de si mesmo, e tudo no qual os evangelistas acreditavam. Estes estudiosos construíram um Jesus que é diferente daquele ensinado pela Igreja e pelos evangelhos.

Novo Jesus
Não há razão para fazer estudos sobre o Jesus histórico – provar quem ele realmente era – se os evangelhos estão corretos e se as crenças da Igreja são justificáveis. Há apenas duas razões para se engajar na busca do Jesus histórico: a primeira, ver se a Igreja o entendeu de forma correta; e a segunda, caso a igreja não o tenha feito, é a de achar um personagem que seja mais autêntico do que o que a Igreja apresenta. Isso leva à conclusão necessária de que os acadêmicos do Jesus histórico construíram, na verdade, um quinto evangelho. A reconstrução apresenta um Jesus que não é idêntico ao canônico nem ao ortodoxo. Ele é o Jesus reconstruído; isto é, um novo Jesus. E os acadêmicos realmente acreditam no Jesus por eles construído. Durante o que ficou conhecido como a "primeira busca" pelo Jesus histórico, no começo do século 20, Albert Schweitzer entendeu que Jesus era apocalíptico. Nas mais recentes busca, temos diversos perfis: o Jesus de Sander é um profeta escatológico; o de Crosan, um camponês mediterrâneo cínico e cheio de perspicácia; o de Borg é um gênio místico; já Wright o aponta como um profeta messiânico do fim do exílio, que acreditava ser Deus voltando a Sião.

O terceiro ponto, e que precisa ser reforçado nos dias de hoje, é de que os acadêmicos do Jesus histórico construíram um Jesus em contraste com as categorias que os evangelistas e a Igreja primitiva apresentam. Wright é o mais ortodoxo dos conhecidos estudiosos dessa área. Eles partem do princípio que os evangelhos exageraram, e que a Igreja absorveu o profeta galileu nas categorias da filosofia grega. A busca pelo Jesus histórico é uma tentativa de ir além da teologia e estabelecer a fé no Jesus que foi – é preciso dizer desta forma – muito mais do que o Jesus que gostaríamos que ele fosse.

Há quem pense se o que está por trás desse movimento de busca histórica não seja uma descrença, a priori, na ortodoxia, mais do que uma genuína busca histórica ou interesse pelo que aconteceu. As conclusões teológicas daqueles que buscam o Jesus histórico simplesmente correlacionam de forma muito forte com suas próprias predileções teológicas para sugerir o contrário. A pergunta que muitos de nós devemos fazer é a seguinte: podem a teologia, a cristologia ou, até mesmo, a fé, estar conectadas com as vicissitudes da busca histórica e de seus resultados? A academia espera que nós descubramos o Jesus verdadeiro. Um a um, quase todos fomos convencidos de que não importa o quanto tentemos: alcançar o Jesus não interpretado é praticamente impossível. Além disso, um Jesus descoberto é apenas a versão de um pesquisador. E o detalhe é que é incomum que pessoas, que não o próprio estudioso e alguns de seus seguidores, sejam realmente convencidas por suas descobertas.

O teólogo alemão Martin Kähler convenceu sua geração que fé em Jesus não poderia nem deveria estar baseada nas conclusões históricas sobre o que aconteceu ou não. Precisamos, então, nos perguntar: em qual Jesus devemos confiar? Será no dos evangelistas e apóstolos? Será no da Igreja – aquele dos credos? Ou no Jesus ortodoxo? Será na mais recente proposta de um historiador brilhante? Será em nosso próprio consenso baseado nas pesquisas modernas? Ou tudo deve ser somente balizado pela fé?

“Produzimos o que queremos”
Diante de tantos descaminhos, temos presenciado a morte dos últimos estudos sobre o Jesus histórico. Não completa, é verdade, porque alguns ainda estão ocupados tentando reconstruir Jesus para eles mesmos e para os que os ouvirem. Ainda assim, o entusiasmo se foi, e as propostas parecem-se cada vez mais com teses vagas do que com uma esperança de um verdadeiro encontro da história de Jesus. Dois estudiosos recentes leram o obituário dos estudos nessa área. James Dunn argumenta em suas obras que o mais longe que podemos chegar além dos evangelhos é compreender a figura de Jesus com base no que seus primeiros seguidores disseram. Isso é o máximo que podemos fazer. Esse é o Jesus que deu vida à fé cristã, e o Jesus que é digno de ser seguido. Na perspectiva de Dunn, o Jesus relembrado contém a perspectiva de seus discípulos – e além dela não podemos ir.

Dale Allison, um dos mais bem preparados acadêmico do Novo Testamento nos Estados Unidos, é menos sanguíneo e mais cínico que Dunn em seu recente livro. Depois de três décadas de trabalho nessa área, Allison esboça a variedade de percepções sobre o Jesus histórico e a suposta teoria moderna de que, se unirmos nossas mãos, chegaremos a conclusões firmes. Ele apresenta essa conclusão deprimente: "O progresso não abrangeu todos os assuntos, e seja qual for o consenso existente, ele permanecerá excessivamente chato”. Em uma única sentença, ele diz tudo: “Usamos nossos critérios para produzir o que queremos". E ele admite isso em relação a um de seus próprios livros sobre Jesus: “Abri meus olhos para o óbvio: criei um Jesus à minha própria imagem. Talvez tenhamos transformado a sua biografia em nossa próprio autobiografia”, conclui.

Quando dois estudiosos desse porte, ambos altamente dedicados à busca do Jesus histórico por ângulos distintos, chegam a conclusão similar – a de que não chegaremos ao Jesus original por esses caminhos –, uma mensagem é transmitida. Podemos provar que Jesus morreu e que ele pensou em sua morte como uma expiação. Podemos estabelecer que a tumba estava vazia e que a ressurreição é a melhor explicação para tal fato. Contudo, algo que nossos métodos históricos não podem provar é que Jesus morreu por nossos pecados e ressuscitou para nossa justificação.

Em um determinado ponto, métodos históricos encontram seus limites. Estudos acadêmicos sobre Jesus não podem nos levar a lugares nos quais o Espírito Santo nos leva. O homem curado por Jesus da cegueira sintetizou tudo magistralmente a dizer que não sabia quem era o homem que o curou; disse apenas: “Sei que outrora estava cego, e que agora posso ver”. De maneira análoga, os métodos históricos, a despeito de seu valor, não são capazes de nos fazer enxergar com clareza o Filho de Deus. A fé não pode ser completamente baseada no que a história é capaz de provar. A busca pelo verdadeiro Jesus, árdua e longa, tem provado exatamente isso.

Fonte: Cristianismo Hoje

Analfabetismo Biblico

Analfabetismo Biblico

6. A grande maioria dos convertidos ao Islam no Brasil, vem de tradição CATÓLICA.
Por que alguns Brasileiros estão se convertendo ao Islam?
Qual é a razão que os católicos caem tão facilmente nas garras do Islam? Alguém disse que o numero de Católicos convertendo ao Islam é maior porque eles são a maioria no Brasil. SIM, eu concordo em parte, mas esta não é a principal razão. A Igreja Católica esta passando por uma grande crise interna. A principal razão de Católicos estarem se convertendo ao Islam é ignorância bíblica.
Em um dos meus artigos eu comento que a razão de haver tantas conversões de católicos para o Islam, pode ser associada a duas causas: 1) Ignorância na Palavra de Deus e 2) Títulos bizarros para Maria como a MÃE DE DEUS.
Não pensem que eu não identifico a ignorância bíblica no setor Evangélico e Protestante, sim ela esta presente, mas não na mesma proporção do Catolicismo Romano.
A ênfase na veneração de Maria, o uso de “imagens” no catolicismo, os escândalos sexuais dos clérigos, quando contrastados com a doutrina Islâmica do Tawhid (Unidade de Deus) e a visão de Alcoranica da trindade (Allah, Maria e Jesus) elas formam uma CONFUSÃO massiva que tem contribuído para o êxodo dos católicos para outras religiões.
Então, devido ao baixo nível de conhecimento bíblico, estes católicos quando confrontados pelos muçulmanos, não sabem responder quando as supostas “CONTRADIÇÕES” e “INCOERÊNCIAS” da Bíblia e da doutrina da Trindade lhes são apresentadas.
A grande maioria dos católicos que se convertem ao Islam, experimentam duvidas teológicas que a Igreja não respondeu e nem os preparou para responder a estas questões. Existe um profundo vazio espiritual na Igreja Católica. Por esta razão eles se abrem mais facilmente para outras opções como o Pentecostais, Espiritismo, Budismo, Hinduismo e Islamismo e Evangélicos.
A Igreja Cristã esta preparada para enfrentar o desafio do Islam? O Islam desafia o Cristianismo em pelo menos nas seguintes áreas:
1. A Natureza de Deus - Allah nunca se auto revelou, ele somente revelou as suas LEIS para guiar o mundo.
2. A Pessoa de Jesus - Jesus não é o Filho de Deus e nem o Salvador do mundo. Ele nunca morreu na cruz e nunca ressuscitou.
3. A Autoridade da Bíblia - A Bíblia foi corrompida e nao pode ser confiada. O Alcorão é o ultimo testamento de Allah.
4. O Plano da Salvação - Jesus nao morreu pelos nossos pecados para nos perdoar, cada um é responsável por sua própria salvação através da obediência as regras de Allah.
Os Muçulmanos, não crêem que Jesus era divino e foi simplesmente um homem, como qualquer um de nos, um profeta de Allah. Os muçulmanos dizem que a Bíblia foi corrompida, os evangelhos foram inventados, e que Jesus nunca pregou que ele era Deus. Também afirma que o Apostolo Paulo inventou a doutrina da Trindade e foi ele quem perverteu os ensinos de Jesus.
Quando os católicos são abordados com estas questões, eles não sabem responder e facilmente se tornam presas do Islam. O Islam se aproveita deste vácuo, da ignorância bíblica generalizada da igreja católica.
Eu encontrei um site Islâmico onde a maioria dos membros vinham do catolicismo: A frase que eles usam como ISCA é: “O ISLAM é a VERDADEIRA Igreja CATÓLICA” A coisa ta tão feia e a ignorância bíblica é tamanha que existe já uma comunidade de LATINOS nos Estados Unidos convertidos ao Islam. (http://www.casaislamica.com/)
No Brasil, os negros muçulmanos, usam outras tácticas, eles também atacam a historia e a moral da Igreja católica: 1) Por terem sido condizentes, omissos e ausentes no combate a escravidão e 2) Por existirem tantos escândalos sexuais no Catolicismo.
Existe fundamento nesta critica? Claro que sim! Mas, pessoalmente creio que é melhor ser católico do que Muçulmano ou Testemunha de Jeová. Eu costumo brincar que um muçulmano, nada mais é do que uma “Testemunha de Allah”.
Pelo menos no Catolicismo existe a possibilidade de se crer que Jesus é o Salvador do Mundo e o que perdoa os nossos pecados. Que ele é Deus encarnado, membro da Santa Trindade, o Deus-Filho que deixou a sua Gloria, e morou neste mundo para ser o sacrifício perfeito por nossos pecados.
A Igreja Católica precisa tomar a serio o estudo da Palavra de Deus e ensinar-la aos seus membros. A confusão doutrinaria e a falta de profundidade no conhecimento bíblico tem sido o “CALCANHAR de AQUILES” da Igreja Católica. Quem perde com isso, somos todos nos Cristãos.
Conclusão:
Nao é fácil combater o analfabetismo bíblico, porem o Rafik esta aqui para ajudar todos os Cristãos a dar uma resposta honesta e inteligente para “batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos” contra aqueles que “convertem em dissolução a graça de Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo.” (Judas 1:3-4)
Firmes em Cristo Jesus
Rafik

Billy Graham é um dos homens mais admirados da Fourth em 2011


Billy Graham é um dos homens mais admirados da Fourth em 2011
Uma recente pesquisa nos EUA procurou descobrir quem os adultos norte-americanos acham que foram as pessoas mais admiráveis do mundo no ano de 2011 e o evangelista Billy Graham foi listado como o quarto homem mais admirado.

Entre os top 10 anuais, Graham apareceu mais do que qualquer outra pessoa - 55 vezes. Na pesquisa deste ano, a colocação de Graham ficou atrás somente de três presidentes norte-americanos - Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton.

Os empresários Warren Buffet e Bill Gates levaram o quinto e nono lugar na lista, respectivamente. Enquanto os líderes religiosos Papa Bento XVI e Thomas Monson, presidente da Igreja Mórmon, ficaram na oitava e décima colocação. Os candidatos a presidência, os dois republicanos, Newt Gingrich e Donald Trump ficaram amarrados na sexta posição.

Outro cristão famoso, o quarterback do time de futebol americano Denver Broncos, Tim Tebow, quase ficou entre os dez primeiros, terminando em 11 º.

Apesar de nunca ter terminado em primeiro lugar na pesquisa, Graham foi claramente uma figura dominante na lista ao longo dos anos. Além de seu número recorde de 10 melhores colocações finais, ele ficou em segundo lugar nas pesquisas de oito vezes, incluindo um trecho de seis anos 1969-1974.

Os resultados da pesquisa são baseados em entrevistas telefônicas realizadas com mais de 1.019 adultos americanos entre 15-18 dezembro.

Mesmo Graham não pregando ativamente durante os últimos sete anos, aos seus 93 anos de idade, ele ainda continua sendo um dos líderes mais influentes e respeitados dos EUA na atualidade.

Em outubro, Graham lançou seu livro “Nearing Home: Life, Faith, and Finishing Well” [Se aproximando do Lar (celestial): Vida, Fé e Acabar Bem].

Após o evangelista lidar com um surto de pneumonia no hospital no início deste mês, sua equipe anunciou que vai trabalhar em outro projeto literário que irá resumir "a mensagem que Billy Graham tem proclamado por mais de 60 anos, incluindo pensamentos e discussões sobre o assunto que ocorreu durante sua hospitalização".

Graham já se encontrou pessoalmente com 12 presidentes dos EUA, incluindo Barack Obama, e desempenhou um papel significativo na fundação de mais de 30 ministérios. Ele também pregou na frente de mais de 215 milhões de pessoas em 185 países diferentes, sem contar as centenas de milhares que o assistem na televisão.


Fonte: Christian Post / Redação CPAD News