segunda-feira, 29 de maio de 2017

Filha de Baby do Brasil diz que não se identificou com a religião evangélica

Na década de 90 o grupo SNZ fez muito sucesso entre os jovens, mostrando todo o talento musical herdado por Sarah, Nãna e Zabelê, filhas dos músicos Baby do Brasil e Pepeu Gomes.
Imagem redimensionadaNo final daquela década Sarah Sheeva se tornou evangélica, em seguida foi a vez de Baby do Brasil e mais tarde Nãna se uniu a elas na mesma fé. Mas Zabelê não se identificou com a religião adotada pelas mulheres da família.

“Sou uma pessoa que se conecta com Deus através da natureza”, afirmou ela ao declarar que tem uma espiritualidade independente, sem frequentar igrejas. “Não preciso de uma igreja para me sentir conectada. Não me identifiquei com a religião evangélica”, disse a cantora em entrevista recente à Veja.

“Minha identificação é apenas com Deus. Sou superespiritual: faço ioga, muito exercício e estou sempre em contato com quem manda no universo, Ele”, declarou ela que sempre respeitou a religião de sua mãe e irmãs.

Sarah Sheeva é pastora e tem feito um trabalho focado em solteiros. Criadora do chamado “Culto das Princesas”, ela tem viajado o Brasil e o mundo pregando uma cultura da valorização da mulher, além de levantar a bandeira do sexo só após o casamento.

Baby do Brasil também acredita que o sexo só é válido dentro do casamento, tanto que seu namoro com o comentarista Walter Casagrande gerou muita polêmica na mídia pelo casal revelar que não mantinha relações sexuais. O namoro terminou recentemente.

Nãna Shara, por sua vez, também é pastora evangélica e tem seguido seu ministério ao lado de seu esposo, o pastor Cláudio Brinco. Juntos ministram não apenas aos jovens, mas também casais. Nãna lançou um CD gospel com a Sony Music intitulado de “Novo Céu”.

Fonte: JM Notícia

Nenhum comentário:

Caio Fábio pode ser chamado para depor sobre Lula, na operação Lava Jato

Caio Fábio Nesta sexta-feira (8), o site O Antagonista informou que integrantes do Ministério Público Federal (MPF) poderão chamar o pas...