sexta-feira, 1 de maio de 2015

Igreja na Malásia é forçada a derrubar a cruz do prédio


Igreja na Malásia é forçada a derrubar a cruz do prédio
Em 19 de abril, uma semana depois de uma nova igreja ter sido inaugurada, os manifestantes se reuniram em frente ao templo e exigiram que a cruz que estava pendurada em destaque na frente do edifício fosse derrubada. 
Os manifestantes temiam que a igreja estivesse envolvida com o proselitismo a muçulmanos. "Eles estavam exigindo que as operações da igreja cessem completamente, mas conseguimos convencê-los a ficar satisfeitos que a igreja apenas derrubasse o símbolo da cruz", disse Abdullah, um ancião da comunidade e um dos líderes dos manifestantes.
Para evitar problemas, a liderança da igreja retirou a cruz duas horas mais tarde, mas a notícia foi viral e criou uma tempestade de protestos de muitos políticos, ONGs e grupos religiosos – incluindo alguns grupos muçulmanos moderados condenando a intimidação como um “ato estúpido de ódio”.
"A cruz é um símbolo sagrado para a comunidade cristã. Forçá-los a remover o símbolo é inaceitável e desrespeitoso para a comunidade cristã”, afirmou o ministro-chefe Azmin Ali a um jornal local.

Nenhum comentário:

Com ataque à Globo, Domingo Espetacular debate a arte com apologia à pedofilia

Programa Domingo Espetacular, na Record TV O debate sobre as exposições de arte com apologia à pedofilia e outros temas no Brasil marc...