segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

"Falta recurso para a saúde, mas sobra para a farra do carnaval", diz deputado evangélico

Imagem redimensionada

O deputado federal Ezequiel Teixeira (PTN) confirmou que irá pedir ao Ministério Público que seja aberto um inquérito contra os blocos de carnaval de Paquetá (RJ). Segundo o parlamentar, o fluxo de pessoas que se forma em razão da festividade é maior que a capacidade da ilha.

No último sábado, aconteceu um desfile do bloco 'Pérola da Guanabara' e, segundo a CCR Barcas (empresa de balsas), 12 mil pessoas fizeram o trajeto Praça XV-Paquetá. Esta quantidade é o triplo do número de habitantes da ilha.

Ao comentar sua iniciativa, o parlamentar, que também é pastor e fundador do Projeto Vida Nova destacou os danos que a mobilização dos blocos de carnaval tem causado à ilha e também criticou que recursos sejam destinados para a realização da festividade.

"Verdadeiramente lamento os danos ambientais e os transtornos suportados pelos moradores da Ilha de Paquetá. Precisamos identificar e responsabilizar aqueles que permitiram a realização do bloco de carnaval que levou o caos para a tranquila ilha. Falta recurso para a saúde e para o pagamento de salários dos servidores, mas sobra para a farra do canaval", afirmou o deputado.

Atualmente, o bloco 'Pérola da Guanabara' é o principal dos cinco autorizados pela Prefeitura a desfilar na ilha.

Este ano, as barcas realizaram três viagens a mais do que o previsto para um sábado comum. Mesmo com maior disponibilidade de barcas, teve confusão no embarque, porque muitos começaram a pular as catracas.

Nas redes sociais, diversos moradores da ilha reclamaram da espera na fila gigantesca que se formou para embarcar e chegar a Paquetá.

Fonte: Guia-me

Nenhum comentário:

Mais de 1.300 crianças foram vítimas de abusos sexuais na Austrália

Pedofilia A Comissão Real para Respostas Institucionais ao Abuso Sexual Infantil, na Austrália, lançou, esta quinta-feira, um relatório ...