CARACTERÍSTICAS DE DEUS OU DO DIABO ? QUAL SE FAZ PRESENTE EM SUA VIDA ?

Se tem  algo que acontesse mesmo sem esperar , é quando adentramos em uma maternidade para olharmos um recém nascido , e logo de pronto vem a seguinte frase .

OLHA COMO SE PARECE COM O PAI .

TEM A CARA DA MÃE , ETC .

Somos identificados pelas características herdadas de nossos pais .



Quando o profeta , servo de DEUS , João escreve as seguintes palavras  


Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.
João 8:44


Ele não estava brincando , e sim mostrando que somos identificados pelas características em nossas vidas.




Nesse pequeno texto quero te mostrar quem é seu pai de verdade , para que assim você acorde e  lute pela sua salvação.





CARACTERÍSTICAS DE UM FILHO DE DEUS .




(I João 5:19) - Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo está no maligno.

Os dias atuais são difíceis .O mal parece dominar o bem.

O pecado escraviza as pessoas de tal forma que elas se tornam insensíveis para fazer distinção entre o que é certo e o que é errado.

(II Corintios 4:4) - nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus.

Jesus veio ao mundo justamente para mudar essa situação. Para salvar o homem e torna-lo uma pessoa feliz e abençoada.
(João 3:17 a 21) - Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. Porque todo aquele que faz o mal odeia a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas. Mas quem pratica a verdade vem para a luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque são feitas em Deus.

1.2 - Os cristãos primitivos
O Senhor ao subir para o céu ,deu-lhes a incumbência de se tornarem suas testemunhas,dando continuidade á sua obra. Deveriam praticar as mesmas ações que Ele.
(João 14:12,13) - Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai.
E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.
Além de testificarem com palavras,eles também o faziam com as suas ações . Imitavam Jesus em sua maneira de viver.
(Atos 11:26) - E sucedeu que todo um ano se reuniram naquela igreja, e ensinaram muita gente; e em Antioquia foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos.

1.3. Ser cristão de verdade.
São o procedimento, a atitude,as palavras e a convicção da salvação em Cristo Jesus, que de fato mostram se a pessoa é um verdadeiro cristão.
(Mateus 7:17 a 20) - Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons. Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.

2 - FAZENDO A DIFERENÇA.
O crente não é aquele que apenas diz ser.
O cristão é aquele que pratica o evangelho.
(Mateus 15:8,9) - Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim. Mas, em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos dos homens.

2.1. Atitudes equivocadas
Algumas pessoas interpretam erradamente os textos bíblicos e começam a praticar ações desmedidas em nome da espiritualidade.
Ser diferente é dar testemunho.
a) Com suas palavras.
(I Pedro 3:10) - Porque Quem quer amar a vida, E ver os dias bons, Refreie a sua língua do mal, E os seus lábios não falem engano.
b) Com suas ações.
(I Pedro 1:14,15,16) - Como filhos obedientes, não vos conformando com as concupiscências que antes havia em vossa ignorância; Mas, como é Santo aquele que vos chamou, sede vós também Santos em toda a vossa maneira de viver;
Porquanto está escrito: Sede Santos, porque Eu Sou Santo.
Devemos rejeitar o erro e a mentira,renunciando o mundo e apegando-se ao bem e á verdade,que é Cristo Jesus.
(Gálatas 2:20) - Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.

2.2. Comparações feitas por Jesus.
2.3. “Vós sois o sal da terra”
(Mateus 5:13) - Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens.

2.3.1. Propriedades do sal
2.3.2. O uso do sal.
(II Reis 2:19 a 22) - E os homens da cidade disseram a Eliseu: Eis que é boa a situação desta cidade, como o meu senhor vê; porém as águas são más, e a terra é estéril. E ele disse: Trazei-me um prato novo, e ponde nele sal. E lho trouxeram. Então saiu ele ao manancial das águas, e deitou sal nele; e disse: Assim diz o SENHOR: Sararei a estas águas; e não haverá mais nelas morte nem esterilidade. Ficaram, pois, sãs aquelas águas, até ao dia de hoje, conforme a palavra que Eliseu tinha falado.

2.4. “Vós sois a luz do mundo.
(Mateus 5:14,15,16) - Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.
A luz, á semelhança do sal,possui também qualidades especiais.
Ao brilhar,afasta as trevas.
Todo crente deve refletir a luz que vem de Cristo Jesus.
(João 1:9) - Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo.
(João 8:12) - Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.

2.4.1. Condições para brilhar.
O óleo é um dos símbolos do Espírito Santo.
Para o cristão ser luz e brilhar é necessário que tenha em si o Espírito Santo.
(Gálatas 5:25) - Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito.
(Romanos 8:8,9) - Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus. Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.
(Romanos 8:13,14) - Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis. Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus.
(I Corintios 6:19) - Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?

3 - É O ALICERCE QUE DÁ CONDIÇÕES PARA FAZER A DIFERENÇA.
3.1.Edificando a casa na areia
(Mateus 7:26,27) - E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia; E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda.
Existem pessoas que pensam em praticar boas obras somente para ganhar a salvação . E puro engano.
Uma casa edificada sobre a areia está fadada a desmoronar,pois não possui alicerce. Ela não oferece segurança alguma porque falta-lhe fundamento.
(II Timóteo 2:19) - Todavia o fundamento de Deus fica firme, tendo este selo: O Senhor conhece os que são seus, e qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se da iniqüidade.
(I Corintios 3:10,11) - Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio arquiteto, o fundamento, e outro edifica sobre ele; mas veja cada um como edifica sobre ele. Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo.

3.2. Edificando sobre a rocha.
(Mateus 7:24,25) - Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha; E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha.
Todo aquele que está fundamentado na rocha, que é Cristo superará todas as situações difíceis e será um vencedor, com certeza.
Ele pode dizer como o apóstolo Paulo.
(Gálatas 2:20) - Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.

Viver o evangelho é fazer a diferença. É agüentar as criticas por não compartilhar com a vida mundana e pecaminosa, mas viver buscando a santificação sem a qual ninguém verá o Senhor (Hb.12.14).
Viver o evangelho é praticar aquilo que Jesus determinou.
É necessário, pois, que cada cristão firme um propósito de ser ”o sal da terra e a luz do mundo” , dando um testemunho digno de ser chamado de cristão .
Cada crente deve, pois, guardar a Palavra de Deus no coração.
(Salmos 119:11) - Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.
Para não ser levado a pecar e dessa forma desagradar a Deus.
Tendo , portanto, o seu fundamento firmado na rocha que é Cristo Jesus.

Cristão quer dizer pequeno cristo, ou seja, imitador de Cristo, sendo assim, para podermos estar na posição de verdadeiros cristãos, devemos andar como Ele anda, praticar o que Ele pratica e termos sentimentos como Ele tem. 

1- A pessoa tem Jesus como seu Senhor e Salvador (João 20:31; João 6:40 e Marcos 16: 16). Para isto é necessário fé (Hebreus 11:6)
2- Ter um sentimento de amor a Deus que supere todas as coisas. (Mateus 22:37).
3- Amar e ajudar o próximo, pois é na ajuda que o amor se manifesta (Mateus 22:39).
4- Ter amor pelas almas e faz a obra de Deus. (João 6:39; 2ª Timóteo 2:4; Mateus 10: 7 e 8).
5- Colocam a fé em pratica com ações em prol da obra de Deus e das pessoas. (Tiago 2: 18,22 e 26)
6- Sabe que é justificado pela fé em Cristo e assim alcança a salvação. (Romanos 3:28)
7- Renunciam a vida própria, comodismos, desejos pecaminosos e alguns prazeres para seguir a Jesus. (Marcos 8:34)
8- Não fazem a obra de Deus para aparecer e nem com interesse financeiro. (1ª coríntios 9:16; 2ª coríntios 2:17)
9- Alegra-se em estar na igreja louvando a Deus (Salmos 122:1)
10- Obedecem a seus líderes assim como Jesus obedeceu ao Pai. (Hebreus 13:17; João 6:38)
11- Dão bom testemunho de vida (1ª Timóteo 3:7)
12- Seguem a Palavra de Deus como guia de suas vidas. (Salmos 119:104 ao 106; 1ª João 5:3; João 14:21)
13- Crê que Jesus é seu mediador com Deus e o Espírito Santo seu intercessor. (1ª Timóteo 2:5; Romanos 8:26). 
14- É guiado pelo Espírito Santo (Gálatas 5:25)
15- Não vive segundo a carne, mas pratica o fruto do Espírito (Gálatas 5: 16 ao 24)
16- Busca dons espirituais (1ª Coríntios 14:1 e 12)
17- É misericordioso (Tiago 2:13; Mateus 5:17; Romanos 11:31)
18- Cumprem o que fala (Mateus 5:37)
19- Paga suas contas e impostos (Lucas 20:25)
20- Afasta-se da pratica do pecado (Efésios 4:24; 1ª Tessalonicenses 4:7; Hebreus 12:14)
21- Tem uma vida onde a oração estar presente (Marcos 14:38; Atos 6:4; Colossenses 4:2; 1ª Timóteo 4:5) 


Estas são algumas das principais características de um cristão. A falta de uma dessas características na vida de um cristão demonstra que algo está errado em seus sentimentos, devoção, proceder e espírito, podendo acarretar até mesmo na perda de sua salvação.



AS  CARACTERÍSTICAS DE UM DESVIADO .



Quando JOÃO fala de filho do diabo , ele esta falando de características presentes nas vidas dos que ali estavam mentindo .


Abaixo quero deixar alguns pontos que nos mostram características de quem trocou DEUS pelo diabo .




1. Quando a oração deixa de ser uma parte vital de uma vida cristã professa, o desvio está presente.
2. Quando a busca pela verdade bíblica cessa e a pessoa se torna contente com o conhecimento de coisas eternas já adquirido, não pode haver dúvida quanto à presença do desvio.
3. Quando o conhecimento bíblico possuído ou adquirido é tratado como um fato externo e não aplicado internamente, o desvio está presente.
4. Quando pensamentos ardentes sobre as coisas eternas deixam de ser regulares e consumidores, isso deveria ser como um sinal de alerta para o desviado.
5. Quando os cultos da igreja perdem seu deleite, uma condição de desvio provavelmente existe.
6. Quando discussões espirituais profundas são um constrangimento, há certamente uma evidência de desvio.
7. Quando os esportes, a recreação e o entretenimento são uma parte grande e necessária de seu estilo de vida, você pode concluir que está ocorrendo um desvio.
8. Quando os pecados do corpo e da mente podem ser praticados sem uma revolta na sua consciência, a sua condição de desviado é certa.
9. Quando as aspirações por uma santidade semelhante à de Cristo param de dominar sua vida e seu pensamento, o desvio está ali.
10. Quando a aquisição de dinheiro e bens materiais se torna uma parte dominante de seu pensamento, você tem uma clara confirmação de desvio.
11. Quando você pode pronunciar canções e palavras religiosas sem o coração, tenha certeza de que o desvio está presente.
12. Quando você pode ouvir o nome do Senhor ser tomado em vão, questões espirituais ridicularizadas e questões eternas tratadas de forma frívola, sem ser levado à indignação e ação, você está desviado.
13. Quando você pode assistir a filmes e programações de televisão degradantes e ler literaturas moralmente debilitantes, você pode estar seguro de seu desvio.
14. Quando quebras de paz na irmandade não são motivo de preocupação para você, isso é uma prova de desvio.
15. Quando a menor desculpa parece suficiente para afastar você do dever e da oportunidade espiritual, você está desviado.
16. Quando você fica satisfeito com sua falta de poder espiritual e não mais busca repetidos revestimentos de poder do alto, você está desviado.
17. Quando você desculpa seu próprio pecado e preguiça dizendo que o Senhor entende e lembra que somos pó, você revela sua condição de desviado.
18. Quando não há mais música em sua alma e em seu coração, o silêncio testifica de seu desvio.
19. Quando você se ajusta alegremente ao estilo de vida do mundo, seu próprio espelho vai lhe dizer a verdade sobre seu desvio.
20. Quando a injustiça e a miséria humana existem ao seu redor e você não faz nada para aliviar o sofrimento, fique certo de seu desvio.
21. Quando a sua igreja caiu em declínio espiritual e a Palavra de Deus não é mais pregada ali com poder e você permanece satisfeito, você está em uma condição de desviado.
22. Quando a condição espiritual do mundo declina ao seu redor e você não consegue percebê-lo, isso é testemunho da sua situação de desvio.
23. Quando você está disposto a enganar seu empregador, o desvio é patente.
24. Quando você se acha rico em graça e misericórdia e se maravilha com sua própria piedade, então você caiu profundamente em desvio.
25. Quando suas lágrimas estão secas e a realidade espiritual dura e fria de sua existência não é suficiente para fazê-las rolar, veja isso como um terrível testemunho da dureza de seu coração e da profundidade de seu desvio.

APRESENTANDO JESUS .

121 Descrições de Jesus encontradas no evangelho de João
1. Deus (João 1:1)
2. A Palavra (João 1:1)
3. Em Jesus estava a vida (João 1:4)
4. A verdadeira luz dos homens (João 1:9)
5. O mundo foi feito por meio de Jesus (João 1:10)
6. Jesus dá àqueles que crêem Nele o direito de serem feitos filhos de Deus (João 1:12)
7. Filho único do Pai (João 1:14)
8. Cheio de graça e verdade (João 1:14)
9. Aquele sobre quem o Espírito desceu e sobre quem Ele parou (João 1:32)
10. Aquele que batiza como fogo e poder (João 1:33)
11. O Filho de Deus (João 1:34)
12. O Cordeiro de Deus (João 1:36)
13. Rabbi (o Mestre) (João 1:38)
14. O Messias (o Cristo) (João 1:41; 6:69)
15. O Rei de Israel (João 1:49)
16. O Filho do Homem (João 1:51)
17. Aquele que é consumido em zelo pela casa de Deus (João 2:17)
18. Aquele que desceu do céu (João 3:13)
19. O Filho do Homem que foi levantado (João 3:14)
20. O Filho único de Deus que foi entregue por causa do amor (João 3:16)
21. O alvo de nossa fé para nossa justificação e salvação da condenação (João 3:18)
22. O Noivo (João 3:29)
23. Aquele que foi enviado para dizer as palavras de Deus (João 3:34)
24. Aquele a quem Deus dá do Seu Espírito sem medida (João 3:34)
25. Aquele a quem o Pai dá todas as coisas (João 3:35)
26. Aquele que dá água viva, jorrando pra vida eterna (João 4:14)
27. Aquele que se alimenta de fazer a vontade do Pai e terminar Seu trabalho (João 4:34)
28. O Salvador do mundo (João 4:42)
29. Aquele que transformou água em vinho (João 4:46)
30. O Curador daqueles que estão no leito de morte (João 4:51)
31. Aquele que abre olhos cegos (João 5:2)
32. O doador de vida eterna (João 5:21)
33. O juiz (João 5:22)
34. Aquele cuja voz levanta os mortos (João 5:25)
35. Aquele que tem Sua identidade testificada pelas obras do Pai (João 5:36)
36. Aquele sobre quem as Escrituras testificam (João 5:39)
37. Aquele que alimentou 5000 pessoas com 5 pães e 2 peixes (João 6:9)
38. Aquele que andou sobre o mar (João 6:19)
39. Aquele sobre quem o Pai colocou Seu selo (João 6:27)
40. O Pão da Vida (João 6:35)
41. Aquele em quem devemos crer (João 6:39)
42. Aquele que levantará os Seus dentre os mortos no último dia (João 6:44)
43. Aquele que nos convidou para tomarmos de Sua carne e de Seu sangue para habitarmos Nele (João 6:56)
44. Aquele cujas palavras são Espírito e Vida (João 6:63)
45. Aquele que tem as palavras de vida eterna (João 6:68)
46. Aquele que testifica que as obras deste mundo são más (João 7:7)
47. Aquele que testifica a vontade e a doutrina de Deus (João 7:17)
48. Aquele em quem não há injustiça (João 7:18)
49. Aquele que conhece a Deus, é de Deus e foi enviado por Deus (João 7:29)
50. Aquele que não é deste mundo, mas do alto (John 8:23)
51. Aquele em quem devemos crer para passar da morte para a vida (João 8:24)
52. Aquele que nos liberta (João 8:36)
53. Aquele que existia antes de Abraão e que é mais importante que João Batista (João 1:15; 8:58)
54. EU SOU (João 8:58)
55. EU SOU a luz do mundo (João 9:5)
56. EU SOU a porta (João 10:7)
57. EU SOU o bom pastor (João 10:11)
58. Aquele cuja voz ouvimos, a quem imitamos e seguimos (João 8:31; 10:27)
59. Eu e o Pai somos um (João 10:30)
60. O Pai está Nele e Ele está no Pai (João 10:38)
61. EU SOU a ressurreição e a vida (João 11:25)
62. Aquele a quem o Pai sempre ouve (João 11:41)
63. Aquele que foi ungido para seu enterro (João 12:7)
64. O Rei de Israel (João 12:13)
65. Hosanna! Aquele que vem e salva (João 12:13)
66. O Rei humilde que andou de jumentinho (João 12:15)
67. O grão de trigo que caiu no chão, morreu e produziu muito fruto (João 12:24)
68. Aquele que recebeu uma palavra do Pai em voz de trovão sobre Sua glorificação (João 12:28)
69. Aquele que lança fora quem manda no mundo (João 12:31)
70. Aquele que foi erguido e atraiu a Si todos os homens (João 12:32)
71. Aquele que faz dos que crêem filhos da luz (João 12:36)
72. Aquele que manifesta o Pai (João 12:45)
73. O Senhor (João 13:13)
74. Aquele que lavou os pés de Seus discípulos (João 13:14)
75. Aquele que foi traído por Seus discípulos (João 13:21)
76. Aquele que deu um novo mandamento: que nos amemos uns aos outros (João 13:34)
77. Aquele que nos prometeu moradas na casa do Pai, preparados por Ele (João 14:2)
78. EU SOU o caminho (João 14:6)
79. EU SOU a verdade (João 14:6)
80. EU SOU a vida (João 14:6)
81. Aquele que permite àqueles que crêem fazer coisas ainda maiores (João 14:12)
82. Aquele que ora ao Pai para que envie o Ajudador para habitar conosco para sempre (João 14:16)
83. Aquele que não nos deixa órfãos (João 14:18)
84. Aquele que se manifesta e àqueles que guardam Seus mandamentos e O amam (João 14:21)
85. Aquele que vive com aqueles que O amam (João 14:23)
86. Aquele que nos dá paz (João 14:27)
87. EU SOU a videira verdadeira (João 15:1)
88. Aquele que nos limpa com Sua palavra (João 15:3)
89. Aquele que é a fonte de nossa frutificação (João 15:5)
90. Aquele que nos dá plenitude de alegria (João 15:11)
91. Aquele que demonstrou ter o maior amor entregando Sua vida (João 15:13)
92. Nosso amigo na vontade de Deus (João 15:14)
93. Aquele que foi perseguido (João 15:20)
94. Aquele que foi odiado pelos maus do mundo (João 15:25)
95. Aquele que se foi momentaneamente e que voltará (João 16:16)
96. Aquele que transforma nosso pranto em alegria (João 16:20)
97. Aquele em cujo nome devemos pedir (João 16:24)
98. Aquele que venceu o mundo (João 16:33)
99. Aquele que compartilha da glória do Pai desde a fundação do mundo (João 17:5)
100. O Intercessor que ora por Seus santos (João 17:9)
101. Tudo que é do Pai é Dele e tudo que é Dele pertence ao Pai (João 17:10)
102. Aquele que desejou a presença de Seus santos desde a eternidade (João 17:23)
103. Aquele que bebeu voluntariosamente do cálice que o Pai lhe deu (João 18:11)
104. Aquele cujo Reino não é deste mundo (João 18:36)
105. Aquele que nasceu Rei (João 18:37)
106. Aquele que se submete a uma autoridade maior que a de Pilatos: do céu (João 19:11)
107. Aquele que foi crucificado na cruz do Gólgota (João 19:17)
108. O Nazareno (João 19:19)
109. O Rei dos Judeus (João 19:19)
110. Aquele cujas vestes foram divididas por jogo de sorte (João 19:24)
111. Aquele que confiou o cuidado de Sua mãe aos discípulos (João 19:27)
112. Aquele que teve sede (João 19:28)
113. Aquele que cumpriu tudo que estava escrito a seu respeito nas Escrituras (João 19:29)
114. Aquele que entregou Seu espírito ao Pai: Está consumado! (João 19:30)
115. Aquele cujas mãos foram furadas, mas cujas pernas não foram quebradas (João 19:31-37)
116. Aquele que foi enterrado numa tumba nova no jardim (João 19:41)
117. Aquele que ressuscitou no terceiro dia e subiu ao Pai (João 20:17)
118. Aquele que deu o Espírito Santo aos Seus discípulos (João 20:22)
119. Aquele que apareceu para Seus discípulos num cômodo fechado, em seu corpo ressurrecto (João 20:25)
120. Aquele que instruiu Pedro a apascentar Suas ovelhas (João 21:15-17)
121. Aquele que disse aos Seus discípulos: “Sigam-me!” (João 21:19)

APRESENTANDO O PAI DA MENTIRA .



SATANÁS - ORIGEM, PERSONALIDADE E CARÁTER


DEFINIÇÃO DA PALAVRA SATANÁS
Satanás significa literalmente "adversário" e representa seus intentos maléficos e persistentes de obstruir os propósitos de Deus.

OS NOMES DE SATANÁS
- Diabo - significa literalmente "caluniador". Ele calunia tanto Deus (Gn 3.2-5), quanto o homem (Ap 12.10).

- Destruidor - Satanás é cheio de ódio contra o Criador e suas obras (Jo 10.10).

- Serpente - "A antiga serpente chamada Diabo ou Satanás" (Ap 12.9), faz-nos lembrar que no Jardim do Éden ele usou uma serpente para ocasionar a queda do homem.

- Tentador - Satanás nos tenta com o propósito malicioso de nos destruir e afastar definitivamente de Deus. 

- Príncipe desse mundo - Esse título sugere sua influência sobre a sociedade organizada, que está fora da vontade de Deus. O mundo está sob seu poder e é influenciado por ele (1Jo 5.19).

ENFOQUE DE SATANÁS NA BÍBLIA
Embora Satanás e seus subordinados jamais devessem receber proeminência, é salutar compreender o lugar dado a eles nas Escrituras. Nenhum outro indivíduo, exceto a Trindade, recebeu tamanho enfoque na Bíblia, desde seu inicio até o fim, como o personagem conhecido como Satanás, o diabo. Ainda que algumas pessoas falem “diabos”, como se houvessem muitos de sua espécie, tal expressão é incorreta. Há um grande número de demônios, mas “diabo” existe apenas um. “Diabo” é a transliteração do vocábulo grego “diabolos”, nome sempre usado no singular, que significa “acusador” e é aplicado exclusivamente nas Escrituras a Satanás. “Demônio” é a transliteração de “daimonion”.

Todos os anjos foram criados perfeitos por Deus, o criador de todas as coisas visíveis e invisíveis (Ez 28.15). A maior parte deles manteve-se obediente, enquanto muitos acompanharam Satanás na sua rebeldia. Esses “anjos que não guardaram seu estado original, mas abandonaram o seu próprio domicilio, ele tem guardado sob trevas, em algemas eternas, para o juízo do grande Dia” (Jd 6).

Não temos informações tão minuciosas concernentes a sua origem, queda, obra, caráter e influência, mas o que possuímos é suficiente para compreender a respeito dele. Não podemos nem devemos permanecer ignorantes a seus ardis.

A ORIGEM DE SATANÁS REGISTRADA NA BÍBLIA
Satan, seu nome hebraico, só é mencionado diretamente em três livros do Antigo Testamento:
- I Crônicas 21.1, lemos: “Então Satanás se levantou contra Israel e incitou a Davi a levantar o censo de Israel”.
- Jó, várias vezes (1.6-9,12; 2.1-4,6-7).
- Zacarias 3.1-2: “E Ele mostrou-me o sumo sacerdote Josué, o qual estava diante do anjo do Senhor, e Satanás estava à sua mão direita, para se lhe opor. Mas o Senhor disse a Satanás: O Senhor te repreenda, ó Satanás, sim, o Senhor, que escolheu Jerusalém, te repreenda; não é este um tição tirado do fogo?”.

Já no Novo Testamento ele é mencionado como Satanás ou diabo, cerca de 72 vezes. Sua atuação se torna mais evidente no Novo Testamento provavelmente devido à encarnação do Filho de Deus para destruir as suas obras, efetuando a redenção na cruz do Calvário.

A PERSONALIDADE DE SATANÁS
Ao atribuir-lhe personalidade, queremos dizer sua maneira habitual de ser aquilo que o distingue de outro ser, “forma de vida caracterizada por uma existência autoconsciente que possui o intelecto, emoções e vontade”. Ele não é uma “figura de linguagem” ou uma “personificação do mal”, é sim um ser pessoal, inteligente, com vontade e determinação própria. As Escrituras descrevem Satanás como um ser real com todas as marcas de personalidade. Portanto, ele possui todas as características de uma pessoa, ele é capaz de pensar, falar e elaborar estratégias. Ele tem mente, emoções e vontade própria. A Bíblia registra vários pronomes pessoais relacionados a ele. É, portanto, uma pessoa, um anjo decaído, para ser mais específico. Algumas atribuições que a Bíblia confere a ele:

- Vontade: “E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte. Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo. E, contudo, levado serás ao inferno, ao mais profundo do abismo” (Is 14.13-15).

- Conhecimento: “Então respondeu Satanás ao SENHOR, e disse: Porventura teme Jó a Deus debalde? Porventura tu não cercaste a ele, e a sua casa, e a tudo quanto tem? A obra de suas mãos abençoaste e o seu gado se tem aumentado na terra” (Jó 1.9-10).

Ele é constantemente citado nas Escrituras como um ser pessoal. Pronomes pessoais são aplicados a ele em várias passagens: Jó 1.9; 1.12; 2.2-3,6; Mateus 4.1-11; João 3.8; 8.44; Judas 9; Apocalipse 12.7-10.

A ORIGEM DE SATANÁS
Deus o criador de “...todas as coisas, nos céus e sobre a terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam soberanias, quer principados, quer potestades. Tudo foi criado por meio dele e para ele” (Cl 1.16).

As Escrituras indicam que a criatura conhecida como Satanás nem sempre teve esse nome, o qual foi dado por ele ter adotado um proceder de oposição e resistência a Deus.

No livro do profeta Ezequiel encontramos uma descrição pormenorizada da beleza e sabedoria com que Satanás foi criado. Foi criado como querubim, ou seja, Deus o criou como um ser perfeito. Assim descrevem as Escrituras a seu respeito:

Filho do homem, levanta uma lamentação sobre o rei de Tiro, e dize-lhe: Assim diz o Senhor DEUS: Tu eras o selo da perfeição, cheio de sabedoria e perfeito em formosura. Estivestes no Éden, jardim de Deus; de toda a pedra preciosa era a tua cobertura: sardônia, topázio, diamante, turquesa, ônix, jaspe, safira, carbúnculo, esmeralda e ouro; em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros; no dia em que foste criado foram preparados. Tu eras o querubim da guarda, ungido, e te estabeleci; no monte santo de Deus estavas, no meio das pedras afogueadas andavas". (Ez 28.12-14).

Por meio desse texto fica manifesto que Lúcifer pertencia a um alto escalão angelical. Nesse mesmo livro encontramos indícios de como um ser que atingiu um grau muito elevado na escala de valores morais, intelectuais e estéticos caiu tanto, a ponto de ser o mais vil do universo. Ser o representante do mal, ser a própria encarnação da maldade.

"Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniquidade em ti. Na multiplicação do teu comércio encheram o teu interior de violência, e pecaste; por isso te lancei, profanado, do monte de Deus, e te fiz perecer, ó querubim da guarda, do meio das pedras afogueadas. Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; por terra te lancei, diante dos reis te pus, para que olhem para ti. Pela multidão das tuas iniquidades, pela injustiça do teu comércio profanaste os teus santuários; eu, pois, fiz sair do meio de ti um fogo, que te consumiu e te tornei em cinza sobre a terra, aos olhos de todos os que te veem” (Ez 28.15-18).

O capitulo 14 de Isaías canta-nos que a causa principal da queda de Satanás foi o orgulho. O orgulho de Lúcifer encheu seu coração, passou a se sentir em condições de ser igual a Deus, seu criador. Ele premeditou um plano para usurpar o trono do Deus Altíssimo: “E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte. Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo” (Is 14.13-14). Ele não diz que será igual a Deus, pois sabe que isso é impossível. Propõe-se a ser semelhante.

Por cinco vezes esse formoso querubim ungido quis fazer prevalecer sua vontade em oposição à de Deus, afirmando:

1 - "Eu subirei ao céu";
2 - "Exaltarei o meu trono";
3 - "No monte da congregação me assentarei";
4 - "Subirei acima das mais altas nuvens";
5 - "Serei semelhante ao Altíssimo".

Uma das estrelas mais brilhantes dos céus rebelou-se contra seu Criador e, ao fazer isso atraiu um terço dos anjos para juntar-se a ele (Ap 12.3-4). Assim, de um começo justo e perfeito, essa pessoa espiritual desviou-se para o pecado e a degradação. Como consequência dessa rebelião, Lúcifer foi expulso do reino celestial e do cargo que mantinha, nunca mais ocupando a posição de honra e influencia que recebera.

O CARÁTER DE SATANÁS
Nas Escrituras Sagradas as qualidades que lhe são atribuídas podiam ser referidas apenas a uma pessoa, não a um príncipe abstrato do mal. Devido à ignorância, por vários séculos, ele representou papéis que levaram os seres humanos a pensar a seu respeito de muitas formas enganosas e não no seu verdadeiro caráter, tornando assim mais fácil para ele desviar de Deus os que criam em seus enganos.

Satanás foi criado um ser celestial perfeito e cheio de sabedoria e formosura. Agora ele é apenas um enganador, um mentiroso, mestre em enfeitar o pecado para torná-lo atraente. Ele é mestre em colocar no pecado uma embalagem bonita e assim convencer a muitos a praticá-lo sem remorsos.

O DESTINO FINAL DE SATANÁS
Desde o princípio, Deus predisse e decretou a derrota daquele poder que causara a queda do homem (Gn 3.15), e o castigo da serpente, que comeria o pó da terra, foi um vislumbre profético da degradação e derrota final dessa "antiga serpente". A carreira de Satanás está sempre em declínio.

Para mostrar que com Deus está todo o poder, apenas um anjo é enviado para prender Satanás. Deus não enviou um exército de anjos, muito menos o arcanjo Miguel, mas apenas um anjo:

"E VI descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos" (Ap 20.1-2).

Quando os povos da terra virem Satanás derrotado, zombarão dele. Veja essa profecia de dupla referência de Isaías:

"Os que te virem te contemplarão, considerar-te-ão, e dirão: É este o homem que fazia estremecer a terra e que fazia tremer os reinos?" (Is 14.12).

Ele é um eterno derrotado:

- No princípio ele foi expulso do céu (Is 14.12-14)
- Durante a tribulação, será lançado fora da esfera celeste para a terra (Ap 12.9);
- Durante o Milênio, será aprisionado no abismo por mil anos (Ap 20.1-2).
- Depois será lançado no Lago de Fogo, para sempre (Ap 20.10).

Dessa maneira a Palavra de Deus nos assegura que o mal será totalmente derrotado.


Existem movimentos que são declaradamente adoradores de Satanás, os chamados satanistas.

Existem grupos e seitas que adoram e cultuam a Satanás, mas não assumem isso diretamente. São os mais perigosos, pois podem enganar a muitos, usando aparência de piedade. Fique alerta.

Obs.: O nome "Lúcifer" surgiu na Vulgata Latina.


Afinal , quem é seu pai mesmo ?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ILLUMINATIS , QUEM SERIA O LIDER DELES NO BRASIL ?

ENTENDA MAIS SOBRE LO-DEBAR “Lo-Debar, nunca mais” (II Samuel 9: 1-13) nos links

COMO FAZER UM ESBOÇO PARA PREGAÇÃO - Aprendendo a fazer um esboço de pregação.