sexta-feira, 13 de maio de 2016

DECRETO CONTRA DILMA .

Dilma Roussef

O Decreto contra Dilma

Independência de Israel x Queda dos Inimigos
Esta sentença é por decreto dos vigias, e esta ordem por mandado dos santos, a fim de que conheçam os viventes que o Altíssimo tem domínio sobre o reino dos homens, e o dá a quem quer, e até ao mais humilde dos homens constitui sobre ele. Daniel 4:17
Nesta passagem bíblica Deus decreta a humilhação e a queda de um grande governante para mostrar que é Deus. É Ele quem levanta ou “abate” os reis e gestores desta terra.
Porém, o Senhor usa seus profetas para advertir e sentenciar os governantes.Isso aconteceu com Daniel, Elias e outros profetas. Primeiro Deus enviou Daniel para advertir e aconselhar o Rei Nabucodonosor, mas este não lhe deu ouvidos. Então, a seguir veio a sentença, e o rei pastou com os animais do campo por sete anos.
Algo semelhante aconteceu em nossa nação: A presidenta Dilma rejeitou o embaixador de Israel conforme circulou em noticiários nacionais e internacionais e em muitos portais, inclusive no Guia-me, um dos maiores e mais acessados em todo o mundo. A notícia chegou ao profeta Joel, através do Pastor Marcos Correa, responsável pelo Portal Guia-me, enquanto ele ministrava na Escola Profética, em setembro do ano passado. Imediatamente o profeta se posicionou e sentenciou a presidenta:“Assim como a senhora rejeitou o Embaixador de Israel, Deus está te rejeitando agora e tirando o poder, a proteção, a bênção Dele sobre ti. Tu começas a cair, pois as suas raízes estão sendo cortadas”. A partir dali muita sujeira e corrupção começaram a vir à tona. O governo petista começou a despencar.
A palavra profética veio como uma espada de fogo atingindo e cortando as raízes profundas do PT e seus líderes, que começaram a cair como em “efeito dominó”.
Quem esteve na Escola Profética ou acompanhou as ministrações pela internet, pode testemunhar o ato profético e público que o profeta realizou, em retaliação à rejeição da atual presidenta contra o Embaixador de Israel. “A atitude da nossa líder maior foi vexatória para o Brasil em relação à nação Israelense, e a nossa reação, impulsionados por Deus, foi a de lançarmos uma palavra profética de que esse governo seria cortado, extinguido, eliminado”, ressaltou o Apóstolo Joel, ratificando que esta é uma função do ministério Profético.
Olha, ponho-te neste dia sobre as nações, e sobre os reinos, para arrancares e derribares, para destruíres e arruinares; e também para edificares e plantares. Jeremias 1 – 10
O Ministério profético tem o dever de alertar, aconselhar, repreender e sentenciar autoridades e governos que estão em desacordo com a palavra de Deus. Infelizmente tanto Dilma quanto o PT encheram as medidas de iniquidade e corrupção.
A gota d’agua que acionou o juízo divino contra esse governo foi o levante contra Israel. Aparte do profeta Engel foi usar a Palavra e proclamar o decreto em nome de Jesus. Da mesma forma, isso ainda serve para qualquer governante, em qualquer lugar do mundo.
Nesta semana quando Israel estará em festa, celebrando 68 anos de independência, no próximo dia 14, Dilma está sendo afastada do seu cargo. Esta é assinatura de Deus e não uma coincidência. É o início da queda, pois hoje a presidenta do Brasil está sendo cortada.
Que isto sirva de lição aos governantes de todo o mundo.
Abençoarei aos que te abençoarem, e amaldiçoarei àquele que te amaldiçoar; e em ti serão benditas todas as famílias da terra. Gênesis 12 -3
Andréa Póvoas – Jornalista do Ministério Engel

Nenhum comentário: