terça-feira, 31 de março de 2015

Pastor é condenado na China por protestar contra demolições de 400 igrejas

Pastor é condenado na China por protestar contra demolições de 400 igrejasUm pastor chinês, que foi contra uma campanha de demolições de igrejas promovida pelas autoridades do país, foi condenado a prisão por um ano sob a acusações forjadas.
Huang Yizi, de 40 anos, viu centenas de igrejas parcialmente ou completamente destruídas. Pelo menos 400 igrejas foram afetadas pela campanha, que durou cerca de um ano. As autoridades negaram que as igrejas cristãs estavam sendo alvo de destruição, alegando que, na verdade, estavam tomando medidas contra todas as "estruturas ilegais".
Yizi foi condenado diante de um tribunal lotado, na terça-feira (24) à tarde. "Eu acho que todo o julgamento foi manipulado pelas autoridades", disse Zhang Kai, seu advogado, ao jornal britânico The Telegraph, acrescentando que seu cliente iria recorrer.
O advogado disse que cerca de mil partidários cristãos se reuniram para protestar em frente ao tribunal, na província oriental de Zhejiang. Ele conheceu o pastor Yizi antes da audiência, e acredita que "seu estado de espírito era bom.”
No ano passado, o pastor Yizi, que é casado e tem um filho, disse estar "grato porque Deus o deu a chance" de ir para a prisão e falar contra a demolição de igrejas e cruzes que estavam acontecendo na província de Zhejiang, onde ele mora.
A condenação do pastor foi seguida de reivindicações de um bispo chinês de Pequim, que ordenou o fim das demolições em Zhejiang.

CPAD

Nenhum comentário:

FINAL DOS TEMPOS - Pastor e mulher são presos suspeitos de estuprar menina para tirar 'maldição do sexo', em Edeia

Pastor e mulher são presos suspeitos de estuprar menina para tirar 'maldição do sexo', em Edeia Segundo relato da vítima à políc...