segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Marcha Pró-vida Reúne 40.000 Pessoas em San Francisco

pro-life-west-coast-christian-postO evento da Caminhada pela Vida da Costa Oeste, no sábado, superou as expectativas dos organizadores, ao reunir uma multidão de 40.000 pessoas, um número recorde.
  • (Foto: The Christian Post Tsuei / Hudson)
    Mais de 40.000 pessoas participaram do evento 7º Caminhada anual pela Vida costa oeste, sábado, 22 de janeiro de 2011, em San Francisco, Califórnia.
Dezenas de milhares de ativistas pró-vida lotaram o Justin Herman Plaza, no centro de San Francisco para participar da caminhada de 2,5 quilômetros ao longo da orla durante a sétima caminhada pela vida Walk for Life West Coast. A caminhada foi realizada no 38º aniversário da decisão na Suprema Corte dos EUA no caso de Roe v. Wade, que legalizou aborto.
"Estamos aqui para quebrar a escravidão da cultura da morte," disse Dolores Meehan co-presidente da Walk for Life.
A rota de caminhada começou no Justin Herman Plaza, no centro de São Francisco e terminou na Marina Green à vista da ponte Golden Gate. A linha de caminhantes se estendeu ao longo de um quilômetro de comprimento. Durante a Hora Santa do Nascimento de Jesus por volta do meio-dia, os caminhantes oraram para os bebês abortados.
Grupos como Silent No More, Priests for Life, Lutherans for Life, e Anglicans for Life entraram na caminhada para lembrar os abortados, partilhar seus testemunhos, e orar pelo fim do aborto.
Os participantes ouviram de Abby Johnson, ex-diretor de uma clínica da Planned Parenthood (Planejamento Familiar), no Texas que deixou o emprego depois de assistir a um aborto guiado por ultra-sonografia. Johnson, hoje um ativista pró-vida, disse que ela já não escolhe honras quando se trata de aborto.
"Vocês são a nova geração do movimento pró-vida e posso dizer-lhe que a Planned Parenthood está tremendo nas bases," disse Johnson.
Homens e mulheres que abortaram seus bebês também compartilharam suas histórias.
"Temos que acabar com este massacre," proclamou o reverendo Brian Walker.
Walker e sua esposa Denise abortaram uma criança de quatro meses antes de seu casamento. Ele disse que era imaturo na época. Agora, os Walkers, ambos Afro-Americano, dizem às pessoas que o aborto é um desserviço para a comunidade negra.
"Perdemos cerca de 40 por cento da nossa população para o aborto," enfatizou Denise.
Em todo o país, o Presidente Barack Obama, um auto declarado defensor da escolha, também reconheceu o aniversário da controversa decisão jurídica em um comunicado.
"Hoje marca o 38º aniversário da Roe v. Wade, a decisão da Suprema Corte que protege a saúde das mulheres e a liberdade reprodutiva, e afirma um princípio fundamental, que o governo não deve intrometer-se em assuntos familiares privados," declarou ele.
Ele tentou equilibrar a sua declaração, dizendo que está empenhado em evitar gravidezes indesejadas, apoiando às mulheres grávidas e mães, estimulando relacionamentos saudáveis, e promovendo a adoção.
Mas os oponentes do aborto dizem que a prática é uma falsa resposta para os problemas sociais da gravidez na adolescência, o abandono das crianças, e o abuso sexual.
"Nos últimos 32 anos, o aborto tem sido vendido como uma solução para os problemas sociais enfrentados pelas mulheres. Durante esse tempo, os defensores do aborto têm colocado as mulheres contra seus filhos - forçando-nos a uma situação sem saída," disse Sally Winn, vice-presidente do Feminists for Life of America, em um comunicado.
Ela continuou: "O aborto não é uma solução, mas uma reflexão de que nós não conhecemos as necessidades das mulheres. As mulheres merecem o melhor."
A Walk for Life West Coast foi fundada em 2005 por um grupo de moradores de San Francisco da Bay Area. Segundo o site, a missão da caminhada é mudar a percepção de uma sociedade que acha que o aborto é a resposta.
No ano passado, a caminha pela vida Walk for Life West Coast Coast atraiu mais de 35.000 pessoas.
A caminhada pró vida da Califórnia vem dois dias antes da maior marcha pela vida, a March for Life em Washington, D.C., na segunda-feira. Os organizadores do evento de D.C. estão esperando uma multidão superior à contagem do ano passado de 300.000 participantes.

Fonte Cristian Post

Nenhum comentário: