domingo, 29 de novembro de 2015

Cristã e sua família são vítimas do Estado Islâmico no Iraque


Cristã e sua família são vítimas do Estado Islâmico no Iraque
A Portas Abertas conheceu durante uma de suas viagens de campo, por meio da colaboradora Sara*, a família de Anwar. Eles foram vítimas do Estado Islâmico (EI) no Iraque. Anwar, parece ser a mais forte da família, Deus está trabalhando de forma extraordinária nela. Recentemente, Sara visitou Anwar novamente, ela conheceu a família cerca de um ano e meio atrás, um mês depois de se tornarem vítimas do EI. Sara fez parte dos primeiros que os visitaram. Ela lembra do alívio da família quando os encontrou, eles perceberam que não tinham sido esquecidos.
Amor e determinação
Anwar cuida de seus pais idosos traumatizados e de sua irmã, que teve um membro do seu corpo atingido em um ataque. Todo mês a família recebe um pacote de comida do parceiro local da Portas Abertas. Anwar complementa-o com legumes frescos que compra no mercado. O cuidado diário da família está nas mãos dela. Ela tenta cuidar de seus pais e da irmã da melhor maneira que pode. Com amor e determinação. "Conhecendo Anwar, descobri que ela é uma mulher incrivelmente forte. Ela também é muito atenciosa", conta Sara.
Sobrinhas no balde de lixo
Anwar organiza tudo o que a família precisa. Onde é que ela encontra essa força? "É Deus", responde ela. Ele vem dando força durante toda a sua vida. Anwar conta que anos atrás, suas duas sobrinhas prematuras foram abandonadas pelos médicos em um lixo. Mas, o coração dela não poderia aceitar aquilo. Ela se tornou responsável pelas meninas, hoje elas já são adolescentes e vivem em outro país.
Quase morta
Toda a família se emociona quando Anwar compartilha os acontecimentos no dia em que quase morreu. Repentinamente, eles tiveram que deixar suas casas, em Mosul, sem saber como viveriam. Expulsos da cidade, chegaram a um posto de controle. Lá, as mulheres foram separadas de William, pai de Anwar. Uma senhora totalmente encoberta se aproximou das mulheres e começou a tirar todos os objetos de valor. Quando a outra filha de William protestou, uma arma foi apontada para ela. Anwar implorou de joelhos pela vida da irmã. O apelo teve resposta, a terrorista cedeu e não matou nenhuma das duas. Mas em sinal de protesto, ela bateu na perna da irmã de Anwar em sinal de protesto. Hoje, ela ainda tem dificuldade para andar, apesar de ter passado por uma cirurgia.
Sara e a família de Anwar sentaram-se juntos para assistir ao noticiário, como a família faz todos os dias. Eles seguem de perto o que acontece na sua cidade de Mosul. O EI tem implementado uma versão violenta da lei islâmica e está destruindo a herança cristã. Eles têm medo de lá nunca mais voltar a ser um lugar seguro. É difícil para Anwar ver os pais chorarem ao contar o que aconteceu e o que ainda está acontecendo, além disso eles enfrentam problemas para dormir à noite. Nos ajude em oração por essa família, Deus tem feito maravilhas no meio deles, mas ainda dá feridas e receios. Que a graça do nosso Senhor possa alcançá-los, cada dia, mais e mais.
*Nomes alterados por motivos de segurança.
Todos os dias, vemos e ouvimos nos meios de comunicação histórias de refugiados, e sabemos que eles precisam de nossa ajuda e de nossas orações. É por esse motivo que convidamos você a participar do Domingo da Igreja Perseguida (DIP) em 2016, um dia de intercessão pelos cristãos perseguidos ao redor do mundo.

Nenhum comentário:

COLEIRA ERVA DE SANTA MARIA - PREÇOS ESPECIAIS PARA REVENDA

ENTRE NO LINK ABAIXO E COMPRE PARA REVENDA . https://petpetsbrasil.loja2.com.br/3600225-COLEIRA-ERVA-DE-SANTA-MARIA-REPELENTE-A-PULGAS-...