sexta-feira, 15 de maio de 2015

Irã tem permissão divina para destruir Israel, diz governo iraniano


3018d60b-c261-4bc5-8ba2-40f0e20219d2_16x9_600x338Um funcionário próximo ao líder supremo Ali Khamenei do Irã afirmou que seu governo tem o direito divino ordenado para aniquilar Israel, Al Arabiya informou na terça-feira.


O “governo da República Islâmica do Irã tem permissão divina para destruir Israel“, disse Mojtaba Zolnour, um representante Khamenei na Guarda Revolucionária.
Segundo a agência semi-oficial de notícias estatal Fars , Zolnour disse que, “Nobre Alcorão permite a República Islâmica do Irão para destruir Israel.” Ele acrescentou que, “Mesmo se o Irã desista de seu programa nuclear, não vai enfraquecer a determinação deste país para destruir Israel. “
Isto é, não significa a primeira vez que funcionários políticos ou militares iranianos ameaçaram Israel com a destruição.
O Irã levantou o espectro de “varrer Israel de existir”, já que o aiatolá Ruhollah Khomeini tomou o poder no país em 1979. A animosidade de Khomeini em relação a Israel foi baseada em uma oposição ideológica e religiosa ao Sionismo, amplificado pelo desafio poderio militar e econômico de Israel posou ao expansionismo iraniano regionais.
Talvez o mais famosa, ex-presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad repetidamente pediu para Israel ser “varrido do mapa” em um discurso de 2005, que ele deu. Mais recentemente, no final de março de 2015, o general Mohammad Reza Naqdi, o comandante da milícia Basij do Irã – uma organização paramilitar voluntária sob o comando do IRGC – disse que, “varrer Israel do mapa não está em negociação.”
O Irã também financia ativamente e militarmente apóia grupos terroristas do Hamas e do Hezbollah de proxy que são ideologicamente contrários à existência de Israel.
Fonte: algemeiner.com

Nenhum comentário:

“Não chame meninas de princesas”, diz campanha da Avon

Uma campanha da Avon tem gerado polêmica nas redes sociais por pedir aos pais que não chamem suas filhas de “princesas”, dizendo que o elo...