quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Rabino convoca judeus a retornarem a Israel para se preparar para a vinda do Messias


Rabino convoca judeus a retornarem a Israel para se preparar para a vinda do Messias
Uma das maiores autoridades do judaísmo ultra ortodoxo, o rabino Chaim Kanievsky tem pedido que todos os judeus no mundo voltem para Israel o mais rapidamente possível para se prepararem para a chegada do Messias.
Alguns estudiosos de profecias dos livros judaicos acreditam que o que Israel vive no momento, o grande fluxo de remanescência de parte dos judeus que estão espalhados pelo mundo que retornam a Israel, é literalmente a preparação para a chegada do Messias que o povo judeu aguarda por milênios.
Um jornal reconhecido de Israel, Times of Israel, anuncia que o números de judeus que retornam a Israel vem crescendo a cada ano, e no primeiro semestre de 2015 esse número foi muito superior aos anos que se passaram.
De acordo com um levantamento realizado, em 2014, um total de 26.429 imigrantes judeus chegaram a Israel. Um grande salto comparado com os 19.012 do ano anterior. Nos primeiros 8 meses deste ano, 17.212 pessoas do mundo todo fizeram a aliyah para Israel. É um aumento de mais de 40% em comparação ao ano anterior.
Se por um lado o povo judeu acredita que está chegada à hora do Messias se manifestar a Israel, os cristãos que acreditam em Jesus como Messias, afirmam que a volta de Cristo para buscar sua igreja está para acontecer, pois de um lado o regresso do povo judeu a Israel, também para os cristãos é um sinal da profecia descrita pelo próprio Messias que fala sobre esse acontecimento “Aprendei, pois, esta parábola da figueira: Quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão. Igualmente, quando virdes todas estas coisas, sabei que ele está próximo, às portas. Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas estas coisas aconteçam” Mateus 24:32-34.
Os cristãos acreditam que Jesus falando sobre a figueira era uma parábola referindo-se a Israel e a remanescência do povo judeu, exatamente o que o rabino Chaim Kanievsky afirma estar acontecendo.

Nenhum comentário:

“Não chame meninas de princesas”, diz campanha da Avon

Uma campanha da Avon tem gerado polêmica nas redes sociais por pedir aos pais que não chamem suas filhas de “princesas”, dizendo que o elo...