terça-feira, 5 de abril de 2016

Malafaia acusa pastores que defendem o PT de receberem dinheiro

O pastor Silas Malafaia reclamou mais uma vez dos líderes evangélicos que estão apoiando a presidente Dilma Rousseff, se colocando contra o impeachment.
Em um vídeo, o pastor assembleiano afirma que se sentiria envergonhado se fosse um desses pastores e diz que eles não representam os evangélicos.
“Esses caras não representam nem 1% dos evangélicos”, disse Malafaia sobre a quantidade de membros das igrejas lideradas pelos pastores que defendem o governo do PT.
Malafaia ainda acusa que muitos deles possuem ONGs que recebem valores dos cofres públicos para manterem suas instituições. “O mentor, o mediador, mama nas tetas do governo e grande parte deles tem ONGs… foram comprados. Estão no bolso do PT. Eu tenho vergonha! Que moral esses caras têm para serem contra o impeachment? Nenhuma!”
O pastor presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo criticou a teologia da Missão Integral dizendo que ela está mais para comunismo, do que para o cristianismo. “Conversa fiada rapaz, você está comendo grana. Você foi comprado para fazer esse joguinho sujo e mesquinho”, disse em possível referencia a Ariovaldo Ramos, um dos expoentes da Missão Integral no Brasil.
Quando esses pastores afirmam que não querem ser comparados com pastores “conservadores e fundamentalistas”, Malafaia ironiza, dizendo que tem honra de dizer que é conservador: “Eu conservo a Palavra!”
Para ele, ninguém pode falar em nome de todos os evangélicos, já que a religião é subdividida em denominações diferentes com pensamentos e posições políticas diferentes.
Assista:

Nenhum comentário:

“Não chame meninas de princesas”, diz campanha da Avon

Uma campanha da Avon tem gerado polêmica nas redes sociais por pedir aos pais que não chamem suas filhas de “princesas”, dizendo que o elo...