quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Adolescente mente para a família dizendo que ia a show gospel e desaparece no Rio


A adolescente Ana está desaparecida desde segunda-feira Foto: Reprodução do Facebook


A adolescente Ana Yaritza dos Santos Dias, de 13 anos, saiu de casa na segunda-feira à tarde, dizendo para a família que ia a um show gospel em Madureira, na Zona Norte do Rio, com um amigo da escola. A ideia era depois passar a noite na casa do garoto. Como conhece o menino, o pai consentiu, mas fez um alerta pedindo para a filha ligar assim que o show terminasse e dar notícias. Só que Ana não ligou. O pai e outros parentes começaram a ligar para o celular da jovem, que estava desligado e assim continua até esta quarta.
- O pai dela já esteve na casa do amiguinho e descobriu que ele não foi a show nenhum. Já sabemos que a Ana mentiu. E isso só aumenta a nossa preocupação. Estamos com medo de ela ter conhecido alguém pela internet, de essa pessoa ser alguém do mal e ter feito alguma coisa com ela - disse a prima Cristiane Dias de Souza, de 29 anos, que mora com Ana no bairro da Piedade, também na Zona Norte.
A família registrou o desaparecimento na 24ª DP (Piedade) nesta terça-feira. Parentes já fizeram buscas pela garota em hospitais da região. Segundo Cristiane, Ana não tem acesso a computador:
- Mas nós não conseguimos controlar o celular. Tem todas essas redes sociais, tipo WhatsApp e Facebook... A Ana é uma garota que em muitos momentos é criança ainda, mas em outros acha que é adulta. E pode ter achado que é mais esperta do que é.
A prima contou ainda que a adolescente estava com ideia fixa em relação à autorização para sair uma semana antes do suposto show gospel.
- Primeiro, ela pediu à avó, que é quem a cria, e recebeu um não como resposta porque iria sozinha. Esta semana, ela insistiu no assunto. Acabou recebendo o consentimento porque alegou que ia com esse coleguinha que a gente conhece - disse ela.
Cristiane frisou também que Ana não costuma sair sozinha:
- Ela só vai à escola e à aula de violão aqui perto. À igreja, vai com o irmão mais velho, de 18 anos. Fora isso, não frequenta festas e bailes. Estamos rezando para que ela não tenha sido alvo de algum pedófilo. E também para que não tenha sofrido um acidente. Só Deus mesmo para nos ajudar numa hora dessas.
Nesta quarta, a família pretende fazer cópias de fotos de Ana e espalhá-las por Piedade e bairros próximos. Quaisquer informações sobre a garota pode ser passada para o Disque-Denúncia (2253-1177).
Procurada para comentar como está a investigação do caso, a assessoria de imprensa da Polícia Civil informou apenas que “de acordo com informações da 24ª DP (Piedade), a família fez um registro nesta terça-feira (20/01). O caso está sendo encaminhado à DDPA (Delegacia de Descoberta de Paradeiros), que dará continuidade às investigações”.







Leia mais: http://extra.globo.com

Nenhum comentário:

“Não chame meninas de princesas”, diz campanha da Avon

Uma campanha da Avon tem gerado polêmica nas redes sociais por pedir aos pais que não chamem suas filhas de “princesas”, dizendo que o elo...