quinta-feira, 30 de julho de 2015

Segmento gospel cresce 14% ao ano, afirma organização do 4° Salão Gospel Com mais de 100 expositores confirmados, na próxima semana acontece o 4º Salão Gospel


Segmento gospel cresce 14% ao ano, afirma organização do 4° Salão Gospel
A fim de representar o segmento evangélico, o 4° Salão Internacional Gospel, organizado e idealizado pelo Grupo MR1, acontecerá entre 6 e 8 de agosto, no Expo Center Norte, em São Paulo. O evento reúne gravadoras, editoras, distribuidoras, empresas de instrumentos musicais, sonorização, iluminação, vídeo, tecnologia, faculdades, universidades, igrejas, comunidades, exposições culturais e apresenta um grande mix de produtos.
Pesquisas recentes revelam que o segmento gospel, que cresce 14% ao ano, é um dos mais rentáveis no País. Segundo dados da Associação Brasileira de Produtores de Disco (ABPD), o estilo está presente entre os 20 CDs mais vendidos no Brasil. Atualmente o mercado evangélico movimenta cerca de R$ 21,5 bilhões por ano. É o segundo lugar em volume de vendas – são R$ 330 milhões em venda de instrumentos musicais, acessórios e sonorização e mais de R$ 500 milhões em venda de CDs e DVDs.
 
Na literatura não é diferente. A mais recente edição da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, de 2012, aponta que a Bíblia e determinadas obras religiosas são procuradas frequentemente por 65% e 57% dos leitores, respectivamente. Só eles movimentaram R$ 458 milhões no ano, segundo o levantamento Produção e Vendas do Mercado Editorial Brasileiro.
O segmento, como um todo, gera mais de 2 milhões de empregos. São mais de 2 bilhões de venda de discos nas produções de shows. Por ano, abrem-se mais de 14.000 igrejas evangélicas no Brasil, o que corresponde a 38 novas igrejas por dia, 1 a cada 45 minutos em média.
Segundo o Salão Internacional Gospel, são 600 rádios brasileiras que transmitem programação gospel no Brasil, e 157 gravadoras. A faixa etária que concentra a maioria dos fãs do gênero é de 25 a 40 anos, onde 66% são do público feminino e 56% da Classe C. Evangélicas chegam a gastar, em média, R$ 6 mil por mês com roupas e sapatos.
Segundo Marcelo Rebello, organizador e idealizador do Salão Gospel, o mercado continua inchando. São 4.500 artistas e bandas onde são lançados no mínimo 10 CDs por mês, ou seja, 1 a cada 3 dias e cerca de 4.000 novas obras musicais anualmente, fomentando a receita com arrecadação de direitos autorais. A área de educação também se destaca, com 740.000 alunos em 934 instituições de ensino controladas por evangélicos. Ele prevê, baseado em estudos feitos pela Sepal (Servindo aos Pastores e Líderes), que em 2020 os evangélicos chegarão à marca de 109,3 milhões (52%), num total de 209,3 milhões de brasileiros.
Para o sociólogo Carlos Aystrim, que recentemente escreveu um livro sobre o assunto, os dados comprovam que o maior país católico da América Latina está cada vez mais evangélico: “A prova de todos esses números é a popularização do estilo, notado nos últimos anos na grande imprensa brasileira que vem falando regularmente sobre esse nicho e também nas infinitas oportunidades de negócios, que abriu as portas de vez para essa fatia da sociedade alcançar a modernidade e ocupar o seu espaço na sociedade. Estamos diante de uma verdadeira revolução dos evangélicos, onde os mesmos se destacam através de sua cultura, hábitos, criatividade, mas, principalmente, pelo seu poder econômico". 
Serviço:
4º Salão Internacional Gospel
Data: 6 a 8 de agosto de 2015
Local: Expo Center Norte
Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 - Vila Guilherme, São Paulo - SP
Entrada Gratuita
Informações: www.salaointernacionalgospel.com.br

Nenhum comentário:

ISRAEL SE PREPARA PARA A GUERRA NA PALESTINA: 'NOSSA RESPOSTA SERÁ DURA'

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, responsabilizará o Hamas em caso de um ataque vindo da Faixa de Gaza. Neste domingo, ...