segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

"Não deixe a religiosidade te matar no campo de batalha!"

Domingo (28/12), às 19hs, no Renascer Hall, em São Paulo, o Apóstolo Estevam Hernandes ministrou sobre "A maturidade que vence a religiosidade", baseado em 1Sm 14.24-31. Ele explicou que o rei Saul tinha um grande desafio que era derrotar os filisteus, mas na sua ansiedade, ele quis se utilizar de uma arma espiritual, que é o jejum, mas sem procurar a direção do Senhor, sem procurar o sacerdote; como um autônomo na fé. Assim, ele força todo o exército de Israel a ir pra guerra sem se alimentar. Um jejum religioso.
O Apóstolo explicou que o religioso peca por fazer voto de tolo ((Ec 5,4-5). "Deus não se agrada de votos de tolos, mas Ele se agrada quando fazemos votos guiados pelo Espírito Santo e com um objetivo maior e mais profundo". Saul desprezava a Palavra de Deus e fez um voto de tolo. Saul simboliza a religiosidade, mas Jônatas era livre e tinha coração puro.
"A religiosidade te mata no campo de batalha e traz sentimentos completamente contrários a vontade do Senhor. Deus tinha uma grande vitória, mas aquele sentimento religioso iria matá-los e impor uma derrota à Israel. Jônatas, filho de Saul, vem lá do campo, estava cheio da bênção de Deus, chega e tem uma atitude inocente. Ele não tinha ouvido o pai dele e não tinha ouvido aquele voto. Ele vê o mel escorrendo, pega e coloca na boca. Ele estava com forme, o mel tinha energia pura e, ao comê-lo, seus olhos começaram a brilhar", ministrou.
Ele disse ainda que aquele mel representa a Palavra de Deus que dá força, energia e poder para a batalha, porque o Senhor provê condições para enfrentarmos o inimigo. "O que vai te livrar não são estratégias humanas e religiosas, mas a direção do Senhor e o poder do Espírito Santo. Essa é a diferença do religioso e daquele que é apostólico. Saul era imaturo, mas Jonatas era cheio do Espírito Santo e nessa noite você vai se levantar como Jônatas", determinou.

Como alcançar essa maturidade?
1) Não ouça o conselho do ímpio - Sl 1.1 - O conselho do ímpio acaba com a tua vida, pois não é a Palavra que sai da boca de Deus, mas uma armadilha do inimigo. O conselho de Saul foi: 'não coma para ir para a guerra'. Ele tomou essa atitude por causa dos sentimentos da religiosidade, que são:
·         Derrota -- o religioso despreza o que Deus pode fazer e sempre admite a possibilidade da derrota. É uma malignidade que vai consumindo o interior da pessoa; admite a derrota  porque não crê que Deus pode. 2Cr 20.17;
·         Culpa - quantas vezes você é assolado porque se sente culpado por todas as desgraças do mundo? Mas a Bíblia diz que nenhuma condenação há contras os escolhidos de Deus (Rm 8.1). Ainda que você erre, o sangue de Jesus te purifica de todo o pecado. Você é justificado pelo sangue de Jesus. O servo de Deus não deve ficar carregando sentimento de culpa, pois o Senhor o justifica;
·         Sentir-se indigno - carnalmente, somos indignos, mas Jesus nos tornou dignos. Somos filhos e herdeiros de todas as bênçãos espirituais com Cristo. A Igreja é digna. O servo de Deus é digno. Se tem que acontecer alguma cosia boa, tem que acontecer com você que é lavado e remido no sangue do Cordeiro.
DigaEu não serei roubado pelo conselho do ímpio, mas irei para a bataha alimentado pelo Espírito Santo de Deus.
2) Tenha experiências verdadeiras de livramento - Daniel 3.28/ Sl 124 - Saul era um boçal, cheio de religiosidade.  Jônatas na inocência, compartilhou da sua experiência, deu às pessoas do mesmo mel. Quem vai pra batalha? Os que estão cheios do Espírito Santo. Os que provaram da unção do Espírito Santo que faz os olhos brilharem e faz ir ao campo de batalha com a força do Senhor. O Senhor vai fazer teus olhos brilharem esta semana. Você vai sair do exército de Saul e o Senhor vai te colocar no exército de Jônatas: ninguém murmurava, todos eram fortes, cheios do Espírito Santo. Foram e venceram, porque tiveram uma grande experiência de livramento. Antes do dia 31 de dezembro, vamos ter uma grande experiência de livramento. O Senhor já se levantou. O anjo que abre caminhos vai a tua frente e teus olhos vão brilhar pelo poder de Deus. Pode celebrar a tua vitória porque você não vai morrer cansado no campo de batalha!
3) Alimente-se da Palavra e seja levantado pelo Espírito Santo. Jônatas tomou a vara que é Jesus, a videira verdadeira; e o mel que é a Palavra que nos alimenta. Nós não nos alimentamos de sujeiras e porcaria, mas nos alimentamos da Palavra de Deus e ela não volta vazia, mas prosperará naquilo para a qual o Senhor a designou.
"Você vai se levantar na força do Senhor Jesus. Se eu não tivesse nessa força, eu estaria encolhido cheio de problemas. Mas com essa força, eu salto muralhas. Você não vai se alimentar de religiosidade e nem de votos carnais, mas da Palavra poderosa de Deus que vai fazer seus olhos brilharem!"
Ore assimSenhor, perdoa-me se tenho optado pela religiosidade e tenho me escondido atrás daquilo que não é a verdade; e me ajuda a andar na inocência e na unção do teu Espírito Santo. Eu desfaço as sentenças e estigmas demoníacos. Eu sou livre e me arrependo dos sentimentos religiosos de derrota, de culpa e todos os complexos religiosos e todos os roubos estão quebrados. Cheio de unção, eu me levanto para viver a vitória de Jônatas e comer do mel  que é a Palavra de Deus e viver uma grande vitória, em nome de Jesus!

 
 
Mônica Vendrame e Paula Rocha Moreira, redação igospel
Fotos: Sarah Brito


Nenhum comentário:

Com ataque à Globo, Domingo Espetacular debate a arte com apologia à pedofilia

Programa Domingo Espetacular, na Record TV O debate sobre as exposições de arte com apologia à pedofilia e outros temas no Brasil marc...