domingo, 17 de janeiro de 2016

OS MORNOS JÁ ESTÃO CONDENADOS ?

 De acordo com o dicionário da língua portuguesa, para além do significado óbvio de algo que não é quente nem frio, também lhe dá o significado de tibieza e frouxidão. Ora, em termos espirituais (e é este o aspecto que nos interessa neste estudo), alguém que apresenta estas características não pode agradar ao Altíssimo. Alguém que tem estas características não pode ter O Espírito Santo. Como o povo costuma dizer acerca duma pessoa com tais traços de carácter: “não é carne, nem é peixe”, “não tem espinha dorsal”. Trata-se assim de alguém que tem um carácter fraco e que se revela incapaz de assumir a sua condição de verdadeiro filho do Altíssimo. 

A Palavra apelidados de pusilânimes, pessoas de fraco carácter, covardes, tímidos, incapazes de assumirem a fé, receosos, temerosos (temendo mais aos homens que a YHWH). Ora, de forma bem clara, O Altíssimo diz que os vomitará da Sua boca. Tal é confirmado pelas Suas palavras de condenação à destruição em: Apocalipse 21:8 – “Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte”. 

Ao contrário destes, O Eterno sempre elegeu e capacitou aqueles que se mostram valorosos e decididos no combate, quer seja na guerra ou na luta espiritual. Podemos encontrar inúmeros exemplos de servos fiéis que afirmaram a sua fidelidade e firmeza espiritual, em todas as circunstâncias e perigos desta vida, e que não voltaram a cara à luta. Bem pelo contrário. 

Estes revelam firmeza de carácter e não frouxidão. Vamos agora procurar analisar o que a Palavra nos revela sobre a condição de fraqueza moral e espiritual que é própria dos que são tíbios/frouxos/mornos/tímidos. Diz-nos O Amém, A Testemnha Fiel e Verdadeira (Yeshua, que é O Autor das cartas às sete congregações do Apocalipse) palavras muito a propósito da maneira de muitos viverem a doutrina nos nossos dias: www.kol-shofar.org YHWH 


MORNOS CONDENADOS - Apocalipse 3:15-18 – “Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.



 Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas”.

 As palavras condenatórias do Rei vindouro são muitissima clara. Infelizmente, muitos estão nesta condição espiritual. Analise-se pois cada um a si mesmo, revendo a sua conduta e os princípios doutrinais da sua fé, não vá dar-se o caso de pensar que está a trilhar uma vereda direita, mas que o não é e que O Altíssimo desaprova. Muitos terão uma surpresa desagradável quando O Rei vier. Até a muitos que ensinam a Palavra lhes será dito “naquele dia” (o dia da vinda gloriosa do Rei Eterno): Mateus 7:21-23 – “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai [a Sua Lei/Torá], que está nos céus. 

Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E em teu nome não expulsamos demónios? E em teu nome não fizemos muitas maravilhas? Então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade”. Insistimos nesta clarificação: a palavra “iniquidade” significa pecado, transgressão ou ausência da Lei/Torá de YHWH nas vidas de muitos. Os que se esquecem do santo conselho para a vida e não fazem a vontade do Pai serão excluídos do reino vindouro. O apóstolo João confirma: 1.João 2:1-7 – “Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis [1.João 3:4]; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. 

E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo. E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade [a Lei/Torá, cf. a Salmo 119:142, 151]. Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele. Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele andou [em obediência a todos os preceitos do Pai]. Irmãos, não vos escrevo mandamento novo, mas o mandamento antigo, que desde o princípio tivestes. Este mandamento antigo é a palavra que desde o princípio ouvistes [a Lei/Torá]”. Que este fundamento da nossa fé (a guarda dos preceitos do Altíssimo nas nossas vidas) fique bem claro e firme no nosso interior e o apliquemos no nosso modo de viver…se não queremos ser rejeitados ”naquele dia”. Nunca é demais insistir! 

 Lembremos ainda que a condição de todo/a o/a que abraça a fé em Yeshua HaMashiach tem a responsabilidade de praticar a Sua ordenança: “Ide e ensinai”. Lucas 12:37 – “Bem-aventurados aqueles servos, os quais, quando o Senhor vier, achar vigiando [trabalhando na Sua seara]! Em verdade vos digo que se cingirá, e os fará assentar à mesa e, chegando-se, os servirá”. Ora os tímidos/receosos/medrosos não procedem assim. Tendo carácter morno/tíbio/de ânimo fraco, frouxo… deixam o trabalho para os outros. Por isso mesmo serão eliminados do Reino vindouro. 

Não tenhamos ilusões quanto a isto, e não nos deixemos enganar por discursos vazios (porque não estão firmados na Verdade, i.e. na Lei/Torá, em Yeshua, A Torá viva) de muitos falsos ensinadores que pregam que O Deus de amor não excluirá ninguém. Não é isso que a Palavra ensina! Instruções maravilhosas são as do apóstolo de Yeshua: 2.Pedro 1:2-8 – “Graça e paz vos sejam multiplicadas, pelo conhecimento de Deus, e de Jesus nosso Senhor; visto como o seu divino poder nos deu tudo o que diz respeito à vida e piedade, pelo conhecimento daquele que nos chamou pela sua glória e virtude; pelas quais ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo. 
E vós também, pondo nisto mesmo toda a diligência, acrescentai à vossa fé a virtude, e à virtude a ciência, e à ciência a temperança, e à temperança a paciência, e à paciência a piedade, e à piedade o amor fraternal, e ao amor fraternal a caridade.

 Porque, se em vós houver e abundarem estas coisas, não vos deixarão ociosos nem estéreis no conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo”. Se procedermos com diligência não seremos vistos como alguém que é morno na fé, mas sim como alguém que cumpre de forma perseverante, com zelo e entrega, a missão que Yeshua deu aos Seus. Porém, se nos revelarmos como servos inúteis…não teremos direito ao prémio da vida eterna. 

Exortemo-nos pois uns aos outros, com estas palavras de vida e de confiança. Por isso Yeshua nos insiste: João 6:27 – “Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o Filho do homem vos dará; porque a este o Pai, Deus, o selou”. Lembremos a parábola dos talentos/das minas, onde aquele servo que não multiplicou os talentos/as minas que O seu Senhor lhe havia entregue foi chamado de “mau servo” e condenado a um triste fim – Mateus 25:14-30; Lucas 19:12-26. O verso 30 de Mateus 25 é muito claro: “Lançai, pois, o servo inútil nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes”.  Mas, continuemos a aprofundar o nosso conhecimento sobre o significado do que é ser-se espiritualmente morno. Remetendo-nos ao conteúdo da passagem que está no início deste trabalho (Apocalipse 3:15-18) vemos que O Altíssimo Adonai repreende não só individualmente os que são mornos/frouxos/receosos/tímidos, mas também algumas congregações que se desviaram da Sua Verdade – a Sua Lei/Torá, apontando-os/as como estando numa condição espiritual de “desgraçado, miserável, pobre, cego e nu”. Todos estes são adjectivos demasiado condenatórios, apesar destas mesmas congregações e indivíduos crerem que são muitissimos abençoados pelo Alto e Sublime porque têm muitos bens materiais. Porém não se dão conta do seu estado espiritual. Por isso o conselho do Eterno vai no sentido de lhes dizer que se arrrependam dos seus caminhos errados e que comprem ouro provado no fogo (a Sua Lei/Torá). 

Podemos afirmar com toda a segurança doutrinal que a verdadeira morte do ser humano não é a morte física, que se traduz no momento em que o seu corpo desce à sepultura, mas sim a sua morte espiritual. E esta dá-se sempre que o ser humano não tem uma ligação perfeita com O Todo-Poderoso e com O Seu Ungido, Yeshua O Messias. Sim, a verdadeira morte do ser humano é a sua separação do Adonai da Vida – Mateus 8:21-22; Efésios 5:14… ainda que possa estar fisicamente vivo. Apesar dos muitos avisos vindos do Alto e Sublime, a generalidade dos seres humanos preferem permanecer na sua mornidão, na qual não criam uma verdadeira entrega e compromisso com O Altíssimo e O Seu Ungido. 

A sua crença e prática resumem-se a ir à congregação uma vez por semana (quando vão…). Ouvem o pregador mas não se deixam transformar/lavar pela Palavra e pelo Espírito Santo. Infelizmente, se não despertarem deste torpor, serão condenados (vomitados da boca do Rei vindouro). Mais conselhos: 1.João 2:15-17 – “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus [a Sua Lei/Torá] permanece para sempre”. Dúvidas? A Palavra ensina-nos que não podemos servir a dois senhores, pois acabaremos por amar a um desprezando o outro – Mateus 6:24. Ora se o coração/a mente do homem está agarrado pelas coisas deste mundo, o seu coração/a sua mente não pode estar em YHWH e no Seu Messias. 

Yeshua usa palavras muito categóricas: Mateus 12:30 – “Quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha” Então, uma vez mais podemos concluir que todo o que é morno/frouxo não está verdadeiramente em Yeshua, ainda que use o Seu Santo Nome. Yeshua compara os Seus fiéis ao sal da terra, que serve para temperar e dar gosto aos alimentos. Mateus 5:13 – “Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há-de salgar? 

Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens”. Se formos insípidos (mornos) não temos préstimo aos olhos do Altíssimo. Ora o sal na comida não deve ser demais nem de menos, para não estragar o gosto dos alimentos. Assim, se formos insípidos/mornos só serviremos para sermos lançados fora e pisados, não tendo préstimo algum na obra/seara do Senhor… o que significa ser-nos rejeitada a entrada no reino eterno de YHWH. Tiago faz outra comparação interessante acerca daqueles que não se arrependem e não se convertem à Verdade do Altíssimo, preferindo seguir a sua vidinha como sempre, afastados do conselho do Altíssimo, a Sua Lei/Torá – Mateus 12:33-37. Não nos enganemos, pois o homem terá de prestar contas de toda a palavra ociosa que pronunciar. 

Falando da língua do ser humano que expressa o que vai no seu interior, diz o apóstolo do Senhor: Tiago 3:7-13 – “Porque toda a natureza, tanto de bestas feras como de aves, tanto de répteis como de animais do mar, se amansa e foi domada pela natureza humana; mas nenhum homem pode domar a língua. É um mal que não se pode refrear; está cheia de peçonha mortal. Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim. Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa?

 Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas, ou a videira figos? Assim tampouco pode uma fonte dar água salgada e doce. 
Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo seu bom trato as suas obras em mansidão de sabedoria [a Lei/Torá, cf. a Deuteronómio 4:5-6]”. Mas, infelizmente o ser humano não atenta nos ensinamentos do Altíssimo, dados desde o princípio dos tempos (as chamadas “veredas antigas” de Jeremias 6:16). 
Antes busca as suas próprias paixões mundanas, desviando-se da Verdade do Eterno, como hoje é bem visível no catolicismo-romano e nas congregações evangélicas (filhas do romanismo e do ecumenismo). Paulo avisou acerca dos nossos dias através das palavras que escreveu a Timóteo: 2.Timóteo 4:3-4 – “Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências [formados pelos muitos seminários…]; e desviarão os ouvidos da verdade [da Lei/Torá, cf. a Salmo 119:142], voltando às fábulas”. Estas palavras têm plena confirmação no mundo do chamado “cristianismo” dos nossos dias! 

O conselho do Altíssimo é que nos separemos da Babilônia espiritual em que o mundo das religiões se tornou: “Sai dela, povo meu…” – Apocalipse 18:4. Paulo faz advertências semelhantes à congregação messiânica de Corinto: 2.Coríntios 6:14-18 – “Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça [a Lei/Torá] com a injustiça? E que comunhão tem a luz [= a Verdade, Salmo 1:1-2] com as trevas? E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? 

E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei; e eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, Diz o Senhor Todo-Poderoso”.

 Que dificuldade tem o ser humano em compreender e aceitar estas palavras? Só o véu que tem sobre os seus olhos o pode impedir de compreender o papel da santa e eterna Lei do Altíssimo e impedir de “ver” estas verdades! O adversário tem trabalhado bem no seio das congregações que se dizem “cristãs”, pelo que o povo que as frequenta não tem capacidade de entendimento destas verdades. Quando a Palavra nos diz que “conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará”, qual é a Verdade que ali é apontada, senão a santa Lei/Torá de YHWH, conforme a Salmo 119:142, 151.



 No entanto, muitos lêm estas palavras e não as compreendem porque Satanás lhes obscureceu o entendimento e os pastores que os dirigem não conhecem, eles próprios, o que é a Verdade do Altíssimo. Sim, Yeshua é “O Caminho”, “A Verdade” e “A Vida”…mas Ele é também a Lei/Torá viva. Se rejeitarmos a santa Lei/Torá de YHWH estaremos a rejeitar a Yeshua, O Cordeiro do Altíssimo. Acordemos!!! Sim, não sejamos mornos (passivos) na defesa da Verdade do Altíssimo, a Sua Lei/Torá e as palavras que Ele nos enviou através dos Seus santos profetas. Afirme mola sobre os telhados para que todos a oiçam, compreendam e conheçam os caminhos/instruções que YHWH deu ao homem…para que viva. 1.Pedro 3:14-15 – “Mas também, se padecerdes por amor da justiça [da Verdade, da Lei/Torá], sois bem-aventurados. 

E não temais com medo deles, nem vos turbeis; antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós”. Entendamos as palavras do apóstolo com toda a clareza: 1.João 3:4 – “Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo. Qualquer que não pratica a justiça [a Lei/Torá], e não ama a seu irmão, não é de Deus”. 

 Nisto são manifestos os filhos do diabo: pela sua rebeldia e desobediência ao conselho do Alto e Sublime…pela sua incapacidade de entendimento da Palavra, pois Satanás cauterizou o coração/mente do homem para que não entenda a Verdade de YHWH. Estes são vasos de desonra destinados à destruição, mais amantes dos deleites deste mundo do que do conselho do Altíssimo. Incapazes de reconhecer a necessidade de mudança (arrependimento) para se salvarem. Destes afastemo-nos. 2.Timóteo 3:1-7 – “Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. 

Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências; que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade”.

 O retrato do homem perverso que aqui nos é dado por Paulo é aquele que podemos hoje reconhecer no chamado mundo religioso, e até nos exemplos de alguns “pastores” que têm causado escândalo no seio das congregações ditas “cristãs”, devido à sua loucura e carnalidade. Agem mal porque não temem o juízo do Eterno. Sim, os homens hoje andam buscando os bens da Terra, esquecendo-se da brevidade dos seus dias e do julgamento próximo do seu Criador, EL YHWH. Estão espiritualmente adormecidos, e anestesiados pelas falácias de outros homens que pregam a mentira e o engano de Satanás. Por isso confiam nas riquezas. Dizem-se ricos e de que nada têm falta, não reconhecendo que são espiritualmente pobres, miseráveis, cegos e que estão nus. Na realidade eles estão fracos/mornos…e, como diz o povo: “dos fracos não reza a História”. Serão “vomitados” da boca do Altíssimo quando Ele vier para julgar. Perante isto lembramo-nos das palavras de Pedro em: 2.Pedro 3:10-13 – “Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite [virá quando não O esperam]; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão? Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça”. Amém! Ora vem Adonai Yeshua! AlleluYAH Vem ó Espírito de YHWH, vem já hoje abrir o nosso entendimento à força da Tua Palavra/Verdade.-

Nenhum comentário:

Exposição que mostra pedofilia e zoofilia provoca bate boca entre deputados

Não foi só nas redes sociais que a mostra “QueerMuseu” gerou debates e bate boca. Na noite desta terça-feira (12) o assunto foi amplam...