quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Alan Ruschel não deve perder movimento das pernas após cirurgia na coluna

REUTERS/Guillermo OssaO lateral da Chapecoense Alan Ruschel, um dos sobreviventes do acidente aéreo que vitimou 71 pessoas na Colômbia, passou mesmo por cirurgia na coluna, devido a uma lesão na 12ª vértebra. A informação foi confirmada pela diretora médica da clínica Somer, Maria González.
González acrescentou que o jogador tem tido boa recuperação desde o procedimento cirúrgico e que ele está em condições estáveis - a parte motora do atleta está preservada até o momento, sem déficit de mobilidade. 
Ainda é cedo para afirmar, contudo, que Ruschel poderá voltar a jogar futebol. 
Há cinco médicos brasileiros na Colômbia, em Medellín, para acompanhar a evolução dos quatro sobreviventes brasileiros - Alan Ruschel, Neto e Jackson Follmann (jogadores) e Rafael Henzel (jornalista). Familiares de Ruschel e Henzel desembarcaram na manhã desta quinta na cidade para oferecer apoio.
O acidente ocorreu na madrugada da última terça-feira (29), durante trajeto de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, até Medellín. Das 77 pessoas que embarcaram na aeronave, 71 morreram. 
Além dos três jogadores e do jornalista, também estão na lista dos sobreviventes os membros da tripulação Ximena Suárez e Erwin Tumiri. 

Evolução dos casos de Henzel e Neto

O jornalista brasileiro Rafael Henzel acordou consciente e, apesar da lesão pulmonar, os médicos deverão tirar os tubos que o auxiliam na recuperação na noite desta quinta-feira (01). A informação foi passada por Luiz Fernando Rodriguez, diretor da Clínica San Juan de Dios. 
A condição do zagueiro Neto, último a ser recuperado com vida do acidente, permanece crítica, mas sem evolução negativa. O jogador deverá passar por cirurgia ainda nesta quarta para limpeza dos tecidos das pernas. Médicos colombianos aguardam médicos brasileiros para consentir e acompanhar a cirurgia. Não há risco de amputação.


http://www.uol.com.br/

Nenhum comentário: