BIANCA TOLEDO: VÍTIMA OU VILÃ?

BIANCA TOLEDO: VÍTIMA OU VILÃ?
Conheça algumas contradições de Bianca Toledo, que põem à prova as diversas versões dela sobre um único fato.


No ultimo dia 05 de julho, deste ano de 2016, Bianca Toledo, sub-celebridade evangélica extremamente controversa, publicou um vídeo em suas redes sociais, onde comunicava ao público um suposto ato de pedofilia contra seu filho, que teria sido cometido pelo seu atual marido, o pastor Felipe Heiderich. Neste vídeo, Toledo afirma que havia descoberto o suposto abuso e que, neste interín, seu marido haveria “confessado” ser homossexual na ativa, além de também narrar que ele, Felipe Heiderich, haveria tentado se matar, depois de descoberto na suposta prática do ato contra o menor.
Após a publicação do vídeo, muito especulou-se sobre a veracidade destas informações, inclusive por Bianca, que ao invés de estar com seu filho que, supostamente teria sido abusado, dedicou-se e vêm se dedicando, quase 24 horas, as redes sociais e à declarações na imprensa, defendendo sua versão, além de realizar articulações e contatos com outros líderes evangélicos, em busca de apoio contra Felipe, o seu marido.
Resolvi selecionar aqui algumas, das milhares contradições do caso:
1) Bianca diz, no vídeo, já ter anulado o casamento com Felipe Heiderich – É mentira! Não houve anulação alguma na justiça deste matrimônio, a não ser que tenha sido anulado na cabeça e memória de Bianca Toledo;
2) Como que, uma mãe, sabendo que seu filho de 05 anos, está sendo abusado sexualmente por seu companheiro e ainda têm uma “calma sobrenatural” ainda para “reunir provas” e ter a frieza de saber o momento certo de sair de casa?
3) Já que Bianca afirma que o menor vinha sofrendo abusos há aproximadamente 03 anos, como declarou amplamente à diversos veículos de imprensa, como ela não percebeu os sinais psicológicos da criança ou não observou as partes íntimas? Estaria Bianca mentindo ou sempre foi uma mãe ausente e que nunca se importou com seu filho?
4) No meio do suposto “furacão”, Bianca demonstra, mais uma vez, uma calma “surreal”, gravando um vídeo monólogo com técnicas dignas de atores globais; Como é possível alguém que têm um filho que,  em tese, teria sofrido abuso, e ainda consegue ter pensamentos de gravar um vídeo explicando “tudo” em sua versão, pausadamente, de forma fria? Ao final do vídeo, um choro aparentemente artificial.
5) Por que um líder de ministério bem sucedido confessaria, para uma pessoa que visivelmente quer destruí-lo, ser homossexual? Será que Felipe quis armar Bianca contra si mesmo? E detalhe: Segundo Bianca Toledo, Felipe (o seu marido), teria confessado o ato de pedofilia e assumido, para Bianca, sua personalidade homossexual.
6) Bianca disse que suas empregadas e babá da criança teriam relatado comportamento estranho de seu marido com a criança, mas que demitiu à todos confiando em Heiderich. Criança que sofre violência sexual dá sinais.
7) Bianca diz que Felipe usava desculpas para não manter relações íntimas com ela; então, ela teria marcado médico para ele. Supostamente, na versão de Toledo, seu marido teria ido à consulta e, ao chegar em casa, teria dito estar com uma grave doença. Bianca teria “desconfiado” em então ligado para o médico/médica que atendera Felipe, e esta, supostamente, teria contado tudo para Bianca, revelando inclusive que ele sofria de dupla personalidade e era homossexual. Isso era médica ou psicóloga? Independente, é crime o médico revelar questões de foro íntimo a terceiros, sem autorização do paciente.
8) “Quando desconfiei, peguei meu filho e fui conversar com ele de forma lúdica, a fim de que ele me contasse algo”; Bianca agora é psicóloga? A polícia aceita diagnósticos e conclusões de uma pessoa que não têm formação na área psicológica? Até onde sabemos, isto é exercício ilegal da profissão, crime! Onde estão o Ministério Público e o Conselho regional de Psicologia?
9) Bianca não teria autorizado exame de corpo e delito na criança; teria permitido apenas avaliações psicológicas; (informação fornecida por fonte no órgão competente). Por que será?

Carta de desligação de Felipe Heiderich do ministério de Dallas, Texas - USA


O assunto vêm sendo abordado pelos principais jornais de tv, impressos e internet, tomando proporções internacionais. As incoerências da versão de Bianca não param por aí. Em entrevista ao jornal O Globo, deste sábado, 09/07/2016, Bianca Toledo disse que Felipe foi desligado de um ministério com pouca expressão, em Dallas, TX, no qual ele se filiou em janeiro e, do qual, ela diz fazer parte há 05 anos. Sou eu que não sei contar ou, há 05 anos atrás, Bianca estava saindo do hospital para ter um longo período de repouso em casa? Estamos falando do ano de 2011. Outro ponto dentro deste assunto de Dallas: Por que a data da exclusão dele do ministério de Dallas se deu em 17 de junho e Bianca levou quase 14 dias pra tomar uma atitude e solicitar medidas protetivas? Felipe não oferecia ameaça então? Ora, mas não era ele o “molestador” de criança de 05 anos? Penso que calma parece ser algo peculiar a senhora Bianca Toledo... ou frieza; que outros interesses Bianca teria em gravar um vídeo para desconstruir a imagem de seu atual marido? O que será que Felipe sabe e, que para Bianca, não é interessante que venha à público?
Quando se divorciou de Renato Pimentel, pai de seu filho, em 2012, Bianca realizou o mesmo tipo de campanha para desconstrução da imagem de seu ex-marido, com objetivo de torna-lo pessoa com palavra sem credibilidade, e houve uma batalha jurídica, comprovada em históricos das rede sociais, onde Bianca fez e conseguiu impedir Pimentel de conviver e de visitar seu filho, através de facetas jurídicas arquitetadas por seus advogados, tendo sucesso, dificultando Pimentel, inclusive, de conseguir emprego, acarretando falta de pagamento de pensão. 
Ainda falando de Renato Pimentel, o mesmo mostrou sobriedade e ponderação, quando questionado sobre os fatos ocorridos com seu filho. Em outras palavras, disse que conhecendo a ex-esposa que têm, preferia ouvir primeiro a versão de Heiderich, antes de emitir opinião sobre o assunto, pois também foi vítima da maledicência de sua ex-mulher e até hoje sofre com o ocorrido.
Para o pastor e psiquiatra forense José Augusto, “Bianca é uma pessoa obviamente manipuladora, e não se sabe o nível de manipulação até onde ela pode ir, além de ela ser de uma maturidade envaidecida e narcisista extrema, e ela faz aquele gênero manso que torna a maioria das pessoas confundidas, além de ser uma controversa figura que busca uma certa sutileza em sua manifestação.”
Um dos líderes da Igreja Batista da Lagoinha, pastor Felippe Valadão, divulgou áudio orientando os pastores de sua igreja e membros a não tomarem partido de Bianca Toledo e permanecerem neutros, até que se esclareçam os fatos. Outras autoridades evangélicas adotaram a mesma medida de precaução, devido ao histórico conhecido da pseudo-pastora missionária. A Rede Super de Televisão, que pertence a Igreja Batista da Lagoinha, cancelou todos os programas de Bianca Toledo em sua grade, em razão do escândalo.
O pastor Felipe Heiderich teve sua prisão revogada na última sexta-feira, 08/07/2016, pelo mesmo juiz que havia determinado sua prisão.
Nota importante: A assessoria de Bianca Toledo foi procurada, mas se recusou a falar comigo até o fechamento desta matéria. 
Já a família de Felipe Heiderich, na pessoa do Jones Heiderich Filho, primo de Felipe, disse que tudo que tinha para dizer foi dito no passado, afirmou que não é inimigo do primo e pediu que não entrassemos mais em contato sobre este tema.
Renato Pimentel não foi localizado.

Atualização: 15:32 - 13/07/2016

Assista pronunciamento de pastor Felipe Heiderich gravado há alguns minutos atrás, sobre tudo:

Lucas Cefas



http://lucascefasnews.blogspot.com.br/2016/07/bianca-toledo-vitima-ou-vila.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ILLUMINATIS , QUEM SERIA O LIDER DELES NO BRASIL ?

ENTENDA MAIS SOBRE LO-DEBAR “Lo-Debar, nunca mais” (II Samuel 9: 1-13) nos links

COMO FAZER UM ESBOÇO PARA PREGAÇÃO - Aprendendo a fazer um esboço de pregação.