terça-feira, 19 de julho de 2016

CPAD cancela evento com reverendo presbiteriano após pressão de pastores assembleianos

Imagem redimensionadaO reverendo presbiteriano Augustus Nicodemus Lopes (foto) é bastante conhecido por sua produção teológica de viés calvinista e cessacionista. Por não acreditar na contemporaneidade dos dons do Espírito Santo e ter, no passado, criticado os pentecostais, sua palestra na CPAD Megastore no Rio de Janeiro gerou grande polêmica.

Pertencente à Assembleia de Deus (AD), maior denominação evangélica do Brasil, a CPAD é uma editora confessional. Sua loja no Rio promove seguidamente palestras com autores do segmento evangélico. A fala de Nicodemus seria para promover seu livro “Apóstolos”, lançado pela editora Fiel no ano passado.

Seria, pois acabou cancelada. Desde que foi anunciado o nome de Nicodemus, pastores da AD começaram a pedir para que a loja não fizesse o evento. A reclamação é isso seria uma tentativa de se popularizar a doutrina calvinista na denominação historicamente arminiana.

O articulista Julio Severo comentou o caso, fazendo acusações fortes: “Se a Assembleia de Deus se tornar calvinista, vou dizer o que vai acontecer, cedo ou tarde: A Assembleia de Deus vai ser a primeira denominação pentecostal do Brasil a apoiar o “casamento” gay e o aborto. Como sei? A maior denominação presbiteriana do mundo, que tem milhões de membros nos EUA, faz exatamente isso”

Apesar de assembleiano, o teólogo Gutierres Siqueira foi um dos poucos que ficou em favor da palestra do pastor presbiteriano. Em sua conta no Facebook escreveu: “Eu gostaria de ver, isso sim, a mobilização dessa liderança poderosa contra os modismos neopentecostais em nosso meio. Há inúmeros pregadores e pastores da denominação que, em graus diversos, pregam a maldita teologia da prosperidade, a confissão positiva, a bênção de Toronto, o triunfalismo, o semipelagianismo, o curandeirismo, o mercantilismo da fé, o autoritarismo eclesiástico, o G12, etc. e diante desses lobos não há nenhuma campanha?”.

Houve uma divisão de opiniões, com manifestações tanto contra quanto a favor da realização da palestra. Mas a pressão surtiu efeito e a empresa anunciou a suspensão do evento.

Comunicado

Faltando pouco tempo para a realização da palestra, a CPAD publicou um comunicado oficial, justificando sua decisão.

“Em razão da repercussão não desejada que estava causando nas últimas semanas entre alguns irmãos em Cristo, a palestra foi… por hora, suspensa”, afirma a nota. Acrescenta ainda que: “Não é do interesse da CPAD causar ou alimentar celeuma alguma dentro da igreja, mas promover a edificação do Corpo de Cristo”.

A CPAD ressalta que continuará realizando eventos para lançamentos de editoras e gravadoras, mas não anunciou se voltará a convidar Augusto Nicodemus.

Fonte: Gospel Prime

Nenhum comentário: