quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Delegacia de Homicídios investiga desaparecimento de pastor em Mogi

Open in new windowPolícia Civil abriu inquérito e já colheu depoimentos de familiares e amigos. Carro do pastor foi encontrado carbonizado, um dia após o sumiço.


A Delegacia de Homicídios de Mogi das Cruzes abriu inquérito para investigar o desaparecimento do pastor Antônio de Souza Chimenez, de 40 anos, visto pela última vez no domingo (4). O carro dele foi encontrado na segunda-feira (5) carbonizado, no distrito de César de Sousa.

Segundo o delegado Luiz Roberto Biló, o inquérito foi instaurado na manhã de terça-feira (6), após a conclusão do registro da ocorrência de localização do veículo e desaparecimento da vítima. Desde então, várias pessoas, entre familiares, amigos e testemunhas, foram ouvidas. "O Setor de Homicídios sempre investiga casos de desaparecimento no Alto Tietê. Neste caso, especificamente, ouvimos familiares, amigos e testemunhas para traçar um perfil da rotina do pastor e quais foram as pessoas que entraram em contato com ele horas antes do desaparecimento. Se não houver sucesso nessa busca, adotaremos outras medidas para tentar localizá-lo", informou.

O pastor desapareceu após sair de um culto da igreja “Assembleia de Deus, Unidos para Vencer”, na Vila Natal, dizendo que iria pagar o aluguel da segunda unidade da igreja, que fica em César de Sousa. "Testemunhas me ligaram em casa para dizer que ele estaria mantendo um relacionamento extraconjugal e que na sexta (2) um veículo preto com dois homens ficou rondando a igreja. Eles ficaram olhando para o altar, pareciam procurar por ele (Antonio)", disse a mãe do pastor, Célia de Souza Chimenez, de 64 anos.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Antônio de Souza Chimenez pode ligar para a Polícia Militar (190), Disque-Denúncia (181) ou na Delegacia de Homicídios, no 4721-1221, das 9h às 19h. Não é preciso se identificar.
O caso
Por volta das 16h20 de segunda-feira (5), a Polícia Militar fazia patrulhamento em César de Souza quando se deparou com um veículo carbonizado na Avenida João XXIII. Os policias consultaram a placa e não encontraram registro de roubo ou furto. Com base nos documentos, foram até a casa do proprietário, na Vila Industrial.

A esposa do pastor Antônio de Souza Chimenez informou que ele foi visto pela última vez na igreja “Assembleia de Deus, Unidos para Vencer”, na Vila Natal, onde participou de um culto. Por volta das 21h30, o pastor teria deixado o local dizendo que iria pagar o aluguel de outra igreja em César de Sousa e, desde então, não retornou ou deu notícias.

Em entrevista, a esposa, que pediu para não ter o nome revelado, informou que era comum o marido frequentar a igreja em César de Sousa para resolver assuntos administrativos. “Ele sempre fazia esse percurso, ficava na Vila Natal, onde mora parte da família dele, ou ia para César. No dia do desaparecimento liguei a madrugada toda e ele não me atendeu”, disse a mulher de 32 anos.

Segundo a Polícia Civil, quem tiver informações sobre o paradeiro do pastor pode ligar no Disque-Denúncia, pelo 181, para a Polícia Militar (190) ou procurar qualquer delegacia.

Fonte: G1

Nenhum comentário: