sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Em atenção, Amparo, Pedreira e Valinhos monitoram áreas de risco


Em atenção, Amparo, Pedreira e Valinhos monitoram áreas de risco

Solo encharcado aumenta a chance de deslizamento de terra.
Força da água pode levar casas construídas em barrancos.

Em Pedreira, uma rua no Centro está interditada por risco  de deslizamentos de terra. Segundo a Defesa Civil, 18 cidades estão em estado de atenção. Em Amparo (SP), Pedreira (SP) e Valinhos (SP) equipes monitoram as áreas mais críticas.
Em Pedreira, uma rua no Centro está interditada por risco de deslizamento de terra. Na via foram colocados tubos de concreto para impedir a passagem de carros e pedestres, mas muitos preferem se arriscar do que utilizar um desvio.
Que o pessoal tenha um pouco de paciência e faça o desvio. É melhor usar o desvio do que ficar embaixo da massa de terra"
Eduardo Pazini, coordenador da Defesa Civil de Pedreira
"Não tem por onde passar. Dá volta para ir na prainha? Aí, eu arrisco por aqui", afirma o personal trainer João Victor Faustino.
O coordenador da Defesa Civil de Pedreira, Eduardo Pazini, orienta para que a população evite as áreas de risco. "Que o pessoal tenha um pouco de paciência e faça o desvio. É melhor usar o desvio do que ficar embaixo da massa de terra", afirma.
Excesso de água
Segundo a Defesa Civil, quando a terra fica seca por muito tempo, no terreno surgem fendas e fissuras e no período de chuva mais intensa, a água é absorvida com mais facilidade.
Com o solo encharcado, o risco de deslizamentos é grande. E quando isso acontece, a massa de água e lama leva tudo que tem pela frente.
Em Pedreira, isso pode ocorrer em mais quatro áreas da região central que estão sendo monitoradas pela Defesa Civil. Já em Amparo são pelo menos 11 que preocupam. Entre elas estão o Planalto da Serra e Jardim Brasil, que estão sendo acompanhadas.
Essas construções foram feitas em áreas de risco. E em encostas e barrancos e com a forte chuva a tendência é que leve essas casas embora"
Israel Andreoli, coordenador da Defesa Civil de Valinhos
Sair das casas
Em Valinhos (SP), a preocupação é com o Parque Portugal. No bairro moram aproximadamente 1,5 mil pessoas e elas já foram avisadas que a região está em estado de atenção.
"Essas construções foram feitas em áreas de risco. E em encostas e barrancos e com a forte chuva a tendência é que leve essas casas embora", afirma o coordenador da Defesa Civil Israel Andreoli.
Apesar disso, a dona de casa Maria Aparecida de Jesus afirma que o terreno é firme. "Não é aquele barranco que tá desabando que a gente vê que tá solto. Ele é bem firme [...] Não cai assim fácil não", conclui.
Moradores não querem sair de área de risco em Valinhos (Foto: Reprodução/ EPTV)Moradores não querem sair de área de risco em Valinhos (Foto: Reprodução/ EPTV)

 

Nenhum comentário:

COLEIRA ERVA DE SANTA MARIA - PREÇOS ESPECIAIS PARA REVENDA

ENTRE NO LINK ABAIXO E COMPRE PARA REVENDA . https://petpetsbrasil.loja2.com.br/3600225-COLEIRA-ERVA-DE-SANTA-MARIA-REPELENTE-A-PULGAS-...