segunda-feira, 4 de maio de 2015

Estado Islâmico executa mais 300 membros de minoria religiosa no Iraque


Estado Islâmico executa mais 300 membros de minoria religiosa no Iraque
Mais de 300 prisioneiros da minoria religiosa Yazidi foram executados pelo Estado Islâmico no Iraque, possivelmente na sexta-feira (1).
Osama al-Nujaifi, vice-presidente do Iraque, classificou o massacre como 'bárbaro e horrífico'. Hassan Khallo, dirigente do Partido Democrático do Curdistão, declarou que entre as vítimas estavam crianças, mulheres e idosos. “Os rebeldes levaram-nos para o local e mataram-nos todos juntos. E, além dos yazidis, também mataram prisioneiros xiitas”, relatou.
A fé dos yazidis incluem itens de diversas religiões e, também por isso, são considerados infieis pelos fundamentalistas islâmicos, que têm o objetivo de estabelecer um califado na Síria e no Iraque.
Tempos atrás, o exército iraquiano, junto com milícias aliadas, retomaram algumas regiões dominadas pelo Estado Islâmico, mas há informações de que muitas áreas ainda permanecem sob o poder do jihadistas.
Muitos iraquianos, principalmente os que pertecem a minorias religiosa, inclusive os cristãos, continuam sofrendo com as ações do Estado Islâmico. A Igreja precisa permanecer em oração.

Nenhum comentário:

“Não chame meninas de princesas”, diz campanha da Avon

Uma campanha da Avon tem gerado polêmica nas redes sociais por pedir aos pais que não chamem suas filhas de “princesas”, dizendo que o elo...