sábado, 4 de março de 2017

Justiça determina exclusão do nome do pastor Wellington Júnior das urnas

nome do pastor José Wellington Bezerra da Costa Júnior, não constará nas urnas eletrônicas, entre os candidatos que disputam à presidência da Convenção Geral das Assembleias de Deus, entidade que agrega o maior número de ministros evangélicos do país; é o que determinou o juiz de Direito da Comarca de Corumbá -GO, Levine Raja Gabaglia Artiaga, em despacho com data de 01.03.2017.

Ainda em seu despacho, o magistrado determinou que fosse incluída a empresa Scytl Soluções de Segurança e Voto Eletrônico no polo passivo da ação, já que é a empresa contratada pela CGADB para dar andamento ao processo eleitoral que elegerá a nova Mesa Diretora da entidade no dia 09 de abril, para os próximos 4 anos, e que efetue a retirada do nome do pastor José Wellington Júnior do sistema de votação, afirmando que o mesmo encontra-se com registro nulo.

Levine Raja Gabaglia Artiaga é o mesmo magistrado que tornou nulo o registro de candidatura do pastor Wellington Júnior e determinou também liminarmente que fosse cancelado 10.479 inscrições que estaria em desacordo com a resolução nº 01/2016 da CGADB.
Com a exclusão do nome do pastor Wellington Júnior das urnas eletrônicas, ficam no páreo como candidato apenas os pastores Samuel Câmara, líder da Igreja Mãe em Belém do Pará e o pastor Cícero Tardim, presidente da Assembleia de Deus Alto Piriqui –PR.

Derrotado à presidência da Convenção do Paraná, Pastor Cícero Tardim registra candidatura à presidência da CGADBVale ressaltar, que as decisões proferidas pelo magistrado acima são decisões interlocutórias sujeitas a recursos, e o mérito ainda será julgado por uma sentença definitiva.




FONTE E CRÉDITO  http://www.jmnoticia.com.br/2017/03/03/cgadb-justica-determina-exclusao-nome-pastor-wellington-junior-das-urnas/

Nenhum comentário: