Sentenciada à morte por anencefalia menina desafia a ciência e completa 15 meses de vida

Sentenciada à morte por anencefalia menina desafia a ciência e completa 15 meses de vidaPais decidiram tê-la mesmo sabendo que nasceria com anencefalia

Ángela Morales é um “bebê milagre” para sua mãe. Antes de dar à luz, Sonia soube que sua filha nasceria com anencefalia, uma condição que a condenava à morte. Contra todo prognóstico, a menina completou um ano e três meses e continua surpreendendo a todos.
Sonia e Rony Morales moram em Providence, localizada no estado de Rhode Island (Estados Unidos). Quando souberam que Ángela nasceria com anencefalia, decidiram tê-la mesmo assim.
A anencefalia é caracterizada pela ausência parcial do cérebro ou do crânio. Os bebês que nascem com esta doença normalmente vivem pouquíssimo tempo.
Em seu blog, Sonia escreveu: “A vida de Ángela é uma prova de que a ciência ainda tem muito que aprender sobre esta doença e que os médicos somente sabem o que está nos livros. Ainda não podemos acreditar quão longe ela chegou, o quanto é feliz e saudável”.
“Ela é uma guerreira maravilhosa e tem uma grande missão a ser realizada”, declarou sua mãe.
Sonia Morales e seu esposo não cuidam de Ángela sozinhos, sua filha mais velha Elizabeth, também ajuda a cuida-la.
A mãe recorda ainda o dia no qual recebeu o diagnóstico: “Eu estava sozinha em um quarto frio e escuro. Sentia o meu coração apertado. Tiraram mais de 40 imagens para saber o que estava acontecendo, quando o doutor me deu a terrível noticia: ‘Sinto muito, mas seu bebê tem uma abertura da sobrancelha até a parte de trás. Não tem cérebro nem crânio, nascerá com anencefalia’ ”.
Nada poderia ter preparado esta mãe para tão terrível notícia. Sonia chorou muito, mas teve a consciência clara e respondeu rapidamente à proposta de fazer o aborto: “Ela não é uma opção, é a minha menina linda. Rejeitei duas vezes a possibilidade de abortar”.
Sonia recordou que quando Rony, seu esposo, soube desta situação disse-lhe: “Nosso bebê nascerá e será amada por nós até seu último suspiro”. Pouco depois Ángela nasceu.
“Não podemos acreditar no que vimos. Vimos muitos milagres. Ángela nasceu há 15 meses (…) Ela continua surpreendendo os médicos e faz coisas que disseram nunca seria capaz”.
“Angela respira sozinha, subiu de peso, mexe suas pernas e braços, normalmente come frutas e vegetais: Seus preferidos são a batata-doce, a banana, o abacate e a melancia. Adora o que eu cozinho”, disse Sonia.
“Nosso bebê-milagre completou 15 meses. Ela é a prova vivente e amorosa de que os milagres acontecem todos os dias, quando acreditamos em Deus. Isso significa confiar n’Ele inclusive quando não conhecemos os seus planos. (…) Ela veio ao mundo perfeita e Deus a confiou aos nossos cuidados”.
“Este caminho começou com uma espada transpassada no coração, não entendíamos por que tanto sofrimento. Por que tanta dor? Por que nós? Por que nossa querida filha? Por que? Por que? Agora entendo que teve que ser assim para receber esta recompensa. Estamos felizes e nossas vidas estão realizadas”.
“Não desista, pois, os milagres acontecem”, afirmam os pais da menina.


http://catholicus.org/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ILLUMINATIS , QUEM SERIA O LIDER DELES NO BRASIL ?

ENTENDA MAIS SOBRE LO-DEBAR “Lo-Debar, nunca mais” (II Samuel 9: 1-13) nos links

COMO FAZER UM ESBOÇO PARA PREGAÇÃO - Aprendendo a fazer um esboço de pregação.