quarta-feira, 1 de abril de 2015

ISLÃMICOS MATADORES DE CRISTÃOS - Homens armados matam 100 aldeões cristãos no centro da Nigéria

Homens armados matam 100 aldeões cristãos no centro da NigériaNas primeiras horas de 15 de março, em uma aldeia perto da fronteira com Camarões, muçulmanos Fulani mataram 100 pessoas, incluindo mulheres e crianças; os homens armados invadiram casas e começaram a atirar nas vítimas enquanto dormiam em suas camas.
Enquanto todos os olhos estiveram voltados para regiões do nordeste da Nigéria, onde o grupo radical islâmico Boko Haram está finalmente sendo combatido por forças militares multinacionais, a violência visando comunidades cristãs em todo o centro da Nigéria, na região conhecida como Cinturão Médio, tem crescido dramaticamente. O aumento dos ataques aconteceu antes das eleições presidenciais de 28 de março.
Uma testemunha que escapou dos assassinatos disse: "Nós ainda estávamos dormindo quando entraram em nossa aldeia e começaram a atirar em todas as direções, matando todos os seres humanos e animais à vista".
Os Fulani destruíram plantações e deixaram a casa de um líder cristão local em chamas; o ataque foi descrito como o pior em quatro anos.
O candidato à presidência da Nigéria, general Muhammadu Buhari, da etnia Fulani, condenou o ataque como "assassinatos a sangue frio".
Muitos Fulani são conhecidos por terem fortes ligações com movimentos islâmicos regionais. Eles são uma tribo nômade espalhada por uma vasta área da África Central e encontrada em países como o Senegal e o Sudão.
Desde 2011, os Fulani já tomaram centenas de vidas, incluindo muitas vítimas de comunidades cristãs.
Ore para que aqueles que não conhecem o Senhor Jesus encontrem nele o verdadeiro amor e parem com a violência que tem assolado a Nigéria.

Nenhum comentário: