Estado de Oklahoma, nos EUA, aprova lei que proíbe o aborto

A governadora de Oklahoma, Mary Fallin, em foto de 23 de fevereiro de 2015 (Foto: Jim Watson/AFP)A governadora de Oklahoma, Mary Fallin, em foto de 23 de fevereiro de 2015 (Foto: Jim Watson/AFP)
Legisladores do estado de Oklahoma (centro-sul dos EUA) aprovaram nesta quinta-feira (19) uma lei que transforma o aborto em um crime sob pena de até três anos de prisão.
A lei, que deve ser ratificada pela governadora do estado, foi aprovada no Senado do estado com maioria de 33 votos contra 12, sem discussão ou debates prévios.
A medida foi proposta pelo senador do Partido Republicano Nathan Dahm, que disse esperar que a decisão leve à anulação de uma falha em 1973 pela Suprema Corte dos Estados Unidos que legalizou o aborto no país.
A governadora de Oklahoma, Mary Fallin, que se opõe ao aborto, recusou comentar a medida no momento, segundo a imprensa local.
O Centro para os Direitos Reprodutivos insistiu que a governadora vetasse a lei.
"Os legisladores em Oklahoma deveriam se concentrar em fazer avançar políticas que verdadeiramente promovam a saúde e a segurança das mulheres, não as restrições aos abortos que fazem o contrário", escreveu a ONG em uma carta destinada a Fallin.
O aborto segue sendo um assunto que desperta polêmicas nos Estados Unidos e, nos últimos nove anos, vários estados tem feito leis que restringem o aborto, resultando no fechamento de diversas clínicas.
Leis similares a de Oklahoma foram aprovadas nos estados de Utah e Louisiana e logo depois anuladas pela Suprema Corte ao serem declaradas inconstitucionais.

G1.COM.BR

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ILLUMINATIS , QUEM SERIA O LIDER DELES NO BRASIL ?

ENTENDA MAIS SOBRE LO-DEBAR “Lo-Debar, nunca mais” (II Samuel 9: 1-13) nos links

COMO FAZER UM ESBOÇO PARA PREGAÇÃO - Aprendendo a fazer um esboço de pregação.