sexta-feira, 8 de abril de 2016

Silas Malafaia acusa pastores que defendem o PT de receberem dinheiro do governo

Imagem redimensionada

O pastor Silas Malafaia reclamou mais uma vez dos líderes evangélicos que estão apoiando a presidente Dilma Rousseff, se colocando contra o impeachment.

Em um vídeo, o pastor assembleiano afirma que se sentiria envergonhado se fosse um desses pastores e diz que eles não representam os evangélicos.

“Esses caras não representam nem 1% dos evangélicos”, disse Malafaia sobre a quantidade de membros das igrejas lideradas pelos pastores que defendem o governo do PT.

Malafaia ainda acusa que muitos deles possuem ONGs que recebem valores dos cofres públicos para manterem suas instituições. “O mentor, o mediador, mama nas tetas do governo e grande parte deles tem ONGs… foram comprados. Estão no bolso do PT. Eu tenho vergonha! Que moral esses caras têm para serem contra o impeachment? Nenhuma!”

O pastor presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo criticou a teologia da Missão Integral dizendo que ela está mais para comunismo, do que para o cristianismo. “Conversa fiada rapaz, você está comendo grana. Você foi comprado para fazer esse joguinho sujo e mesquinho”, disse em possível referencia a Ariovaldo Ramos, um dos expoentes da Missão Integral no Brasil.

Quando esses pastores afirmam que não querem ser comparados com pastores “conservadores e fundamentalistas”, Malafaia ironiza, dizendo que tem honra de dizer que é conservador: “Eu conservo a Palavra!”

Para ele, ninguém pode falar em nome de todos os evangélicos, já que a religião é subdividida em denominações diferentes com pensamentos e posições políticas diferentes.

Assista:

Nenhum comentário:

Caio Fábio pode ser chamado para depor sobre Lula, na operação Lava Jato

Caio Fábio Nesta sexta-feira (8), o site O Antagonista informou que integrantes do Ministério Público Federal (MPF) poderão chamar o pas...