sábado, 15 de julho de 2017

Empresa cria boneca para ensinar ideologia de gênero às crianças

Imagem redimensionada

Uma empresa canadense está arrecadando dinheiro on-line para o que ela chama de "primeiro brinquedo educacional transgênero" do mundo, no qual as crianças serão doutrinadas na ideologia de gênero, ou seja, ensinadas que podem "mudar seu gênero com a frequência que quiserem".

Uma página foi criada no site 'Kickstarter' - de arrecadações online - para o brinquedo chamado "Sam", criada pela 'Gender Creative Kids Canada', e já arrecadou mais de 15.000 dólares, afirmando que isto servirá para "educar as pessoas em todo o mundo sobre questões de identidade de gênero".

"Sam é uma ferramenta essencial projetada para ajudar as crianças a entenderem o que significa crescer como uma criança transgênero", diz o site.

Um vídeo do YouTube que apresenta o brinquedo conta a história de Sam e as muitas etapas do "questionamento de gênero" pelo qual o personagem passa. Como um bebê, Sam começa a vida "felizmente desconhecendo o que é o gênero", antes de começar a "explorar o gênero através do jogo de identidade" e questionar "normas culturais de gênero".

Como o Daily Beast o descreveu, "Sam passa da figura de uma garota de aparência extremamente infeliz para um menino sorridente e realizado à medida que cada nova camada do brinquedo surge".

O site 'HeatStreet' informou em junho que o brinquedo recebeu financiamento do governo de Quebec, no Canadá.

A empresa 'Gender Creative Kids Canada', com o apoio do Ministério da Justiça de Quebec, realiza sessões de treinamento de 90 minutos nas escolas primárias, discutindo questões de gênero, orientação sexual e transgênero.

"A aprendizagem baseada no jogo não é apenas aceita como uma das melhores maneiras de ensinar as crianças, mas também cria oportunidades naturais para um adulto iniciar uma conversa sobre como é ser atribuído a um sexo ao nascer que não corresponde ao que você sente por dentro", afirma a empresa.

Outras bonecas orientadas para transgêneros também foram lançadas este ano, incluindo uma baseada no adolescente transgênero Jazz Jennings da série TLC "I Am Jazz".

No mês passado, o Senado canadense aprovou um projeto de lei que permitiria que o governo retirasse crianças de pais que não aceitam a "identidade de gênero" ou a "expressão de gênero" por elas escolhida.

O evangelista Rev. Franklin Graham, comentou outra notícia que saiu do Canadá no início deste mês sobre um pai transgênero que se recusa a identificar o gênero de seu bebê recém nascido.

"Estes pai canadense acredita que atribuir o sexo de uma criança ao nascimento é uma violação dos direitos humanos - e ele queria que seu bebê fosse registrado com um 'gênero indefinido' para que eles pudessem decidir seu próprio sexo. Isso é sem sentido", escreveu Graham em uma mensagem no Facebook.

Graham disse que o único caminho para uma pessoa ser completa é "confiar em Jesus Cristo, o Filho de Deus, como nosso Senhor e Salvador".

"A Bíblia diz que podemos ser 'completos Nele'. Ele preenche o vazio em nossos corações e pode nos dar a 'paz de Deus que supera todo entendimento", afirmou.

Fonte: Guia-me

Nenhum comentário:

Pastor diz que igreja está aberta para Naldo, se ele quiser

Jaime Soares, pastor da Assembleia de Deus de Bonsucesso, igreja da Zona Norte do Rio que era frequentada por Naldo Benny desde antes da...