domingo, 24 de abril de 2016

Explorador de viuvas

POR QUE AS INVASÕES DO “ISLÃ IMPERIALISTA” EM TERRAS CRISTÃS EUROPEIAS NÃO SÃO ENSINADAS NAS ESCOLAS OCIDENTAIS?

Por Andréa Fernandes
Enquanto o meio acadêmico retrata o Ocidente no âmbito histórico como “imperialista” e “colonialista”, e o mundo islâmico como “vítima” desse terrível imperialismo europeu que subjugou povos muçulmanos pacíficos, no contexto educacional do Qatar e outros países árabes acontece exatamente o oposto. Segundo The Middle East Media Research Institute,vídeos publicados na internet ensinam crianças árabes sobre conquistas islâmicas na Europa. Os vídeos foram produzidos como software educativo para “meninos e meninas” na seção infantil do portal Islamweb.Net. Um grande número de “vídeos educativos” foi postado em várias contas do youtube.
Um desses vídeos narra “a conquista” de al-Andalus, que era ” a fim de espalhar a luz do Islã”. Diz o narrador de um desenho animado: “esta é a forma como o Islã entrou em al-Andalus, onde ele construiu uma grande civilização”.
Outro vídeo descreve a conquista de Belgrado, “a cidade fortificada que era o orgulho da Europa.” Os vídeos foram postados na internet, em fevereiro de 2016.
Vale lembrar, que essas “conquistas” heroicamente relatadas nada mais são que “invasões” de exércitos muçulmanos em terras cristãs europeias com o intuito de “submeter” os infiéis ocidentais ao islã. . Contudo, o relativismo que impera entre os intelectuais de esquerda insiste em caracterizar a jihad como esforço interior de todo muçulmano para alcançar virtudes religiosas, escamoteando o  fato de a mesma ter sido utilizada como um instrumento imprescindível de dominação contra os povos cujas terras eram invadidas pelos muçulmanos durante suas ações expansionistas na África, Oriente Médio e Ásia.
Segue abaixo o vídeo:
Andréa Fernandes (advogada, internacionalista e presidente do EVM)

“O meu testemunho fala sobre a cura de ministério”, diz Ap. Joel Engel no ‘Voz dos Profetas’

Ap. Joel Engel e Randy Clark no "Voz dos Profetas". (Foto: Guiame)
Ap. Joel Engel e Randy Clark no "Voz dos Profetas". (Foto: Guiame)

“O meu testemunho fala sobre a cura de ministério”, diz Ap. Joel Engel no ‘Voz dos Profetas’


Na semana passada, entre os dias 13 e 16 de abril, a região de Lancaster, Pennsylvania (EUA), recebeu o congresso ‘Voz dos Profetas’ (‘Voice Of the Prophets) – considerado atualmente, um dos mais importantes encontros de líderes cristãos em nível internacional – que foi acompanhado com exclusividade pelo Portal Guiame. O evento contou com a participação de grandes palestrantes, como Randy Clark, Kayle Mumbi, Jamie Galloway, Larry Randolph e Shawn & Cherie Bolz, que puderam ministrar durante quatro dias, compartilhando suas experiências e conhecimentos sobre ministério e crescimento espiritual.
Durante sua ministração, o pastor Randy Clark chamou ao palco dois grandes amigos que conheceu durante sua primeira viagem ao Brasil: o Ap. Joel Engel e o pastor e conhecido escritor Édino Melo. Ambos tiveram a oportunidade de compartilhar seus testemunhos, que foram muito bem recebidos pelo público.
Segundo Clark, os testemunhos dos dois líderes brasileiros podem servir como bons exemplos da transferência de unção ou ‘impartição’ – como diversos líderes chamam, referindo ao termo em inglês “impartation”.
Antes dos testemunhos impactantes dos pastores brasileiros, Clark cuidou de citar uma passagem bíblica, que fala sobre dons espirituais.
“Muitos anos atrás, quando eu fui pela primeira vez ao Brasil, Deus fez algo tremendo e eu quero agradecer a vocês dois, por virem compartilhar suas histórias. Mas eu tenho que lhes lembrar que nós precisamos das Escrituras. E a Escritura que eu compartilho com vocês aqui, agora é a do Apóstolo Paulo aos Romanos, capítulo 1, versículo 11: ‘Porque desejo ver-vos, para vos comunicar algum dom espiritual, a fim de que sejais confortados’. Este é o texto. É tudo o que precisamos, entre tantos outros, para ver que o ato de ministrar a impartição [transferência de unção] é algo bíblico”, destacou.
Cura ministerial
Ao receber o microfone, Joel Engel compartilhou sua história e como Randy Clark influenciou positivamente a sua vida ministerial.
“O meu testemunho fala da cura de um ministério. Quando eu conheci o Randy, eu estava muito triste. Fisicamente, eu estava envelhecido. EU só pedia para Deus que eu pudesse me aposentar e depois da ministração [feita por Randy no Brasil], eu rejuvenesci 20 anos. Foi como uma renovação celular. Hoje eu tenho 61 anos, vou para a academia, jogo futebol, faço corridas, subo os montes. É uma unção de águia”, relatou.
“A segunda unção que eu recebi foi a de vinho novo. O amor demonstrado por Randy, o carinho com que ele me recebeu transformou o meu ministério. Até então, eu só conhecia pastores que destruíam ministérios. Mas eu vi no Randy, a pessoa mais parecida com Jesus que eu já conheci. Alguém que abraça, que recebe, que dá carinho e aquele abraço dele me fez entrar em um rio de amor”, disse.
De volta para casa – no Rio Grande do Sul – Engel conta que viu seu ministério ser revigorado de forma surpreendente.
“Quando eu voltei para o Brasil, o meu ministério já era outro. Eu saí de um lugar bem pequenininho e me tornei conhecido em todo o país. Drogados começaram a ser libertos e participavam dos cultos conosco. Os pais deles tinham que ir buscá-los na igreja, já tarde da noite, porque eles ficavam ’embriagados pelo Espírito Santo”, disse.
Honra
Segundo o próprio Randy Clark relatou, Engel foi o primeiro pastor que orou por sua vida, quando chegou ao Brasil para ministrar na Igreja Quadrangular de São Paulo, em 1999.
“Este foi o pastor escolhido para orar por mim, quando cheguei ao Brasil”, disse Clark.
A profetiza Joanne Hayward, que estava participando no evento, também foi usada por Deus e lançou uma palavra sobre Engel, chamando-o de “Bola de Fogo” – o que seria uma clara referência ao relato do apóstolo, logo no início de seu ministério, na qual ele afirma ter testemunhado uma bola de fogo ter descido sobre a região de Santa Maria (RS), onde seu ministério está atualmente baseado.
Ap. Joel Engel ministrando durante escola profética. (Foto: Guiame) Ap. Joel Engel ministrando durante escola profética. (Foto: Guiame)
Escola Profética
Falando sobre o seu ministério que visa a restauração de pastores, Engel destacou o êxito que a Escola Profética tem alcançado.
“Hoje eu tenho a Escola Profética, com mais de mil pastores sendo restaurados todo ano. Este amor está correndo por mais de 120 nações hoje”, disse Engel e olhou para Randy, finalizando: “Eu quero te agradecer por isso”.
“Voz dos Profetas”
Segundo a organização cristã ‘Global Awakening’ – responsável pela promoção do evento – informa em seu site oficial, o encontro tem como objetivo, promover uma cultura de unidade no Reino de Deus.
“Em um momento de grande transformação e mudança, a necessidade de realizar plenamente o que significa viver uma cultura Unido se torna ainda mais evidente”, diz parte do texto de apresentação do encontro que se realiza anualmente.
“Enquanto o mundo adentra um tempo de mudanças, a Noiva de Cristo é chamada a promover a atmosfera do Céu entre as as nações. Agora é a hora de se aproximar do coração do Pai, para buscar Suas estratégias e manifestar as palavras que foram ditas sobre esta nação. Esta é uma mudança cultural, enquanto pessoas de todo o mundo se levantam e traçam o destino profético que Deus tem para cada uma delas”.
É com esse renovo espiritual e ministerial, que Joel Engel pretende voltar para Santa Maria (RS) e realizar a próxima edição da “Escola Profética – Geração Jubilar”,em setembro de 2016.
Clique no vídeo abaixo para conferir o testemunho do Ap. Engel:
FONTE: GUIAME, POR JOÃO NETO

MERCADORES DA PALAVRA DE DEUS .

Ao me levantar , nesse novo dia, me deparei com um tema tão propicio para os dias atuais .
Pois não é de se assustar , a forma em que muitos nos dias de hoje , estão mercando a palavra de DEUS .

CAMPANHAS , DESAFIOS , TUDO , ETC , ETC , ETC .

Apenas voltados para o consumo financeiro .
Já quero deixar claro aqui , que não sou contra campanhas , desafios , que tenham com a finalidade a verdadeira pregação da palavra de DEUS .

Onde esta na bíblia que é para comprarmos carrões , mansões , aviões , fazendões com o dinheiro dos dízimos e ofertas ?

Mas sim , para ajudarmos na assistência das viúvas , dos pobres e necessitados .

A  GANÂNCIA .

Toda briga , falatório e confusão entre os cristãos evangélicos é resultado infelizmente da ganancia dos homens .
Lideres que almejam cada vez mais recursos financeiros , com uma fala enganadora de  que esses recursos é para que a obra de Deus seja feita e mais vidas sejam alcançadas.
Vemos os famosos medalhões evangelicos do Brasil se agarfinhando , e não é para ganhar almas e sim por causa dos milhões de reais que os membros representam.
Da nojo ouvir esses programas , da desgosto saber que pessoas estão sendo levadas ao abatedouro da fé .
Vidas que já estão sofrendo e quando entram por essas portas do engano são acharcadas em nome de um falso deus .

Pois o DEUS VERDADEIRO não compactua com ladrões e nem mercenários e mercadores da fé.
Esses são os famosos PROSTITUTOS DA FÉ .
Enganadores que acharam na fé alheia uma forma de sobreviverem em um mundo onde os espertos sempre vão na frente.
Vejo esses exploradores da boa-fé evangélica como prostitutos cultuais – que é a tradução da versão atualizada – para os que se prostituíam junto aos templos pagãos e que depois passaram a se prostituir diante do templo do Senhor em Jerusalém.


 Porque os prostitutos (as) cultuais mencionados na Bíblia exploravam os que se dirigiam ao templo para adoração oferecendo-lhes um pouco de orgia – orgia sexual revestida de espiritualidade, como alguns desses a que me refiro que falam línguas, profetizam, oram pelos enfermos, são místicos e super espirituais… Mas orgiofantes (como os sacerdotes que prestavam culto a Dionísio). 

Os prostitutos e prostitutas cultuais, comuns nos templos pagãos passaram a conviver com os adoradores junto ao templo de Jerusalém, indicativo de uma deformação espiritual da nação de Israel. não diferente dos dias de hoje.
Onde esses prostitutos da fé entopem as lideranças de certas denominações.

Não estou afirmando e nem falando que é comum tais pessoas se prostituir de verdade, em orgias sexuais; estou afirmando, isto sim, que sempre que uma pessoa se afasta de Deus, comete prostituição com outros deuses – fato mencionado pelo próprio Deus em várias passagens do Antigo Testamento. Em Ezequiel 16 ele compara Israel a uma menina, que é cuidada por Deus, adornada e preparada para ser esposa, mas se prostitui com os povos vizinhos.

Temos visto no Brasil dos últimos dias uma onda de acusações , onde sujos querem falar dos mau lavados , onde os podres querem falar dos fedorentos de carniça.
Onde o mal trapilho quer falar do esfarrapado , sim esfarrapado da fé ,pois dinheiro eles tem muito.
O que se vê hoje no Brasil é uma orgia espiritual, uma masturbação coletiva praticada por cantores e cantoras, pregadores e pregadoras, lideres , sacerdotes sem DEUS , que não conseguiram fazer sucesso no mundo e encontraram na igreja um filão de negócio; o caminho para o enriquecimento à custa da espiritualidade dos irmãos.
Imagine o Lázaro da Bíblia, que Jesus ressuscitou dos mortos gravando seu cd e saindo pelo mundo a pregar nas igrejas, usando os recursos para comprar bens e imóveis em Atenas, Roma e Jerusalém

Esses milhoinários da fé , que ontem não tinham onde cairem mortos , hoje se declaram donos de emissoras de televisão , de rádios , de jornais e de tantas outras coisas.
Agora , o pior de tudo é que juram de  péz juntos que não compraram nada disso com o dinheiro da igreja.

DA NOJO QUANDO EU ESCUTEI O MACEDO FALANDO QUE ELE PEDIU O DINHEIRO E DERAM PORQUE QUISERAM .
ISSO É ENGANAR NA CARA DURA .
DA NOJO OUVIR O VALDOMIRO FALANDO QUE NÃO TINHA GASTO NENHUMA MOEDA DA IGREJA.
DA NOJO VE ESSES LIDERES TÃO QUERIDOS SE ENVOLVENDO EM BAIXARIAS , QUE SOMENTE ESCULHAMBAM O NOME DOS EVANGELICOS NO BRASIL.
SERÁ QUE NÃO PERCEBEM QUE ESTÃO SENDO INSTRUMENTOS NAS MÃOS DO DIABO ?

ELES SÃO CUPLADOS POR ISSO .
Os culpados são os líderes que atraídos pela ganância financeira esperam obter lucros com os gananciosos. Certamente porque muitos pastores, apóstolos e líderes se prostituíram espiritualmente, empolgados com as riquezas deste mundo, sonhando com mansões no litoral brasileiro e nas famosas cidades dos Estados Unidos.

Faz-se necessária uma limpeza na igreja, a Casa de Deus, como fizeram Asa e Josafá. Asa tirou de cena sua própria mãe e “removeu os prostitutos cultuais” que usavam o templo como local de prostituição. Josafá ainda precisou intensificar a reforma, porque, de tempos em tempos os aproveitadores da boa vontade do povo; os exploradores da espiritualidade das pessoas, tais como eram os filhos de Eli aparecem na igreja de Deus (1 Rs 15.12; 22.47).
Uma igreja rameira serve de alcova para os exploradores da espiritualidade do povo. E Deus haverá de limpar sua igreja.


SE FAZ NECESSÁRIA A PRESENÇA DO SENHOR JESUS , QUE COM UMAS BELAS CHICOTADAS COLOQUE PARA FORA DOS TEMPLOS DELE ESSES CAMBISTAS DA FÉ .
ESSES ENGANADORES , QUE INSTALARAM SUAS MESAS E VIVEM DA DESGRAÇA DOS OUTROS , COM PRETESTOS DE UMA FÉ ENGANADORA, QUE CORROMPE OS MEMBROS E ENRRIQUECEM OS LIDERES CORRUPTOS , OS PROSTITUTOS CULTUIAIS.



GRITOS DE ALERTA

ISRAEL SE PREPARA PARA A GUERRA NA PALESTINA: 'NOSSA RESPOSTA SERÁ DURA'

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, responsabilizará o Hamas em caso de um ataque vindo da Faixa de Gaza. Neste domingo, ...