quinta-feira, 14 de maio de 2015

Caravana realiza 41° Congresso Profético em Jerusalém


Caravana realiza 41° Congresso Profético em Jerusalém
A viagem às Terras Bíblicas promovida peloministério Beth-Shalom/Chamada da Meia-Noite faz uma parada em Jerusalém com o objetivo de realizar o 41° Congresso Profético em Jerusalém.
Uma terceira parte da caravana de brasileiros chegou para o evento, totalizando assim 90 pessoas. As palestras ocorreram no Centro de Convenções do Hotel Ramada. Os preletores foram Meno Kalisher e Norbert Lieth.
O pastor Kalisher é judeu messiânico, ou seja, crê em Jesus Salvador e que Ele é o Messias prometido de Israel. É o fundador da Jerusalem Assembly – House of Redemption (Casa da Redenção), que reúne cerca de 250 pessoas em Jerusalém.
O foco das mensagens foram a Palavra Profética de como Deus usa Israel como sinal para todas as nações. Ambos abordaram as dificuldades vividas pelo Israel bíblico e pelo moderno Estado judeu pois o antissemitismo não mudou com o passar do tempo.
Analisando ao mesmo tempo as páginas da Bíblia e os jornais atuais, traçaram diferentes perspectivas sobre as profecias envolvendo Israel que se cumpriram em parte e as que ainda não se cumpriram.
A mensagem desses dois dias de evento é, ao mesmo tempo, desafiar os cristãos a verem que Israel não deixou de fazer parte do plano eterno de Deus e mostrar como a igreja deve estar preparada para o cumprimento das profecias.
O tema deste ano diz respeito ao sentimento antissemita que ainda existe no mundo e as diferentes formas que ele tomou desde os tempos que os israelitas lutavam contra os povos tribais inimigos. Hoje são nações que se voltam contra Israel como Estado judeu e também contra o povo judeu espalhado pela face da Terra.
Não se pode ignorar que as correntes teológicas atuais minimizam e até mesmo ignoram grande parte das promessas divinas para Israel. Ao mesmo tempo, a polarização em torno da chamada Teologia da Prosperidade reafirma um discurso que não prepara os cristãos para a iminência do Arrebatamento, por exemplo.
O foco no acúmulo de riquezas como único resultado da benção divina apenas afasta os cristãos dos propósitos eternos e a plenitude do Reino de Deus.
A maneira como a mídia normalmente trata Israel acaba por apresentar um quadro distorcido de várias peculiaridades dessa nação. Mesmo com tantas dificuldades no campo da diplomacia e das relações exteriores, o Estado judeu continua se desenvolvendo e sendo um sinal para as nações.
Sua virtual extinção e ressurgimento em 1948, as sucessivas guerras que enfrentou e as constantes tentativas de aniquilação são relatos únicos, que apenas comprovam que sua existência é um milagre contínuo.
A sobrevivência de Israel está em perigo. Não é um alarmismo ou uma questão meramente política. Tanto a palavra profética da Bíblia quanto as ameaças das nações inimigas comprovam isso até hoje. Ao mesmo tempo, a certeza que as promessas se cumprirão faz com que os que creem em Jesus tenham a convicção que o Messias de Israel em breve voltará para lutar por seu povo.
Norberth Lieth é o diretor da Chamada da Meia-Noite Internacional. É autor de vários livros publicados em alemão, português e espanhol.


CPAD VIA GRITOS DE ALERTA

Nenhum comentário:

Com ataque à Globo, Domingo Espetacular debate a arte com apologia à pedofilia

Programa Domingo Espetacular, na Record TV O debate sobre as exposições de arte com apologia à pedofilia e outros temas no Brasil marc...