sábado, 18 de outubro de 2014

Evangélicos estão indignados com a violência contra os pastores em Honduras

Depois de mais um assassinato de um líder religioso em Honduras, o pastor Alberto Solorzano, representante da Associação Evangélica, enfatizou que os pastores continuam a cumprir a sua missão, no entanto, lamentam que a violência no país continua. 
Solorzano disse que eles tiveram um bom apoio por parte das autoridades, mas, obviamente, a questão da segurança continua preocupando a muitos pastores e líderes de outras denominações que trabalham em zonas de conflitos. 
Ele também ressaltou que, independentemente do que acontece ao redor, eles continuarão fazendo a Obra de cristo. 
Elvis Cruz Maurício Flores, pastor da Igreja Evangélica Nvio de Sião, foi estrangulado dentro de sua residência, no Vale de São Pedro Sula.

Nenhum comentário:

Maduro ameaça ir sem convite à Cúpula das Américas

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou nesta quinta-feira (15) que líderes da direita da América Latina estão demonstran...