APOSTASIA PRESBITERIANA - Franklin Graham responde a aceitação do casamento gay na Igreja Presbiteriana dos EUA



“Devemos obedecer ao invés de procurar maneiras de redefini-los de acordo com os desejos da nossa cultura”, criticou o pastor.

A Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos (PCUSA) finalizou a votação sobre a aceitação e o reconhecimento do casamento entre pessoas do mesmo sexo no dia 17 de março.

Conhecida como "Alteração 14-F" a emenda redefine a descrição de casamento em seu "Livro de Ordem", agora considerando também a união matrimonial entre pessoas do mesmo sexo e a enquadrando como "família".

Em 2011, a mesma denominação já havia aprovado a ordenação de sacerdotes que haviam assumido publicamente sua homossexualidade (gays ou lésbicas).

Diante da decisão, Franklin Graham tomou uma posição de crítica: "Em Sua Palavra, a Bíblia, Deus já definiu o casamento, assim como o pecado, e devemos obedecer ao invés de procurar maneiras de redefini-los de acordo com os desejos da nossa cultura. O casamento é definido como a união entre um homem e uma mulher – fim de discussão. Qualquer outra coisa é um pecado contra Deus, e Ele julgará todos os pecados um dia", publicou em sua página no Facebook.

Fonte: Guia-me

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ILLUMINATIS , QUEM SERIA O LIDER DELES NO BRASIL ?

ENTENDA MAIS SOBRE LO-DEBAR “Lo-Debar, nunca mais” (II Samuel 9: 1-13) nos links

COMO FAZER UM ESBOÇO PARA PREGAÇÃO - Aprendendo a fazer um esboço de pregação.