sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Em templo indiano, fiéis veneram e alimentam milhares de ratos


Ratos são alimentados com leite dentro do templo de Karni Mata, na Índia
Ratos são alimentados com leite dentro do templo de Karni Mata, na Índia
Poucos países oferecem uma dose tão grande de choque cultural para o turista como a Índia: na nação asiática, é possível entrar em um templo hindu onde, todos os dias, fiéis veneram fervorosamente milhares de ratos.
Localizado na cidade de Deshnok, no meio do deserto do Rajastão, o templo de Karni Mata é um local sagrado, mas, há tempos, também virou uma atração para os turistas que viajam pela área.
Reza a lenda que Karni Mata foi uma sábia mulher hindu do século 14 que, durante uma viagem pelo deserto, viu seu enteado morrer afogado enquanto ele tentava beber água de um poço.
Karni Mata é considerada uma reencarnação da deusa Durga e, durante sua vida, por causa disso, teria tido poderes sobrenaturais. Segundo os fiéis de Deshnok, ela usou esses poderes para trazer de volta à vida seu enteado, mas na forma de um rato. E também decretou que todos os seus descendentes, depois que morressem, reencarnariam como roedores.  
Fulvio Spada/Creative Commons
Ratos recebem tratamento VIP dentro do templo Karni Mata


Atualmente, os frequentadores do templo de Deshnok veneram os ratos ali presentes como a prole legítima de Karni Mata. Os animais são alimentados com leite e adorados em altares de pedra.
Os turistas que entram no local têm que tirar os sapatos e andar descalços pelo chão por onde correm milhares de roedores de pelo cinza. Não raro, os bichinhos passam sobre os pés dos forasteiros. E é um sinal de grande sorte se alguém conseguir ver um rato branco (ele existe) no meio dessa inusitada fauna.   
O templo de Karni Mata fica a 30 km de Bikaner, uma das principais cidades do Rajastão. Se você não tiver nojo de roedores, é um passeio que vale muito a pena.  
Amanderson2/Creative Commons

Fiéis veneram ratos ao lado do altar do templo de Karni Mata


Jean-Pierra Dalbera/Creative Commons
Entrada do templo de Karni Mata, localizado no deserto do Rajastão


Jean-Pierra Dalbera/Creative Commons
Os roedores aparecem até nas portas do templo indiano


4ocima/Creative Commons
Milhares de ratos circulam pelo templo indiano, aberto a turistas

UOL

Nenhum comentário: