domingo, 14 de junho de 2015

Projeto da cristofobia deve ser votado com urgência

O projeto de lei do deputado Rogério Rosso (PSD-DF) que torna a cristofobia crime hediondo será colocada em votação de urgência pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Um requerimento de urgência foi protocolado na quarta-feira (10)  pelo auto do projeto após a manifestação dos parlamentares das bancadas católica, evangélica e da família que protestaram contra a manifestação desrespeitosa realizada na Parada Gay.
Cunha avisou que se os líderes desejarem ele coloca o texto em votação. “Se tiver a urgência dos líderes, eu ponho para votar”, afirmou Cunha aos jornalistas. Com esse pedido a tramitação do texto seria acelerado.
O PL visa tornar crime hediondo o ultraje a cultos com pena de até oito anos de prisão para quem praticá-lo. O pedido tem base não apenas do que aconteceu na Parada Gay de São Paulo, mas também em outras manifestações onde cristãos e seus símbolos religiosos são vilipendiados. Com informações Terra

Nenhum comentário:

Mais de 1.300 crianças foram vítimas de abusos sexuais na Austrália

Pedofilia A Comissão Real para Respostas Institucionais ao Abuso Sexual Infantil, na Austrália, lançou, esta quinta-feira, um relatório ...